SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 20
COMUNIDADE 
KALUNGA 
PORTFÓLIO 
Chapada dos Veadeiros – Teresina de 
Goiás
Kalungas, quem são? 
Quilombola é o nome atribuído a 
descendentes de escravos fugidos e libertos 
das minas de ouro do Brasil central que 
formaram comunidades autossuficientes e 
viveram mais de duzentos anos isolados em 
regiões remotas, próximas à Chapada dos 
Veadeiros. Kalunga significa "Tudo de bom" 
em dialeto banto africano.
Kalungas, quem são? 
Sua formação já ultrapassam 300 anos 
mantendo preservados costumes e 
tradições durante todos esses anos. 
Até a década de 1980, muitos deles 
ainda duvidavam do fim da escravidão. 
Nos últimos 30 anos os quilombos 
sofreram transformações. Cabanas de 
palhas foram dando espaço para casas 
de alvenaria onde algumas foram 
concedidas através de projetos sociais 
e outros mantiveram seus padrões 
antigos de construção. Atualmente 
possuem algo próximo de 8 mil 
habitantes em uma área de 230 mil 
hectares.
Localização dos Kalungas
Habitações em Kalungas
Sustentabilidade 
Muitas famílias recebem ajuda do governo 
através de bolsas sociais porém existem 
famílias que ainda vivem na extrema pobreza 
e sem saneamento básico em suas 
propriedades. 
Além da agricultura de subexistência, 
mulheres desenvolvem trabalhos artesanais e 
tecelagem em algumas comunidades para 
geração de renda. Em geral, trabalham com 
modalidade de negociação escambo.
Educação 
Os acessos para as 
comunidades quilombolas 
são em regiões rurais dentro 
da Chapada dos Veadeiros 
com subidas íngremes e de 
difícil acesso. Há poucas 
escolas de educação 
fundamental na região e 
sempre lotadas com poucos 
recursos pedagógicos para 
as crianças terem acesso ao 
conhecimento. Há um ônibus 
disponibilizado pela prefeitura 
para transportar os 
estudantes. Para 
continuarem estudando 
precisarão ir a cidade ou se 
mudar para concluírem os 
estudos.
Estradas Comunidade Kalunga
Trabalho Social 
Há quase 10 anos mobilizamos ações sociais 
periódicas e apoio a missionários que estão 
residindo nas comunidades buscando sempre 
atender ao chamado e socorro. 
Com expedições sazonais, pelo menos 3 vezes 
ao ano, levamos donativos como cestas básicas, 
materiais pedagógicos, roupas e calçados, 
brinquedos, livros, móveis além de convocar 
voluntários de diversas áreas como saúde, direito, 
agrônomos, para assistir as necessidades das 
comunidades.
Trabalho Social
Trabalho Social
Casa de Apoio Ebenezer 
Atualmente temos apoiado 
um projeto chamado Casa de 
Apoio Ebenezer, localizado 
na Comunidade Ema, pé da 
serra, que assiste às crianças 
da região oferecendo sistema 
de internato com 
complemento de atividades 
pedagógicas, recreativas e 
nutricional recebendo-as 
durante a semana letiva e 
devolvendo a suas famílias 
nos finais de semana, através 
de um transporte coletivo 
disponibilizado pela 
prefeitura, por conta da longa 
distância de suas 
residências.
Casa de Apoio Ebenezer 
A Casa de Apoio 
Ebenezer funciona, 
para nós, como uma 
base de apoio para 
as equipes 
voluntárias onde 
realizamos nossas 
atividades no local e 
as comunidades 
próximas e distantes 
se direcionam até lá 
para participarem das 
ações.
Casa de Apoio Ebenezer 
Instituição Sem Fins 
Lucrativos, a Casa de 
Apoio foi edificada 
por empresários de 
Goiânia e Brasília, 
líderes cristãos e 
pessoas com o 
coração aberto para 
levar esperança e 
uma oportunidade de 
um futuro melhor para 
as crianças Kalungas.
Doações 
Para que esse 
trabalho possa ser 
realizado, buscamos 
contar com a 
solidariedade de 
pessoas físicas e 
entidades jurídicas 
(segundo e terceiro 
setor) para unirmos 
forças e tornarmos 
possível cada ação 
social na comunidade 
Kalunga.
Doações 
Estas atividades são 
desenvolvidas por meio 
de Ação Social 
Evangelística com 
atividades de 
entretenimento infantil 
com crianças e 
Filantropia - distribuição 
dos donativos 
arrecadados 
(agasalhos, roupas, 
calçados, brinquedos e 
alimentos/cestas 
básicas para famílias).
Doações e Ações Sociais
Doações e Ações Sociais
Agradecimentos 
Certos de poder contar 
com vosso valoroso 
apoio e testificarão de 
amor ao próximo, 
conforme diz as 
Sagradas Escrituras: 
“Alegrem-se na 
esperança, sejam 
pacientes na tribulação, 
perseverem na oração. 
Compartilhem o que 
vocês têm com os 
santos em suas 
necessidades. 
Pratiquem a 
hospitalidade. – 
Romanos 12:12-13”
Contatos 
Rita S. S. Leite 
Missionária e Capelã 
membro da Igreja 
Assembleia de Deus 
do Novo Dia em 
Brasília DF (Pr. 
Presidente Hadman 
Daniel). 
+5561 8297-1634 (tim) 
+5561 9237-6895 (claro) 
+5561 9853-0431 (vivo) 
rita.brasilmar@gmail.com 
Facebook: Rita S Leite 
Obrigada!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apresentação Janette - Luiz Gonzaga: O rei do baião.
Apresentação Janette - Luiz Gonzaga: O rei do baião.Apresentação Janette - Luiz Gonzaga: O rei do baião.
Apresentação Janette - Luiz Gonzaga: O rei do baião.Janette Ferreira
 
Índios- Cultura indígena
Índios- Cultura indígenaÍndios- Cultura indígena
Índios- Cultura indígenaEmef Madalena
 
plano de aula história dia da mulher 6 ano pdf
 plano de aula história dia da mulher 6 ano pdf plano de aula história dia da mulher 6 ano pdf
plano de aula história dia da mulher 6 ano pdfJu Alencar
 
História 2013 3º e 4º bim (4º ano)
História 2013   3º e 4º bim (4º ano)História 2013   3º e 4º bim (4º ano)
História 2013 3º e 4º bim (4º ano)smece4e5
 
Atividades pascoa interdisciplinar, portugues, sociologia, religiao, filosofi...
Atividades pascoa interdisciplinar, portugues, sociologia, religiao, filosofi...Atividades pascoa interdisciplinar, portugues, sociologia, religiao, filosofi...
Atividades pascoa interdisciplinar, portugues, sociologia, religiao, filosofi...Atividades Diversas Cláudia
 
Atividades de Filosofia - III bimestre - 2014
Atividades de Filosofia - III bimestre - 2014Atividades de Filosofia - III bimestre - 2014
Atividades de Filosofia - III bimestre - 2014Mary Alvarenga
 
Religiões
ReligiõesReligiões
Religiõesioseph
 
Universo Simbólico Religioso
Universo Simbólico ReligiosoUniverso Simbólico Religioso
Universo Simbólico ReligiosoGabriela Almeida
 

Mais procurados (20)

Atividades origem festa junina
Atividades origem  festa juninaAtividades origem  festa junina
Atividades origem festa junina
 
Apresentação Janette - Luiz Gonzaga: O rei do baião.
Apresentação Janette - Luiz Gonzaga: O rei do baião.Apresentação Janette - Luiz Gonzaga: O rei do baião.
Apresentação Janette - Luiz Gonzaga: O rei do baião.
 
Índios- Cultura indígena
Índios- Cultura indígenaÍndios- Cultura indígena
Índios- Cultura indígena
 
Povos indígenas do Tocantins
Povos indígenas do TocantinsPovos indígenas do Tocantins
Povos indígenas do Tocantins
 
Populações tradicionais
Populações tradicionaisPopulações tradicionais
Populações tradicionais
 
Diversidade cultural
Diversidade culturalDiversidade cultural
Diversidade cultural
 
Lugares sagrados
Lugares sagradosLugares sagrados
Lugares sagrados
 
Familia
FamiliaFamilia
Familia
 
Indios do tocantins
Indios do tocantinsIndios do tocantins
Indios do tocantins
 
plano de aula história dia da mulher 6 ano pdf
 plano de aula história dia da mulher 6 ano pdf plano de aula história dia da mulher 6 ano pdf
plano de aula história dia da mulher 6 ano pdf
 
Prova 8ano ensino religioso 2b pet 2
Prova 8ano ensino religioso 2b pet 2Prova 8ano ensino religioso 2b pet 2
Prova 8ano ensino religioso 2b pet 2
 
Halloween
HalloweenHalloween
Halloween
 
História 2013 3º e 4º bim (4º ano)
História 2013   3º e 4º bim (4º ano)História 2013   3º e 4º bim (4º ano)
História 2013 3º e 4º bim (4º ano)
 
Atividades pascoa interdisciplinar, portugues, sociologia, religiao, filosofi...
Atividades pascoa interdisciplinar, portugues, sociologia, religiao, filosofi...Atividades pascoa interdisciplinar, portugues, sociologia, religiao, filosofi...
Atividades pascoa interdisciplinar, portugues, sociologia, religiao, filosofi...
 
Atividades de Filosofia - III bimestre - 2014
Atividades de Filosofia - III bimestre - 2014Atividades de Filosofia - III bimestre - 2014
Atividades de Filosofia - III bimestre - 2014
 
Simbolos da pascoa
Simbolos da pascoaSimbolos da pascoa
Simbolos da pascoa
 
Religiões
ReligiõesReligiões
Religiões
 
As paisagens
As paisagens As paisagens
As paisagens
 
Universo Simbólico Religioso
Universo Simbólico ReligiosoUniverso Simbólico Religioso
Universo Simbólico Religioso
 
Como fazer uma biografia
Como fazer uma biografiaComo fazer uma biografia
Como fazer uma biografia
 

Semelhante a Portfolio Comunidade Kalunga - Ação Social Missionária Rita Leite

Revista lereler 02
Revista lereler 02Revista lereler 02
Revista lereler 02lereler01
 
CRAS um lugar de (re)fazer história.
CRAS  um lugar de (re)fazer história.CRAS  um lugar de (re)fazer história.
CRAS um lugar de (re)fazer história.Rosane Domingues
 
Em outubro de 2012 no haiti
Em outubro de 2012 no haitiEm outubro de 2012 no haiti
Em outubro de 2012 no haitiPublicidades
 
Cartografia de Conceicão das Crioulas
Cartografia de Conceicão das  CrioulasCartografia de Conceicão das  Crioulas
Cartografia de Conceicão das CrioulasRosangela Nascimento
 
Projeto social ana maria 13 tp
Projeto social ana maria 13 tpProjeto social ana maria 13 tp
Projeto social ana maria 13 tpalemisturini
 
I Estágio de Vivência Quilombola UFU e SER negro em Paracatu
I Estágio de Vivência Quilombola  UFU e SER negro em ParacatuI Estágio de Vivência Quilombola  UFU e SER negro em Paracatu
I Estágio de Vivência Quilombola UFU e SER negro em ParacatuLara Luisa
 
Pão dos Pobres Santo Antônio
Pão dos Pobres Santo AntônioPão dos Pobres Santo Antônio
Pão dos Pobres Santo Antônioppobres
 
Pão dos Pobres Santo Antônio
Pão dos Pobres Santo AntônioPão dos Pobres Santo Antônio
Pão dos Pobres Santo Antônioppobres
 
Atividades educacionais 2010
Atividades educacionais 2010Atividades educacionais 2010
Atividades educacionais 2010franciete
 
Atividades educacionais 2010
Atividades educacionais 2010Atividades educacionais 2010
Atividades educacionais 2010franciete
 
Atividades educacionais 2010
Atividades educacionais 2010Atividades educacionais 2010
Atividades educacionais 2010franciete
 

Semelhante a Portfolio Comunidade Kalunga - Ação Social Missionária Rita Leite (20)

Pequena chama
Pequena chamaPequena chama
Pequena chama
 
Trabalho Comunitário Canas
Trabalho Comunitário CanasTrabalho Comunitário Canas
Trabalho Comunitário Canas
 
Orfanato
OrfanatoOrfanato
Orfanato
 
Revista lereler 02
Revista lereler 02Revista lereler 02
Revista lereler 02
 
Relatório de atividades 2010
Relatório de atividades 2010Relatório de atividades 2010
Relatório de atividades 2010
 
Assoção joão de deus
Assoção joão de deusAssoção joão de deus
Assoção joão de deus
 
CRAS um lugar de (re)fazer história.
CRAS  um lugar de (re)fazer história.CRAS  um lugar de (re)fazer história.
CRAS um lugar de (re)fazer história.
 
Projetos com Voz 2014
Projetos com Voz 2014Projetos com Voz 2014
Projetos com Voz 2014
 
Em outubro de 2012 no haiti
Em outubro de 2012 no haitiEm outubro de 2012 no haiti
Em outubro de 2012 no haiti
 
Cartografia de Conceicão das Crioulas
Cartografia de Conceicão das  CrioulasCartografia de Conceicão das  Crioulas
Cartografia de Conceicão das Crioulas
 
Procapaz
ProcapazProcapaz
Procapaz
 
Projeto social ana maria 13 tp
Projeto social ana maria 13 tpProjeto social ana maria 13 tp
Projeto social ana maria 13 tp
 
Pão Dos Pobres Cópia
Pão Dos Pobres    CópiaPão Dos Pobres    Cópia
Pão Dos Pobres Cópia
 
I Estágio de Vivência Quilombola UFU e SER negro em Paracatu
I Estágio de Vivência Quilombola  UFU e SER negro em ParacatuI Estágio de Vivência Quilombola  UFU e SER negro em Paracatu
I Estágio de Vivência Quilombola UFU e SER negro em Paracatu
 
Pão dos Pobres Santo Antônio
Pão dos Pobres Santo AntônioPão dos Pobres Santo Antônio
Pão dos Pobres Santo Antônio
 
Pão dos Pobres Santo Antônio
Pão dos Pobres Santo AntônioPão dos Pobres Santo Antônio
Pão dos Pobres Santo Antônio
 
Atividades educacionais 2010
Atividades educacionais 2010Atividades educacionais 2010
Atividades educacionais 2010
 
Atividades educacionais 2010
Atividades educacionais 2010Atividades educacionais 2010
Atividades educacionais 2010
 
Atividades educacionais 2010
Atividades educacionais 2010Atividades educacionais 2010
Atividades educacionais 2010
 
cidadao do futuro
 cidadao do futuro cidadao do futuro
cidadao do futuro
 

Mais de Jader Windson

Recrutamento e Seleção (R&S)
Recrutamento e Seleção (R&S)Recrutamento e Seleção (R&S)
Recrutamento e Seleção (R&S)Jader Windson
 
Logística e cadeia de suprimento
Logística e cadeia de suprimentoLogística e cadeia de suprimento
Logística e cadeia de suprimentoJader Windson
 
Gestão de documentos: Classificação, Ordenação e Protocolo, Tipos de Arquivo:...
Gestão de documentos: Classificação, Ordenação e Protocolo, Tipos de Arquivo:...Gestão de documentos: Classificação, Ordenação e Protocolo, Tipos de Arquivo:...
Gestão de documentos: Classificação, Ordenação e Protocolo, Tipos de Arquivo:...Jader Windson
 
O que é arquivologia e a importância do arquivo - Jovem Candango
O que é arquivologia e a importância do arquivo - Jovem CandangoO que é arquivologia e a importância do arquivo - Jovem Candango
O que é arquivologia e a importância do arquivo - Jovem CandangoJader Windson
 
Empregabilidade - Jovem Candango
Empregabilidade - Jovem CandangoEmpregabilidade - Jovem Candango
Empregabilidade - Jovem CandangoJader Windson
 
Liderança - Jovem Candango
Liderança - Jovem CandangoLiderança - Jovem Candango
Liderança - Jovem CandangoJader Windson
 
Leitura e compreensão de texto (Jovem Candango)
Leitura e compreensão de texto (Jovem Candango)Leitura e compreensão de texto (Jovem Candango)
Leitura e compreensão de texto (Jovem Candango)Jader Windson
 
Postura Ética - Jovem Candango
Postura Ética - Jovem CandangoPostura Ética - Jovem Candango
Postura Ética - Jovem CandangoJader Windson
 
Meio Ambiente - Preservação - Jovens Candangos
Meio Ambiente - Preservação - Jovens CandangosMeio Ambiente - Preservação - Jovens Candangos
Meio Ambiente - Preservação - Jovens CandangosJader Windson
 
Parecer Técnico Logístico - Programa de Integração Logística, Sistemas de Uni...
Parecer Técnico Logístico - Programa de Integração Logística, Sistemas de Uni...Parecer Técnico Logístico - Programa de Integração Logística, Sistemas de Uni...
Parecer Técnico Logístico - Programa de Integração Logística, Sistemas de Uni...Jader Windson
 
Parecer técnico logístico
Parecer técnico logístico Parecer técnico logístico
Parecer técnico logístico Jader Windson
 
Fundação Alphaville
Fundação AlphavilleFundação Alphaville
Fundação AlphavilleJader Windson
 
Agência Flix Publicidade 360º e Marketing Digital
Agência Flix Publicidade 360º e Marketing DigitalAgência Flix Publicidade 360º e Marketing Digital
Agência Flix Publicidade 360º e Marketing DigitalJader Windson
 
Google Adwords e Links Patrocinados: Como Otimizar seu negócio na internet
Google Adwords e Links Patrocinados: Como Otimizar seu negócio na internetGoogle Adwords e Links Patrocinados: Como Otimizar seu negócio na internet
Google Adwords e Links Patrocinados: Como Otimizar seu negócio na internetJader Windson
 

Mais de Jader Windson (15)

Recrutamento e Seleção (R&S)
Recrutamento e Seleção (R&S)Recrutamento e Seleção (R&S)
Recrutamento e Seleção (R&S)
 
Logística e cadeia de suprimento
Logística e cadeia de suprimentoLogística e cadeia de suprimento
Logística e cadeia de suprimento
 
Ortografia
OrtografiaOrtografia
Ortografia
 
Gestão de documentos: Classificação, Ordenação e Protocolo, Tipos de Arquivo:...
Gestão de documentos: Classificação, Ordenação e Protocolo, Tipos de Arquivo:...Gestão de documentos: Classificação, Ordenação e Protocolo, Tipos de Arquivo:...
Gestão de documentos: Classificação, Ordenação e Protocolo, Tipos de Arquivo:...
 
O que é arquivologia e a importância do arquivo - Jovem Candango
O que é arquivologia e a importância do arquivo - Jovem CandangoO que é arquivologia e a importância do arquivo - Jovem Candango
O que é arquivologia e a importância do arquivo - Jovem Candango
 
Empregabilidade - Jovem Candango
Empregabilidade - Jovem CandangoEmpregabilidade - Jovem Candango
Empregabilidade - Jovem Candango
 
Liderança - Jovem Candango
Liderança - Jovem CandangoLiderança - Jovem Candango
Liderança - Jovem Candango
 
Leitura e compreensão de texto (Jovem Candango)
Leitura e compreensão de texto (Jovem Candango)Leitura e compreensão de texto (Jovem Candango)
Leitura e compreensão de texto (Jovem Candango)
 
Postura Ética - Jovem Candango
Postura Ética - Jovem CandangoPostura Ética - Jovem Candango
Postura Ética - Jovem Candango
 
Meio Ambiente - Preservação - Jovens Candangos
Meio Ambiente - Preservação - Jovens CandangosMeio Ambiente - Preservação - Jovens Candangos
Meio Ambiente - Preservação - Jovens Candangos
 
Parecer Técnico Logístico - Programa de Integração Logística, Sistemas de Uni...
Parecer Técnico Logístico - Programa de Integração Logística, Sistemas de Uni...Parecer Técnico Logístico - Programa de Integração Logística, Sistemas de Uni...
Parecer Técnico Logístico - Programa de Integração Logística, Sistemas de Uni...
 
Parecer técnico logístico
Parecer técnico logístico Parecer técnico logístico
Parecer técnico logístico
 
Fundação Alphaville
Fundação AlphavilleFundação Alphaville
Fundação Alphaville
 
Agência Flix Publicidade 360º e Marketing Digital
Agência Flix Publicidade 360º e Marketing DigitalAgência Flix Publicidade 360º e Marketing Digital
Agência Flix Publicidade 360º e Marketing Digital
 
Google Adwords e Links Patrocinados: Como Otimizar seu negócio na internet
Google Adwords e Links Patrocinados: Como Otimizar seu negócio na internetGoogle Adwords e Links Patrocinados: Como Otimizar seu negócio na internet
Google Adwords e Links Patrocinados: Como Otimizar seu negócio na internet
 

Último

relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdfrelatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdfHELLEN CRISTINA
 
relatorio para alun o.pdf
relatorio para alun                         o.pdfrelatorio para alun                         o.pdf
relatorio para alun o.pdfHELLEN CRISTINA
 
tabela com a lista de mortos e desaparecidos
tabela com a lista de mortos e desaparecidostabela com a lista de mortos e desaparecidos
tabela com a lista de mortos e desaparecidosvnunes5k
 
Pablo Ortellado - Jornal O Globo, Rede Globo e GloboNews
Pablo Ortellado - Jornal O Globo, Rede Globo e GloboNewsPablo Ortellado - Jornal O Globo, Rede Globo e GloboNews
Pablo Ortellado - Jornal O Globo, Rede Globo e GloboNewsfacir18053
 
Documento - Marcelo Valle Silveira Mello e Emerson Eduardo Rodrigues
Documento - Marcelo Valle Silveira Mello e Emerson Eduardo RodriguesDocumento - Marcelo Valle Silveira Mello e Emerson Eduardo Rodrigues
Documento - Marcelo Valle Silveira Mello e Emerson Eduardo Rodriguesfebiris841
 
Documento - Marcelo Valle Silveira Mello e Emerson Eduardo Rodrigues
Documento - Marcelo Valle Silveira Mello e Emerson Eduardo RodriguesDocumento - Marcelo Valle Silveira Mello e Emerson Eduardo Rodrigues
Documento - Marcelo Valle Silveira Mello e Emerson Eduardo Rodriguesfebiris841
 
DIP - Organizações Internacionais - resolução de questões (8).pdf
DIP - Organizações Internacionais - resolução de questões (8).pdfDIP - Organizações Internacionais - resolução de questões (8).pdf
DIP - Organizações Internacionais - resolução de questões (8).pdfssuser1dab35
 

Último (8)

relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdfrelatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
 
Ofício denunciando perfis na internet.pdf
Ofício denunciando perfis na internet.pdfOfício denunciando perfis na internet.pdf
Ofício denunciando perfis na internet.pdf
 
relatorio para alun o.pdf
relatorio para alun                         o.pdfrelatorio para alun                         o.pdf
relatorio para alun o.pdf
 
tabela com a lista de mortos e desaparecidos
tabela com a lista de mortos e desaparecidostabela com a lista de mortos e desaparecidos
tabela com a lista de mortos e desaparecidos
 
Pablo Ortellado - Jornal O Globo, Rede Globo e GloboNews
Pablo Ortellado - Jornal O Globo, Rede Globo e GloboNewsPablo Ortellado - Jornal O Globo, Rede Globo e GloboNews
Pablo Ortellado - Jornal O Globo, Rede Globo e GloboNews
 
Documento - Marcelo Valle Silveira Mello e Emerson Eduardo Rodrigues
Documento - Marcelo Valle Silveira Mello e Emerson Eduardo RodriguesDocumento - Marcelo Valle Silveira Mello e Emerson Eduardo Rodrigues
Documento - Marcelo Valle Silveira Mello e Emerson Eduardo Rodrigues
 
Documento - Marcelo Valle Silveira Mello e Emerson Eduardo Rodrigues
Documento - Marcelo Valle Silveira Mello e Emerson Eduardo RodriguesDocumento - Marcelo Valle Silveira Mello e Emerson Eduardo Rodrigues
Documento - Marcelo Valle Silveira Mello e Emerson Eduardo Rodrigues
 
DIP - Organizações Internacionais - resolução de questões (8).pdf
DIP - Organizações Internacionais - resolução de questões (8).pdfDIP - Organizações Internacionais - resolução de questões (8).pdf
DIP - Organizações Internacionais - resolução de questões (8).pdf
 

Portfolio Comunidade Kalunga - Ação Social Missionária Rita Leite

  • 1. COMUNIDADE KALUNGA PORTFÓLIO Chapada dos Veadeiros – Teresina de Goiás
  • 2. Kalungas, quem são? Quilombola é o nome atribuído a descendentes de escravos fugidos e libertos das minas de ouro do Brasil central que formaram comunidades autossuficientes e viveram mais de duzentos anos isolados em regiões remotas, próximas à Chapada dos Veadeiros. Kalunga significa "Tudo de bom" em dialeto banto africano.
  • 3. Kalungas, quem são? Sua formação já ultrapassam 300 anos mantendo preservados costumes e tradições durante todos esses anos. Até a década de 1980, muitos deles ainda duvidavam do fim da escravidão. Nos últimos 30 anos os quilombos sofreram transformações. Cabanas de palhas foram dando espaço para casas de alvenaria onde algumas foram concedidas através de projetos sociais e outros mantiveram seus padrões antigos de construção. Atualmente possuem algo próximo de 8 mil habitantes em uma área de 230 mil hectares.
  • 6. Sustentabilidade Muitas famílias recebem ajuda do governo através de bolsas sociais porém existem famílias que ainda vivem na extrema pobreza e sem saneamento básico em suas propriedades. Além da agricultura de subexistência, mulheres desenvolvem trabalhos artesanais e tecelagem em algumas comunidades para geração de renda. Em geral, trabalham com modalidade de negociação escambo.
  • 7. Educação Os acessos para as comunidades quilombolas são em regiões rurais dentro da Chapada dos Veadeiros com subidas íngremes e de difícil acesso. Há poucas escolas de educação fundamental na região e sempre lotadas com poucos recursos pedagógicos para as crianças terem acesso ao conhecimento. Há um ônibus disponibilizado pela prefeitura para transportar os estudantes. Para continuarem estudando precisarão ir a cidade ou se mudar para concluírem os estudos.
  • 9. Trabalho Social Há quase 10 anos mobilizamos ações sociais periódicas e apoio a missionários que estão residindo nas comunidades buscando sempre atender ao chamado e socorro. Com expedições sazonais, pelo menos 3 vezes ao ano, levamos donativos como cestas básicas, materiais pedagógicos, roupas e calçados, brinquedos, livros, móveis além de convocar voluntários de diversas áreas como saúde, direito, agrônomos, para assistir as necessidades das comunidades.
  • 12. Casa de Apoio Ebenezer Atualmente temos apoiado um projeto chamado Casa de Apoio Ebenezer, localizado na Comunidade Ema, pé da serra, que assiste às crianças da região oferecendo sistema de internato com complemento de atividades pedagógicas, recreativas e nutricional recebendo-as durante a semana letiva e devolvendo a suas famílias nos finais de semana, através de um transporte coletivo disponibilizado pela prefeitura, por conta da longa distância de suas residências.
  • 13. Casa de Apoio Ebenezer A Casa de Apoio Ebenezer funciona, para nós, como uma base de apoio para as equipes voluntárias onde realizamos nossas atividades no local e as comunidades próximas e distantes se direcionam até lá para participarem das ações.
  • 14. Casa de Apoio Ebenezer Instituição Sem Fins Lucrativos, a Casa de Apoio foi edificada por empresários de Goiânia e Brasília, líderes cristãos e pessoas com o coração aberto para levar esperança e uma oportunidade de um futuro melhor para as crianças Kalungas.
  • 15. Doações Para que esse trabalho possa ser realizado, buscamos contar com a solidariedade de pessoas físicas e entidades jurídicas (segundo e terceiro setor) para unirmos forças e tornarmos possível cada ação social na comunidade Kalunga.
  • 16. Doações Estas atividades são desenvolvidas por meio de Ação Social Evangelística com atividades de entretenimento infantil com crianças e Filantropia - distribuição dos donativos arrecadados (agasalhos, roupas, calçados, brinquedos e alimentos/cestas básicas para famílias).
  • 19. Agradecimentos Certos de poder contar com vosso valoroso apoio e testificarão de amor ao próximo, conforme diz as Sagradas Escrituras: “Alegrem-se na esperança, sejam pacientes na tribulação, perseverem na oração. Compartilhem o que vocês têm com os santos em suas necessidades. Pratiquem a hospitalidade. – Romanos 12:12-13”
  • 20. Contatos Rita S. S. Leite Missionária e Capelã membro da Igreja Assembleia de Deus do Novo Dia em Brasília DF (Pr. Presidente Hadman Daniel). +5561 8297-1634 (tim) +5561 9237-6895 (claro) +5561 9853-0431 (vivo) rita.brasilmar@gmail.com Facebook: Rita S Leite Obrigada!