Parecer técnico logístico

1.496 visualizações

Publicada em

O presente parecer técnico vista buscar analisar diversas áreas, procedimentos, processos produtivos, investimentos, recursos disponíveis, análise SWOT e demais necessidades para o melhor desempenho das atividades fins da organização denominada Nutri Vitta, situada ao SIA – Setor de Indústria e Abastecimento Quadra 04, lotes ímpares, projeção nº 87 nesta capital, Distrito Federal. (Empresa Fictícia)

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.496
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
22
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Parecer técnico logístico

  1. 1. Parecer Técnico Logístico Análise SWOT, Análise de Investimentos Médio Prazo e Processos Produtivos de Empresa Fictícia Jader Windson S. Leite IFB, 2014
  2. 2. Objetivo O presente parecer técnico vista buscar analisar diversas áreas, procedimentos, processos produtivos, investimentos, recursos disponíveis, análise SWOT e demais necessidades para o melhor desempenho das atividades fins da organização situada ao SIA – Setor de Indústria e Abastecimento Quadra 04, lotes ímpares, projeção nº 87 nesta capital, Distrito Federal (Endereço Fictício).
  3. 3. Dados Gerais • Empresa: Nutri Vitta Alimentos Orgânicos • Responsável: Almir Yoseth Omsni de Carvalho • Técnico de Produção: Jader Windson da Silva Leite • Data do Parecer Técnico: 12 de setembro de 2014.
  4. 4. Considerações Preliminares • A estratégia é a forma de como uma organização pode alcançar um objetivo ao • planejar suas ações (curto, médio e longo prazo) com base no mercado em que atua. • Ao analisar o contexto da empresa Nutri Vitta, nos deparamos com a seguinte situação:
  5. 5. Considerações Preliminares • Setor: Comércio • Segmento: Alimentício • Subsegmento: Fabricação de sorvetes e outros gelados comestíveis • Classificação do Produto: Produto de Conveniência • Região Demográfica de Atuação: Distrito Federal e Entorno de Goiás • Dimensões Competitivas: Atualmente existem cerca de 05 (cinco) empresas com o mesmo subsegmento ou similar no mesmo campo de atuação.
  6. 6. Considerações Preliminares Contexto Externo: Nutri Vitta está no ramo há 02 (dois) anos com uma carteira de clientes de 15 (quinze) empresas dentro dos dois estados com fornecimento semanal ou quinzenal (dependendo da necessidade de cada estabelecimento) dentre as nossos clientes, 10 (dez) compram, pelo menos, 02 (dois) ou mais produtos de nossos concorrentes e 05 (cinco) compram somente nossa linha de produtos orgânicos e cereais. A Nutri Vitta atua com a produção e fabricação de polpa de açaí de dois tipos, néctar de açaí pronto para consumo em um formato de embalagem e iogurte gelado de açaí três formatos de embalagem.
  7. 7. A formulação de estratégia nos permite moldar os objetivos a serem alcançados norteando o processo de tomada de decisões. Para isso, precisamos levar em consideração dois conjuntos de questões importantes:
  8. 8. O conteúdo da estratégia – (O que fazer?) viabilizar a possibilidade de novas opções de produtos derivados do insumo e produção de polpas tipo médio e especial e embalar e distribuir granola para alcançarmos novos clientes e termos outras opções para nossos clientes até o segundo semestre de 2015.
  9. 9. O processo de estratégia – (Como fazer?) levar em consideração todos os fatores de processo de produção já utilizados para nossa produção e nossas máquinas, é altamente viável utilizarmos todo equipamento necessitando apenas de mais uma nova máquina para o processo de finalização da polpa do açaí e mais um freezer industrial para estocar os novos produtos congelados. A matéria prima precisa ser mantida com alto padrão de qualidade e ser feita nova pesquisa mercadológica para buscarmos novos fornecedores que satisfaçam nosso padrão de qualidade do insumo utilizado com registro no Ministério da Agricultura e cadastro no Programa de Alimentos Seguros/SENAI, para garantir que o fruto seja lavado com água clorada, pasteurizado e armazenado em pacotes congelados, visando otimizar o processo da cadeia produtiva, qualificação profissional, estocagem, fornecedores, padrão de qualidade.
  10. 10. Estratégia de Produção Figura 1 – Perspectiva da estratégia de produção Perspectiva Top-down Estratégia de Operação Fonte: Adaptado de SLACK, CHAMBERS e JOHNSTON (2002) Perspectiva dos Recursos Operacionais Perspectiva de Interesse do Mercado Perspectiva Botton-up
  11. 11. Estratégia de Produção - Análise • Perspectiva da alta direção (top-down) – Desejam alcançar maiores resultados e inserir no mercado novas linhas de produtos – açaí em polpa, granola e iogurte gelado de açaí; • Perspectiva da área de produção (bottom-up) – Os colaboradores técnicos, juntamente com seus supervisores entendem que a necessidade da empresa é pertinente e existe a viabilidade de alcançar esse resultado, porém é necessário qualificação profissional para o processo de produção do iogurte gelado de açaí, aquisição do maquinário para embalagem da granola (levando em consideração que serão compradas prontas de cooperativas somente para serem embaladas com nossa marca) e mais espaço para a armazenagem dos novos produtos, pois o espaço atual já não será mais suficiente após iniciarmos as produções;
  12. 12. Estratégia de Produção - Análise • Perspectiva do interesse do mercado – Entre o terceiro trimestre de 2013 até o atual momento, houve uma demanda crescente de aquisição de produtos como polpa, suco e iogurte gelado de açaí de 59% em relação ao início das atividades da Nutri Vitta, dentro das regiões de atuação no DF e Entorno de GO. Com o crescimento de novos comércios e expansão de redes antigas, viabiliza uma nova atuação de nossos produtos para atendê-los. A expansão dos produtos poderá viabilizar uma nova demanda e novos volumes de compras dos atuais clientes; • Perspectiva dos recursos que a organização operacionais – A Nutri Vitta possui 02 (duas) despolpadeira dois estágios com capacidade de produção de 200kg/h, com cone recepção de fruta, eixos batedores, 02 cilindros com jogo de peneiras, sendo uma para despolpar e a outra para refinar polpas em aço inox, motor de 1CV bivolt e picador; 02 (duas) geladeiras comerciais 6 portas – porta cega, monobloco, ar forçado com controlador eletrônico digital de temperatura modelo GREP-6P com prateleiras de 4 níveis, aramada, reguláveis, revestimento externo em aço inox e interno em aço galvanizado, 220v suportando até 3.032m² de volume de embalagens.
  13. 13. Analisar, principalmente, os requisitos do mercado e os recursos da produção fornecem subsídios para formar a matriz da estratégia da produção conforme apresentado a seguir:
  14. 14. Matriz Estratégica de Produção Tabela 1 – Matriz Estratégica de Produção para o processo da Nutri Vitta Fonte: Adaptado de SLACK, CHAMBERS e JOHNSTON (2002)
  15. 15. Otimização do Procedimento Traça-se então a seguinte proposta de estratégia de otimização dos procedimentos para a fabricação: Qualificação da equipe para a fabricação da polpa de açaí em dois tipos: • Tipo médio (a polpa extraída com a adição de água apresenta, após ser filtrada, de 11% a 14% de sólidos totais e tem a aparência densa); • Tipo especial (a polpa extraída com a adição de água apresenta, após ser filtrada, mais de 14% de sólidos totais e a aparência é muito densa).
  16. 16. Otimização do Procedimento Elaboração da polpa é realizada através dos inputs abaixo: • Mão de obra especializada em produção de polpas e iogurte gelados; • Aquisição de insumo (fruto do açaí) proveniente de cooperativas da região norte e nordeste do Brasil, onde já chegam selecionados, lavados com água clorada, pasteurizados e armazenados em pacotes congelados pronto para o processo de despolpamento reduzindo custos e tempo no processo de triagem e seleção de frutos; • Maquinário para fabricação de polpas, iogurte gelado e armazenamento do produto final. Imagem: Divulgação
  17. 17. Produção do Açaí Ao chegar o fruto é levado a uma nova lavagem os frutos são transferidos, por meio de esteira, até a base do transportador, do tipo rosca-sem-fim, que os conduz até o despolpador. No primeiro estágio do processamento, os frutos, com o auxílio de injeção de água, são despolpados, cuja operação consiste da remoção da polpa do açaí. Exemplo: Para preparar 1 L de solução, com 50 ppm de cloro ativo, são necessários 2,5 mL de hipoclorito de sódio a 2%. Constituída do epicarpo e do mesocarpo. Em sequência ao processo, os caroços são lançados para rosca transportadora de resíduo e a polpa obtida passa, através de gravidade, para o tanque de refino (segundo estágio), onde há peneiras apropriadas para remoção de outros resíduos indesejáveis a qualidade da polpa. No terceiro estágio, a polpa é transferida para o tanque de homogeneização, onde é procedida a homogeneização do produto açaí.
  18. 18. Produção de Açaí O açaí obtido pelo despolpamento pode ser imediatamente embalado e congelado ou passar por tratamento térmico. Caso seja direcionado ao tratamento térmico (pasteurização), é levado a um processo de calor e resfriar sequencial. O açaí, então, é levado para as máquinas onde procede ao despolpamento de bateladas de frutos de açaizeiro com a adição de água onde é peneirado e despejado em baldes de aço inoxidável. O rendimento da extração de açaí pode variar de acordo com a procedência do fruto, o período produtivo, o intervalo de tempo entre a colheita e o tipo de processamento dos frutos e outros fatores. Na Tabela 2, estão descritos os valores de rendimentos de açaí processados em despolpadeiras tradicionais como a que é usada na Nutri Vitta.
  19. 19. Rendimento do Açaí Processado Tabela 2 – Tabela de Rendimento de Açaí Processado Fonte: Adaptado de Roger (2000)
  20. 20. Produção do Açaí O açaí, após o tratamento térmico ou não, o açaí pode ser levado para envasamento da polpa em sacos de polietileno com capacidade para 1kg e seguem direto para as geladeiras industriais ou tuneis de congelamento. Outro processo, ainda, é ser direcionado para o processo do iogurte gelado de açaí onde é descongelada a polpa, acrescentada xarope de guaraná e outros ingredientes naturais como leite, açúcar, gordura, água, aromatizantes, estabilizantes e emulsificantes dentre outros, para serem processados e resultar num creme consistente e gelado nos sabores natural, banana ou morango. Esse processo é terceirizado com uma cooperativa no SIA – Setor de Indústria e Abastecimento, que detém essa tecnologia para o processamento dos iogurtes gelados onde subsidiamos o insumo processado e agregado para a finalização do processo de forma mais rápida e barata.
  21. 21. Imagem: Divulgação – Processos de produção do açaí.
  22. 22. Néctar de Açaí Ou, ainda, a produção de néctar (suco) de açaí para a comercialização de bebida pronta para consumo em embalagens de caixas tetra brik. Uma das definições de néctar de frutas é a seguinte: é a mistura de suco e polpa de frutas com açúcar, podendo conter aromatizante e ácido cítrico, resultando em um produto pronto para consumo (LOPES). Imagem: Divulgação
  23. 23. Néctar de Açaí A polpa de fruta é levada a um tanque de formulação, geralmente munido de um agitador para a preparação do néctar que pode ser: • A partir de Glicose de Milho ou Açúcar Invertido – faz-se a diluição com água potável tratada, mas isenta de cloro, para evitar a formação de clorofenóis no produto final, originando sabores desagradáveis. • A partir de Açúcar (sacarose) – o açúcar utilizado, é o cristal e a água utilizado também deve ser potável tratada isenta de cloro.
  24. 24. Néctar de Açaí A quantidade de ácido a ser adicionado deve ser sempre complementar àquela existente na fruta. A adição dos ácidos orgânicos ao preparado de xarope sempre que possível com o ácido predominante da fruta que dará origem ao produto. No caso, utilizamos em acréscimo o xarope de guaraná para o processamento do néctar de açaí. Em sequência é desenvolvido o processo de homogeneização, reduzindo as partículas a tamanhos uniformes ao ponto de garantir uma estabilidade física ao produto final. Seguindo, é o processo de desareação onde é tirado o ar do néctar garantindo que não poderá ser oxidado e segue para o tratamento térmico, no mesmo procedimento como foi submetido a polpa do açaí anteriormente.
  25. 25. Néctar de Açaí Por fim, o néctar de açaí é envasado em processo asséptico em embalagens tetra brik e levado para a geladeira industrial. Imagem: Divulgação
  26. 26. Processo Output - Entregas A próxima etapa é a de output, onde segue o despacho dos produtos finais. De acordo com a demanda dos clientes, para o roteiro daquele dia, são entregues os produtos em um dos veículos devidamente envelopados que a Nutri Vitta possui: • Fiat Fiorino Furgão Isotérmico motor 1.4, flex. – para entregas mais próximas e/ou com maior urgência; • Ford Cargo 2422 com baú isotérmico – para entregas com itinerário maior e grandes volumes.
  27. 27. Processo Output - Entregas Fiorino com baú isotérmico Ford Cargo 2422 com baú isotérmico Imagem: Divulgação
  28. 28. Processo Output - Entregas As entregas são realizadas num prazo de cinco a sete dias úteis a contar a data de solicitação do pedido. O pagamento é realizado mediante a quitação de boleto entregue no ato da entrega da mercadoria com faturamento para até o segundo dia útil após a entrega do boleto. A modalidade de utilização de nossa frota é de rent a car, onde há um contrato com renovação bienal garantindo manutenção, reparos necessários e quaisquer problemas eventuais em tempo hábil durante os horários de itinerário ou substituição imediata do veículo em situações que necessitarem para que a mercadoria não seja prejudicada, tampouco o prazo de entrega. É realizado o pagamento mensal da locação com adicional do seguro do veículo, DPVAT, IPVA e eventuais multas.
  29. 29. Análise Realizada “In loco” do Cenário Administrativo A Nutri Vitta é uma empresa jovem, fruto de um processo de empresas embrionárias atuando no cenário brasiliense e, a partir de 2014, iniciou sua atuação no Entorno do DF. Por possuir uma formatação totalmente inovadora e antenada às tendências e modelos de sucesso. Com pesquisas elaboradas inicialmente sobre o segmento de atuação permitiu-se um investimento baixo inicialmente e em seguida uma oportunidade de adquirir recursos do BNDES – Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social onde conseguiu comprar os equipamentos necessários para alavancar seus negócios com resultados crescentes a partir do terceiro mês de implantação e capacitação da equipe.
  30. 30. Análise Realizada “In loco” do Cenário Administrativo Buscando otimizar ao máximo seus serviços com qualidade, busca empresas e cooperativas devidamente registradas em órgãos competentes e regulamentadores para garantir a qualidade a seus clientes busca, também, terceirizar alguns dos serviços para otimizar e reduzir custos de alguns processos para a finalização dos produtos. Buscando, ainda, sempre inovar e interagir com stakeholders da melhor forma possível diante dessas características, o perfil que melhor se enquadra ao conceito da Nutri Vitta é a escola administrativa contemporânea com a Teoria dos Sistemas onde, segundo Kurcgant (1991 p. 11), “foi desenvolvida em 1960 e fundamentou-se em três premissas básicas: os sistemas existem dentro de sistemas; os sistemas são abertos; e as funções de um sistema dependem de sua estrutura.”
  31. 31. Análise Realizada “In loco” do Cenário Administrativo A visão da autora agrega, ainda, que o home é um ser funcional que se caracteriza pelo relacionamento interpessoal com outras pessoas como um sistema aberto, que as organizações são entendidas como um sistema de papéis e os indivíduos constituem os atores que desempenham esses papéis. As organizações constituem-se de um sistema dentro de um meio ambiente onde há recursos para desenvolver a atividade proposta e, por consequência, alcançar os resultados planejados. Os elementos essenciais para a realização do objetivo da empresa são: a entrada, os processos e as saídas, cada um sofrendo impactos do meio ambiente provocando mudanças afetando com isso o sistema como um todo.
  32. 32. Missão, Visão e Valores Missão – Oferecer ao consumidor produtos de qualidade e valor nutritivo, visando garantir qualidade, segurança e satisfação de nossos clientes, fornecedores e colaboradores, contribuindo para uma alimentação mais saudável gerando sempre oportunidades de negócios para a empresa e valor compartilhado com a sociedade de forma ética e sustentável. Visão – Que a qualidade dos produtos seja referência de sucesso em nosso segmento, sempre estando abertos a inovações e oportunidades de novos negócios viabilizando assim, alto grau de satisfação e retorno a nossos parceiros. Valores da Empresa: • Primar pela alta valorização da pessoa; • Qualidade como prioridade de nossos produtos e serviços; • Segurança é assunto inquestionável; • Respeito para todos, dentro e fora da organização; • Responsabilidade e resultados garantidos em toda decisão; • Prazer pelo que fazemos.
  33. 33. Análise SWOT “é uma técnica de análise dos ambientes internos e externos, comumente empregada para avaliação do posicionamento da organização e de sua capacidade de competição.” (SERTEK, 2009 p. 118)
  34. 34. Análise SWOT Fatores Estratégicos Posição Estratégica da Empresa de 0,0 (não importante) a 1,0 (mais importante) Resposta da Empresa sendo de 5 (excelente) a 1 (fraco) Pontuação Ponderada entre a coluna 2 e 3 Comentários Analíticos Forças Gestão da Qualidade Total - TQM 0,30 4 1,20 Cultura da organização é a chave pra o sucesso. Adm. Experiente 0,20 4 0,80 Conhecem e especializam-se periodicamente para o negócio. Relação c/ func. 0,10 4 0,40 Os colaboradores demonstram-se comprometidos. Pós-venda 0,10 3 0,30 Bom. Pode melhorar com novas ferramentas de CRM
  35. 35. Fatores Estratégicos Posição Estratégica da Empresa de 0,0 (não importante) a 1,0 (mais importante) Resposta da Empresa sendo de 5 (excelente) a 1 (fraco) Pontuação Ponderada entre a coluna 2 e 3 Comentários Analíticos Fraquezas Distribuição 0,20 2 0,40 Regular. A frota já insuficiente. Com a implantação das novas linhas de produtos precisará dobrar inicialmente a frota. Produção 0,15 2 0,30 Há necessidade urgente de qualificação para os novos produtos pois há insegurança por parte dos colaboradores em alcançar o objetivo. Embalagens 0,10 1 0,10 Há pouca aceitação com a atual embalagem. Sugestão de proposta de reformulação da embalagem com equipe de marketing e logística.
  36. 36. Fatores Estratégicos Posição Estratégica da Empresa de 0,0 (não importante) a 1,0 (mais importante) Resposta da Empresa sendo de 5 (excelente) a 1 (fraco) Pontuação Ponderada entre a coluna 2 e 3 Comentários Analíticos Oportunidades Concorrentes 0,50 3 1,50 Há uma concorrência relativamente preocupante. Investimento em infraestrutura 0,20 4 0,80 Há diversos investimentos na pavimentação, segurança e abertura de novas empresas grandes na região de diversos setores. Incentivos fiscais 0,20 4 0,80 Existem linhas de crédito especifico com boas oportunidades para o ramo de atividade da empresa Aumento da demanda de clientes 0,10 3 0,30 Há alta na demanda de clientes desde o início das atividades e tende a crescer esse número.
  37. 37. Fatores Estratégicos Posição Estratégica da Empresa de 0,0 (não importante) a 1,0 (mais importante) Resposta da Empresa sendo de 5 (excelente) a 1 (fraco) Pontuação Ponderada entre a coluna 2 e 3 Comentários Analíticos Ameaças Novos entrantes 0,25 1 0,25 Com o aumento da demanda novos entrantes podem entrar na concorrência. Clientes 0,15 3 0,45 É preciso melhorar os representantes comerciais com treinamentos de atendimento para que tenham mais qualidade no atendimento e busquem solucionar os problemas apresentados pelos clientes. Resultado: 4,6 Legenda: 1 - Ruim 2 – Abaixo da Média 3 - Média 4 – Muito Boa 5 - Excelente
  38. 38. Análise SWOT Após finalizar a matriz SWOT, é feito o somatório dos valores da coluna 4, onde são somadas as oportunidades e forças e subtraído as ameaças e fraquezas que, neste caso, apresentou o valor de 4,6. Ou seja, a empresa do nosso exemplo está numa situação muito boa, em relação a empresas do mesmo segmento na região de atuação. Atentando-se para solucionar as ameaças e fraquezas os rendimentos da matriz SWOT poderão melhorar significativamente tornando a empresa em destaque de excelência e qualidade.
  39. 39. Análise dos Investimentos a Médio Prazo Foi identificado na empresa Nutri Vitta a necessidade de se efetuar um investimento na aquisição de caminhões com baú isotérmicos para transporte de seus produtos aos clientes. O modelo similar ao atualmente utilizado seria FORD CARGO 2423 E 6x2 Turbo 2p (diesel)(E5) Zero KM a diesel. Seu valor atual é R$209.997,00 à vista.
  40. 40. Análise dos Investimentos a Médio Prazo O estudo para a possível compra desse veículo é baseada na disponibilidade do incentivo fiscal através do BNDES – Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, o qual disponibiliza uma linha de crédito – Cartão BNDES – ônibus e caminhões com taxas de juros fixa de 0,49% a.m., até 100% financiado em prazo de até 48 meses. Logo, para a aquisição desse caminhão, hoje, dentro dessas condições, o calculo para determinar o valor da prestação e o valor final é: Fator = _i_____ [1-(1+i)^-n]
  41. 41. Análise dos Investimentos a Médio Prazo F= ____ 0,0049____ [1-(1+0,0049)^-48] F= 0,0049 0,0292 F= 0,0234 Prestação: 209997 x 0,0234 Prestação = R$4.913,93 Valor Final do Financiamento R$235.868,63
  42. 42. Análise dos Investimentos a Médio Prazo Considerando, numa situação hipotética, que a Nutri Vitta deseje optar pelo financiamento e utilizar o capital referente ao valor à vista de R$209.997,00 e desejasse aplicar o dinheiro que seria usado à vista em fundo bancário com rendimento fixo de 0,8% ao mês em juros compostos, pelo mesmo período do empréstimo. A empresa poderia adquirir o montante a seguir: M = C.(1+i)^n M = 209997x(1+0,008)^48 M = 209997x1,4659 M = R$307.834,61
  43. 43. Análise dos Investimentos a Médio Prazo A melhor proposta seria utilizar devidamente o fundo de investimento para a aquisição à vista do veículo por se tratar de um empréstimo com uma estatal a qual destina auditorias em tempo e fora de tempo. Eticamente o mais sensato é utilizar os recursos para seu devido fim e evitar problemas junto a Receita Federal.
  44. 44. Considerações Finais Referente as informações contidas no presente parecer técnico, a empresa solicitante Nutri Vitta, no período de 2 anos, vem desenvolvendo um trabalho satisfatório e promissor em seu segmento de atuação. As experiências de seus gestores atrelada a qualificação profissional que seus colaboradores e um bom relacionamento com clientes e fornecedores, demonstra um índice de desempenho atrativo para o mercado. Atentando-se às necessidades expressas, anteriormente vide matriz SWOT, e ampliar sua frota de veículos como próxima emergência a ser sanada, promoverão novos resultados atrativos para todos envolvidos com esse empreendimento. Tendo procedido à vistoria e aos estudos completos da situação, bem como efetuado o seu detalhamento no corpo do relatório que encima o presente parecer técnico, nada mais temos a acrescentar, motivo pelo qual damos como concluído o referido laudo, que é composto de 13 (treze) laudas impressas nos anversos, todas rubricadas, com exceção desta última que é assinada por extenso pelo perito, com sua respectiva qualificação. Brasília, 12 de setembro de 2014.
  45. 45. JADER WINDSON DA SILVA LEITE Gestor Comercial e Técnico em Logística cello.windson@gmail.com Instituto Federal de Brasília – IFB

×