Poesia dia animal

7.538 visualizações

Publicada em

Seleção de poemas visando assinalar o Dia do Animal.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
7.538
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
434
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
18
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Poesia dia animal

  1. 1. Dia do Animal O Burrinho Matemático O burro Efigénio Vai ser matemático; Tem cérebro de génio, Tem espírito prático. Faz cálculo mental (coisa de admirar!); é fenomenal a multiplicar! Gosta de aprender A fazer esquemas; sabe resolver inúmeros problemas! O burro Efigénio Quer investigar; Tem cérebro de génio, Gosta de pensar! Maria Teresa Maia Gonzalez Fonte: http://diz.la
  2. 2. Dia do Animal Águia As águias não deviam ser aves mas corações aduncos e com asas: se olhares à flor dos campos e das casas sentes o peito maior que a amplidão: se alguma coisa nasceu para voar foi o teu coração. Carlos de Oliveira Fonte: http://sucesso.powerminas.com/
  3. 3. Dia do Animal <ul><li>O gato </li></ul><ul><li>Onde está o gato? </li></ul><ul><li>Dentro do sapato? </li></ul><ul><li>Anda atrás do pato </li></ul><ul><li>Ou caiu do pote? </li></ul><ul><li>Anda no jardim </li></ul><ul><li>À roda do pudim. </li></ul><ul><li>Dó si dó ré mi. </li></ul><ul><li>Eugénio de Andrade </li></ul>Fonte: http://lwd-curiosidades.blogspot.com/
  4. 4. Dia do Animal Cantilena Cortaram as asas Ao rouxinol. Rouxinol sem asas Não pode voar. Quebraram-te o bico, Rouxinol! Rouxinol sem bico Não pode cantar. Que ao menos a Noite Ninguém, rouxinol!, Ta queira roubar. Rouxinol sem noite Não pode viver. Sebastião da Gama http://www.culturamix.com/animais/aves/rouxinol
  5. 5. Dia do Animal <ul><li>Cavalo </li></ul><ul><li>Um dia chegará </li></ul><ul><li>que alguém se mostre </li></ul><ul><li>agradecido e diga: </li></ul><ul><li>Entre </li></ul><ul><li>e coma à nossa mesa. </li></ul><ul><li>António Osório </li></ul>Fonte: http://fotosdoalvaro.blogspot.com/2010/11/cavalos-1.html
  6. 6. Dia do Animal O cama-leão Ao fazer a cama, o leão encontrou um camaleão. Saltou da cama em pijama e mudou de cor antes de chegar ao chão. Ficou tricolor, cheio de suor e de confusão: um leão às cores como um camaleão. José Jorge Letria Fonte: http://www.sempretops.com/fotos/fotos-de-camaleao/
  7. 7. Dia do Animal O faganhoto O gafanhoto era um bicho saltitante e canhoto a quem tudo caía no goto: a erva, o ar, o vento, até o cheiro do esgoto. E como o frio, num arrepio, o deixava fanhoso, passou a chamar-se faganhoto. José Jorge Letria Fonte: http://www.baixaki.com.br/papel-de-parede/39138-gafanhoto.htm
  8. 8. Dia do Animal <ul><li>Poupa </li></ul><ul><li>Papou a poupa pipoca </li></ul><ul><li>do milho da maçaroca. </li></ul><ul><li>Tanta pipoca papou </li></ul><ul><li>que o milho quase acabou </li></ul><ul><li>e agora a pipoca é pouca. </li></ul><ul><li>Ó poupa, poupa pipoca! </li></ul><ul><li>Está bem, amanhã eu poupo. </li></ul><ul><li>Mas muito não, poupo pouco. </li></ul><ul><li>Violeta Figueiredo </li></ul>Fonte: http://www.diablerie.com.br/2009/10/ii-reunem-se-os-passaros.html
  9. 9. Dia do Animal Caracol A casa às costas Corninhos ao sol Sobe sobe caracol Alto mora o girassol Trepa trepa caracol A casa às costas Corninhos ao sol A casa às costas Sobe sobe caracol Alto mora o girassol Raúl Malaquias Marques Fonte: http://ocatarrodaformiga.blogspot.com/2011/06/o-caracol-esse-molusco-simpatico-alem. html
  10. 10. Dia do Animal CÃO Cão passageiro, cão estrito, cão rasteiro cor de luva amarela, apara-lápis, fraldiqueiro, cão liquefeito, cão estafado, cão de gravata pendente, cão de orelhas engomadas, de remexido rabo ausente, cão ululante, cão coruscante, cão magro, tétrico, maldito, a desfazer-se num ganido, a refazer-se num latido, cão disparado: cão aqui, cão além, e sempre cão. Cão marrado, preso a um fio de cheiro, cão a esburgar o osso essencial do dia a dia, cão estouvado de alegria, cão formal da poesia, cão-soneto de ão-ão bem martelado, cão moído de pancada e condoído do dono, cão: esfera do sono, cão de pura invenção, cão pré-fabricado, cão-espelho, cão-cinzeiro, cão-botija, cão de olhos que afligem, cão-problema... Sai depressa, ó cão, deste poema! Alexandre O'Neill Fonte: http://www.achetudoeregiao.com.br/animais/cao_policial.htm

×