SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 21
Baixar para ler offline
 Imagem Real
 Feixe Cônico Convergente
 Imagem invertida
 Projetada em um anteparo
 Imagem Virtual
 Feixe Cônico Divergente
 Imagem direita
 Não é projetada em um
anteparo
 Prolongamento dos raios
 Espelho Plano
 Princípio da Simetria
 Princípio da Igualdade
 Imagem direita, virtual e reversa
 Convexo Côncavo
 Espelhos Esféricos
Espelhos
Esféricos
 Imagem maior (próximo ao objeto)
e invertida (longe do objeto)
 Os raios se cruzam em um mesmo
ponto à frente do espelho (Foco)
 Imagem menor, porém campo de
visão maior
 Os raios se cruzam em um
mesmo ponto atrás do espelho
(Foco), com o prolongamento
dos feixes
 Formação de Imagens – Espelho Convexo
 Virtual
 Direita
 Menor
 Formação de Imagens – Espelho Côncavo
 Formação de Imagens – Espelho Côncavo
 Formação de Imagens – Espelho Côncavo
 Formação de Imagens – Espelho Côncavo
 Formação de Imagens – Espelho Côncavo
 Equações dos Espelhos Esféricos
 No lado onde a luz incide as abscissas (P e P’) são positivas e no lado
oposto, negativas.
 As coordenadas (i e O) são positivas acima do vértice do espelho e
negativas abaixo.
 Imagem real  P’ > 0 (positivo)
 Imagem virtual  P < 0 (negativo)
 Toda imagem real pode ser projetada e é invertida (i e o tem sinais
opostos)  P’ é positivo e i é negativo
 Toda imagem virtual é direita  P’ é negativo e i é positivo
Se o espelho for côncavo f é positivo e se for convexo, f é negativo.’
 Patinho FEIO - Uma imagem imprópria
Ele se olha no espelho.
Durante a escovação diária do teus cabelos que insiste em não ficar
do jeito que ele quer.
Mas ele pensa: "Do que importa? É só mais alguma coisa que não é do
jeito que quero que seja! Quem disse que querer é poder, não conhece
o bastante." {humpt}
E vendo teu reflexo, ele analisa:
- Ou sou que não conheço o bastante?
Ele tenta procurar a resposta dentro de teus olhos por trás de lentes.
Ele só enxerga um vazio.
Ele se sente vazio.
Indigno de qualquer emoção.
Indigno de qualquer resposta.
Ele acredita ter aprendido que se desesperar e chorar não levam a
nada.
E mesmo se isso pudesse solucionar algo, ele nem sabe mais o que são
lágrimas.
Elas devem ter congelado no vazio do teu peito.
Ele acreditava que não chorar o fortalecia. Entretanto, ele se sente
mais fraco.
A cada instante ele sente desabar. Ele está caindo num abismo e
ninguém pode o ajudar.
Ele até gostaria de ficar ali fazendo companhia a si mesmo.
Entretanto, ele tem mais um dia de vida para seguir, embora o que ele
desejava era ter um pouco de vida no teu dia.
Segundo a Física, uma imagem imprópria é formada no foco e não
se reflete num espelho. Porém, há a possibilidade de ser formada
no infinito, o que dá esperança ao meu eu lírico, já que tua
felicidade se encontra distante.

Mais conteúdo relacionado

Destaque

Perspectiva 2010-1 - aula 09 - persp. interna central e p ds reduzidos
Perspectiva   2010-1 - aula 09 - persp. interna central e p ds reduzidosPerspectiva   2010-1 - aula 09 - persp. interna central e p ds reduzidos
Perspectiva 2010-1 - aula 09 - persp. interna central e p ds reduzidosMarcelo Gitirana Gomes Ferreira
 
Perspectiva 2010-1 - aula 13 - perpectiva com 3 p fs - bu
Perspectiva   2010-1 - aula 13 - perpectiva com 3 p fs - buPerspectiva   2010-1 - aula 13 - perpectiva com 3 p fs - bu
Perspectiva 2010-1 - aula 13 - perpectiva com 3 p fs - buMarcelo Gitirana Gomes Ferreira
 
Perspectiva 2010-1 - aula 12 - perpectiva com 3 p fs - bebedouro
Perspectiva   2010-1 - aula 12 - perpectiva com 3 p fs - bebedouroPerspectiva   2010-1 - aula 12 - perpectiva com 3 p fs - bebedouro
Perspectiva 2010-1 - aula 12 - perpectiva com 3 p fs - bebedouroMarcelo Gitirana Gomes Ferreira
 
Perspectiva com 1PF - passo a passo
Perspectiva com 1PF - passo a passoPerspectiva com 1PF - passo a passo
Perspectiva com 1PF - passo a passoRonaldo Braga
 
Intro arq paisajismo2
Intro arq   paisajismo2Intro arq   paisajismo2
Intro arq paisajismo2Gabriel Buda
 
Fw: FOTOS PARA EXERCITAR O CEREBRO
Fw: FOTOS PARA EXERCITAR O CEREBROFw: FOTOS PARA EXERCITAR O CEREBRO
Fw: FOTOS PARA EXERCITAR O CEREBROMarcelo Paiva
 
power point - introdução a perspectiva
power point - introdução a perspectiva power point - introdução a perspectiva
power point - introdução a perspectiva Ronaldo Otero
 
Perspectiva aula - 8º ano - 2013
Perspectiva   aula - 8º ano - 2013Perspectiva   aula - 8º ano - 2013
Perspectiva aula - 8º ano - 2013Michele Wilbert
 
Ed. visual 10a classe
Ed. visual 10a classeEd. visual 10a classe
Ed. visual 10a classeAvatar Cuamba
 
Exercicios perspectiva
Exercicios perspectivaExercicios perspectiva
Exercicios perspectivaPaula Pauleira
 

Destaque (20)

Perspectiva
PerspectivaPerspectiva
Perspectiva
 
Perspectiva 2010-1 - aula 09 - persp. interna central e p ds reduzidos
Perspectiva   2010-1 - aula 09 - persp. interna central e p ds reduzidosPerspectiva   2010-1 - aula 09 - persp. interna central e p ds reduzidos
Perspectiva 2010-1 - aula 09 - persp. interna central e p ds reduzidos
 
Perspectiva 2010-1 - aula 11 - quadrícula - vistas
Perspectiva   2010-1 - aula 11 - quadrícula - vistasPerspectiva   2010-1 - aula 11 - quadrícula - vistas
Perspectiva 2010-1 - aula 11 - quadrícula - vistas
 
Gestão de mudanças
Gestão de mudançasGestão de mudanças
Gestão de mudanças
 
Perspectiva 2010-1 - aula 11 - perpectiva com 3 p fs
Perspectiva   2010-1 - aula 11 - perpectiva com 3 p fsPerspectiva   2010-1 - aula 11 - perpectiva com 3 p fs
Perspectiva 2010-1 - aula 11 - perpectiva com 3 p fs
 
Perspectiva 2010-1 - aula 13 - perpectiva com 3 p fs - bu
Perspectiva   2010-1 - aula 13 - perpectiva com 3 p fs - buPerspectiva   2010-1 - aula 13 - perpectiva com 3 p fs - bu
Perspectiva 2010-1 - aula 13 - perpectiva com 3 p fs - bu
 
La habitación
La habitaciónLa habitación
La habitación
 
Perspectiva 2010-1 - aula 12 - perpectiva com 3 p fs - bebedouro
Perspectiva   2010-1 - aula 12 - perpectiva com 3 p fs - bebedouroPerspectiva   2010-1 - aula 12 - perpectiva com 3 p fs - bebedouro
Perspectiva 2010-1 - aula 12 - perpectiva com 3 p fs - bebedouro
 
Perspectiva com 1PF - passo a passo
Perspectiva com 1PF - passo a passoPerspectiva com 1PF - passo a passo
Perspectiva com 1PF - passo a passo
 
Intro arq paisajismo2
Intro arq   paisajismo2Intro arq   paisajismo2
Intro arq paisajismo2
 
Desenho em perspectiva
Desenho em perspectivaDesenho em perspectiva
Desenho em perspectiva
 
Luísa caetano 2012 [educação visual] perspectivas com pontos de fuga [elementar]
Luísa caetano 2012 [educação visual] perspectivas com pontos de fuga [elementar]Luísa caetano 2012 [educação visual] perspectivas com pontos de fuga [elementar]
Luísa caetano 2012 [educação visual] perspectivas com pontos de fuga [elementar]
 
Fw: FOTOS PARA EXERCITAR O CEREBRO
Fw: FOTOS PARA EXERCITAR O CEREBROFw: FOTOS PARA EXERCITAR O CEREBRO
Fw: FOTOS PARA EXERCITAR O CEREBRO
 
power point - introdução a perspectiva
power point - introdução a perspectiva power point - introdução a perspectiva
power point - introdução a perspectiva
 
Perspectiva aula - 8º ano - 2013
Perspectiva   aula - 8º ano - 2013Perspectiva   aula - 8º ano - 2013
Perspectiva aula - 8º ano - 2013
 
Ed. visual 10a classe
Ed. visual 10a classeEd. visual 10a classe
Ed. visual 10a classe
 
Perspectiva cónica
Perspectiva cónicaPerspectiva cónica
Perspectiva cónica
 
perspectiva cónica
perspectiva cónicaperspectiva cónica
perspectiva cónica
 
Perspetiva cónica
Perspetiva cónicaPerspetiva cónica
Perspetiva cónica
 
Exercicios perspectiva
Exercicios perspectivaExercicios perspectiva
Exercicios perspectiva
 

Mais de Wellington Sampaio (20)

Cartilha Inércia e a Primeira Lei de Newton
Cartilha Inércia e a Primeira Lei de NewtonCartilha Inércia e a Primeira Lei de Newton
Cartilha Inércia e a Primeira Lei de Newton
 
Astrobiologia
AstrobiologiaAstrobiologia
Astrobiologia
 
Nos ombros dos gigantes mágicos
Nos ombros dos gigantes mágicosNos ombros dos gigantes mágicos
Nos ombros dos gigantes mágicos
 
Via Láctea
Via LácteaVia Láctea
Via Láctea
 
Almanaque socioambiental 2008
Almanaque socioambiental 2008Almanaque socioambiental 2008
Almanaque socioambiental 2008
 
Lista 1 termometria - dilatação
Lista 1   termometria - dilataçãoLista 1   termometria - dilatação
Lista 1 termometria - dilatação
 
Fenômenos Ondulatórios
Fenômenos OndulatóriosFenômenos Ondulatórios
Fenômenos Ondulatórios
 
Óptica da Visão e Lentes
Óptica da Visão e LentesÓptica da Visão e Lentes
Óptica da Visão e Lentes
 
Fenômenos Ópticos
Fenômenos ÓpticosFenômenos Ópticos
Fenômenos Ópticos
 
Exercícios 8° ano REC
Exercícios 8° ano RECExercícios 8° ano REC
Exercícios 8° ano REC
 
Mudança de fase
Mudança de faseMudança de fase
Mudança de fase
 
Lista de Exercícios
Lista de ExercíciosLista de Exercícios
Lista de Exercícios
 
Lista de exercícios 8° ano 2° sem
Lista de exercícios 8° ano 2° semLista de exercícios 8° ano 2° sem
Lista de exercícios 8° ano 2° sem
 
Sociedade de consumo
Sociedade de consumoSociedade de consumo
Sociedade de consumo
 
Circuitos elétricos
Circuitos elétricosCircuitos elétricos
Circuitos elétricos
 
Potencial elétrico
Potencial elétricoPotencial elétrico
Potencial elétrico
 
Calorimetria
CalorimetriaCalorimetria
Calorimetria
 
Para Sara, Raquel, Lia e para todas as crianças
Para Sara, Raquel, Lia e para todas as criançasPara Sara, Raquel, Lia e para todas as crianças
Para Sara, Raquel, Lia e para todas as crianças
 
Eletricidade
EletricidadeEletricidade
Eletricidade
 
Campo e potencial elétrico
Campo e potencial elétricoCampo e potencial elétrico
Campo e potencial elétrico
 

Último

atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãodanielagracia9
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLaseVasconcelos1
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas BrasileirosMary Alvarenga
 
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptAlineSilvaPotuk
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...Unidad de Espiritualidad Eudista
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullyingMary Alvarenga
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdfCarlosRodrigues832670
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxGislaineDuresCruz
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terraBiblioteca UCS
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETODouglasVasconcelosMa
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxHenriqueLuciano2
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsxGilbraz Aragão
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
Modelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoModelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoprofleticiasantosbio
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURACRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURADouglasVasconcelosMa
 

Último (20)

atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetização
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
 
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
Modelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoModelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumo
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURACRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
 

Formação de imagens em espelhos esféricos

  • 1.
  • 2.  Imagem Real  Feixe Cônico Convergente  Imagem invertida  Projetada em um anteparo
  • 3.  Imagem Virtual  Feixe Cônico Divergente  Imagem direita  Não é projetada em um anteparo  Prolongamento dos raios
  • 4.  Espelho Plano  Princípio da Simetria  Princípio da Igualdade  Imagem direita, virtual e reversa
  • 5.
  • 6.
  • 10.  Imagem maior (próximo ao objeto) e invertida (longe do objeto)  Os raios se cruzam em um mesmo ponto à frente do espelho (Foco)  Imagem menor, porém campo de visão maior  Os raios se cruzam em um mesmo ponto atrás do espelho (Foco), com o prolongamento dos feixes
  • 11.  Formação de Imagens – Espelho Convexo  Virtual  Direita  Menor
  • 12.  Formação de Imagens – Espelho Côncavo
  • 13.  Formação de Imagens – Espelho Côncavo
  • 14.  Formação de Imagens – Espelho Côncavo
  • 15.  Formação de Imagens – Espelho Côncavo
  • 16.  Formação de Imagens – Espelho Côncavo
  • 17.  Equações dos Espelhos Esféricos
  • 18.  No lado onde a luz incide as abscissas (P e P’) são positivas e no lado oposto, negativas.  As coordenadas (i e O) são positivas acima do vértice do espelho e negativas abaixo.
  • 19.  Imagem real  P’ > 0 (positivo)  Imagem virtual  P < 0 (negativo)  Toda imagem real pode ser projetada e é invertida (i e o tem sinais opostos)  P’ é positivo e i é negativo  Toda imagem virtual é direita  P’ é negativo e i é positivo Se o espelho for côncavo f é positivo e se for convexo, f é negativo.’
  • 20.  Patinho FEIO - Uma imagem imprópria Ele se olha no espelho. Durante a escovação diária do teus cabelos que insiste em não ficar do jeito que ele quer. Mas ele pensa: "Do que importa? É só mais alguma coisa que não é do jeito que quero que seja! Quem disse que querer é poder, não conhece o bastante." {humpt} E vendo teu reflexo, ele analisa: - Ou sou que não conheço o bastante? Ele tenta procurar a resposta dentro de teus olhos por trás de lentes. Ele só enxerga um vazio. Ele se sente vazio. Indigno de qualquer emoção. Indigno de qualquer resposta.
  • 21. Ele acredita ter aprendido que se desesperar e chorar não levam a nada. E mesmo se isso pudesse solucionar algo, ele nem sabe mais o que são lágrimas. Elas devem ter congelado no vazio do teu peito. Ele acreditava que não chorar o fortalecia. Entretanto, ele se sente mais fraco. A cada instante ele sente desabar. Ele está caindo num abismo e ninguém pode o ajudar. Ele até gostaria de ficar ali fazendo companhia a si mesmo. Entretanto, ele tem mais um dia de vida para seguir, embora o que ele desejava era ter um pouco de vida no teu dia. Segundo a Física, uma imagem imprópria é formada no foco e não se reflete num espelho. Porém, há a possibilidade de ser formada no infinito, o que dá esperança ao meu eu lírico, já que tua felicidade se encontra distante.