Meu Coração em Tuas MãosMeu Coração em Tuas Mãos
Soneto:Soneto:
Nivaldo FerreiraNivaldo Ferreira
Coração  feito  flor  que desabrochaCoração  feito  flor  que desabrocha
Meu coração em tuas mãos se inflamaMeu coração em...
Se a cordilheira arrebatou o seu casuloSe a cordilheira arrebatou o seu casulo
Regaço de água  límpida qual cascataRegaço ...
Promessas de amor somente temPromessas de amor somente tem
significadosignificado
Quando através dos tempos se encontramQu...
Meu mundo de sonhos em tuas mãos eu teMeu mundo de sonhos em tuas mãos eu te
precisopreciso
EntristecimentoEntristecimento
PoemaPoema
IzildinhaIzildinha
É quase a totalidade. É sempre “quase”.É quase a totalidade. É sempre “quase”.
Um jeito de voltar á vida presa por um fio....
Colocar no coração, coleiras de espinhos.Colocar no coração, coleiras de espinhos.
Preferir, por pura fraqueza, trancar as...
Esconder a lágrima entre as mãos no rosto.Esconder a lágrima entre as mãos no rosto.
Quando na tarde, o dia que se recolhe...
Usar uma palavra, uma roupa da moda nua.Usar uma palavra, uma roupa da moda nua.
Esbanjar um sorriso. Forçar uma alegria t...
Letreiros coloridos,acendem,apagam.Letreiros coloridos,acendem,apagam.
Insistência.Insistência.
Triste cimento, a gelar id...
Autores:Nivaldo Ferreira eAutores:Nivaldo Ferreira e
IzildinhaIzildinha
Sie:Autores.Com.BrSie:Autores.Com.Br
Formatação:Iz...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

1 soneto e 1 poema nivaldo e izildinha

604 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Tecnologia
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

1 soneto e 1 poema nivaldo e izildinha

  1. 1. Meu Coração em Tuas MãosMeu Coração em Tuas Mãos Soneto:Soneto: Nivaldo FerreiraNivaldo Ferreira
  2. 2. Coração  feito  flor  que desabrochaCoração  feito  flor  que desabrocha Meu coração em tuas mãos se inflamaMeu coração em tuas mãos se inflama Energizado pelas  labaredas desta chamaEnergizado pelas  labaredas desta chama Segredos de uma feiticeira,  minhaSegredos de uma feiticeira,  minha cabrocha.cabrocha.
  3. 3. Se a cordilheira arrebatou o seu casuloSe a cordilheira arrebatou o seu casulo Regaço de água  límpida qual cascataRegaço de água  límpida qual cascata deságua,deságua, Na espuma desta onda vai se toda aNa espuma desta onda vai se toda a frágua
  4. 4. Promessas de amor somente temPromessas de amor somente tem significadosignificado Quando através dos tempos se encontramQuando através dos tempos se encontram Duas etéreas almas que realmente seDuas etéreas almas que realmente se amam,
  5. 5. Meu mundo de sonhos em tuas mãos eu teMeu mundo de sonhos em tuas mãos eu te precisopreciso
  6. 6. EntristecimentoEntristecimento PoemaPoema IzildinhaIzildinha
  7. 7. É quase a totalidade. É sempre “quase”.É quase a totalidade. É sempre “quase”. Um jeito de voltar á vida presa por um fio.Um jeito de voltar á vida presa por um fio. É retornar, á nublada, á esquecida fase.É retornar, á nublada, á esquecida fase. É viver num deserto em frente manso rio.É viver num deserto em frente manso rio.
  8. 8. Colocar no coração, coleiras de espinhos.Colocar no coração, coleiras de espinhos. Preferir, por pura fraqueza, trancar as portas.Preferir, por pura fraqueza, trancar as portas. Deixar o coração preso, girando em moinhos.Deixar o coração preso, girando em moinhos. Ás águas que não combinam. Abrir comportas.Ás águas que não combinam. Abrir comportas.
  9. 9. Esconder a lágrima entre as mãos no rosto.Esconder a lágrima entre as mãos no rosto. Quando na tarde, o dia que se recolhe lento.Quando na tarde, o dia que se recolhe lento. Passar um recibo, ao dia que foi servido aPassar um recibo, ao dia que foi servido a gosto.gosto.
  10. 10. Usar uma palavra, uma roupa da moda nua.Usar uma palavra, uma roupa da moda nua. Esbanjar um sorriso. Forçar uma alegria triste.Esbanjar um sorriso. Forçar uma alegria triste. Fileiras de carros, avenidas cheias, as friasFileiras de carros, avenidas cheias, as frias ruas.ruas. Que aceleradas rumam para o nada, e o frioQue aceleradas rumam para o nada, e o frio
  11. 11. Letreiros coloridos,acendem,apagam.Letreiros coloridos,acendem,apagam. Insistência.Insistência. Triste cimento, a gelar idéias quando a vidaTriste cimento, a gelar idéias quando a vida muda.muda.
  12. 12. Autores:Nivaldo Ferreira eAutores:Nivaldo Ferreira e IzildinhaIzildinha Sie:Autores.Com.BrSie:Autores.Com.Br Formatação:IzildinhaFormatação:Izildinha Yanny :Espirits Of NatureYanny :Espirits Of Nature

×