ATENÇÃO 
Desc. Financeira
STN 
OS OS OS 
UO UO UO 
UO UO UO 
UO UO UO
STN 
OS OS OS 
UO UO UO 
UO UO UO 
UO UO UO
STN 
COTA 
OS OS OS 
UO UO UO 
UO UO UO 
UO UO UO 
$
STN 
OS OS 
UO UO 
UO UO 
UO UO
STN 
OS OS 
SUB-REPASSE 
UO UO 
UO UO 
UO UO
STN 
OS OS 
UO UO 
UO UO 
UO UO
STN 
OS OS 
UO UO 
UO UO 
UO UO 
REPASSE
DESCENTRALIZAÇÃO FINANCEIRA 
COTA 
SUB-REPASSE 
REPASSE
INTERFERÊNCIA ATIVA 
ORÇAMENTÁRIA 
INTERFERÊNCIA PASSIVA 
ORÇAMENTÁRIA
INTERFERÊNCIA ATIVA 
EXTRA-ORÇAMENTÁRIA 
INTERFERÊNCIA PASSIVA 
EXTRA-ORÇAMENTÁRIA
INTERFERÊNCIA ATIVA 
ORÇAMENTÁRIA: 
q Quota recebida 
q Repasse recebido 
q Sub-repasse recebido
INTERFERÊNCIA PASSIVA 
ORÇAMENTÁRIA: 
q Quota concedida 
qRepasse concedido 
qSub-repasse concedido
INTERFERÊNCIA ATIVA 
EXTRA-ORÇAMENTÁRIA 
q Recebimento de transferência 
financeira para pagamento de restos a 
pagar (OTR...
INTERFERÊNCIA PASSIVA 
EXTRA-ORÇAMENTÁRIA: 
q Concessão de recursos financeiros 
para pagamento de restos a pagar (OTC 
– ...
Para um melhor entendimento da 
finalidade desse demonstrativo, pode-se 
dizer que ele tem função semelhante à 
Demonstraç...
A Demonstração do Resultado do 
Exercício apresenta apenas as 
variações quantitativas, enquanto que a 
DVP apresenta as v...
É importante ressaltar também que a 
Demonstração do Resultado do 
Exercício apura o resultado em termos 
de lucro ou prej...
Já no setor público, o resultado 
patrimonial não é um indicador de 
desempenho, mas um medidor do 
quanto o serviço públi...
DVP 
Pelo enfoque 
orçamentário
4.320/64
Art. 104. A demonstração das variações 
patrimoniais evidenciará as alterações 
verificadas no patrimônio, resultantes 
ou...
ESTRUTURA
O atual modelo da DVP aduz o enfoque 
orçamentário à demonstração, ao 
separar as variações em decorrentes / 
independente...
Variações Ativas Variações Passivas 
RO $ DO $ 
MA $ MP $ 
IFAO $ IFPO $ 
IFAEO $ IFPEO $ 
AP $ DP $ 
TVA $ TVP $ 
RP $ RP...
Variações Ativas Variações Passivas 
RO $ DO $ 
MA $ MP $ 
IFAO $ IFPO $ 
IFAEO $ IFPEO $ 
AP $ DP $ 
TVA $ TVP $ 
RP $ RP...
Variações Ativas Variações Passivas 
RO $ DO $ 
MA $ MP $ 
IFAO $ IFPO $ 
IFAEO $ IFPEO $ 
AP $ DP $ 
TVA $ TVP $ 
RP $ RP...
Variações Ativas Variações Passivas 
RO $ DO $ 
MA $ MP $ 
IFAO $ IFPO $ 
IFAEO $ IFPEO $ 
AP $ DP $ 
TVA $ TVP $ 
RP $ RP...
Variações Ativas Variações Passivas 
RO $ DO $ 
MA $ MP $ 
IFAO $ IFPO $ 
IFAEO $ IFPEO $ 
AP $ DP $ 
TVA $ TVP $ 
RP $ RP...
Variações Ativas Variações Passivas 
RO $ DO $ 
MA $ MP $ 
IFAO $ IFPO $ 
IFAEO $ IFPEO $ 
AP $ DP $ 
TVA $ TVP $ 
RP $ RP...
Variações Ativas Variações Passivas 
RO $ DO $ 
MA $ MP $ 
IFAO $ IFPO $ 
IFAEO $ IFPEO $ 
AP $ DP $ 
TVA $ TVP $ 
RP $ RP...
Variações Ativas Variações Passivas 
RO $ DO $ 
MA $ MP $ 
IFAO $ IFPO $ 
IFAEO $ IFPEO $ 
AP $ DP $ 
TVA $ TVP $ 
RP $ RP...
Variações Ativas Variações Passivas 
RO $ DO $ 
MA $ MP $ 
IFAO $ IFPO $ 
IFAEO $ IFPEO $ 
AP $ DP $ 
TVA $ TVP $ 
Déf. Pa...
Variações Ativas Variações Passivas 
RO $ DO $ 
MA $ MP $ 
IFAO $ IFPO $ 
IFAEO $ IFPEO $ 
AP $ DP $ 
TVA $ TVP $ 
Sup. Pa...
Variações Ativas Variações Passivas 
RO $ DO $ 
MA $ MP $ 
IFAO $ IFPO $ 
IFAEO $ IFPEO $ 
AP $ DP $ 
TVA $ TVP $ 
RP $ RP...
ANÁLISE DA DVP
Variações 
Ativas 
Variações 
Passivas - = RP
RP
Variações 
Ativas 
Variações 
< Passivas 
= DEFICITÁRIO
Variações 
Ativas 
Variações 
> Passivas 
= SUPERAVITÁRIO
Variações 
Ativas 
Variações 
= Passivas 
= NULO
CÁLCULO DO RESULTADO 
PATRIMONIAL ORÇAMENTÁRIO
Variações Ativas Variações Passivas 
RO $ DO $ 
MA $ MP $ 
IFAO $ IFPO $ 
IFAEO $ IFPEO $ 
AP $ DP $ 
TVA $ TVP $ 
RP $ RP...
Variações Ativas Variações Passivas 
RO $ DO $ 
MA $ MP $ 
IFAO $ IFPO $
CÁLCULO DO RESULTADO 
PATRIMONIAL 
EXTRA-ORÇAMENTÁRIO
Variações Ativas Variações Passivas 
RO $ DO $ 
MA $ MP $ 
IFAO $ IFPO $ 
IFAEO $ IFPEO $ 
AP $ DP $ 
TVA $ TVP $ 
RP $ RP...
Variações Ativas Variações Passivas 
IFAEO $ IFPEO $ 
AP $ DP $
Atenção: Para responder às questões de 
números 1 a 3 considere as informações 
abaixo. 
I. Demonstração das Variações 
Pa...
Atenção: Para responder às questões de 
números 1 a 3 considere as informações 
abaixo. 
I. Demonstração das Variações 
Pa...
Variações Ativas Variações Passivas 
RO 100.230 DO 82.320 
MA 20.270 MP 15.180 
AP 50.000 DP 10.000 
TVA 170.500 TVP 107.5...
II. Em dezembro de 2011 foram 
identificados os seguintes eventos (em 
R$ mil): 
− Receita orçamentária arrecadada R$ 
9.0...
1. O resultado patrimonial apurado em 
31.12.2011 foi de 
(A) R$ 59.000.000 
(B) R$ 67.000.000 
(C) R$ 72.000.000 
(D) R$ ...
− Receita orçamentária arrecadada R$ 
9.000 
RESULTADO 
PATRIMONIAL
− Despesa orçamentária empenhada R$ 
5.000 
RESULTADO 
PATRIMONIAL
− Inscrição na Dívida Ativa R$ 10.000 
RESULTADO 
PATRIMONIAL
− Pagamento de Restos a Pagar R$ 5.000
ENTÃO...
− Receita orçamentária arrecadada R$ 
9.000 
− Despesa orçamentária empenhada R$ 
5.000 
− Inscrição na Dívida Ativa R$ 10...
RP = 14.000
RP = 63.000 + 14.000 = 77.000
1. O resultado patrimonial apurado em 
31.12.2011 foi de 
(A) R$ 59.000.000 
(B) R$ 67.000.000 
(C) R$ 72.000.000 
(D) R$ ...
NOVA DVP
Receita orçamentária 
arrecadada R$ 9.000
Variações Ativas Variações Passivas 
RO 100.230 DO 82.320 
MA 20.270 MP 15.180 
AP 50.000 DP 10.000 
+ Receita orçamentári...
Variações Ativas Variações Passivas 
RO 109.230 DO 82.320 
MA 20.270 MP 15.180 
AP 50.000 DP 10.000 
+ Receita orçamentári...
Despesa orçamentária R$ 
5.000
Variações Ativas Variações Passivas 
RO 109.230 DO 82.320 
MA 20.270 MP 15.180 
AP 50.000 DP 10.000 
+ Despesa orçamentári...
Variações Ativas Variações Passivas 
RO 109.230 DO 87.320 
MA 20.270 MP 15.180 
AP 50.000 DP 10.000 
+ Despesa orçamentári...
Inscrição na Dívida Ativa R$ 
10.000
Variações Ativas Variações Passivas 
RO 109.230 DO 87.320 
MA 20.270 MP 15.180 
AP 50.000 DP 10.000 
+ Inscrição na Dívida...
Variações Ativas Variações Passivas 
RO 109.230 DO 87.320 
MA 20.270 MP 15.180 
AP 60.000 DP 10.000
TVA
Variações Ativas Variações Passivas 
RO 109.230 DO 87.320 
MA 20.270 MP 15.180 
AP 60.000 DP 10.000 
TVA 189.500
TVP
Variações Ativas Variações Passivas 
RO 109.230 DO 87.320 
MA 20.270 MP 15.180 
AP 60.000 DP 10.000 
TVA 189.500 TVP 112.5...
RESULTADO PATRIMONIAL
Variações Ativas Variações Passivas 
RO 109.230 DO 87.320 
MA 20.270 MP 15.180 
AP 60.000 DP 10.000 
TVA 189.500 TVP 112.5...
TOTAL DAS VARIAÇÕES
Variações Ativas Variações Passivas 
RO 109.230 DO 87.320 
MA 20.270 MP 15.180 
AP 60.000 DP 10.000 
TVA 189.500 TVP 112.5...
QUESTÃO 2
2. O total das Variações Ativas 
Resultantes da Execução Orçamentária 
do exercício de 2011 é de 
(A) R$ 120.500.000 
(B) ...
Variações Ativas Variações Passivas 
RO 109.230 DO 87.320 
MA 20.270 MP 15.180 
AP 60.000 DP 10.000 
TVA 189.500 TVP 112.5...
Variações Ativas Variações Passivas 
RO 109.230 
MA 20.270 
TVAO 129.500
2. O total das Variações Ativas 
Resultantes da Execução Orçamentária 
do exercício de 2004 é de 
(A) R$ 120.500.000 
(B) ...
QUESTÃO 3
3. O total das Variações Ativas 
Independentes da Execução 
Orçamentária do exercício de 2004 monta 
em 
(A) R$ 63.000.000...
Variações Ativas Variações Passivas 
RO 109.230 DO 87.320 
MA 20.270 MP 15.180 
AP 60.000 DP 10.000 
TVA 189.500 TVP 112.5...
Variações Ativas Variações Passivas 
AP 60.000
3. O total das Variações Ativas 
Independentes da Execução 
Orçamentária do exercício de 2004 monta 
em 
(A) R$ 63.000.000...
4. Sobre a transferência financeira 
realizada pela unidade setorial financeira 
para as unidades gestoras do mesmo 
órgão...
4. Sobre a transferência financeira 
realizada pela unidade setorial financeira 
para as unidades gestoras do mesmo 
órgão...
b) provoca alteração da situação 
patrimonial positiva na setorial 
orçamentária e negativa na unidade 
destinatária dos r...
b) provoca alteração da situação 
patrimonial positiva na setorial 
orçamentária e negativa na unidade 
destinatária dos r...
c) não provoca alteração da situação 
patrimonial da concedente, visto que está 
vinculada à movimentação de créditos 
orç...
c) não provoca alteração da situação 
patrimonial da concedente, visto que está 
vinculada à movimentação de créditos 
orç...
d) é considerada como despesa 
orçamentária na transferidora e receita na 
recebedora.
d) é considerada como despesa 
orçamentária na transferidora e receita na 
recebedora. 
ERRADA
5. Sobre a Demonstração das Variações 
Patrimoniais - DVP (art. 104 da Lei nº 
4.320/64) de uma entidade que não 
registra...
Variações Ativas Variações Passivas 
RO DO 
MA MP 
IFAO IFPO 
IFAEO IFPEO 
AP DP 
TOTAL TOTAL 
=
RO + MA + IFAO + IFAEO + AP 
> 
DO + MP + IFPO + IFPEO + DP
5. Sobre a Demonstração das Variações 
Patrimoniais - DVP (art. 104 da Lei nº 
4.320/64) de uma entidade que não 
registra...
RO + MA + IFAO + IFAEO + AP 
> 
DO + MP + IFPO + IFPEO + DP
RO + MA + IFAO + IFAEO + AP 
> 
DO + MP + IFPO + IFPEO + DP
MA + IFAO + IFAEO + AP 
> 
DO + IFPO + IFPEO + DP
MA + IFAO + IFAEO + AP 
> 
DO + IFPO + IFPEO + DP 
a) o superávit somente poderá ter 
ocorrido se as mutações ativas 
orça...
MA + IFAO + IFAEO + AP 
> 
DO + IFPO + IFPEO + DP 
a) o superávit somente poderá ter 
ocorrido se as mutações ativas 
orça...
MA + IFAO + IFAEO + AP 
> 
DO + IFPO + IFPEO + DP 
b) a existência de superávit no exercício 
implica a inexistência de de...
MA + IFAO + IFAEO + AP 
> 
DO + IFPO + IFPEO + DP 
b) a existência de superávit no exercício 
implica a inexistência de de...
MA + IFAO + IFAEO + AP 
> 
DO + IFPO + IFPEO + DP 
c) se as variações ativas extra-orçamentárias 
foram menores do que as ...
MA + IFAO + IFAEO + AP 
> 
DO + IFPO + IFPEO + DP 
c) se as variações ativas extra-orçamentárias 
foram menores do que as ...
MA + IFAO + IFAEO + AP 
> 
DO + IFPO + IFPEO + DP 
d) em razão de a entidade não registrar 
receita orçamentária não ocorr...
MA + IFAO + IFAEO + AP 
> 
DO + IFPO + IFPEO + DP 
d) em razão de a entidade não registrar 
receita orçamentária não ocorr...
e) o superávit apurado corresponde ao 
superávit financeiro do exercício.
e) o superávit apurado corresponde ao 
superávit financeiro do exercício. 
ERRADA
6. Ao longo da existência de uma 
entidade, vários fatos podem acontecer e 
que refletem no patrimônio desta de 
forma pos...
a) A Insubsistência Passiva acontece 
quando algo que deixou de existir 
provocou efeito negativo no patrimônio 
da entida...
a) A Insubsistência Passiva acontece 
quando algo que deixou de existir 
provocou efeito negativo no patrimônio 
da entida...
b) Quando ocorre uma Superveniência 
Passiva, a Situação Líquida diminui.
b) Quando ocorre uma Superveniência 
Passiva, a Situação Líquida diminui. 
CERTA
c) As Superveniências provocam sempre 
umaumento do passivo ou do ativo.
c) As Superveniências provocam sempre 
umaumento do passivo ou do ativo. 
CERTA
d) O desaparecimento de um bem é um 
exemplo de Insubsistência do Passivo.
d) O desaparecimento de um bem é um 
exemplo de Insubsistência do Passivo. 
ERRADA
e) Toda Insubsistência do Passivo é uma 
Insubsistência Ativa.
e) Toda Insubsistência do Passivo é uma 
Insubsistência Ativa. 
CERTA
7. A respeito da contabilidade pública 
brasileira, julgue o itemque se segue. 
As contas de variações ativas e do 
ativo ...
7. A respeito da contabilidade pública 
brasileira, julgue o itemque se segue. 
As contas de variações ativas e do 
ativo?...
8. Durante determinado exercício 
financeiro, um ente público realizou as 
seguintes operações (emreais mil):
Alienação de Bens 1.100 
Arrecadação de Tributos 3.300 
Operação de Crédito Externa 700 
Recebimento de cobrança da dívida...
Com base nas informações, pode-se 
afirmar que o resultado econômico 
correspondeu a um 
a) déficit de 300. 
b) déficit de...
Alienação de Bens 1.100 
Arrecadação de Tributos 3.300 
Operação de Crédito Externa 700 
Recebimento de cobrança da dívida...
FATOS QUE ALTERAM O RP
Alienação de Bens 1.100 
Arrecadação de Tributos 3.300 
Operação de Crédito Externa 700 
Recebimento de cobrança da dívida...
Arrecadação de Tributos 3.300 
Liquidação de Despesas com Pessoal 900 
Inscrição da DívidaAtiva 300 
Incorporação de compu...
FATOS QUE ALTERAM O RP 
POSITIVAMENTE
Arrecadação de Tributos 3.300 
Liquidação de Despesas com Pessoal 900 
Inscrição da DívidaAtiva 300 
Incorporação de compu...
Arrecadação de Tributos 3.300 
Liquidação de Despesas com Pessoal 900 
Inscrição da DívidaAtiva 300 
Incorporação de compu...
FATOS QUE ALTERAM O RP 
NEGATIVAMENTE
Arrecadação de Tributos 3.300 
Liquidação de Despesas com Pessoal 900 
Inscrição da DívidaAtiva 300 
Incorporação de compu...
Arrecadação de Tributos 3.300 
Liquidação de Despesas com Pessoal 900 
Inscrição da DívidaAtiva 300 
Incorporação de compu...
Com base nas informações, pode-se 
afirmar que o resultado econômico 
correspondeu a um 
a) déficit de 300. 
b) déficit de...
013   variações patrimoniais
013   variações patrimoniais
013   variações patrimoniais
013   variações patrimoniais
013   variações patrimoniais
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

013 variações patrimoniais

286 visualizações

Publicada em

contabilidade publica

Publicada em: Ciências
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
286
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

013 variações patrimoniais

  1. 1. ATENÇÃO Desc. Financeira
  2. 2. STN OS OS OS UO UO UO UO UO UO UO UO UO
  3. 3. STN OS OS OS UO UO UO UO UO UO UO UO UO
  4. 4. STN COTA OS OS OS UO UO UO UO UO UO UO UO UO $
  5. 5. STN OS OS UO UO UO UO UO UO
  6. 6. STN OS OS SUB-REPASSE UO UO UO UO UO UO
  7. 7. STN OS OS UO UO UO UO UO UO
  8. 8. STN OS OS UO UO UO UO UO UO REPASSE
  9. 9. DESCENTRALIZAÇÃO FINANCEIRA COTA SUB-REPASSE REPASSE
  10. 10. INTERFERÊNCIA ATIVA ORÇAMENTÁRIA INTERFERÊNCIA PASSIVA ORÇAMENTÁRIA
  11. 11. INTERFERÊNCIA ATIVA EXTRA-ORÇAMENTÁRIA INTERFERÊNCIA PASSIVA EXTRA-ORÇAMENTÁRIA
  12. 12. INTERFERÊNCIA ATIVA ORÇAMENTÁRIA: q Quota recebida q Repasse recebido q Sub-repasse recebido
  13. 13. INTERFERÊNCIA PASSIVA ORÇAMENTÁRIA: q Quota concedida qRepasse concedido qSub-repasse concedido
  14. 14. INTERFERÊNCIA ATIVA EXTRA-ORÇAMENTÁRIA q Recebimento de transferência financeira para pagamento de restos a pagar (OTR – Ordem de Transferência Recebida). q Recebimento de bens e valores transferidos de outros órgãos.
  15. 15. INTERFERÊNCIA PASSIVA EXTRA-ORÇAMENTÁRIA: q Concessão de recursos financeiros para pagamento de restos a pagar (OTC – Ordemde Transferência Concedida). q Concessão de bens e valores transferidos para outros órgãos.
  16. 16. Para um melhor entendimento da finalidade desse demonstrativo, pode-se dizer que ele tem função semelhante à Demonstração do Resultado do Exercício da área empresarial, qual seja a de apurar as alterações verificadas no patrimônio.
  17. 17. A Demonstração do Resultado do Exercício apresenta apenas as variações quantitativas, enquanto que a DVP apresenta as variações quantitativas e qualitativas de forma separada.
  18. 18. É importante ressaltar também que a Demonstração do Resultado do Exercício apura o resultado em termos de lucro ou prejuízo líquido, como um dos principais indicadores de desempenho da empresa.
  19. 19. Já no setor público, o resultado patrimonial não é um indicador de desempenho, mas um medidor do quanto o serviço público ofertado exigiu de alterações quantitativas dos elementos patrimoniais.
  20. 20. DVP Pelo enfoque orçamentário
  21. 21. 4.320/64
  22. 22. Art. 104. A demonstração das variações patrimoniais evidenciará as alterações verificadas no patrimônio, resultantes ou independentes da execução orçamentária, e indicará o resultado patrimonial do exercício.
  23. 23. ESTRUTURA
  24. 24. O atual modelo da DVP aduz o enfoque orçamentário à demonstração, ao separar as variações em decorrentes / independentes da execução orçamentária:
  25. 25. Variações Ativas Variações Passivas RO $ DO $ MA $ MP $ IFAO $ IFPO $ IFAEO $ IFPEO $ AP $ DP $ TVA $ TVP $ RP $ RP $ TOTAL $ TOTAL $
  26. 26. Variações Ativas Variações Passivas RO $ DO $ MA $ MP $ IFAO $ IFPO $ IFAEO $ IFPEO $ AP $ DP $ TVA $ TVP $ RP $ RP $ TOTAL $ TOTAL $
  27. 27. Variações Ativas Variações Passivas RO $ DO $ MA $ MP $ IFAO $ IFPO $ IFAEO $ IFPEO $ AP $ DP $ TVA $ TVP $ RP $ RP $ TOTAL $ TOTAL $
  28. 28. Variações Ativas Variações Passivas RO $ DO $ MA $ MP $ IFAO $ IFPO $ IFAEO $ IFPEO $ AP $ DP $ TVA $ TVP $ RP $ RP $ TOTAL $ TOTAL $
  29. 29. Variações Ativas Variações Passivas RO $ DO $ MA $ MP $ IFAO $ IFPO $ IFAEO $ IFPEO $ AP $ DP $ TVA $ TVP $ RP $ RP $ TOTAL $ TOTAL $
  30. 30. Variações Ativas Variações Passivas RO $ DO $ MA $ MP $ IFAO $ IFPO $ IFAEO $ IFPEO $ AP $ DP $ TVA $ TVP $ RP $ RP $ TOTAL $ TOTAL $
  31. 31. Variações Ativas Variações Passivas RO $ DO $ MA $ MP $ IFAO $ IFPO $ IFAEO $ IFPEO $ AP $ DP $ TVA $ TVP $ RP $ RP $ TOTAL $ TOTAL $
  32. 32. Variações Ativas Variações Passivas RO $ DO $ MA $ MP $ IFAO $ IFPO $ IFAEO $ IFPEO $ AP $ DP $ TVA $ TVP $ RP $ RP $ TOTAL $ TOTAL $
  33. 33. Variações Ativas Variações Passivas RO $ DO $ MA $ MP $ IFAO $ IFPO $ IFAEO $ IFPEO $ AP $ DP $ TVA $ TVP $ Déf. Pat. $ TOTAL $ TOTAL $
  34. 34. Variações Ativas Variações Passivas RO $ DO $ MA $ MP $ IFAO $ IFPO $ IFAEO $ IFPEO $ AP $ DP $ TVA $ TVP $ Sup. Pat. $ TOTAL $ TOTAL $
  35. 35. Variações Ativas Variações Passivas RO $ DO $ MA $ MP $ IFAO $ IFPO $ IFAEO $ IFPEO $ AP $ DP $ TVA $ TVP $ RP $ RP $ TOTAL $ TOTAL $
  36. 36. ANÁLISE DA DVP
  37. 37. Variações Ativas Variações Passivas - = RP
  38. 38. RP
  39. 39. Variações Ativas Variações < Passivas = DEFICITÁRIO
  40. 40. Variações Ativas Variações > Passivas = SUPERAVITÁRIO
  41. 41. Variações Ativas Variações = Passivas = NULO
  42. 42. CÁLCULO DO RESULTADO PATRIMONIAL ORÇAMENTÁRIO
  43. 43. Variações Ativas Variações Passivas RO $ DO $ MA $ MP $ IFAO $ IFPO $ IFAEO $ IFPEO $ AP $ DP $ TVA $ TVP $ RP $ RP $ TOTAL $ TOTAL $
  44. 44. Variações Ativas Variações Passivas RO $ DO $ MA $ MP $ IFAO $ IFPO $
  45. 45. CÁLCULO DO RESULTADO PATRIMONIAL EXTRA-ORÇAMENTÁRIO
  46. 46. Variações Ativas Variações Passivas RO $ DO $ MA $ MP $ IFAO $ IFPO $ IFAEO $ IFPEO $ AP $ DP $ TVA $ TVP $ RP $ RP $ TOTAL $ TOTAL $
  47. 47. Variações Ativas Variações Passivas IFAEO $ IFPEO $ AP $ DP $
  48. 48. Atenção: Para responder às questões de números 1 a 3 considere as informações abaixo. I. Demonstração das Variações Patrimoniais (em R$ mil) em30.11.2011 de uma autarquia:
  49. 49. Atenção: Para responder às questões de números 1 a 3 considere as informações abaixo. I. Demonstração das Variações Patrimoniais (em R$ mil) em30.11.2011 de uma autarquia:
  50. 50. Variações Ativas Variações Passivas RO 100.230 DO 82.320 MA 20.270 MP 15.180 AP 50.000 DP 10.000 TVA 170.500 TVP 107.500 Sup. Pat. 63.00 TOTAL 170.500 TOTAL 170.500
  51. 51. II. Em dezembro de 2011 foram identificados os seguintes eventos (em R$ mil): − Receita orçamentária arrecadada R$ 9.000 − Despesa orçamentária empenhada R$ 5.000 − Inscrição na Dívida Ativa R$ 10.000 − Pagamento de Restos a Pagar R$ 5.000
  52. 52. 1. O resultado patrimonial apurado em 31.12.2011 foi de (A) R$ 59.000.000 (B) R$ 67.000.000 (C) R$ 72.000.000 (D) R$ 73.000.000 (E) R$ 77.000.000
  53. 53. − Receita orçamentária arrecadada R$ 9.000 RESULTADO PATRIMONIAL
  54. 54. − Despesa orçamentária empenhada R$ 5.000 RESULTADO PATRIMONIAL
  55. 55. − Inscrição na Dívida Ativa R$ 10.000 RESULTADO PATRIMONIAL
  56. 56. − Pagamento de Restos a Pagar R$ 5.000
  57. 57. ENTÃO...
  58. 58. − Receita orçamentária arrecadada R$ 9.000 − Despesa orçamentária empenhada R$ 5.000 − Inscrição na Dívida Ativa R$ 10.000
  59. 59. RP = 14.000
  60. 60. RP = 63.000 + 14.000 = 77.000
  61. 61. 1. O resultado patrimonial apurado em 31.12.2011 foi de (A) R$ 59.000.000 (B) R$ 67.000.000 (C) R$ 72.000.000 (D) R$ 73.000.000 (E) R$ 77.000.000
  62. 62. NOVA DVP
  63. 63. Receita orçamentária arrecadada R$ 9.000
  64. 64. Variações Ativas Variações Passivas RO 100.230 DO 82.320 MA 20.270 MP 15.180 AP 50.000 DP 10.000 + Receita orçamentária arrecadada R$ 9.000
  65. 65. Variações Ativas Variações Passivas RO 109.230 DO 82.320 MA 20.270 MP 15.180 AP 50.000 DP 10.000 + Receita orçamentária arrecadada R$ 9.000
  66. 66. Despesa orçamentária R$ 5.000
  67. 67. Variações Ativas Variações Passivas RO 109.230 DO 82.320 MA 20.270 MP 15.180 AP 50.000 DP 10.000 + Despesa orçamentária de R$ 5.000
  68. 68. Variações Ativas Variações Passivas RO 109.230 DO 87.320 MA 20.270 MP 15.180 AP 50.000 DP 10.000 + Despesa orçamentária de R$ 5.000
  69. 69. Inscrição na Dívida Ativa R$ 10.000
  70. 70. Variações Ativas Variações Passivas RO 109.230 DO 87.320 MA 20.270 MP 15.180 AP 50.000 DP 10.000 + Inscrição na Dívida Ativa R$ 10.000
  71. 71. Variações Ativas Variações Passivas RO 109.230 DO 87.320 MA 20.270 MP 15.180 AP 60.000 DP 10.000
  72. 72. TVA
  73. 73. Variações Ativas Variações Passivas RO 109.230 DO 87.320 MA 20.270 MP 15.180 AP 60.000 DP 10.000 TVA 189.500
  74. 74. TVP
  75. 75. Variações Ativas Variações Passivas RO 109.230 DO 87.320 MA 20.270 MP 15.180 AP 60.000 DP 10.000 TVA 189.500 TVP 112.500
  76. 76. RESULTADO PATRIMONIAL
  77. 77. Variações Ativas Variações Passivas RO 109.230 DO 87.320 MA 20.270 MP 15.180 AP 60.000 DP 10.000 TVA 189.500 TVP 112.500 SUP. 77.000 189.500 – 112.500
  78. 78. TOTAL DAS VARIAÇÕES
  79. 79. Variações Ativas Variações Passivas RO 109.230 DO 87.320 MA 20.270 MP 15.180 AP 60.000 DP 10.000 TVA 189.500 TVP 112.500 SUP. 77.000 TOTAL 189.500 TOTAL 189.500
  80. 80. QUESTÃO 2
  81. 81. 2. O total das Variações Ativas Resultantes da Execução Orçamentária do exercício de 2011 é de (A) R$ 120.500.000 (B) R$ 127.500.000 (C) R$ 129.500.000 (D) R$ 170.500.000 (E) R$ 189.500.000
  82. 82. Variações Ativas Variações Passivas RO 109.230 DO 87.320 MA 20.270 MP 15.180 AP 60.000 DP 10.000 TVA 189.500 TVP 112.500 SUP. 77.000 TOTAL 189.500 TOTAL 189.000
  83. 83. Variações Ativas Variações Passivas RO 109.230 MA 20.270 TVAO 129.500
  84. 84. 2. O total das Variações Ativas Resultantes da Execução Orçamentária do exercício de 2004 é de (A) R$ 120.500.000 (B) R$ 127.500.000 (C) R$ 129.500.000 (D) R$ 170.500.000 (E) R$ 189.500.000
  85. 85. QUESTÃO 3
  86. 86. 3. O total das Variações Ativas Independentes da Execução Orçamentária do exercício de 2004 monta em (A) R$ 63.000.000 (B) R$ 60.000.000 (C) R$ 50.000.000 (D) R$ 20.000.000 (E) R$ 10.000.000
  87. 87. Variações Ativas Variações Passivas RO 109.230 DO 87.320 MA 20.270 MP 15.180 AP 60.000 DP 10.000 TVA 189.500 TVP 112.500 SUP. 77.000 TOTAL 189.500 TOTAL 189.000
  88. 88. Variações Ativas Variações Passivas AP 60.000
  89. 89. 3. O total das Variações Ativas Independentes da Execução Orçamentária do exercício de 2004 monta em (A) R$ 63.000.000 (B) R$ 60.000.000 (C) R$ 50.000.000 (D) R$ 20.000.000 (E) R$ 10.000.000
  90. 90. 4. Sobre a transferência financeira realizada pela unidade setorial financeira para as unidades gestoras do mesmo órgão é correto afirmar que, a) provoca alteração da situação patrimonial negativa na setorial orçamentária e positiva na unidade destinatária dos recursos.
  91. 91. 4. Sobre a transferência financeira realizada pela unidade setorial financeira para as unidades gestoras do mesmo órgão é correto afirmar que, a) provoca alteração da situação patrimonial negativa na setorial orçamentária e positiva na unidade destinatária dos recursos. CERTA
  92. 92. b) provoca alteração da situação patrimonial positiva na setorial orçamentária e negativa na unidade destinatária dos recursos.
  93. 93. b) provoca alteração da situação patrimonial positiva na setorial orçamentária e negativa na unidade destinatária dos recursos. ERRADA
  94. 94. c) não provoca alteração da situação patrimonial da concedente, visto que está vinculada à movimentação de créditos orçamentários.
  95. 95. c) não provoca alteração da situação patrimonial da concedente, visto que está vinculada à movimentação de créditos orçamentários. ERRADA
  96. 96. d) é considerada como despesa orçamentária na transferidora e receita na recebedora.
  97. 97. d) é considerada como despesa orçamentária na transferidora e receita na recebedora. ERRADA
  98. 98. 5. Sobre a Demonstração das Variações Patrimoniais - DVP (art. 104 da Lei nº 4.320/64) de uma entidade que não registra receita orçamentária e apresenta superávit no exercício, é correto afirmar que: a) o superávit somente poderá ter ocorrido se as mutações ativas orçamentárias tiverem sido no mesmo montante das variações passivas totais.
  99. 99. Variações Ativas Variações Passivas RO DO MA MP IFAO IFPO IFAEO IFPEO AP DP TOTAL TOTAL =
  100. 100. RO + MA + IFAO + IFAEO + AP > DO + MP + IFPO + IFPEO + DP
  101. 101. 5. Sobre a Demonstração das Variações Patrimoniais - DVP (art. 104 da Lei nº 4.320/64) de uma entidade que não registra receita orçamentária e apresenta superávit no exercício, é correto afirmar que: a) o superávit somente poderá ter ocorrido se as mutações ativas orçamentárias tiverem sido no mesmo montante das variações passivas totais.
  102. 102. RO + MA + IFAO + IFAEO + AP > DO + MP + IFPO + IFPEO + DP
  103. 103. RO + MA + IFAO + IFAEO + AP > DO + MP + IFPO + IFPEO + DP
  104. 104. MA + IFAO + IFAEO + AP > DO + IFPO + IFPEO + DP
  105. 105. MA + IFAO + IFAEO + AP > DO + IFPO + IFPEO + DP a) o superávit somente poderá ter ocorrido se as mutações ativas orçamentárias tiverem sido no mesmo montante das variações passivas totais.
  106. 106. MA + IFAO + IFAEO + AP > DO + IFPO + IFPEO + DP a) o superávit somente poderá ter ocorrido se as mutações ativas orçamentárias tiverem sido no mesmo montante das variações passivas totais. ERRADA
  107. 107. MA + IFAO + IFAEO + AP > DO + IFPO + IFPEO + DP b) a existência de superávit no exercício implica a inexistência de despesa orçamentária, uma vez que não ocorreu receita orçamentária.
  108. 108. MA + IFAO + IFAEO + AP > DO + IFPO + IFPEO + DP b) a existência de superávit no exercício implica a inexistência de despesa orçamentária, uma vez que não ocorreu receita orçamentária. ERRADA
  109. 109. MA + IFAO + IFAEO + AP > DO + IFPO + IFPEO + DP c) se as variações ativas extra-orçamentárias foram menores do que as variações passivas totais, obrigatoriamente ocorreram interferências e/ou mutações ativas orçamentárias.
  110. 110. MA + IFAO + IFAEO + AP > DO + IFPO + IFPEO + DP c) se as variações ativas extra-orçamentárias foram menores do que as variações passivas totais, obrigatoriamente ocorreram interferências e/ou mutações ativas orçamentárias. CERTA
  111. 111. MA + IFAO + IFAEO + AP > DO + IFPO + IFPEO + DP d) em razão de a entidade não registrar receita orçamentária não ocorreram mutações ativas orçamentárias.
  112. 112. MA + IFAO + IFAEO + AP > DO + IFPO + IFPEO + DP d) em razão de a entidade não registrar receita orçamentária não ocorreram mutações ativas orçamentárias. ERRADA
  113. 113. e) o superávit apurado corresponde ao superávit financeiro do exercício.
  114. 114. e) o superávit apurado corresponde ao superávit financeiro do exercício. ERRADA
  115. 115. 6. Ao longo da existência de uma entidade, vários fatos podem acontecer e que refletem no patrimônio desta de forma positiva ou negativa. Em relação aos fatos contábeis e suas respectivas variações no patrimônio, julgue os itens que se seguem e marque a opção INCORRETA.
  116. 116. a) A Insubsistência Passiva acontece quando algo que deixou de existir provocou efeito negativo no patrimônio da entidade.
  117. 117. a) A Insubsistência Passiva acontece quando algo que deixou de existir provocou efeito negativo no patrimônio da entidade. CERTA
  118. 118. b) Quando ocorre uma Superveniência Passiva, a Situação Líquida diminui.
  119. 119. b) Quando ocorre uma Superveniência Passiva, a Situação Líquida diminui. CERTA
  120. 120. c) As Superveniências provocam sempre umaumento do passivo ou do ativo.
  121. 121. c) As Superveniências provocam sempre umaumento do passivo ou do ativo. CERTA
  122. 122. d) O desaparecimento de um bem é um exemplo de Insubsistência do Passivo.
  123. 123. d) O desaparecimento de um bem é um exemplo de Insubsistência do Passivo. ERRADA
  124. 124. e) Toda Insubsistência do Passivo é uma Insubsistência Ativa.
  125. 125. e) Toda Insubsistência do Passivo é uma Insubsistência Ativa. CERTA
  126. 126. 7. A respeito da contabilidade pública brasileira, julgue o itemque se segue. As contas de variações ativas e do ativo são creditadas pelo aumento e debitadas pela diminuição de saldo.
  127. 127. 7. A respeito da contabilidade pública brasileira, julgue o itemque se segue. As contas de variações ativas e do ativo??? SÃO CREDITADAS pelo aumento e debitadas pela diminuição de saldo. F
  128. 128. 8. Durante determinado exercício financeiro, um ente público realizou as seguintes operações (emreais mil):
  129. 129. Alienação de Bens 1.100 Arrecadação de Tributos 3.300 Operação de Crédito Externa 700 Recebimento de cobrança da dívida ativa 1.500 Liquidação de Despesas com Pessoal 900 Aquisição de bens imóveis 500 Despesa comAmortização de Dívidas 600 Inscrição da DívidaAtiva 300 Empréstimos concedidos 400 Recebimento de depósito de terceiros 8.000 Incorporação de computadores doados 9.000 Baixa de bens móveis por ocorrência de 2.000 incêndio Inscrição em restos a pagar Processados (Pessoal) 600 Inscrição em restos a pagar Não-Processados (Despesas Serviços) 1.400 Pagamento de restos a pagar inscrito no exercício anterior 1.500
  130. 130. Com base nas informações, pode-se afirmar que o resultado econômico correspondeu a um a) déficit de 300. b) déficit de 8.300. c) superávit de 300. d) superávit de 8.300. e) superávit de 7.700.
  131. 131. Alienação de Bens 1.100 Arrecadação de Tributos 3.300 Operação de Crédito Externa 700 Recebimento de cobrança da dívida ativa 1.500 Liquidação de Despesas com Pessoal 900 Aquisição de bens imóveis 500 Despesa comAmortização de Dívidas 600 Inscrição da DívidaAtiva 300 Empréstimos concedidos 400 Recebimento de depósito de terceiros 8.000 Incorporação de computadores doados 9.000 Baixa de bens móveis por ocorrência de 2.000 incêndio Inscrição em restos a pagar Processados (Pessoal) 600 Inscrição em restos a pagar Não-Processados (Despesas Serviços) 1.400 Pagamento de restos a pagar inscrito no exercício anterior 1.500
  132. 132. FATOS QUE ALTERAM O RP
  133. 133. Alienação de Bens 1.100 Arrecadação de Tributos 3.300 Operação de Crédito Externa 700 Recebimento de cobrança da dívida ativa 1.500 Liquidação de Despesas com Pessoal 900 Aquisição de bens imóveis 500 Despesa comAmortização de Dívidas 600 Inscrição da DívidaAtiva 300 Empréstimos concedidos 400 Recebimento de depósito de terceiros 8.000 Incorporação de computadores doados 9.000 Baixa de bens móveis por ocorrência de 2.000 incêndio Inscrição em restos a pagar Processados (Pessoal) 600 Inscrição em restos a pagar Não-Processados (Despesas Serviços) 1.400 Pagamento de restos a pagar inscrito no exercício anterior 1.500
  134. 134. Arrecadação de Tributos 3.300 Liquidação de Despesas com Pessoal 900 Inscrição da DívidaAtiva 300 Incorporação de computadores doados 9.000 Baixa de bens móveis por ocorrência de 2.000 incêndio Inscrição em restos a pagar Não-Processados (Despesas Serviços) 1.400
  135. 135. FATOS QUE ALTERAM O RP POSITIVAMENTE
  136. 136. Arrecadação de Tributos 3.300 Liquidação de Despesas com Pessoal 900 Inscrição da DívidaAtiva 300 Incorporação de computadores doados 9.000 Baixa de bens móveis por ocorrência de 2.000 incêndio Inscrição em restos a pagar Não-Processados (Despesas Serviços) 1.400 + + +
  137. 137. Arrecadação de Tributos 3.300 Liquidação de Despesas com Pessoal 900 Inscrição da DívidaAtiva 300 Incorporação de computadores doados 9.000 Baixa de bens móveis por ocorrência de 2.000 incêndio Inscrição em restos a pagar Não-Processados (Despesas Serviços) 1.400 + + + TOTAL DAS VA = 12.600
  138. 138. FATOS QUE ALTERAM O RP NEGATIVAMENTE
  139. 139. Arrecadação de Tributos 3.300 Liquidação de Despesas com Pessoal 900 Inscrição da DívidaAtiva 300 Incorporação de computadores doados 9.000 Baixa de bens móveis por ocorrência de 2.000 incêndio Inscrição em restos a pagar Não-Processados (Despesas Serviços) 1.400 - - -
  140. 140. Arrecadação de Tributos 3.300 Liquidação de Despesas com Pessoal 900 Inscrição da DívidaAtiva 300 Incorporação de computadores doados 9.000 Baixa de bens móveis por ocorrência de 2.000 incêndio Inscrição em restos a pagar Não-Processados (Despesas Serviços) 1.400 - - - TOTAL DAS VP = 4.300
  141. 141. Com base nas informações, pode-se afirmar que o resultado econômico correspondeu a um a) déficit de 300. b) déficit de 8.300. c) superávit de 300. d) superávit de 8.300. e) superávit de 7.700. TOTAL DAS VA = 12.600 TOTAL DAS VP = 4.300

×