Rapid Prototyping

699 visualizações

Publicada em

Case study sobre duas abordagens diferentes de apresentação de resultados de um estudo de usabilidade a um menu de navegação: com wireframes vs. com protótipos HTML

Publicada em: Tecnologia
1 comentário
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
699
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
19
Comentários
1
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Rapid Prototyping

  1. 1. Rapid Ivo Gomes Prototyping
  2. 2. 1 imagem vale por 1000 palavras
  3. 3. 1 imagem já não vale por 1000 palavras
  4. 4. Case Study • O mesmo cliente • Situações semelhantes • Metodologias iguais • Apresentação de resultados diferente
  5. 5. Case Study • É preciso criar um menu com base numa lista de itens • É preciso remodelar o menu de modo a podermos adicionar a nova componente de negócio da empresa • Lista de itens para o menu mais extensa do que a anterior 2012 2013 PROBLEMA
  6. 6. Case Study • Card Sorting com grupo de utilizadores • Testes de usabilidade com várias versões possíveis de menu • Card Sorting com grupo de utilizadores • Testes de usabilidade com várias versões possíveis de menu 2012 2013 METODOLOGIA
  7. 7. Card Sorting desfocado de propósito :)
  8. 8. Card Sorting desfocado de propósito :)
  9. 9. Case Study • Wireframes (incluiam todos os menus e sub- menus abertos e fechados) • Versão em Excel da arquitetura de informação • Página HTMLcom menus e sub-menus a abrir e fechar • Versão em Excel da arquitetura de informação 2012 2013 APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS
  10. 10. Principais Diferenças...
  11. 11. Com Wireframes • Ainteracção com os intervenientes não foi tão ágil, pois são pessoas que precisam de ver as coisas a acontecer e a mexer para poderem tomar decisões. • Processo iterativo mais lento, pois era necessário actualizar os wireframes entre reuniões.
  12. 12. Com Protótipo HTML • Ainteracção foi bastante mais ágil. • As alterações podem ser feitas durante as reuniões em tempo real. • Todos os participantes têm acesso a um URLpara poderem experimentar e partilhar mais facilmente com outros intervenientes e tomadores de decisão. • Processo com muito mais iterações e feedback bastante positivo por parte dos intervenientes
  13. 13. Porquê preferir HTML? • Amaioria do software de criação de wireframes já permite ter elementos clicáveis e interativos. • Mas implica conhecer e saber usar o software e as alerações nunca são imediatas para um cliente menos tech- savvy • HTMLpode ser visto e interagido por vários intervenientes, num browser
  14. 14. Vantagens a longo prazo • Alterações à estrutura podem ser feitas em vários momentos do projecto. • O URLdo protótipo é sempre o mesmo, acessível em qualquer browser e em qualquer altura por qualquer pessoa.
  15. 15. Desvantagens • É preciso saber (algum) HTML
  16. 16. Frameworks • Usar frameworks de HTMLagiliza bastante este processo • Amaior parte dos elementos já estão pré-concebidos (ex: menus com sub-menus)
  17. 17. E vocês? • Experiências parecidas? • Reultados semelhantes ou totalmente diferentes? • Outras alternativas?
  18. 18. Obrigado IvoGomes ivo.gomes@co.sapo.pt

×