4 sistema auditivo

1.745 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.745
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
61
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

4 sistema auditivo

  1. 1. UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE SAÚDE E TECNOLGIA RURAL UNIDADE ACADÊMICA DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Sistema auditivo Equipe: Adalberto Ailton Ivete Roberlanio Valéria
  2. 2. INTRODUÇÃO: Parte das informações que o homem recebe é transmitida por ondas sonoras que são originadas de diversas fontes. A audição envolve: •Um sistema mecânico; •Sensores; •Córtex auditivo.
  3. 3. Som: propagação de energia mecânica em meio material, sob forma de movimento ondulatório, com pulso longitudinal. Fonte: diogo-figueiredo-cfq-8d.blogspot.com
  4. 4. Função do sistema auditivo •Captação das ondas sonora e o seu reconhecimento; •Auxiliar no equilíbrio do corpo; •Importante meio de comunicação; •Converter uma fraca onda mecânica no ar em estímulos nervosos.
  5. 5. Conhecendo o sistema auditivo O sistema auditivo é dividido em três partes: 1. Ouvido externo ( orelha + canal auditivo); 2. Ouvido médio ( martelo, bigorna e estribo); 3. Ouvido interno ( cóclea com fluido).
  6. 6. Sistema auditivo Fonte:http://www.ibb.unesp.br/Home/Departamentos/ Fisiologia/Neuro/07.sentido_audicao_equilibrio.pdf
  7. 7. ANATOMIA E FUNÇÃO DO OUVIDO EXTERNO •Coletar e encaminhar as ondas sonoras até a orelha média; •Amplificar o som; •Proteger as orelhas média e interna; •Proteção da membrana do tímpano; •Manter um certo equilíbrio de temperatura e umidade necessários à preservação da elasticidade da membrana. Fonte: http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/meio- ambiente-poluicao-sonora/poluicao-sonora-13.php
  8. 8. ANATOMIA E FUNÇÃO DA ORELHA MÉDIA •Equalizar as pressões externa e interna; •A comunicação com a orelha interna é feita por duas aberturas (janela oval e janela redonda); •Presença de três ossículos: martelo, bigorna e estribo. Fonte:http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/ meio-ambiente poluicao-sonora/poluicao-sonora-13.php
  9. 9. ANATOMIA E FUNÇÃO DA ORELHA INTERNA •É uma cavidade fechada, onde circula um líquido envolvendo as estruturas denominadas perilinfa, cóclea e os canais semicirculares ; •Na cóclea e canais semicirculares existe um outro líquido denominado endolinfa; •Formação do labirinto; •Relacionado ao sentido da audição e do equilíbrio. Fonte: http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/ meio-ambiente-poluicao-sonora/poluicao-sonora-13.php
  10. 10. Relação entre estrutura e função Ouvido externo: captação e condução do som •O canal auditivo leva o som captado ao tímpano. Ouvido médio: transformação da energia sonora em deslocamento mecânico. • O som vai do tímpano ao martelo, daí para a bigorna e da bigorna ao estribo, formando uma ponte entre o tímpano e o ouvido interno havendo amplificação do som. Ouvido interno: transformação do movimento mecânico em hidráulico e o hidráulico em pulso elétrico. •A medida que o som passa pela janela oval, o fluido vai transmitindo o som, colocando em movimento cerca de 24.000 minúsculas fibras distribuídas pelo caracol. estas fibras, ao ressoar, transformam as vibrações mecânicas do som em sinais elétricos que caminham pelo nervo auditivo até o cérebro.
  11. 11. Noções de física do som e acústica de interesse biológico •Acústica: parte da Física que estuda o som. •Altura: é a qualidade que permite distinguir sons graves (baixas freqüências) dos sons agudos (altas freqüências). O ouvido humano pode perceber freqüências que variam de 20 Hz a 20.000 Hz. Infrassom Som audível Ultrassom 0 20 20.000 t (Hz)
  12. 12. Fonte: beatriz-rodrigues-cfq-8d.blogspot.com •Sons agudos •Sons graves
  13. 13. Noções de física do som e acústica de interesse biológico Intensidade: é a qualidade que permite distinguir sons fortes dos sons fracos. Essa intensidade é medida em bel(B), no Sistema Internacional, porém a mais usada é o decibel (dB). 1 B = 10 dB
  14. 14. Noções de física do som e acústica de interesse biológico Timbre: qualidade que permite diferenciar dois sons de mesma altura e mesma intensidade, emitidos por fontes sonoras distintas. Persistência acústica: é o menor intervalo de tempo para que dois sons não se separem no cérebro. A persistência acústica da orelha humana é de 0,1 s.
  15. 15. Problemas relacionados a grande intensidade sonora Sons acima de 80 dB já constituem poluição sonora. SOM NÍVEL SONORO Silêncio absoluto 0 dB Interior de uma igreja 10 dB Conservação em voz baixa 20 dB Bairro residencial à noite 40 dB Automóvel bem regulado 50 dB Conversação em voz normal 60 dB Trânsito de uma avenida 80 dB Interior de fábrica têxtil 90 dB Britadeira 100 dB Conjunto de rock 110 dB Trovão próximo 120 dB Decolagem de avião 130 dB
  16. 16. Defeitos da audição Surdez de condução Surdez nervosa  Obstrução no canal auditivo externo;  Esse tipo de surdez dificilmente é total.  Lesões no tímpano ou nos ossículos;  Pode ser parcialmente corrigida com aparelhos.  É mais grave;  Algumas são irreversíveis;  Uso de antibiótico como estreptomicina.  lesões na cóclea ou no nervo ótico.
  17. 17. Teste do diapasão O teste de diapasão é um auxiliar simples, mas eficaz para diferenciar os dois tipos de surdez citados anteriormente. Duas situações podem acontecer: •o paciente recomeça a ouvir o som; •o paciente não ouve nada. Fonte: http://www.3bscientific.com.br
  18. 18. OBRIGADA!!!

×