Diretor: João Filipe
Jornal de distribuição gratuita
Nº 320
De 07 a 13 de                                                 ...
2|               DOMINGO
                 07 • FEVEREIRO • 2010                                                           ...
entrevista                                                                                                                ...
4|              DOMINGO
                07 • FEVEREIRO • 2010                                                             ...
sete dias                                                                                                                 ...
6|            DOMINGO
              07 • FEVEREIRO • 2010                                                                 ...
tema capa                                                                                                                 ...
8|            DOMINGO
              07 • FEVEREIRO • 2010                                   portugal
                     ...
Folha
                                                     CENTRO DE AJUDA
                                               ...
2i |           DOMINGO
               07 • FEVEREIRO • 2010    superação




                                       Lutar ...
reflexão                                                                   DOMINGO
                                       ...
4i |         DOMINGO
             07 • FEVEREIRO • 2010                      templo maior
             Histórias
         ...
Folhaportugal320
Folhaportugal320
Folhaportugal320
Folhaportugal320
Folhaportugal320
Folhaportugal320
Folhaportugal320
Folhaportugal320
Folhaportugal320
Folhaportugal320
Folhaportugal320
Folhaportugal320
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Folhaportugal320

835 visualizações

Publicada em

Publicada em: Saúde e medicina, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
835
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
25
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
19
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Folhaportugal320

  1. 1. Diretor: João Filipe Jornal de distribuição gratuita Nº 320 De 07 a 13 de SEMPRE Fevereiro de 2010 AO SEU EDIÇÃO NACIONAL LADO 50.000 E X E M P L A R E S folhadeportugal.pt SHOPPINGS SOCIEDADE ROGER DOAR A MAIS Um mercado cada vez mais saturado num Mundo VIGIADA A evolução tecnológica trouxe inegáveis benefícios FEDERER Aos 28 anos de idade, o tenista soma ÓRGÃOS 3 mil pessoas esperam um rim e milhares de doentes marcado pela crise e intrusões na privacidade recordes atrás de recordes aguardam outros órgãos Medos PORTUGAL EM XEQUE...PÁG. 08 SOCIEDADE...PÁG. 09 DESPORTO...PÁG. 13 ASSUNTO POLÉMICO...PÁGS. 10/11 FOTO: D.R. que escravizam PRATICAMENTE TODAS AS PESSOAS TÊM UM OU DOIS MEDOS IRRACIONAIS. ALGUNS TÊM MEDO DE RATOS, OUTROS DE ARANHAS, OUTROS AINDA PAVOR A ALTURAS. PARA A MAIORIA DAS PESSOAS, ESTES MEDOS FOTO: D.R. SÃO MENORES. MAS, QUANDO SÃO TÃO FORTES QUANTO IRRACIONAIS, TORNAM-SE INCONTROLÁVEIS, PROVOCAM ANSIEDADE E INTERFEREM COM O DIA-A-DIA... SÃO CHAMADOS DE FOBIAS T C ... . 06/07 EMA APA PÁGS FOTO: EPA/JUSTIN LANE Milhões de desempregados Um pouco por todo o Mundo tem crescido, a um ritmo alarmante, o total de pessoas desempregadas, devido às devastadoras consequências da grave crise financeira que APESAR DE EXISTIREM PREVISÕES DE MELHORIA DA ECONOMIA PARA O se tem feito sentir FINAL DESTE ANO E, SOBRETUDO, PARA 2011, O FUTURO DE 212 MILHÕES DE PESSOAS CONTINUA A SER UMA VERDADEIRA INCÓGNITA REPORTAGEM ESPECIAL...PÁG. 12 PUB
  2. 2. 2| DOMINGO 07 • FEVEREIRO • 2010 opinião EDITORIAL JOÃO FILIPE Diretor Foto da Semana COMÉRCIO TRADICIONAL, COMEÇOU A QUE FUTURO? VACINAÇÃO NO HAITI A Organização Mundial da Saúde (OMS) irá vacinar 250 mil crianças, que se O nosso País conta com um número muito elevado de grandes superfícies, vulgo shoppings, existindo um em quase todas as cidades ou capitais de distrito. A maior encontram em abrigos temporários, contra o sarampo, a rubéola, a difteria e o tétano. A imunização das crianças com menos de 7 anos será feita em parceria com o concentração destes centros de comércio situa-se nas áreas ministério da Saúde haitiano, de acordo com informações das Nações Unidas. metropolitanas de Lisboa e do Porto, existindo em todos eles Outras 200 mil pessoas, que estão feridas, um grande movimento de pessoas, comercializando-se aí as também serão vacinadas contra o tétano. grandes marcas de roupa, calçado, joalharia e um sem número de bens e serviços. Portanto, este conceito (shopping) tem a finalidade de concentrar num só espaço várias opções, a fim de facilitar a vida das pessoas, já que o ritmo de vida é cada vez mais frenético. É uma “moda” cada vez mais em voga não só no nosso País, pois estas grandes superfícies comerciais estão a ganhar vida em vários países de todo o Mundo. Constroem- -se centros comerciais cada vez maiores, com o Apesar de existirem objetivo de que cada um muitas vantagens seja o maior do país, da relativamente Europa ou até mesmo do às grandes Mundo. Cabe, então, aqui superfícies, o abrir um parêntese, pois pequeno comércio quase tudo, nos dias que está a desaparecer correm, parece ser feito com o objetivo de vir a constar no Livro dos Recordes. Enfim, tenta-se superar os limites mais insólitos, podendo-se mesmo considerar que a vida é cada vez mais como a fast food. Mas, como em tudo na vida, existe sempre o reverso da medalha, FOTO: EPA/ULISSES RODRIGUEZ ou seja, apesar de existirem muitas vantagens relativamente às grandes superfícies, o pequeno comércio está a desaparecer. As baixas das grandes cidades sempre foram, e ainda o são, grandes “pólos” de comércio, mas, a cada ano que passa, a ideia que fica é a de que estas zonas de comércio estão a perder importância, o que acarreta muitos problemas sociais, causando desemprego e falências. Afinal, o mais importante é que exista equilíbrio, pois não podemos ser mais “papistas do que o papa”, ou seja, existe mercado para todos os tipos de comércio, tal como existem autorizações para a construção das grandes superfícies. Por isso, acho que se deve criar também incentivos para revitalizar as baixas das cidades, para que, assim, cada pessoa possa ter mais e melhores opções, não se sentindo “empurrada” para um lado ou para o outro. Tenha uma boa leitura! Leia a opinião do Bispo EDIR MACEDO na página 3i, do caderno Folha Centro de Ajuda ACORDO ORTOGRÁFICO: Informamos os nossos leitores de que já começámos a aplicar algumas das alterações do Novo Acordo Ortográfico. Folha de Portugal: Edifício Entreposto, Praça José Queirós, piso 5, 1800-237 Lisboa Tel: 210 300 978/80 Fax: 210 300 999 Diretor: João Filipe direccao@folhadeportugal.pt Editor: IURD Redação: Carla Vaz, Nilza Vaz, Isabel Barbosa Paginação: Carlos Paredes, Eliane Rosa FOLHA DE PORTUGAL Título registado no ERC com o nº 125046 Propriedade: IURD Correio do Leitor: Sede administrativa: Praceta Professor Francisco Gentil, nº3 - Póvoa de Santo Adrião - Lisboa NIPC: 592001679 online@folhadeportugal.pt Publicidade: Periodicidade: Semanal Impressão: Rafik Comunicação e Imagem Unipessoal, Lda. - Sítio da Bemposta, nº 1, 1A, 1B. publicidade@folhadeportugal.pt Longo da Vila - Mafra Tiragem: 50 000 exemplares Distribuição: Gratuita Circulação: Portugal Continental e Ilhas A FOLHA DE PORTUGAL NÃO SE RESPONSABILIZA NEM PELAS INFORMAÇÕES CONTIDAS NAS CARTAS DOS LEITORES, POIS ELAS NÃO EMITEM NECESSARIAMENTE A OPINIÃO DO JORNAL, NEM PELA AUTENTICIDADE DOS ANÚNCIOS PUBLICADOS
  3. 3. entrevista DOMINGO 07 • FEVEREIRO • 2010 |3 10 PERGUNTAS a JOANA LEMOS “A FAMÍLIA É O NOSSO ALICERCE” A EMPRESÁRIA FOI A PRIMEIRA PORTUGUESA A TERMINAR E A VENCER O "RALLY PARIS-DAKAR". CONSIDERA-SE UMA PESSOA ADVERSA AO NEGATIVISMO E ALÉRGICA À VITIMIZAÇÃO NUNO ESTÊVÃO para o desempenho (Cedida por revista Plenitude) dessas funções? Determinação, empenho, N asceu em Lisboa, a 24 dedicação e sentido de organização de Abril de 1972. Está são qualidades importantes, não ligada aos desportos só para o desempenho destas, como motorizados desde criança. para a maioria das funções. Prim eiro nas mini - motos , seguindo-se o motociclismo e, 7 – É uma mulher posteriormente, o automobilismo. dinâmica e multifacetada. Depois de participar nos primeiros O que gostaria de fazer a passeios de Todo-o-terreno, em nível profissional? 1990 passou para a competição, Tenho, de facto, um percurso primeiro em motos e depois nos multifacetado. Para além do automóveis. Em 2006 deu mais um desporto motorizado, fiz televisão, importante passo na sua carreira, trabalhei em três rádios... Tive desta feita como organizadora da o privilégio de seguir os meus grande partida de Lisboa do Rally sonhos e de ter experiências muito Dakar, juntamente com João Lagos. enriquecedoras, que me enchem de Entre os seus melhores resultados, orgulho. Os meus 34 anos foram um destaca-se a vitória na "Taça das marco de viragem e estou prestes FOTO: FERNANDO MARTINS Senhoras" nas seguintes provas: a iniciar um voo pelas minhas Paris/Dakar de 1997, no Rally de próprias asas. Não sou pessoa de Portugal de 1999 e na Rampa de me acomodar, antes pelo contrário. TT de Val D’Isère, etc. Sou uma mulher de desafios. 8 – E que voo é esse? Está ligado aos grandes eventos 1 – Como surgiram os desportos final é melhor. O Dakar era um desafio na casa em que cresci, éramos uma família desportivos. Herdei e continuo a trabalhar sob o motorizados na sua vida? a que me queria lançar. muito coesa, com os meus pais e os meus lema de projetar a imagem de Portugal no Mundo, De uma forma muito natural. Eu e os meus irmãos. Foi muito marcante para mim ter tido e isso dá-me enorme motivação e orgulho. E, três irmãos – um mais velho e dois mais novos 3 – Entre 1999 e 2003 interrompeu esse privilégio. O facto de sermos quatro irmãos através de eventos de projeção internacional, quero – sempre tivemos motas desde pequenos. O a sua carreira por causa dos filhos... também ajudou a fortalecer essa união. Quero dar o meu contributo para que o reconhecimento meu pai gostava de motas e de carros. Como [Risos] Sim, mas também por mim. Sempre que os meus filhos tenham o prazer que eu tive de Portugal além-fronteiras seja cada vez maior. ele estava ligado ao meio, foi algo muito natural. quis ser mãe jovem – fui aos 25 anos – para e que possam usufruir das mesmas coisas boas. Nem sei precisar quando é que começou esta poder “viver bem” os meus filhos. Nunca me A família é o nosso alicerce para o resto da vida. 9 – Aparenta ser uma mulher cheia minha paixão pelas duas rodas. Daí às corridas Eu sou muito dependente dos de força. Onde vai buscar esse seu foi um passo. SOU MUITO MAIS meus filhos e gostava que eles otimismo? fossem menos de mim. Não sei, já nasci assim. Tenho muitas amigas 2 – Foi a primeira portuguesa PERFECIONISTA DO QUE ERA E que me fazem a mesma pergunta [risos]. Acho a concluir o Dakar e a vencer a PARA VOLTAR A CORRER TERIA DE 5 – Pondera voltar a que tenho o dom, sobretudo nas adversidades, competição feminina. Realizou um correr? de ter esta tal força. Nasci com esta força, com sonho? SER PARA FAZER, NO MÍNIMO, Dou muito valor às coisas este otimismo. Sou completamente adversa ao Desde miúda que o Dakar sempre foi um IGUAL AO QUE JÁ FIZ que são difíceis de conquistar. negativismo, sou alérgica à vitimização. Acho objetivo muito meu, um desafio pessoal, não Após a minha retirada, já sempre que a atitude tem de ser a contrária. o via como uma corrida. Por mais que me perdoaria se tivesse trocado esses momentos, que aconteceu dar sinais de que talvez quisesse voltar quisesse profissionalizar no sentido de responder são únicos, por qualquer corrida. Nos primeiros e tive a sorte de haver logo duas ou três equipas 10 – É uma pessoa de fé? àquilo que eram as exigências e expectativas dos anos das suas vidas, estive sempre presente e não interessadas. Hoje, sou muito mais perfecionista Sim, tenho muita fé. Acho que nos momentos patrocinadores, essas vontades tinham de estar os perderia por nada. do que era e para voltar a correr teria de ser para em que somos invadidos por mais dúvidas, se não de acordo com a minha. Tinha de sentir que fazer, no mínimo, igual ao que já fiz. tivermos fé, o caminho é bastante mais doloroso. queria fazer muito uma determinada corrida. 4 – Qual a importância da família Como vivo com uma intensidade fora do normal, Se fosse para cumprir calendário as coisas para o seu sucesso profissional? 6 – Foi administradora da Lagos às vezes questiono muito alguns dos “porquês” da não me corriam bem. Tudo o que é feito com A minha família, a sua estabilidade, é Sport e diretora-geral da Lagos vida. A fé ajuda-me a ultrapassar esses momentos paixão acaba por ser mais fácil e o resultado determinante para o meu bem-estar. Já antes, Team. Quais as qualidades exigidas de maiores dúvidas.
  4. 4. 4| DOMINGO 07 • FEVEREIRO • 2010 SETE DIAS PAÍS aconteceu MILHARES DE IDOSOS AGUARDAM PORTUGUESES: QUALIDADE DE VIDA PERDIDA LUGAR EM LARES A Comissão Europeia divulgou um relatório sobre a situação social na União Europeia, estando os portugueses entre os que mais se queixam de ter perdido qualidade de vida Os portugueses são dos das pensões, de reforma a crise económica se estar a povos que mais se queixam baixas e do funcionamento despedir, as consequências de ter perdido qualidade de da Administração Pública. Em sociais ainda estão a chegar e vida e o desemprego aparece termos europeus, as posições podem levar anos a refletir-se. no topo das preocupações assumem o mesmo sociais. Quando comparam sentido, embora os a situação atual com a de há países escandinavos e FOTO: LUSA/JoÃO ABREU MIRANDA cinco anos, os portugueses a Holanda apresentem Em Portugal, os lares de idosos têm listas de espera, são dos que se dizem, com respostas menos por vezes de centenas de candidatos. Só em Castelo mais frequência que a situação negativas. Branco, são mais de três mil aqueles que aguardam a pessoal piorou. Queixam-se O relatório sobre a admissão. A idade parece estar transformada num do “custo de vida” e dos preços situação atual na UE FOTO: LUSA negócio e cada vez mais lucrativo. da energia, do desemprego, explica que, apesar de EMIGRAÇÃO O presidente da Comissão Especializada de Fluxos Migratórios do Conse- RED BULL lho das Comunidades Portuguesas, Manuel Beja, revelou que a situação Apesar de a Associação de Turismo de Lisboa ter anuncia- atual só é comparável ao aumento da emigração registado na década de do, há uma semana, que a comparticipação da Câmara de 1960. Manuel Beja explica que os destinos de emigração também muda- Lisboa para a Red Bull Air Race não ultrapassaria os 250 ram, notando-se um acréscimo nas viagens para a Ásia e o norte de África, mil euros, a proposta da autarquia fala em 350 mil.A subi- especialmente em busca de emprego. Ao contrário do que aconteceu há da dos encargos, apenas no espaço de uma semana, r 50 anos, agora são os mais preparados que estão a abandonar o país. ondou os cem mil euros. FOTOS: EPA/TIAGO PETINGA/SERGEI ILNITSKY PUB
  5. 5. sete dias DOMINGO 07 • FEVEREIRO • 2010 |5 a sua carreira CIDADÃOS RICOS 36% encara as E EMPRESAS PAGARÃO MAIS relações laborais como más No Orçamento para 2011, proposto pela administração Obama, os norte-americanos que De acordo com o primeiro empresas em que trabalham, ganhem mais de 145 mil euros estudo efetuado sobre cerca de 40% consideram-na por ano e as empresas poderão o “Estado das Relações como positiva. vir a ter de pagar mais impostos, Laborais em Portugal”, Inquiridos sobre os ao passo que as famílias com pedido pelo Observatório três aspetos principais, os menos rendimentos poderão vir Português de Boas Práticas portugueses apontaram a a usufruir de uma redução. Esta Laborais, o estado das ligações igualdade de oportunidades medida permitirá o encaixe de 700 profissionais no nosso País entre trabalhadores como o mil milhões de euros na próxima FOTO: EPA/MICHAEL REYNOLDS é encarado como mau por tema que mais os preocupa década, com os impostos que 36,5% dos portugueses. Já (16%), seguindo-se as passarão a ser cobrados aos mais relativamente à carreiras e as remunerações, o ricos, aos quais se adicionarão avaliação que diálogo com as hierarquias, mais 300 mil milhões de euros fazem da a saúde e segurança no que se esperam vir a ser recolhidos situação nas trabalho e o horário. com a subida de impostos proposta EUA: O presidente americano propôs tirar aos ricos e às empresas, poupando para as empresas. os mais pobres, medida contemplada no OE para 2011 “Bus’ina” leva crianças à escola A iniciativa “Bus’ina Bus, permitirá aos pais deixarem os a funcionar e custa entre 115 e 160 – mobilidade à sua carros num parque da EMEL e daí euros, representando uma possível medida”, fruto de uma parceria deslocarem-se para o trabalho de mais-valia, já que a mensalidade entre a Empresa de Municipal transportes públicos, enquanto os de um parque pode custar entre de Estacionamento de Lisboa seus filhos são transportados para a 60 a 100 euros e a mensalidade do FOTO: D.R. (EMEL) e a empresa de transporte escola numa carrinha movida a gás transporte personalizado de uma só personalizado de crianças Easy natural. Este serviço já se encontra criança poderá rondar os 150 euros. Mais descontos para a ADSE PUB Os complementos por todos os serviços, tal remuneratórios como reconheceu o próprio permanentes de todos os Governo. Apesar de ter sido funcionários públicos vão apresentada como uma passar a fazer parte da base “clarificação”, esta norma irá de incidência para a ADSE traduzir-se, na prática, num ou para outros sistemas aumento dos descontos de será alterada (a Lei 53- de assistência na doença, parte dos funcionários, já -D/2006) limitava a incidência rotina que não era seguida que a legislação que agora à “remuneração-base”. a descoberta Entre os 4 e os 8 MESES não reconhecem emoções Foi esta a conclusão a que chegou a básicas, não conseguem é reconhecê-las investigação “Expressão Facial: O quando há um movimento esquelético- reconhecimento das emoções básicas -muscular, ou seja, quando a exibição cólera e alegria – estudo empírico com das emoções é feita de forma sequencial”, bebés portugueses de quatro adiantou o psicólogo Freitas aos oito meses de idade”, Magalhães. As dificuldades elaborada pelo Laboratório dos bebés podem ser de Expressão Facial da atribuídas quer “à falta de Emoção da Universidade maturação das estruturas Fernando Pádua (UFP), mentais superiores”, do Porto. “Percebemos quer “à ausência de que os bebés conseguem maturação dos aspetos identificar emoções percetíveis”. FOTO: D.R.
  6. 6. 6| DOMINGO 07 • FEVEREIRO • 2010 TEMA CAPA INCONTROLÁVEL, ILÓGICO, DESPROPORCIONADO E QUASE INEXPLICÁVEL... AQUILO QUE É BANAL PARA A MAIORIA DAS PESSOAS PODE SER UM AUTÊNTICO SUPLÍCIO PARA ALGUNS DEVIDO AO MEDO E À ANSIEDADE EXAGERADOS, QUE NÃO CONSEGUEM CONTROLAR VIVER DENTRO DE UM CASULO FOTOS: D.R.  NILZA VAZ nilza.redaccao@folhadeportugal.pt relação à respetiva causa. Objetos A FOBIA É UM MEDO EXACERBADO E IRRACIONAL fóbico. Abrir a porta e sair de ou situações que, afinal, não QUE FOGE PARA ALÉM DO CONTROLO VOLUNTÁRIO casa pode ser a causa da maior M uitos de nós representam perigos reais, mas E LEVA A EVITAR A SITUAÇÃO AMEAÇADORA. angústia se se sofre de agorafobia, passamos a vida que por serem vivenciados como É, SEM DÚVIDA, UMA APRENDIZAGEM QUE FOI isto é, o medo de espaços abertos. numa verdadeira ameaças acabam por condicionar FEITA EM ALGUM MOMENTO E PODE TOMAR Há quem, pura e simplesmente, espiral de medo a vida de quem os experimenta. AS MAIS DIVERSAS FORMAS, COMO: permaneça fechado em casa e ansiedade. Na hora fica-se Trata-se de um mundo tão irreal semanas, meses ou até anos. No paralisado, encurralado, como para quem está de fora, como ➜ agorafobia pólo oposto está a claustrofobia, uma criança amedrontada, que dramaticamente real, para quem ➜ fobias sociais o medo de espaços fechados, em não tem quem a proteja. Uma o vive por dentro. Este é o mundo ➜ claustrofobia que o fechar de uma porta numa fobia — do termo grego que das fobias. Medo exacerbado ➜ fobias de animais específicos sala pode ser encarado como significa medo — é um medo e ansiedade andam sempre de ➜ fobias de voar, conduzir, alturas, etc uma situação ameaçadora. A intenso, persistente e irracional, mãos dadas e são os ingredientes- Existem diversas psicoterapias usadas com sucesso em medos e fobias. A hipnoterapia lista de fobias é imensa: da totalmente desproporcionado em -base para alimentar o processo é uma delas, concentrando-se na remissão total dos sintomas perniciosos. fobia social aos hospitais,
  7. 7. tema capa DOMINGO 07 • FEVEREIRO • 2010 |7 das agulhas, dos palhaços, dos cães, das aves, das comum, mas só as mais graves e raras requerem tratamento. AS MAIS COMUNS E se sente avaliada pelos outros. As pessoas temem ficar embaraçadas borboletas e cobras, das plantas, elevadores, das escadas e dos A CLASSIFICAÇÃO DOS AS MAIS ESTRANHAS ou ser humilhadas. Por exemplo, algumas pessoas sentem E BIZARRAS tapetes rolantes e até das cores PSIQUIATRAS verdadeiro pavor em entabular brilhantes... Fobia específica: Medo de um conversas informais com pessoas objeto, situação ou acontecimento que não conheçam bem ou com MEDOS “INADEQUADOS” específicos. Exemplos vulgares as quais não tenham intimidade; As 10 fobias mais comuns As pessoas com fobias incluem medos de insetos, do outras não conseguem frequentar reconhecem que os seus medos escuro, de germes, de tempestades, locais públicos, como cafés, são excessivos e desadequados, das alturas, da doença e da morte. 1) Aracnofobia: medo de aranhas supermercados, cinemas, etc., mas sentem-se impotentes para Entre 5% a 12% da população 2) Sociofobia ou antropofobia: medo de pessoas, pois sentem-se permanentemente ultrapassá-los e fazem grandes sofre de tais fobias pelo menos situações sociais olhadas e criticamente avaliadas esforços para evitar o objeto ou numa dada fase da sua vida. As 3) Aerofobia ou aviatofobia: medo de aviões pelas outras pessoas. Tipicamente, situação temidos. fobias específicas são frequentes 4) Agorafobia: medo de sair de casa a fobia social começa na As fobias são normais na durante a infância, enquanto 5) Claustrofobia: medo de lugares fechados adolescência e dura, muitas vezes, infância (medo do escuro, medo outras aparecem apenas na vida 6) Acrofobia: medo de alturas até ao fim da vida. Cerca de 3% a do papão, etc.) e frequentes adulta. Embora a maior parte 7) Carcinomafobia: medo de cancro 5% da população sofre de algum nos adultos, sobretudo as desapareça à medida que a criança 8) Brontofobia: medo de tempestade/trovões tipo de fobia social. Homens e fobias específicas, como as vai amadurecendo, algumas 9) Necrofobia: medo da morte mulheres sofrem deste distúrbio de animais, ou situações podem persistir até ao fim da 10) Cardiofobia: medo de doenças do coração em números aproximadamente específicas (andar de elevador vida. Certas situações temidas iguais. As 10 fobias mais estranhas. ou avião, por exemplo); as fobias são bastante fáceis de evitar, mas mais frequentes limitam-se a outras, como o medo de viajar de AGORAFOBIA Pode parecer esquisito, Medo intenso de ficar sozinho ou AS PESSOAS COM FOBIAS RECONHECEM mas elas existem mesmo! encurralado num local público. 1) Botanofobia: medo de plantas É a mais grave de todas as fobias, QUE OS SEUS MEDOS SÃO EXCESSIVOS 2) Clinofobia: medo de camas ou de deitar-se fazendo com que algumas pessoas E DESADEQUADOS, MAS SENTEM-SE 3) Sofofobia: medo de aprender fiquem literalmente prisioneiras 4) Vestifobia: medo de roupas ou de se vestir das suas casas, o único local onde IMPOTENTES PARA ULTRAPASSÁ-LOS E 5) Araquibutirofobia: medo de que se incruste na gengiva se sentem seguras. Cerca de dois FAZEM GRANDES ESFORÇOS PARA EVITAR ou no palato a pele que envolve o amendoim, pipocas ou terços das pessoas com agorafobia O OBJETO OU SITUAÇÃO TEMIDOS outros componentes que aderem ao palato, como doces têm associados ataques de pânico, compactos crises agudas de ansiedade com contextos específicos inabituais avião (aerofobia) ou dos espaços 6) Bibliofobia: medo de livros múltiplos sintomas somáticos, no quotidiano da pessoa, não fechados (claustrofobia), podem 7) Eufobia: medo de ouvir boas notícias como dores no peito, palpitações, lhe causando grande transtorno interferir no estilo de vida e no 8) Melofobia: medo de música suores, dificuldade em respirar e, portanto, não exigindo trabalho. 9) Aurofobia: medo de ouro e outros sintomas que podem tratamento. As fobias são assim Fobia social: Desejo compulsivo 10) Coulrofobia: medo de palhaços confundir-se com os de um um problema psiquiátrico muito de evitar situações onde a pessoa ataque cardíaco. Enfrentar O TRATAMENTO MAIS FREQUENTE PARA FOBIAS É UM o medo TIPO DE TERAPIA COMPORTAMENTAL COGNITIVA CHAMADA TERAPIA DE EXPOSIÇÃO é bastante eficaz. De acordo O mais importante critério objeto ou circunstância com o Instituto Nacional de diagnóstico é a sensação que despoleta a fobia. O de Saúde Mental, cerca de de extrema ansiedade ou médico pode diagnosticar 75% das pessoas ultrapassa mesmo pânico que uma facilmente uma fobia as suas fobias com este pessoa tem ao deparar-se específ ica pedindo tipo de terapia. Na terapia com o simplesmente à pessoa que de exposição, o indivíduo FOTOS: D.R. descreva os seus medos. Em é exposto, num ambiente geral, o paciente esforça-se seguro e controlado, por evitar o objeto ou ao objeto ou situação situação temidas, contrafóbico. Procuram de relacionamento e desculpas para evitar certas provocadora de medo. Isto mesmo que enfrentar as suas fobias de insegurança permanentes atividades sociais. é feito de forma gradual. AGORAFOBIA: admita que o forma deliberada e, muitas provocam isolamento e, Combinada com técnicas de As pessoas com agorafobia mais seu medo não vezes, irracional. Assim, habitualmente, síndromes MUDE OS relaxamento, esta terapia é grave nunca chegam a sair é racional e uma pessoa que tenha depressivos secundárias, o PENSAMENTOS muito eficaz e proporciona de uma única divisão da casa procure ajuda medo das alturas pode que leva, muitas vezes, esses NEGATIVOS ao indivíduo um sentimento profissional começar a praticar pára- doentes a procurarem ajuda O tratamento mais de controlo. Algumas fobias, para o superar. -quedismo. As pessoas com terapêutica. Os amigos e frequente para fobias como a fobia de aviões ou de Algumas pessoas, fobias sociais desenvolvem membros da família devem é um tipo de terapia conduzir, são tão comuns porém, assumem com frequência grandes suspeitar de fobia social comportamental cognitiva que existem profissionais aquilo a que se chama esforços para ocultar o seus quando algum dos seus chamada terapia de especializados no seu um comportamento receios, mas as dificuldades invoca sistematicamente exposição. Este tratamento tratamento.
  8. 8. 8| DOMINGO 07 • FEVEREIRO • 2010 portugal portugal em xeque rtugal ESTIMA-SE QUE, ESTE ANO, OS CENTROS COMERCIAIS NA EUROPA IRÃO REGISTAR O MAIS BAIXO NÍVEL DE ATIVIDADE DOS ÚLTIMOS CINCO ANOS  CARLA VAZ carla.redaccao@folhadeportugal.pt CENTROS COMERCIAIS comerciais continuarem a ser o meio preferido para a expansão EM EXCESSO das lojas, este formato tem vindo D e acordo com a a perder terreno para o comércio última edição do tradicional, o qual conta já com “Inquérito aos 36% das preferências. Retalhistas 2009”, efetuado pela consultora METADE NÃO imobiliária Cushman & INAUGURADO Wakefield, num total de mais de Já diz a sabedoria popular que “TUDO O QUE É DE MAIS 6 dos 10 centros comerciais 80 empresas, 79% dos retalhistas FAZ MAL” e, neste caso específico, pode-se dizer que que tinham a inauguração afirma não existir qualquer prevista para 2009 não margem para a criação de novos o mercado dos centros comerciais atingiu o ponto de abriram as portas, segundo centros comerciais. Sendo que o saturação, encontrando-se a prejudicar o comércio nacional a Associação Portuguesa de crescimento da oferta de espaços Centros Comerciais. Para comerciais foi o fator que mais António Sampaio de Mattos, prejudicou o setor do comércio chegou a considerar, em 2009, a presidente desta associação, a no passado ano, logo depois do hipótese de reduzir o número de crise económica foi uma das endividamento das famílias, lojas da sua cadeia, fator que iria razões que levou a adiar e até do desemprego e da quebra ter repercussões no emprego. mesmo a cancelar projetos que na confiança do consumidor. Na verdade, os retalhistas se previam estarem concluídos procuram novas oportunidades, até ao final do ano passado. MENOS LOJAS E MAIS seja pela via da expansão para Dolce Vita Braga, Fórum Santa COMÉRCIO TRADICIONAL novos mercados, seja pela aposta Maria da Feira, Fórum Sintra, Ainda segundo este inquérito, na revitalização do comércio Galaxy Shopping em Vila Nova cerca de 10% dos retalhistas de rua. E, apesar de os centros da Barquinha, Go Shopping Paredes e Lisboa Retail Center foram seis dos centros comerciais que não chegaram a ser inaugurados. 2011: O ANO DA RECESSÃO Estima-se que, este ano, os centros comerciais na Europa irão registar o mais baixo nível de atividade dos últimos cinco anos, estando projetada a abertura de apenas 7 milhões de m2 de novos espaços comerciais. Contudo, o impacto total da recessão a nível dos centros comerciais na Europa só deverá ser registado em 2011, sublinha a Cushman & Wakefield. LAZER: De norte a sul do País, abundam FOTOS: D.R. FOTOS: D.R. os centros comerciais, estando ainda prevista a construção de mais alguns, nos próximos anos
  9. 9. Folha CENTRO DE AJUDA LEIA MAIS: 4i – CONGRESSO FINANCEIRO: Diga não à miséria! 6i/7i – REUNIÕES ESPECIAIS: Nº 320 • DOMINGO • 07 • FEVEREIRO • 2010 Dia da Humilhação “...Comecei DE ATEU... A FILHO DE DEUS! a encontrar respostas” Rafael Silvestre José, 23 anos, era ateu desde os 17 anos. A sua postura definiu-se devido a várias interrogações que surgiam na sua mente, dentre as quais, a principal foi: “por que é que Deus permitia que tanto mal acontecesse no Mundo?”  NILZA VAZ nilza.redaccao@folhadeportugal.pt malignas pôs em causa vida nas mãos de Deus e aceitei A “ tudo o que acreditava, Jesus Cristo como Senhor da s ações do Catolicismo por isso, quis entender de minha vida, batizei-me nas águas faziam-me muita onde vinha aquele poder.” e n’Ele encontrei forças para lutar confusão, maus contra o meu 'eu'.” testemunhos de A VERDADE DO pessoas que se intitulavam DÍZIMO “HOJE, EU ACREDITO!” cristãs, porém, as suas vidas “As dúvidas abundavam “Participei pela primeira vez na FOTOS: CEDIDAS não mostravam isso, o seu na minha mente, conversei Santa Ceia e foi mesmo especial. comportamento não atuava de com um dos membros da Pude participar do Corpo e do acordo com os ensinamentos Igreja e este orientou-me Sangue de Cristo e, para mim, RENASCIMENTO: O batismo nas águas e participar na Santa Ceia mostram a nova confiança bíblicos, que eu conhecia, de Rafael num Deus no qual antes não acreditava para que, então, fizesse isto é experimentar ter fé! Não foi porque, embora ateu e não uma prova com Deus palpável, não foi material! Acredito acreditasse na Bíblia, lia para trabalho de investigar melhor Reino de Deus, através de um através do dízimo. Dizimei, pedi que, através destes elementos (pão e encontrar nela justificações para aquilo que ouvia. Admito que foi convite de uma pessoa muito a prova a Deus e tive resposta, foi vinho), estou em Comunhão com a minha descrença. Os meus um dos maiores erros que cometi, estimada. Eu só acreditava impressionante. A partir de então, o Corpo de Cristo! amigos pensavam como eu, aliás, uma das grandes ideias que só me naquilo que via, mas logo soube passei a buscar a ajuda de Deus, Tudo ficou transparente na que esta pessoa estava possessa do Bispo e do Pastor, passei a ler minha mente, entendi o valor do A MINHA IDEIA EM RELAÇÃO À IGREJA por espíritos malignos quando a Bíblia para esclarecer as minhas verdadeiro sacrifício, que não é só o presenciei a sua manifestação. dúvidas e, pela primeira vez, sacrifício em si, há muito mais por UNIVERSAL DO REINO DE DEUS ERA Esta foi a razão para começar comecei a encontrar respostas!” detrás do que realmente agrada a TOTALMENTE FUNDADA NOS NOTICIÁRIOS, a questionar a minha postura Deus, e é isso que mostra a nossa ateísta. Será que aquilo que dou RENASCER PARA UMA fé, o desapego daquilo que nos NUNCA ME DEI AO TRABALHO DE INVESTIGAR por certo, que é o plano material, NOVA VIDA prende ao materialismo e confiar MELHOR AQUILO QUE OUVIA é a única coisa que existe? “Numa das reuniões dos Filhos somente em Deus, esta é a fórmula Decidi frequentar a Igreja para de Deus, chamou-me a atenção do milagre, entregar-se, confiar muitos já tinham as suas dúvidas vinha à cabeça quanto à Igreja apoiá-la no processo de libertação. que era preciso enterrar toda uma plenamente em Deus, sem duvidar. e assumiram-se como ateus eram os supostos escândalos que Durante as reuniões, vi esta pessoa vida pecaminosa e nascer para Há uma sede dentro de mim, de uma vez que eu, com os meus há muito tempo atrás apareceram voltar a ficar possessa, porém, fundamentos, os influenciava para na televisão, em relação a dinheiro, através da oração de autoridade AGORA, SEI QUE SOU HUMANO E o ateísmo.” dízimos e ofertas, o que as pessoas que o Bispo realizou naquele davam e ao uso que era dado a este momento, libertou-a e ela ficou PECADOR, MAS SÓ EM JESUS ENCONTREI A TÃO MAL FALADA dinheiro”. bem. Eu mesmo cheguei a passar ARREPENDIMENTO E PERDÃO IURD mal, senti mal-estar, tremores, “A minha ideia em relação à A REALIDADE DOS uma pressão sobre o meu corpo, uma nova vida. Agora, sei que sou que o Espírito Santo me preencha Igreja Universal do Reino de FACTOS como se algo me puxasse para humano e pecador, mas só em por completo, estou a lutar Deus era totalmente fundada “Há cerca de 2 meses e meio baixo. Ver toda aquela autoridade Jesus encontrei arrependimento e diariamente para alcançar e vou nos noticiários, nunca me dei ao cheguei à Igreja Universal do do Bispo sobre aquelas forças perdão. Decidi entregar a minha conseguir. Hoje, eu acredito!”
  10. 10. 2i | DOMINGO 07 • FEVEREIRO • 2010 superação Lutar para A visão do Mundo nada mais é do que uma janela conceptual, ou seja, depende do entendimento atingir o topo ou perceção de cada um, pois é através desta noção subjetiva que o percebemos e interpretamos, assim como nos sentimos capazes de o transformar  NILZA VAZ nilza.redaccao@folhadeportugal.pt C u ltura, va lores, princípios, decisões, ações, interações e crenças... todos estes aspetos fazem parte da experiência humana e tornam cada indivíduo exatamente naquilo que ele é e representa: uma criatura única. A lg u n s opt a m p e l a passividade, aguardando FOTOS: CEDIDAS pelo “momento certo” para agir, outros preferem “criar o momento propício”, agindo e criando as oportunidades tão desejadas. No segundo caso, para muitos, a fé tem sido um PARA ALÉM DE, aspeto determinante, já que confere a coragem tão necessária ATUALMENTE, quando se trata de fazer acontecer o sucesso na própria TRABALHAR POR vida, quando se enfrenta uma CONTA PRÓPRIA, Sociedade tão instável no que diz respeito à economia. DIOGO COMPROU UMA Diogo Faustino viu no Mundo, através da sua fé, um CASA E UM TERRENO infinito leque de oportunidades ao seu alcance e, por isso, abriu uma empresa de energias decidiu agir... renováveis, que era um dos seus maiores sonhos. MUDAR A VISÃO Para além de, atualmente, Diogo passou a ter uma trabalhar por conta própria, nova visão e, de um simples Diogo comprou uma casa e um empregado, tornou-se gerente, terreno. porém, ainda não se sentia Contra factos não há realizado. Com o intuito de argumentos possíveis e a ser patrão, deu o melhor de realidade é que o empresário si, confiou na crença que o está a prosperar e pretende sustentava e, assim, prosseguiu. continuar nesta luta para O sucesso tão aguardado teve conquistar muito mais! lugar quando, finalmente, DIOGO FAUSTINO - MALVEIRA
  11. 11. reflexão DOMINGO 07 • FEVEREIRO • 2010 | 3i O CENTRO DE AJUDA ESPIRITUAL (IURD) NÃO COBRA: mensagem 1.Para realizar casamentos 21.Para manter a Fazenda BISPO EDIR MACEDO 2.Para realizar batizados Nova Canaã O espírito (adultos) 22.Para a realização de cursos 3.Para dar aconselhamento informáticos matrimonial 23.Para aconselhar e apoiar 4.Para aconselhar e na escolha de uma carreira da palavra acompanhar indivíduos profissional toxicodependentes 2 4 . P a r a a t e n d i m e n to 5.Para aconselhamento telefónico 24 horas pastoral 25.Para apoio a mulheres 6.Para participar na Santa vítimas de abusos A Ceia 26.Para apoio e 7Para a realização da unção aconselhamento a indivíduos com óleo dependentes alcoólicos palavra tem poder: “Quem fala, enfermos, libertar os oprimidos, etc. Todo o Seu 8.Para visitas ao domicílio 27.Para visitas a lares de planta; quem ouve, colhe”, diz o trabalho se resumia ao uso da palavra: “O Espírito 9.Para visitas a doentes no terceira idade ditado popular. Mas a verdade do Senhor está sobre mim, pelo que me ungiu hospital 28.Para dar alimento aos sem- é que tanto um quanto o outro para evangelizar os pobres; enviou-me para 10.Para visitas a presidiários -abrigo colhem frutos da palavra. A falta proclamar libertação aos cativos e restauração 11.Para distribuição de 29.Para apoio em catástrofes de perceção disso tem provocado da vista aos cegos, para pôr em liberdade os cestas básicas às famílias 30.Para a realização gravíssimos prejuízos não só aos que falam, como oprimidos” (Lucas 4.18). carenciadas de atividades lúdicas e também aos que acreditam. Mas Ele também usou 12.Para distribuição de desportivas com os jovens Muitas vezes, fala-se por a palavra para matar uma bens (roupas, mobílias, 31.Para aconselhamento e falar. Às vezes, fala-se por POUCA GENTE figueira. Com isso, deu um eletrodomésticos, etc.) a campanhas na prevenção do conta do egoísmo de não sinal do poder da palavra pessoas carenciadas HIV querer ouvir. Outras, joga-se SABE QUE A PALAVRA também para o mal. Os 13.Para acolher o Instituto 32 .Pelo transpor te de conversa fora para não ficar que trabalham com os Português do Sangue nas suas pessoas com dificuldades de TEM ESPÍRITO. SE para trás. média conhecem bem este instalações para a doação de locomoção A mãe diz para o filho: ELA É MÁ, PRODUZ poder. Daí a razão porque sangue 33.Pelo estacionamento no “Você faz isto comigo, o seu muitos me têm odiado 14.Para ajudar a manter o Lar parque da Igreja filho irá fazer pior contigo.” TRISTEZA, DOR E sem me conhecerem. de Idosos Universal 34.Pelos Estudos Bíblicos 15.Para a apresentação de realizados Os anos passam e chega a MORTE. MAS, SE É Não me atingem, nem me vez desse filho se deparar provocam ódio por eu não crianças (não batiza crianças, 35.Pela entrada e participação com situações difíceis com BOA, TRAZ ALEGRIA, beber dos seus cálices. Mas somente adultos) no Maior Congresso os seus próprios filhos. SAÚDE E VIDA sinto por aqueles que têm 16.Para participar no Grupo Financeiro do País E, então, vivencia aquela sorvido os seus venenos. de Jovens "Força Jovem" 36.Pela realização de funerais “praga” da mãe. Pouca Tenha extremo cuidado nas 17.Para a realização de 37.Pela distribuição do Óleo gente sabe que a palavra tem espírito. Se ela é má, palavras que ouve: “Porque o ouvido prova as orações Santo de Israel 18.Para a entrada nas igrejas e 38.Pelos cursos de Teologia produz tristeza, dor e morte. Mas, se é boa traz palavras, como o paladar, a comida” (Jó 34.3). participação nos cultos (IBURD) alegria, saúde e vida. 19.Para a participação em 39.Pelos milagres que Jesus usava o poder da palavra para curar os Que Deus abençoe a todos abundantemente. Concentrações, em locais acontecem em todos os como: Coliseu dos Recreios, Centros de Ajuda espalhados Pavilhão Rosa Mota, Estádios, pelo Mundo. Pavilhão Atlântico, etc. 20.Para ajudar a manter a Só ensina às pessoas a Sociedade “Pestallozi” (presta VERDADE. O dízimo, como assistência aos portadores da também as ofertas, são síndrome de Down) mandamentos bíblicos. PUB
  12. 12. 4i | DOMINGO 07 • FEVEREIRO • 2010 templo maior Histórias de Sucesso “HOJE, TENHO O MEU PRÓPRIO FOTOS: CARLOS PAREDES NEGÓCIO” APRENDA A ESTABELECER PRIORIDADES PARA DETERMINAR AS SUAS PRIORIDADES, RESPONDA ÀS SEGUINTES QUESTÕES: O que é mais importante para mim? O que desejo atingir pessoal ou profissionalmente? Quais são os resultados de que estou à procura?  ISABEL BARBOSA isabel.redaccao@folhadeportugal.pt ditado popular que afirma: ‘quem para si: pegue numa folha branca M tudo quer, nada tem’. 'Mas, Pastor, e faça uma linha vertical, de cima uitas pessoas o senhor disse que tudo é possível para baixo. Do lado esquerdo sentem-se stressadas ao que crê'. Mas tudo de uma vez?! escreva: coisas que devo fazer, e ou i n s at i sfe it a s Cada coisa a seu tempo. Tenho que do lado direito: coisas que não são “Cheguei ao Congresso Financeiro no fundo do poço. Nes- porque não têm aprender a estabelecer prioridades. prioridade. Seja implacável na sua sa altura, ainda não estava casado com a Ana. Tinha perdido tempo suficiente para fazer tudo E muitas pessoas não têm essa escolha! Não se engane, pois, gostar a minha casa, a minha família, tudo! Foi recomeçar do zero. o que precisam. O problema é que capacidade de discernir o que é e de fazer uma coisa não a torna uma Todas as segundas-feiras lutávamos, porque queríamos uma achamos que devemos fazer tudo. o que não é prioridade”, explicou prioridade. Se for bom a fazê-la, vida abençoada, mas, ao princípio, não sabíamos muito bem “Uma das maiores necessidades o orador, Pr. Walber Barboza, no faça-a. Se o ajudar a subir, faça-o. o que fazer. Fomos aprendendo, lutando e conquistámos”, que temos, atualmente, é a de último Congresso Financeiro. Se a sua convicção, a sua fé o indica, conta Carlos. aprender a dizer ‘sim’ e ‘não’”, faça-o. Caso contrário, pondere se “Mas não foi de um dia para o outro, nada se faz da noite para diz o Dr. Stephen R. Covey. SEJA DISCIPLINADO não pertence à lista das coisas que o dia, isso é uma ilusão. É com persistência, insistência, com “A verdade é que quem persegue “O segredo está em disciplinar o não precisam de ser feitas”, concluiu luta, semana após semana, independentemente se está chu- dois coelhos perde os dois. Há um seu tempo. Tenho uma sugestão o orador. va ou sol, vir sempre participar no Congresso Financeiro. E, semana após semana, vai-se conquistando e dando aqueles pequeninos passos que, ao fim de algum tempo, se vão tra- 3ª SUGESTÃO: CONTROLE AS SUAS PRIORIDADES duzir em grandes vitórias”, acrescenta Ana. “Quando me tornei fiel no dízimo e nas ofertas, a minha vida começou a construir-se. No início, parecia-me uma incoerência “ ...E, SE ALGUÉM o facto de devolver para Deus 10% do meu ordenado, quan- do me encontrava numa situação difícil. Então, fiz uma prova ME SERVIR, O PAI com Deus, no primeiro mês fui fiel; mas, no segundo, apenas O HONRARÁ.” dei 5%, e o dinheiro não rendeu, fiquei sem conseguir pagar (JOÃO 12.26) as minhas contas. A partir daí, coloquei Deus em primeiro lu- gar e as coisas começaram a acontecer, conquistei uma casa e um carro. Reconheço que o que tenho hoje, não o tinha con- “Gastava muito dinheiro nos hospitais e nos médicos” seguido se não tivesse conhecido Jesus”, continuou Carlos. “Depois do nosso casamento, comprámos uma casa o triplo da “A minha filha tinha dizimista. Hoje, o meu marido ganhar 1.150 euros. Pedi ao que tínhamos antes, temos dois carros e, recentemente, o meu um problema de asma trabalha, tem dois empregos. meu patrão esse valor e ele marido realizou o seu sonho, que era deixar de ser emprega- e gastava muito dinheiro Na altura, eu trabalhava aceitou. Mais tarde, Deus deu- do de alguém e ser empresário por conta própria”, conta Ana. com ela, nos hospitais e nos por conta de outrem, tinha -me condições para comprar “Hoje, temos um café que, apesar de estar aberto há poucos médicos. O meu marido estava um ordenado, mais uma uma loja e ter o meu próprio meses, já está a dar lucro. Mas, isto é o princípio do sonho, não desempregado, não queria percentagem, mas não estava negócio. Hoje, tenho dois carros vamos parar por aqui”, finalizou Carlos. CARLOS TITO E ANA trabalhar. Até que fiz uma satisfeita com essa situação – um Mercedes e um Renault prova com Deus e tornei-me e determinei que tinha que Laguna.” L H – L CONGRESSO PORTO FINANCEIRO Templo Maior: Rua Dr. José Espírito Santo, 36, Freguesia de Marvila CONQUISTAS FINANCEIRAS NO CENTRO DE AJUDA ESPIRITUAL mais próximo de si! FOTOS: CEDIDAS MERCÊS

×