18.ago ouro i 09.30_455_ampla

607 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
607
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
56
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

18.ago ouro i 09.30_455_ampla

  1. 1. II Seenel Eficientização das Instalações Elétricas Residenciais em Comunidades Baixa Renda Diretoria de Recuperação de Mercado Área de Perdas - Eficiência Energética 1
  2. 2. Agenda Apresentando a Ampla Ações de Eficiência Energética Medição e Verificação Benefícios e Custos Repercussão externa00:00
  3. 3. Apresentando a Ampla 66 municípios 2,6 milhões de clientes 35,6 mil km²  73% do Estado Consumo médio por cliente  167 kWh/mês00:00
  4. 4. Apresentando a Ampla Ampla possui 33% menos clientes que a Light, mas com o dobro da área de concessão. Baixa densidade O Rio de Janeiro é o 2o Mercado estado mais industrializado do Brasil, mas a maioria de suas indústrias está localizada na área de concessão da Light. Complexidade Perfil residencial Furto de energia e inadimplência não são função direta da pobreza, mas de outros fatores como: 1. Habitantes vivendo em favelas; 2. Urbanização; 3. Alto Índice de Violência (Homicídios por 100.000 habitantes).00:00
  5. 5. O Programa de Eficiência Energética Motivação para realização do projeto Conscientizar os clientes sobre o desperdício de  Baseado na pesquisa de Posses e Hábitos daenergia, visando criar uma cultura de uso eficiente e Eletrobrás (2005), comprova-se que o chuveiro elétricolícito da energia. Além disso, permitir que o cliente é a carga de maior representatividade no segmentoadeqüe o consumo com a sua renda mensal. residencial do Estado do Rio de Janeiro, com 26% do total, seguido por geladeira e lâmpadas Alto índice de perdas comerciais Os municípios de São Gonçalo, Itaboraí, Magé e Duque de Caxias correspondem a maior parte das perdas e inadimplência da Ampla Área Perda TAM – Jun/2011 Este projeto foi o último antes da Lei nº 12.212 São Gonçalo, Itaboraí, Duque de Caxias e Magé 28% de 2010, que define a nova classificação da subclasse baixa renda Demais Regiões 19% 00:00
  6. 6. Ações de Eficiência Energética 1 Reforma de instalações elétricas com troca de lâmpadas e chuveiros Antes Depois Antes Depois00:00
  7. 7. Ações de Eficiência Energética 1 Reforma de instalações elétricas com troca de lâmpadas e chuveiros Critérios de Elegibilidade Ser cliente residencial e de baixo poder aquisitivo; Ser cliente identificado na concessionária (dados cadastrais atualizados); Ser cliente monofásico. Antes DepoisAntes Depois 24.833 clientes beneficiados de junho/2009 a janeiro/2010; 12 municípios atendidos; 98.809 lâmpadas trocadas; 5.987 chuveiros substituídos. 00:00
  8. 8. Ações de Eficiência Energética 2 Troca de geladeiras antigas com alto consumo de energia Antes Depois00:00
  9. 9. Ações de Eficiência Energética 2 Troca de geladeiras antigas com alto consumo de energia Critérios de Elegibilidade Ser residencial e de baixo poder aquisitivo; Possuir uma geladeira antiga com características que comprometam a eficiência energética, provocando desperdício de energia; 1.199 geladeiras trocadas; 26 municípios atendidos.00:00
  10. 10. Ações de Eficiência Energética 2 Troca de geladeiras antigas com alto consumo de energia Desafios00:00
  11. 11. Ações de Eficiência Energética 3 Uso de trocador de calor em instituições comunitáriasRaiz do Futuro – São Gonçalo Sociedade Pestalozzi - Araruama Casa das Rosas - Magé Lar Samaritano – São Gonçalo 00:00
  12. 12. Ações de Eficiência Energética 3 Uso de trocador de calor em instituições comunitárias Critérios de ElegibilidadeSer comunitária e comprovar com atestado defilantropia;Fornecer banho quente por chuveiro elétrico ao públicoda instituição;Atender a uma gama de pessoas considerável – usointensivo do chuveiro elétrico;Possuir histórico de consumo elevado; Mais de 1.500 pessoas beneficiadas; 24 instituições beneficiadas. Casa das Rosas - Magé 9 municípios atendidos;00:00
  13. 13. Medição e Verificação - Faturamento 1 Reforma de instalações elétricas com troca de lâmpadas e chuveiros Antes da reforma elétrica  Consumo médio  171 kWh/mês - 7%Amostra = 23.656 Após a reforma elétrica  Consumo médio  159 kWh/mês 00:00
  14. 14. Medição e Verificação - Arrecadação 1 Reforma de instalações elétricas com troca de lâmpadas e chuveiros• Melhor índice de arrecadação de 2 pontos percentuais em relação aos vizinhos não trabalhados;• Maior arrecadação anual de MR$ 536 frente aos vizinhos não trabalhados. 00:00
  15. 15. Medição e Verificação - Geladeiras 2 Medição de geladeiras antigas com alto consumo de energiaObjetivo Medir o consumo das geladeiras e comparar com o consumo da nova geladeira entregue pelo projeto. Foi utilizada a opção B do Protocolo Internacional de Medição e VerificaçãoForma de Medição As medições são feitas, no mínimo, durante 7 dias na residência do cliente.Equipamento Utilizado Mede o consumo dos equipamentos domésticos Classe de precisão de 0,2% Calcula o custo mensal de energia por semana, mês e ano Possui bateria de backup – Recuperação das grandezas Mede as seguintes grandezas:  Tensão em Volts – Máximo de 125V;  Corrente em Ámpere – Máximo de 15A;  Consumo em kWh e fator de potência;  Tempo decorrido – formato hh:mm;  Frequência em Hertz – Tarifa em US$;00:00
  16. 16. Medição e Verificação - Geladeiras 2 Medição de geladeiras antigas com alto consumo de energia Exigência Manual PEE/ANEEL  32 medições Geladeira Porta Única Geladeira Duplex Período Medido 28/05/09 a 05/06/09 Tempo decorrido (horas) 185 Período Medido 02/06/09 a 16/06/09 Medição (kwh) 17,35 Tempo decorrido (horas) 354 Previsão para 1 mês de consumo (Kwh) 67,5 Medição (kwh) 40,6 Previsão para 1 mês de consumo (Kwh) 82,6 Compara ção de consumo Compara ção de consumo 67,5 82,6 - 64% - 71% 24,3 24,3 Comum Econômica Duplex Econômica (*) Consumo mensal – kWh (*) Consumo mensal – kWh00:00
  17. 17. Medição e Verificação - Trocador 3 Uso de trocador de calor em instituições comunitáriasAntes Forma de Medição Medição das correntes elétricas antes e depois da instalação do trocador de calor (demanda elétrica). Depois Redução média de 50% naAntes demanda elétrica devido a troca do chuveiro elétrico Ajustou-se a mesma temperatura da água antes e depois. Depois 00:00
  18. 18. Benefícios e Custos Iluminação Refrigeração Aquecimento (Lâmpadas) (Geladeiras) (Chuveiro Elétrico) Quantidade 98.809 1.199 5.987 Energia Economizada 5.723 4.869 198 656 (MWh/ano) MWh/ano Redução deDemanda na Ponta 3.498 2.757 23 718 (kW) kWh CUSTO TOTAL  MR$ 6.503 CUSTO/CLIENTE  R$ 262 RCB GLOBAL  0,302 00:00
  19. 19. Repercussão externa DESTAQUE NA CONFERÊNCIA DE COPENHAGUE (COP 15)O programa de troca de geladeiras apareceu como a descrição de um caso desucesso na página 32 e 33 do relatório, sob o título “Up close: BRAZILeliminating CFCs”.00:00
  20. 20. Repercussão externa GANHADOR DO PRÊMIO ABERJE - 2009 COM O CASE“EFICIÊNCIA ENERGÉTICA A SERVIÇO DA COMUNIDADE” GERAÇÃO DE EMPREGOS INDIRETOS E 137 DIRETOS00:00
  21. 21. Muito Obrigado! Antônio Afonso Gomes Júnior aagomes@ampla.com (21) 2708-914300:00 21

×