Fortaleza, Agosto de 2011 Metodologia para Análise de Ressarcimento de Equipamentos Eletroeletrônicos Incluindo Dispositiv...
Motivação <ul><ul><li>A modernização dos equipamentos em busca de maior conforto, economia e qualidade de vida; </li></ul>...
Motivação <ul><ul><li>Código de defesa do consumidor; </li></ul></ul><ul><ul><li>Desregulamentação do setor elétrico; </li...
OBJETIVOS <ul><ul><li>Aprimoramento do aplicativo computacional APR-2.0; </li></ul></ul><ul><ul><li>Modelagem, testes dest...
Características de Suportabilidade Dielétrica Região 1
Características de Suportabilidade Dielétrica Região 2
Características de Suportabilidade Dielétrica Região 3
Características de Suportabilidade Térmica Cálculo da máxima energia admitida pelo equipamento
Características de Suportabilidade Térmica
<ul><ul><li>Televisores (vários tipos e fabricantes); </li></ul></ul><ul><ul><li>Aparelhos de Som (vários fabricantes); </...
Ensaios de Impulso de Tensão e Corrente  Estrutura Laboratorial
Síntese dos resultados laboratoriais Aparelhos de TV Televisor Condição Ecrã Duração t(s) Energia J(A²· s) Televisor 1 Nov...
<ul><ul><li>Televisores (vários tipos e fabricantes); </li></ul></ul><ul><ul><li>Aparelhos de Som (vários fabricantes); </...
Ensaios de sobretensões a freqüência industrial
Síntese dos resultados laboratoriais Aparelho  Tensão (V) Duração t(s) Televisor 1 418 1,0 Televisor 2 440 0,78 Televisor ...
Ensaios de sobretensões MT- BT <ul><ul><li>Televisores (vários tipos e fabricantes); </li></ul></ul><ul><ul><li>Aparelhos ...
Ensaios de sobretensões em MT nos cabos de BT
Síntese dos resultados laboratoriais Aparelho  Tensão (V) Duração t(s) Televisor 1 600 0,1 Televisor 2 600 0,23 Televisor ...
Dispositivos de Proteção contra Surtos
Dispositivos de Proteção contra Surtos Sem DPS Com DPS Ensaios realizados na TV Phillips nova de 29 polegadas
Avaliação de um pedido de ressarcimento através do aplicativo APR – sem e com a presença do DPS Descarga Atmosférica
Sem DPS Com DPS Análise comparativa das solicitações dielétricas diante dos níveis de suportabilidade do aparelho televiso...
Conclusões <ul><ul><li>Disponibilização de uma nova biblioteca contendo curvas de suportabilidade térmicas e dielétricas; ...
Obrigado! Fortaleza, Agosto de 2011 Contato [email_address] Metodologia para Análise de Ressarcimento de Equipamentos Elet...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

17.ago topázio 11.50_227_cemig-d

495 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
495
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
53
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

17.ago topázio 11.50_227_cemig-d

  1. 1. Fortaleza, Agosto de 2011 Metodologia para Análise de Ressarcimento de Equipamentos Eletroeletrônicos Incluindo Dispositivos Mitigadores Prof. Antônio Carlos Delaiba Coordenador - UFU Eng. Jonmil Marques Borges Gerente CEMIG-D
  2. 2. Motivação <ul><ul><li>A modernização dos equipamentos em busca de maior conforto, economia e qualidade de vida; </li></ul></ul><ul><ul><li>Menor robustez física e maior dependência da qualidade da energia; </li></ul></ul><ul><ul><li>Forte dinâmica operacional do sistema elétrico; </li></ul></ul><ul><ul><li>Inviabilidade econômica de monitoramento específico para análise de ressarcimento; </li></ul></ul><ul><ul><li>Desconhecimento dos limites de suportabilidade física dos equipamentos; </li></ul></ul><ul><ul><li>Consumidores mais conscientes de seus direitos; </li></ul></ul><ul><ul><li>Aumento substancial no número de pedidos de ressarcimento; </li></ul></ul><ul><ul><li>Crescente número de indeferimentos; </li></ul></ul>
  3. 3. Motivação <ul><ul><li>Código de defesa do consumidor; </li></ul></ul><ul><ul><li>Desregulamentação do setor elétrico; </li></ul></ul><ul><ul><li>Criação das agências reguladoras; </li></ul></ul><ul><ul><li>Resoluções normativas associadas com o ressarcimento. </li></ul></ul>
  4. 4. OBJETIVOS <ul><ul><li>Aprimoramento do aplicativo computacional APR-2.0; </li></ul></ul><ul><ul><li>Modelagem, testes destrutivos e implementação computacional de dispositivos supressores de surto (DPS’s) no APR; </li></ul></ul><ul><ul><li>Obtenção e inserção computacional de novos padrões de suportabilidade dielétrica e térmica obtidos através de ensaios laboratoriais destrutivos em equipamentos eletroeletrônicos; </li></ul></ul><ul><ul><li>Estudos de casos reais. </li></ul></ul>
  5. 5. Características de Suportabilidade Dielétrica Região 1
  6. 6. Características de Suportabilidade Dielétrica Região 2
  7. 7. Características de Suportabilidade Dielétrica Região 3
  8. 8. Características de Suportabilidade Térmica Cálculo da máxima energia admitida pelo equipamento
  9. 9. Características de Suportabilidade Térmica
  10. 10. <ul><ul><li>Televisores (vários tipos e fabricantes); </li></ul></ul><ul><ul><li>Aparelhos de Som (vários fabricantes); </li></ul></ul><ul><ul><li>Microcomputadores (várias fontes de alimentação). </li></ul></ul>Ensaios de Impulso de Tensão e Corrente
  11. 11. Ensaios de Impulso de Tensão e Corrente Estrutura Laboratorial
  12. 12. Síntese dos resultados laboratoriais Aparelhos de TV Televisor Condição Ecrã Duração t(s) Energia J(A²· s) Televisor 1 Novo 29” 11,38 µs 60,45 Televisor 2 Novo 29” 11,10 µs 67,22 Televisor 3 Usado 29” 12,00 µs 55,62 Televisor 4 Novo 21” 7,25 µs 24,42 Televisor 5 Usado 21” 6,76 µs 20,56
  13. 13. <ul><ul><li>Televisores (vários tipos e fabricantes); </li></ul></ul><ul><ul><li>Aparelhos de Som (vários fabricantes); </li></ul></ul><ul><ul><li>Microcomputadores (várias fontes de alimentação). </li></ul></ul>Ensaios de sobretensões a freqüência industrial
  14. 14. Ensaios de sobretensões a freqüência industrial
  15. 15. Síntese dos resultados laboratoriais Aparelho Tensão (V) Duração t(s) Televisor 1 418 1,0 Televisor 2 440 0,78 Televisor 3 440 0,017 Televisor 4 440 0,017 Televisor 5 440 0,017 Aparelho de som 440 0,017 PC sem estab. 1 396 4,8 PC sem estab. 2 440 0,5 PC com estab. 484 0,017
  16. 16. Ensaios de sobretensões MT- BT <ul><ul><li>Televisores (vários tipos e fabricantes); </li></ul></ul><ul><ul><li>Aparelhos de Som (vários fabricantes); </li></ul></ul><ul><ul><li>Microcomputadores (várias fontes de alimentação). </li></ul></ul>
  17. 17. Ensaios de sobretensões em MT nos cabos de BT
  18. 18. Síntese dos resultados laboratoriais Aparelho Tensão (V) Duração t(s) Televisor 1 600 0,1 Televisor 2 600 0,23 Televisor 3 1600 0,11 Aparelho de som 1 2000 0,25 Aparelho de som 2 2399 0,1 Aparelho de som 3 2400 0,1 Microcomputador 1 1600 0,25 Microcomputador 2 2000 0,12
  19. 19. Dispositivos de Proteção contra Surtos
  20. 20. Dispositivos de Proteção contra Surtos Sem DPS Com DPS Ensaios realizados na TV Phillips nova de 29 polegadas
  21. 21. Avaliação de um pedido de ressarcimento através do aplicativo APR – sem e com a presença do DPS Descarga Atmosférica
  22. 22. Sem DPS Com DPS Análise comparativa das solicitações dielétricas diante dos níveis de suportabilidade do aparelho televisor com e sem o DPS Avaliação de um pedido de ressarcimento através do aplicativo APR – sem e com a presença do DPS
  23. 23. Conclusões <ul><ul><li>Disponibilização de uma nova biblioteca contendo curvas de suportabilidade térmicas e dielétricas; </li></ul></ul><ul><ul><li>As curvas térmicas se fundamentaram na máxima energia suportável (Integral de Joule); </li></ul></ul><ul><ul><li>Eficácia do DPS; </li></ul></ul><ul><ul><li>O programa APR passou a contar com a possibilidade da avaliação dos impactos térmicos e dielétricos sob a ação e sem a presença de dispositivos mitigadores (DPS); </li></ul></ul>
  24. 24. Obrigado! Fortaleza, Agosto de 2011 Contato [email_address] Metodologia para Análise de Ressarcimento de Equipamentos Eletroeletrônicos Incluindo Dispositivos Mitigadores

×