17.ago safira 15.00_427_aeselpa

476 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
476
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
63
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

17.ago safira 15.00_427_aeselpa

  1. 1. Avaliação da Rentabilidade Regulatória de Ativos de Distribuição<br />Marcelo Ap. Pelegrini – Sinapsis<br />Ewerton Guarnier– Sinapsis<br />Sérgio E. Teixeira– AES Eletropaulo<br />João Carlos M. Carvalho - Sinapsis<br />Wagner M. G. Silva - Sinapsis<br />Carlos M. V. Tahan – Enerq/USP<br />Josimar O. Silva – Enerq/USP<br />
  2. 2. SINAPSIS<br /><ul><li>Empresa de base tecnológica - consultoria e prestação de serviços de P&D;
  3. 3. Spin-off Enerq/USP;
  4. 4. Principais Linhas de Pesquisa em Distribuição de Energia:
  5. 5. Regulação e Comercialização de Energia
  6. 6. Redes Inteligentes;
  7. 7. Planejamento, Qualidade, Operação;
  8. 8. Redes Subterrâneas;
  9. 9. Clientes: AES Eletropaulo, Celesc, Light, Cemig, EDP, Rede Energia, ARSESP, Duke Energy, entre outros;
  10. 10. Parceiros: Enerq/USP, FIPE, etc.</li></li></ul><li>AES NO BRASIL<br />PARTICIPAÇÃO DE MERCADO<br />7 MILHÕES DE CLIENTES<br />7,6 MIL COLABORADORES<br />Geradoras(Capacidade instalada)<br />2,3%<br />97,7%<br />Distribuidoras(Energia distribuída)<br />13%<br />Distribuição<br />INVESTIMENTOS 1998-2010:R$ 6,9 bilhões<br />87%<br />Geração<br />Comercialização<br />AES Brasil<br />Outros<br />Telecomunicação<br />
  11. 11. Cenário Atual<br /><ul><li>Ambiente Regulatório com incertezas
  12. 12. Como avaliar a rentabilidade de um ativo existente?
  13. 13. Como avaliar a rentabilidade de uma nova obra?
  14. 14. Distância entre planejamento do sistema e avaliação regulatória
  15. 15. Necessidade de metodologias e ferramentas para apoiar o planejamento do sistema
  16. 16. Integrar análises técnicas (mercado, tensão, confiabilidade, perdas)
  17. 17. Avaliar os ganhos regulatórios
  18. 18. Avaliar alternativas sob o mesmo ponto de vista</li></li></ul><li>Objetivos<br /><ul><li>Desenvolver metodologia de avaliação da rentabilidade regulatória de ativos existentes e futuros
  19. 19. Integração de benefícios técnicos e regulatórios
  20. 20. Análise de alternativas (gestão do planejamento)
  21. 21. Construção do fluxo de caixa
  22. 22. Integração dos modelos desenvolvidos em ferramenta computacional
  23. 23. Implantação e homologação do SINAP T&D – versão básica
  24. 24. Desenvolvimento de novo módulo</li></li></ul><li>Plataforma<br />
  25. 25. Plataforma Sinap T&D<br />PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS<br /><ul><li>Análise integrada de redes AT/MT/BT</li></li></ul><li>Ambiente Regulatório<br />Composição da Receita Requerida = Parcela A + Parcela B<br />
  26. 26. Métodosde valoração de ativos<br /><ul><li>Custo de Reposição Depreciado Otimizado (CRDO): Considera as condições de mercado, ou seja, refletem os custos que deveria enfrentar um novo participante no mercado.
  27. 27. Preço médio: preço médio de determinado produto e serviço. Considera as eficiências e ineficiências do setor.
  28. 28. Definição de Base de Remuneração Regulatória (BRR)
  29. 29. Avaliação no 1º ciclo
  30. 30. Blindagem
  31. 31. Incremental para o 2º e 3º ciclos</li></li></ul><li>Precificação de ativos<br />VNR = EP + COM + CA + JOA<br />VNR: Valor Novo de Reposição<br />EP: Valor do equipamento principal. Obtido no banco de preços referenciais da ANEEL*<br />COM: Custo dos componentes menores. Obtido nos módulos construtivos<br />CA: Custos Adicionais. Obtido nos módulos construtivos.<br />JOA: Juros Sobre Obras em Andamento<br />
  32. 32. Base de Remuneração<br /><ul><li>Valor Novo de Reposição (VNR): Valor do bem novo, idêntico ou similar ao avaliado e obtido no banco de preços.
  33. 33. Valor de Mercado em Uso (VMU): Valor do bem instalado, considerando a depreciação do mesmo.</li></ul> VMU = VNR*(1 - DAC)<br /><ul><li>Valor da Base de Remuneração (VBR) ou BRRlíquida: Valor do bem instalado, considerando os investimentos prudentes.</li></ul>BRRl = VMU*IAS<br /><ul><li>BRRbruta: Valor da base, sem considerar as depreciações.</li></ul>BRRb = VNR*IAS<br />
  34. 34. Retorno Regulatório<br /><ul><li>Quota de Reintegração Regulatória (QRR): Parcela que considera a depreciação dos ativos vinculados à prestação do serviço público de distribuição e a amortização dos investimentos associados. É calculada sobre a BRRb dos ativos que não estão 100% depreciados.</li></ul> QRR = BRRb*Taxa Média de Depreciação<br /><ul><li>Remuneração Líquida do Capital (RLC): Corresponde à remuneração dos investimentos prudentes da concessionária.</li></ul> RLC = BRRl*WACC<br />
  35. 35. 13<br />Quota e RLC<br />Ireg<br />QRR<br />X TDM =<br />JOA<br />R$<br />Ireg<br />Depr.<br />Ireg<br />RLC<br />CA<br />X WACC =<br />Ireg<br />Depr.<br />COM<br />IGPM<br />Equipamentos Principais<br />Ireg<br />Dep3<br />Dep4<br />Data de Ativação<br />Ano 4<br />Ano 3<br />Ano 2<br />Revisão 1<br />Revisão 2<br />
  36. 36. 14<br />Remuneração de ativos<br />
  37. 37. 15<br />Remuneração de ativos<br />
  38. 38. 16<br />Remuneração de ativos<br />
  39. 39. 17<br />Situação Atual – Sem obras<br />A receita da distribuidora cai drasticamente se não houver investimento<br />
  40. 40. 18<br />Ferramenta de avaliação<br />
  41. 41. Gestão de Estudos de Planejamento<br />Módulos desenvolvidos<br />
  42. 42. 20<br />SINAP<br />Resultados<br />Dados Externos<br />Rede GIS<br />Importação<br />Rede de Estudo<br />Rede Preparada<br />Dimensionamento do Estudo<br />Cadastro de Obras<br />Lista de Módulos Construtivos<br />Identificação Mód. Construtivos<br />Valores dos Ativos Depreciados<br />Lista de Mód. Construtivos<br />Cálculo Depreciação<br />Dados Contábeis<br />Valores dos Ativos com IA<br />Banco de Preços (VNR)<br />Valores dos Ativos - OE<br />Cálculo VBRbruto<br />Valor da RLC<br />Índices de Aproveitamento<br />Cálculo VBRliq<br />Valor da Quota<br />Obrigações Especiais<br />Cálculo RLC<br />Orçamento das Obras<br />Dados Regulatórios<br />Cálculo Quota<br />Valores de Perdas<br />Valores de Mercado<br />Evolução de Mercado<br />Cálculo de Orçamento<br />Valores de Confiabilidade<br />Parâmetros de Confiabilidade<br />Módulo Perdas<br />Dados Financeiros<br />Dados Orçamentários<br />Módulo Confiabilidade<br />Cálculo Fluxo de Caixa<br />Fluxo de Caixa<br />
  43. 43. 21<br />Estudo de caso<br />A ferramenta desenvolvida foi aplicada ao estudo da expansão de uma concessionária de distribuição.<br />Situação inicial: SE com 4 transformadores com violação de critério de atendimento<br />Duas alternativas foram estudadas:<br /> - A 1° consistia na substituição de 2 transformadores da subestação, em obras na rede primária e na saída subterrânea da SE.<br /> - A 2° consistia na substituição dos 4 transformadores da subestação por 3 de maior potência, e em obras na rede primária e na saída subterrânea da SE.<br />
  44. 44. 22<br />Estudo de caso<br />Módulo de avaliação<br />
  45. 45. 23<br />Estudo de caso<br />Barras <br />Criticas<br />Trechos<br /> Críticos<br />
  46. 46. 24<br />Estudo de caso<br />Configuração da base – Inserção de ativos em ETD<br />
  47. 47. 25<br />Estudo de caso<br />Configuração da base – Retirada de ativos em ETD<br />
  48. 48. 26<br />Estudo de caso<br />Configuração da base – Inserção de ativos em RD<br />
  49. 49. 27<br />Estudo de caso<br />Análise Econômica – Remuneração Total (Existente + Investimento)<br />
  50. 50. 28<br />Estudo de caso<br />Análise Econômica – Fluxo de Caixa da Alternativa 1<br />
  51. 51. 29<br />Estudo de caso<br />Análise Econômica – Fluxo de Caixa da Alternativa 2<br />
  52. 52. 30<br />Estudo de caso<br />Análise Econômica – Benefício Regulatório da Alternativa 2<br />
  53. 53. 31<br />Estudo de caso<br />Evolução da END<br />Evolução das Perdas<br />Evolução do mercado<br />
  54. 54. 32<br />Conclusões<br /><ul><li>Metodologia e Software que permitem
  55. 55. Gestão de estudos de planejamento
  56. 56. Avaliação técnico e econômica de alternativas com quantificação de ganhos regulatórios
  57. 57. Simulações e aplicações usando dados de planejamento e da base de ativos
  58. 58. Sugestões de continuidade
  59. 59. Integração com dados do SAP
  60. 60. Avaliação Integrada do Plano de Expansão em ambiente com restrições, com priorização de ações e obtenção do nível ótimo de investimentos
  61. 61. Avaliação regulatória de obras realizadas e em andamento</li></li></ul><li>www.sinapsisenergia.com<br />marcelo.pelegrini@sinapsisenergia.com<br />(11) 5051-0744<br />

×