A prosa romântica indianista

6.690 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

A prosa romântica indianista

  1. 1. A P RO S A RO M Â N T I C A I N D I A N I S TA Alunos: Turma: 205 • Isadora Louvain Turno: Manhã • Ítalo Coutinho Professora: Roberta • João Cléber Escola: IFF • Keterin de Souza • Laís Nogueira • Mariana Magalhães
  2. 2. CONTEXTO HISTÓRICO• 1808 - Chegada da família real ao Brasil.• Criação da Imprensa Régia.• Chegada das missões estrangeiras ao Brasil.• 1822 - Independência do Brasil.• Índio - Autêntica expressão de nacionalidade.
  3. 3. P RO J E T O L I T E R Á R I O• O romance indianista fornece aos leitores brasileiros obras em que o passado histórico fosse reconstituído, quando possível, ou inventado, quando necessário.• Agentes do discurso.• Indianismo e o público.• Linguagem nacional.
  4. 4. C A R AC T E R Í S T I C A S• O romancista procura valorizar as nossas origens.• O ‘’Bom selvagem‘’ de Roasseu• Para a literatura brasileira, tanto os poemas de Gonçalves de Magalhães, quanto os de Gonçalves Dias, acerca do indianismo são maravilhosos, repletos de características e visões próprias, o que é comum na literatura à subjetividade.
  5. 5. AU T O R E S E P R I N C I PA I S O B R A S• Principal autor deste romance foi José de Alencar• As principais obras do romance indianista foram: • O Guarani (1857) - Ficção indianista. Na obra o processo de colonização está adiantado. Modelo importado - projeta as relações de suserana e vassalagem e os ideais burgueses (cortesia, bravura, humildade, heroísmo e amor sem limites). • Iracema (1865) - Período inicial das terras conquistadas. União índia tabajara e o nobre conquistador. Apresenta a lenda da fundação do Ceará. Formação do povo brasileiro. • Ubirajara (1874) - Aborda o momento que antecede a ocupação das terras conquistadas.
  6. 6. A N Á L I S E D E ‘ ’ A C A Ç A DA ‘ ’

×