Estrada de Ferro Paracatu - Festival de Inverno 2011

823 visualizações

Publicada em

Apresentação sobre a Estrada de Ferro Paracatu, realizada em julho de 2011 no Festival de Inverno da Cidade de Bom Despacho/MG - mais informações em www.bomdespachomg.com.br

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
823
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Estrada de Ferro Paracatu - Festival de Inverno 2011

  1. 1. OFICINAOs caminhos da Estrada de Ferro Paracatu:levando desenvolvimento e cultura para oCentro Oeste Mineiro Facilitador: Engenheiro Ítalo Coutinho Bom Despacho/MG - 10 de julho de 2011
  2. 2. Agenda-Histórico da Estrada de Ferro Paracatu-Fotos e mapas da Época-Visita atual às Estações (Mapas, Videos, Fotos)-Depoimento de Ferroviários-Coffee Break-Preservação Ferroviária (Estudos de Caso)-Oficina de Textos-Carta aberta às Autoridades
  3. 3. Objetivo-Perenizar o legado multidimensional deixado pelaEFP para o município de Bom Despacho e região.-Legado nas áreas de Arquitetura, Economia,Social, Demográfico.
  4. 4. DedicatóriaDedicado à memória de Manoel Werneck (*1932+2007),ferroviário que junto com seus companheiros jamais deixoupara trás o seu sonho de preservar a EFP e seu legado.
  5. 5. Histórico da Estrada de Ferro ParacatuA Estrada de Ferro Paracatu (EFP) partia originalmente da estaçãode Velho da Taipa, na bitola estreita (0,76 cm) da EFOM. Em 1927chegou a Melo Viana e no sentido oposto já atingia Água Suja ePará de Minas, juntando-se com a linha da EFOM de bitolamétrica que ligava Belo Horizonte a Garças, na hoje estação deAzurita. Em 1931, a estrada foi incorporada à EFOM para formar aRMV - Rede Mineira de Viação e passou a se chamar ramal deParacatu. Atingiu em 1937 Barra do Funchal, mas jamais chegou àcidade que lhe deu o nome, Paracatu. Em 1968, foi erradicado otrecho Bom Despacho-Barra do Funchal, e, em 1994, o restantedo ramal.
  6. 6. Histórico da Estrada de Ferro ParacatuTexto de Jacinto Guerra, em seu livro O Cavaleiro Andante:No dia 10 de janeiro de 1920, o “Minas Gerais”, órgão oficial doGoverno do Estado, publicou uma nota que dizia: “Em solenidadepopular muito bastante concorrida foi feita a demarcação do localonde será construída a Estrada de Ferro Paracatu, em BomDespacho”.
  7. 7. Histórico da Estrada de Ferro Paracatu- Paracatu estava a caminho do interior do País e um dos extremos do Estado de Minas;- A tecnologia para máquinas a vapor era dominada;- País com tamanho continental;- Economia do interior do Estado, importância de cidades como Patos de Minas e a própria Paracatu;- Questões Políticas (?)
  8. 8. Paracatu/MG Altitude m: máx. 1009 mín. 410Distância de Bom Despacho: 470 km População à Época: 20.000 habitantes Hoje: 86 mil Bom Despacho/MG Altitude: 722 m População à Época: 5.000 habitantes Hoje: 45 mil
  9. 9. Estações da EFP•Velho do Taipa - Pitangui/MG – 1920 - INÍCIO•Leandro Ferreira - Leandro Ferreira/MG - 1921•Parada (sem denominação) - Leandro Ferreira/MG - 1921•Trigueiro - Leandro Ferreira/MG - 1921•Álvaro da Silveira - Bom Despacho/MG - 1921•Daniel de Carvalho - Bom Despacho/MG - 1921•Bom Despacho - Bom Despacho/MG - 1921•Arthur Bernardes - Bom Despacho/MG - 1921•Clodomiro de Oliveira - Dores do Indaía/MG - 1922•Pindaíba - Dores do Indaiá/MG - 1922•Dores do Indaía - Dores do Indaiá/MG - 1922•Melo Viana - Serra da Saudade/MG - 1925•Barra do Funchal - Serra da Saudade/MG – 1935 - FIM
  10. 10. Estações da EFP163 km de trilhos
  11. 11. Histórico da Estrada de Ferro Paracatu Qual o destino? Qual a razão da sua construção? Por que não foi adiante?
  12. 12. Fotos e mapas da Época
  13. 13. Fotos e mapas da Época
  14. 14. Fotos e mapas da ÉpocaA estação VELHO DA TAIPA ainda comtrilhos, provavelmente anos 1980. Fotocedida por Bruno Campos
  15. 15. Fotos e mapas da Época Foto Arquivo Público Mineiro - construção de uma vala próxima à linha da EFP
  16. 16. The wedding photo of my father and mother, who were married in Bom Despacho in 1928, is also there. Whatis interesting for your program, (and still a mystery to me) is why my father and mother, with their weddingparty, traveled by horse for 3 hours from Álvaro to Bom Despacho. Why didnt they take the E F Paracatu?In her autobiography my mother simply wrote in German, "Wir heiraten am 16 März 1928 in Bom Despacho, 3Stunden weit entfernt. Das machten wir zu Pferde, auch alle anderen die mit uns waren. Es war ja auch keineandere Fahrtgelegenheit da. Schlecht und gut für uns war es auch gleich unsere Hochzeitsreise. Das ist nuneben so auf Coloni."Rough English translation is: We married 16 March 1928 in Bom Despacho, 3 hours away. We rode horsesand all others with us too. There was no other mode of transportation. For better or worse for us it was ourwedding trip. That is how things are on the colony.Fred Hanke, atualmente reside nos EUA.
  17. 17. Fotos e mapas da Época A estação em Dores do Indaiá, talvez anos 1960. Autor desconhecido
  18. 18. Construção da Ferrovia em 1936 – Região entreDores do Indaiá e Serra da Saudade
  19. 19. Fotos e mapas da Época Barra do Funchal – Serra da Saudade/MG
  20. 20. Fotos e mapas da Época Barra do Funchal – Serra da Saudade/MG
  21. 21. Fotos e mapas da Época DVD – 2010 – Festival de Inverno FERROVIÁRIOS
  22. 22. Visita atual às Estações da EFP Velho da Taipa - 2007
  23. 23. Visita atual às Estações da EFP Velho da Taipa - 2010
  24. 24. Visita atual às Estações da EFP Álvaro da Silveira - 2007
  25. 25. Daniel de Carvalho - 2009
  26. 26. Bom Despacho - 2009
  27. 27. Arthur Bernardes - 2009
  28. 28. Ponte entre BD e Dores - 2009
  29. 29. Estação Clodomiro de Oliveira2010Dores do Indaiá/MG
  30. 30. Pindaíba - 2010
  31. 31. Dores do Indaiá - 2010
  32. 32. Serra da Saudade - 2010
  33. 33. Barra do Funchal - 2010
  34. 34. Depoimentos de Ferroviários Convidados
  35. 35. Preservação Ferroviária-Associações Nacionais-Grupos de Amigos-Ferromodelismo-Cartas de Preservação Ferroviária-Apoio da Iniciativa privada-Apoio da comunidade
  36. 36. Oficina de Textos-Objetivo: carta aberta de Bom Despacho/MG para apreservação da EFP.-Extender a Carta para os outros Municípios-Como fazer: oficina com textos, grupos de trabalho-Redação final: o trabalho começa hoje
  37. 37. Carta aberta às Autoridades-Para quem?-Como será?-Próximo Passo-Compromisso-Parcerias
  38. 38. Mensagem FinalVocê não precisa querer mudar o mundo por completo.Comece a pensar como fazer isso na sua casa.Depois faça na sua comunidade.Não precisa ser algo grandioso!Não importa a intensidade, o que importa é a constânciae a perenidade de seus atos.
  39. 39. Referências-Histórico da Estrada de Ferro Paracatu-Fotos e mapas da Época-Visita atual às Estações (Mapas, Videos, Fotos)-Depoimento de Ferroviários-Coffee Break-Preservação Ferroviária (Estudos de Caso)-Oficina de Textos-Carta aberta às Autoridades

×