Cartilha sobre Cisterna Calçadão 52.000 litros: Série Compartilhando Experiências

7.735 visualizações

Publicada em

Co-produção e fotografia de capa da Cartilha sobre Cisterna Calçadão 52.000 litros: Série
Compartilhando Experiências -- Recife: Diaconia, 2008. Projeto construído pela Diaconia em parceria com agricultores e agricultoras do semi-árido brasileiro

Publicada em: Tecnologia
3 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
7.735
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
299
Comentários
3
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cartilha sobre Cisterna Calçadão 52.000 litros: Série Compartilhando Experiências

  1. 1. CONVIVENDOCOM O SEMI-ÁRIDO Construção da Cisterna Calçadão 52.000 litrosSérie Compartilhando Experiências Nº 5 Programa de Apoio à Agricultura Familiar – PAAF Abril de 2008
  2. 2. Coordenação do Projeto:Joseilton Evangelista, Mário Farias e Leonardo Freitas.Autor: DiaconiaTexto:Mário Farias, Joseilton Evangelista, Adriana Connolly.Revisão:Cíntia Gamarra-Rojas, Joseilton Evangelista,Leonardo Freitas, Mário Farias, Verônica PraganaFoto de Capa:Ita PortoFotos Internas:Ita Porto, Adriana Connolly e Mário Farias | Acervo DiaconiaAcervo fotográfico:DiaconiaDiagramação:Cleto CamposImpressão: Gráfica JBTiragem: 5.000 exemplares Ficha catalográfica DIACONIA (2008) Cisterna Calçadão 52.000 litros: Série Compartilhando Experiências / texto: Mário Farias, Joseilton Evangelista, Adriana Connolly - coordenação do projeto: Joseilton Evan- gelista, Mário Farias e Leonardo Freitas. -- Recife: Diaconia, 2008. Projeto construído pela Diaconia em parceria com agricultores e agricultoras do semi-árido brasileiro, Oxfam GB, TearFund, Federação Luterana Mundial, Articulação no Semi-Árido Brasileiro - ASA. Palavras-chave: 1. Cisterna Calçadão 52.000 litros; 2. Agroecologia; 3. Água; 4. Convivendo com o Semi-Árido; 5. Agricultura Familiar.Todos os direitos livres. Qualquer parte desta edição poderá ser utilizada ou reproduzida em qualquer meio ou forma,desde que se mantenham todos os créditos e seu uso seja exclusivamente sem fins lucrativos.
  3. 3. Missão da DiaconiaEstar a serviço dos excluídos da sociedade participando da construção solidária da cidada-nia, tendo como área preferencial de atuação a região Nordeste do Brasil.Igrejas Membro de DiaconiaAssociação das Igrejas do Cristianismo DecididoConfederação das Uniões Brasileiras da Igreja Adventista do 7º DiaExército de SalvaçãoIgreja de Cristo no BrasilIgreja Episcopal Anglicana do BrasilIgreja Evangélica de Confissão Luterana do BrasilIgreja Evangélica Luterana do BrasilIgreja MetodistaIgreja Presbiteriana do BrasilIgreja Presbiteriana Independente do BrasilUnião das Igrejas Evangélicas Congregacionais do BrasilConselho DiretorRev. Waldyr Hoffman (Presidente)Diácona Ingrit Vogt (Vice-Presidente)Rev. Rinaldo César Mendonça de Oliveira (1º Secretário)Dra. Mônica de Morais Gueiros (2ª Secretária)Major Maruilson Menezes de Sousa (1º Tesoureiro)Rev. Nenrod Douglas de Oliveira Santos (2º Tesoureiro)Sra. Thelma Celene Saraiva Leão (Vogal)Diretor ExecutivoRev. Arnulfo BarbosaPrograma de Apoio à Agricultura Familiar (PAAF)Coordenador: Joseilton EvangelistaCoordenador Casa de Apoio de Afogados da Ingazeira - PE: Mário FariasCoordenador Casa de Apoio de Umarizal - RN: Leonardo FreitasEquipe TécnicaAdilson Viana, Adriana Connolly, Ana Paula Pereira, Ana Paula Gomes, Carla Galiza, Clécio de Lima, CintiaGamarra-Rojas, Edjane Araújo, Hesteolívia Ramos, Igor Arruda, Ita Porto, Maria Djaneide, Periza Cristina,Priscila Elói, Sidney da Cruz, Vânia Lúcia Gomes, Verlândia Morais, Vilma Carvalho.Programa de Promoção da Criança e do Adolescente (PPCA)Coordenadora: Diglane GalvãoPrograma de Apoio à Ação Diaconal das Igrejas (PAADI)Coordenador: Sérgio AndradeSetor Administrativo-Financeiro | Núcleo de Mobilização de RecursosCoordenadora: Valéria Pérez Coordenadora: Sofia GracianoNúcleo de ComunicaçãoCoordenadora: Verônica Pragana
  4. 4. A DIACONIA A Diaconia é uma organização social sem fins lucrativos e de inspiração cristã,fundada em 1967. As ações da entidade estão focadas na defesa dos direitos hu-manos e promovem transformações pela educação e pela organização política dascomunidades. A instituição atua nos meios urbano e rural, beneficiando diretamente crianças,adolescentes e jovens e suas famílias de comunidades populares das regiões metro-politanas de Recife (PE) e Fortaleza (CE); famílias agricultoras das microrregiões doSertão do Pajeú (PE) e do Oeste Potiguar (RN); e lideranças de Igrejas nas cidadesde Recife (PE), Natal (RN) e Fortaleza (CE). A atuação da Diaconia está organizada em três programas: Programa de Pro-moção da Criança e do Adolescente (PPCA), Programa de Apoio à Ação Diaconaldas Igrejas (PAADI) e Programa de Apoio à Agricultura Familiar (PAAF). O PAAF tem como objetivo contribuir para o desenvolvimento sustentável daAgricultura Familiar Agroecológica na região Semi-Árida. O público beneficiado dire-tamente pelas ações são famílias que vivem em comunidades tradicionais de agricul-tura familiar e em assentamentos da reforma agrária. A atuação do programa se dá através de projetos de assistência técnica, cons-tituição de fundos rotativos solidários, financiamentos de tecnologias de acesso àágua a fundo perdido para famílias pobres e apoio a organizações populares quelutam pela reforma agrária. Aproximadamente 50% do público com o qual trabalhamos diretamente sãomulheres. As relações de gênero são discutidas na família, com base em uma meto-dologia que estimula a participação das mulheres e dos homens nos processos detransformação de sistemas produtivos tradicionais em sistemas agroecológicos. A região Semi-Árida é marcada por grandes secas periódicas que, somadas acomponentes políticos, econômicos e socioculturais, reduzem seu potencial produti-vo. Como conseqüência, há perda de colheitas e uma grande diminuição da produçãodos animais, além da insuficiente armazenagem de água e de forragens para os ani-mais. É este cenário que o PAAF está ajudando a mudar. Através do desenvolvimen-to e implantação de tecnologias adaptadas às condições do Semi-Árido (banheiroredondo, cisternas, barragens subterrâneas, barragens sucessivas, entre outras), deproposição e acompanhamento de propostas de políticas públicas, da capacitaçãodada às famílias agricultoras para a construção e manutenção dos sistemas agro-ecológicos e do estímulo e apoio à organização política das comunidades rurais,oprograma estimula a melhoria da qualidade de vida das famílias. O resultado é avalorização da cidadania nas comunidades rurais.
  5. 5. ÍNDICE1. Apresentação........................................................................................................ 102. Cisterna de placas calçadão 52.000 litros............................................................. 123. Metodologia aplicada para a implantação das experiências comcisternas calçadão 52.000 litros................................................................................ 134. Passo a passo da construção da Cisterna Calçadão 52.000 litros....................... 14Etapa 1: Confecção das placas e dos caibros.......................................................... 15Placas da parede Material necessário Como fazer Cuidados necessários Placas do teto Material necessário Como fazer Cuidados necessários Caibros Material necessário Como fazerEtapa 2: Construção da laje do fundo....................................................................... 20 Material necessário Como fazer Cuidados necessáriosEtapa 3: Levantamento das placas da parede......................................................... 22 Material necessário Como levantar Cuidados necessáriosEtapa 4: Amarração das placas................................................................................ 24 Material necessário
  6. 6. Como fazer Cuidados necessáriosEtapa 5: Reboco da parte externa............................................................................ 26 Material necessário Como fazer Cuidados necessáriosEtapa 6: Reboco da parte interna e do fundo............................................................ 27 Parte interna Material necessário Como fazer Cuidados necessários Reboco do fundo Material necessário Como fazer Cuidados necessáriosEtapa 7: Construção da cobertura............................................................................ 29 Pilar central Material necessário Como fazer Colocação dos caibros Material necessário Como colocar Colocação das placas do teto Como colocar Reboco do teto Material necessário Como fazer Cuidados necessários
  7. 7. Etapa 8: Colocação da tampa ..................................................................................... 32 Material necessário Como colocar a tampaEtapa 9: Construção do contorno do calçadão............................................................. 33 Material necessário Como fazer Cuidados necessáriosEtapa 10: Construção do decantador............................................................................ 35 Material necessário Como fazerEtapa 11: Construção do piso.................................................................................. .... 37 Material necessário Como fazer Cuidados necessáriosEtapa 12: Pintura......................................................................................................... 39 Material necessário Como fazer a pintura5. Informações importantes sobre a cisterna calçadão 52.000 litros............................ 406. Materiais necessários para a construção da cisterna calçadão 52.000 litros........... 417. Observações importantes......................................................................................... 428. Experiências das famílias que conquistaram a cisterna calçadão 52.000 litros....... 43
  8. 8. CONVIVENDO COM O SEMI-ÁRIDO Construção da Cisterna Calçadão 52.000 litros 01 - APRESENTAÇÃO Com alegria, chegamos ao quinto número da série “Compartilhando Experiên-cias”, sempre com o objetivo de colocar nas mãos das agricultoras e agricultores uminstrumento simples, com linguagem acessível e que partilha processos e técnicasde convivência com o Semi-Árido. Este número é dedicado a cisterna calçadão de 52.000 litros, uma tecnologiadesenvolvida pela Diaconia e que vem se constituindo na mais nova demanda daspopulações pobres do Semi-Árido brasileiro. Um calçadão construído no nível dosolo capta água da chuva, que escoa para a cisterna. Essa água é utilizada paraproduzir alimentos por meio da irrigação de hortaliças e frutíferas no entorno das ca-sas e para criação de pequenos e médios animais. Esta solução simples aperfeiçoaa captação de água de chuva para favorecer a segurança alimentar e nutricional.10 Série Compartilhando Experiências Nº 5
  9. 9. CONVIVENDO COM O SEMI-ÁRIDOConstrução da Cisterna Calçadão 52.000 litros No final de 2006, a Diaconia publicou nesta mesma série uma cartilha sobrea cisterna calçadão 16.000 litros. Pouco mais de um ano depois, a Diaconia editaoutra cartilha sobre as cisternas calçadão, mas dessa vez, com capacidade de ar-mazenamento 3,5 vezes maior do que a antecessora. Em 2007, no Sertão do Pajeú, em Pernambuco, foram construídas 10 cister-nas com o apoio da Tearfund, organização inglesa de natureza cristã. Outras seiscisternas foram construídas no município de São José do Egito (PE) com finan-ciamento do Programa de Formação e Mobilização Social para Convivência como Semi-Árido - Uma Terra e Duas Águas (P1+2), gerido pela Articulação no Semi-Árido Brasileiro (ASA). O modelo foi adotado pelo P1+2, como uma das oito tecnologias selecio-nadas para ser implantada em todo Semi-Árido. A cisterna calçadão também foiacolhida nos espaços de proposição de políticas públicas nos municípios onde aDiaconia atua. A presente publicação tem o apoio da Oxfam GB, instituição inglesa parceirada Diaconia através do Programa Meios de Vida Sustentável (PMVS), o qual temcontribuído para a implantação de diversas experiências com produção agroecológi-ca, acesso aos mercados locais por meio das feiras agroecológicas. O PMVS tam-bém apóia processos participativos voltados para a abordagem de gênero. Essa cartilha vai mostrar todo o procedimento e material necessários para aconstrução dessa alternativa de sistema de captação e armazenamento de água dachuva e evidenciar as experiências desenvolvidas pelas famílias agricultoras. Es-peramos que contribua para a difusão da cisterna calçadão 52.000 litros e reforce aluta em prol do direito à água para produção das famílias do Semi-Árido. Reverendo Arnulfo Barbosa | Diretor Executivo da Diaconia Série Compartilhando Experiências Nº 5 11
  10. 10. CONVIVENDO COM O SEMI-ÁRIDO Construção da Cisterna Calçadão 52.000 litros 2. CISTERNA CALÇADÃO 52.000 LITROS Primeiro, foi desenvolvida uma cisterna para captar água da chuva que es-corria pelo telhado. O funcionamento é simples. A água, ao invés de cair no chão,é coletada nas calhas e enviada para um reservatório construído ao lado da casa,chamada de cisterna. Por ser bastante limpa, essa água é usada para beber e co-zinhar. Logo surgiu a necessidade de desenvolver uma tecnologia que captasse tam-bém da chuva a água para irrigar a terra cultivada e matar a sede dos animais depequeno e médio porte. Foi então desenvolvida uma cisterna e um calçadão ao lado,onde a água da chuva cai e escorre para dentro da cisterna. O calçadão de 110 metros quadrados é retangular e tem uma declividade mí-nima de 20 centímetros. Inicialmente, a tecnologia foi desenvolvida com capacidadepara armazenar 16.000 litros. Mas a observação, a necessidade de acumular maiságua e a curiosidade fizeram que técnicos da Diaconia projetassem uma cisternacom capacidade de acúmulo 3,5 vezes maior. Num ano muito seco, que com apenas 350 milímetros de precipitação, a cis-terna é capaz de armazenar 52.000 litros de água. A água acumulada nesta cisternaé suficiente para ajudar na implantação de hortas, pomares e na criação de peque-nos e médios animais garantindo o fornecimento de água para os plantéis. A construção de cada cisterna dessa custa aproximadamente R$ 3.800,00. Ovalor pode variar por região devido ao preço do cimento e outros materiais. A mão-de-obra da família é aproveitada e isso barateia o custo. Essa cartilha vai mostrar todo o procedimento e material necessários para aconstrução dessa alternativa de sistema de captação e armazenamento de água dachuva e evidenciar as experiências desenvolvidas pelas famílias agricultoras.12 Série Compartilhando Experiências Nº 5
  11. 11. CONVIVENDO COM O SEMI-ÁRIDOConstrução da Cisterna Calçadão 52.000 litros3. METODOLOGIA APLICADA PARA AIMPLANTAÇÃO DAS EXPERIÊNCIAS COMCISTERNAS CALÇADÃO 52.000 LITROS A implantação das experiências com cisternas calçadão de 52.000 litros seinicia com a escolha das famílias. Elas são selecionadas em espaços de discussãopolítica, com a participação de representantes de sindicatos dos trabalhadores rurais,associações rurais, prefeitura, organizações da sociedade civil. Os critérios consi-derados para a indicação são: necessidade de acesso à água, interesse em adquirira tecnologia para fins de produção agrícola e pecuária, presença de crianças, idosose pessoas com necessidades especiais. Junto à família são discutidos a importância da cisterna, os cuidados e suafinalidade, sensibilizando-a e capacitando-a para valorizar e fazer melhor uso daágua captada na cisterna. A família beneficiária participa do processo de construçãoescavando o buraco e disponibilizando mão-de-obra não especializada. É importante que o pedreiro passe por um processo de capacitação que ga-ranta a boa qualidade da obra. Para a construção da cisterna, é indispensável oacompanhamento por parte da família. Construída a cisterna calçadão, a família recebe assessoria técnica para aimplantação da experiência com produção que, em geral, é voltada para o cultivo dehortaliças, plantio de fruteiras e criação de pequenos e médios animais. Série Compartilhando Experiências Nº 5 13
  12. 12. CONVIVENDO COM O SEMI-ÁRIDO Construção da Cisterna Calçadão 52.000 litros 04 - PASSO A PASSO DA CONSTRUÇÃO A cisterna deve ser localizada em um espaço plano, próximo à área deprodução, com uma distância média de 50 metros de árvores, preferencial-mente com uma declividade de no mínimo 20 centímetros, ficando o reser-vatório na parte mais baixa. O calçadão é retangular e tem 210 metro quadradode área com declividades mínima de 20 centímetros dos dois lados. O buracodeve ser cavado com 7,00 metros de diâmetro e um metro e sessenta centí-metros de profundidade.14 Série Compartilhando Experiências Nº 5
  13. 13. CONVIVENDO COM O SEMI-ÁRIDOConstrução da Cisterna Calçadão 52.000 litrosETAPA 1:CONFECÇÃO DAS PLACAS DA PAREDE E DOTETO E CONSTRUÇÃO DOS CAIBROSPLACAS DA PAREDEMATERIAL NECESSÁRIO:- 08 sacos de cimento;- 72 latas de areia grossa e lavada;- 20 carrinhos de areia para forrar o local de fabricação das placas.COMO FAZER- Trabalhe com traços de 09 latas de areia para 01 saco de cimento;- Nivele a areia do forro para a confecção das placas;- Esfregue a fôrma na areia para frente e para trás para dar a curva daplaca;- Compacte bem o traço na fôrma;- Faça 111 placas mais 02 de sobra, sendo 113 no total. Em 37 placas faça umcorte de 10 centímetros quadrados na parte de cima do lado esquerdo; Série Compartilhando Experiências Nº 5 15
  14. 14. CONVIVENDO COM O SEMI-ÁRIDO Construção da Cisterna Calçadão 52.000 litros 04 - PASSO A PASSO DA CONSTRUÇÃO- Faça as placas no mesmo dia;- Molhe as placas 02 a 03 vezes durante o dia.CUIDADOS NECESSÁRIOS- Nivelamento da areia do forro para confeccionar as placas;- Aguação das placas;- Fôrma com tamanho correto.PLACAS DO TETOMATERIAL NECESSÁRIO:- 35 latas de areia lavada;- 05 sacos de cimento.COMO FAZER:- Faça traços de 07 latas de areia para 01 saco de cimento; - Nivele a areia do forro para a confecção das placas;- Compacte bem o traço na fôrma;- Faça 37 conjuntos de placas mais 01 conjunto de sobra, sendo no total 152placas. Cada conjunto, corresponde a 4 placas.- Faça as placas no mesmo dia;- Molhe as placas 02 a 03 vezes por dia.16 Série Compartilhando Experiências Nº 5
  15. 15. CONVIVENDO COM O SEMI-ÁRIDOConstrução da Cisterna Calçadão 52.000 litrosCUIDADOS NECESSÁRIOS:- Nivelamento da areia do forro para confeccionar as placas;- Material com medida correta;- Aguação das placas;- Fôrma com tamanho correto.CAIBROSMATERIAL NECESSÁRIO:- 119 metros de ferro 08 milímetros;- 30 latas de areia lavada;- 25 latas de brita;- 05 sacos de cimento.COMO FAZER:- Faça o traço com 06 latas de areia e cinco latas de brita para 01 saco decimento;- Prepare 38 varas de ferro com 03 metros e 20 centímetros de comprimentoe vire 03 centímetros em uma das pontas; Série Compartilhando Experiências Nº 5 17
  16. 16. CONVIVENDO COM O SEMI-ÁRIDO Construção da Cisterna Calçadão 52.000 litros 04 - PASSO A PASSO DA CONSTRUÇÃO- Trace a areia, o cimento e a brita;- Coloque a vara de ferro no centro da fôrma com distância de 08 centímetrosna parte de baixo e 06 centímetros na parte de cima entre as tábuas, e enchacom o concreto;18 Série Compartilhando Experiências Nº 5
  17. 17. CONVIVENDO COM O SEMI-ÁRIDOConstrução da Cisterna Calçadão 52.000 litros- Faça um bico na massa com a colher na extremidade onde se encontra oferro dobrado;- Faça 38 caibros;- Molhe 03 vezes por dia;- Só assente depois de 02 dias. Série Compartilhando Experiências Nº 5 19
  18. 18. CONVIVENDO COM O SEMI-ÁRIDO Construção da Cisterna Calçadão 52.000 litros 04 - PASSO A PASSO DA CONSTRUÇÃOETAPA 2:CONSTRUÇÃO DA LAJE DO FUNDOMATERIAL NECESSÁRIO:- 09 varões de ferro de 6,3 milímetros;- Meio quilo de arame recozido número 18;- 08 sacos de cimento;- 72 latas de areia lavada;- 32 latas de brita. COMO FAZER:- Faça traços de 09 latas de areia e 04 latas de brita para 01 saco de cimen-to;- Nivele o terreno;- Faça uma grade de ferro de 06 metros e 20 centímetros de diâmetro;20 Série Compartilhando Experiências Nº 5
  19. 19. CONVIVENDO COM O SEMI-ÁRIDOConstrução da Cisterna Calçadão 52.000 litros- Faça 03 círculos com o ferro de 6.3 milímetros e distribua de forma simétricana grade, e oito pedaços do mesmo ferro de 06 metros e 30 centímetros paraamarrar os círculos; - Coloque a grade no fundo do buraco e nivele-a;- Trace o cimento, a areia e a brita;- Encha a grade com o concreto;- Compacte bem o concreto comuma altura aproximada de 07 centí-metros;CUIDADOS NECESSÁRIOS:- Terreno mal nivelado;- Terreno com presença de materialmole. Série Compartilhando Experiências Nº 5 21
  20. 20. CONVIVENDO COM O SEMI-ÁRIDO Construção da Cisterna Calçadão 52.000 litros 04 - PASSO A PASSO DA CONSTRUÇÃOETAPA 3:LEVANTAMENTO DAS PLACAS DA PAREDEMATERIAL NECESSÁRIO:- 12 latas de areia lavada;- 02 sacos de cimento- Meio metro de cano de 1 polegada;- Para escoramento utilize varas: sendo 74 varas de 40 centímetros de com-primento; 74 varas de 01 metro e 10 centímetros e 74 varas de 01 metro e 70centímetros. COMO FAZER:- Risque o diâmetro da cisterna com 06 metros e 20 centímetros.- Assente as placas por fora do risco;- Antes de montar a primeira fileira de placas, divida o risco do diâmetro demodo que fique um espaço de 02 centímetros entre as placas;- Faça traços de 03 latas de areia para uma lata de cimento;22 Série Compartilhando Experiências Nº 5
  21. 21. CONVIVENDO COM O SEMI-ÁRIDOConstrução da Cisterna Calçadão 52.000 litros- Assente as placas com a ajuda de um prumo;- Bote a massa nos espaços entre as placas com a ajuda de uma régua;- Escore as placas com varas, por dentro e por fora;- Coloque uma sangria na cisterna na última fileira de placas na parte de cimada placa, do lado contrário a tampa, utilizando cano de 01 polegada.CUIDADOS NECESSÁRIOS:- Não deixar placas fora do prumo. Série Compartilhando Experiências Nº 5 23
  22. 22. CONVIVENDO COM O SEMI-ÁRIDO Construção da Cisterna Calçadão 52.000 litros 04 - PASSO A PASSO DA CONSTRUÇÃOETAPA 4:AMARRAÇÃO DAS PLACAS MATERIAL NECESSÁRIO:- 45 quilos de arame galvanizado número 12. COMO FAZER:- Meça o tamanho de um arame, circulando o corpo da cisterna e use comobase para o corte dos demais;- Espere no mínimo 01 hora após o assentamento das últimas placas paraapertar os arames;- Aperte o arame com uso de uma caneta do freio de bicicleta;- Amarre os arames de baixo para cima da seguinte forma:Na primeira fila coloque 15 voltas de arame;Na segunda fila coloque 14 voltas de arame;Na terceira fila coloque 15 voltas de arame- Distribuir as voltas de arame na placa por igual;- Deixar as emendas dos arames desencontradas.24 Série Compartilhando Experiências Nº 5
  23. 23. CONVIVENDO COM O SEMI-ÁRIDOConstrução da Cisterna Calçadão 52.000 litrosObservação: O número de voltas de arame aumenta quando cresce o diâme-tro da cisterna. Por isso esse modelo tem mais voltas de arame que o modelotradicional.CUIDADOS NECESSÁRIOS:- Se amarrar o arame com a massa fresca, poderá deslocar as placas e com-prometerá a estrutura da cisterna;- Não apertar demais o arame. Série Compartilhando Experiências Nº 5 25
  24. 24. CONVIVENDO COM O SEMI-ÁRIDO Construção da Cisterna Calçadão 52.000 litros 04 - PASSO A PASSO DA CONSTRUÇÃOETAPA 5:REBOCO DA PARTE EXTERNA MATERIAL NECESSÁRIO:- 45 latas de areia lavada;- 05 sacos de cimento. COMO FAZER:- Fazer reboco desempolado apenas na parte da cisterna que fica fora dochão.- Faça o reboco bem distribuído e reforçado;- Cubra bem os arames com a massa.CUIDADOS NECESSÁRIOS:- Não deixar os arames quase descobertos após o reboco.26 Série Compartilhando Experiências Nº 5
  25. 25. CONVIVENDO COM O SEMI-ÁRIDOConstrução da Cisterna Calçadão 52.000 litrosETAPA 6:REBOCO DA PARTE INTERNA DA CISTERNA MATERIAL NECESSÁRIO:- 30 latas de areia lavada;- 05 sacos de cimento;- 03 litros de Vedacit.COMO FAZER:- Trabalhe com traços de 03 latas de areia para 1 lata de cimento;- Dissolva o Vedacit com água e misture bem com a massa;- Corte a massa e desempole.CUIDADOS NECESSÁRIOS- Não deixar falhas no reboco;- Não fazer o reboco fino demais. Série Compartilhando Experiências Nº 5 27
  26. 26. CONVIVENDO COM O SEMI-ÁRIDO Construção da Cisterna Calçadão 52.000 litros 04 - PASSO A PASSO DA CONSTRUÇÃOREBOCO DO FUNDOMATERIAL NECESSÁRIO:- 18 latas de areia lavada;- 03 sacos de cimento;- 01 litro de Vedacit. COMO FAZER:- Faça o traço de 06 latas de areia para 01 saco de cimento;- Dissolva o Vedacit com a água e misture bem com a massa;- Corte a massa e desempole.- Reforce os cantos da cisterna na parte do fundo;- Encha bem com massa, corte e desempole corretamente;Depois que terminar o reboco de dentro da cisterna, pincelar com golda, feitacom meio saco de cimento e meio litro de Vedacit.CUIDADOS NECESSÁRIOS:- Reforçar os cantos da cisterna no rejunte entre as placas e o fundo;- Não fazer o reboco fino demais.28 Série Compartilhando Experiências Nº 5
  27. 27. CONVIVENDO COM O SEMI-ÁRIDOConstrução da Cisterna Calçadão 52.000 litrosETAPA 7:CONSTRUÇÃO DA COBERTURA PILAR CENTRALMATERIAL NECESSÁRIO:- O pilar central é feito com caibro de madeira e tem 03 metros de altura;- 01 roda de madeira com 80 centímetros de diâmetro e 05 centímetros de espessura.COMO FAZER:- Coloque o pilar central sobre um pedaço de madeira de 5 centímetros de altura para facilitar a retirada do pilar;- Pregue a roda de madeira no pilar central com prego reforçado.Observação: O pilar central serve para escorar os caibros de cimento enquan- to eles estão sendo colocados. Depois de 3 dias da cisterna pronta, o pilar central é retirado. Série Compartilhando Experiências Nº 5 29
  28. 28. CONVIVENDO COM O SEMI-ÁRIDO Construção da Cisterna Calçadão 52.000 litros 04 - PASSO A PASSO DA CONSTRUÇÃOCOLOCAÇÃO DOS CAIBROSMATERIAL NECESSÁRIO:- Sobra do arame da amarração da cisterna;- 1 lata e meia de areia lavada;- 12 quilos de cimento;- 1 lata e meia de brita. COMO COLOCAR:- Coloque os caibros um de frente para o outro, encaixando uma ponta no corte das placas e o lado que tem o ferro dobrado em cima da roda de madeira;FOTO: COLOCAÇÃO DOS CAIBROS – DETALHE DO FERRO NA EXTREMI- DADE SUPERIOR- Amarre as pontas dos ferros dobrados com 02 voltas de arame 12;- Despeje um balde de concreto no lugar dos ferros amarrados acima da roda de madeira e alise.30 Série Compartilhando Experiências Nº 5
  29. 29. CONVIVENDO COM O SEMI-ÁRIDOConstrução da Cisterna Calçadão 52.000 litrosCOLOCAÇÃO DAS PLACAS DO TETOCOMO COLOCAR AS PLACAS:- Encaixe bem as placas nos espaços dos caibros, tendo o cuidado para não quebrar.REBOCO DO TETOMATERIAL NECESSÁRIO:- 27 latas de areia lavada;- 03 sacos de cimento.COMO FAZER:- Coloque a massa com cuidado para não afundar as placas.- Nivele com uma régua e depois alise com uma esponja. 01 02 03FOTO: REBOCO DO TETO 04 05 06 Série Compartilhando Experiências Nº 5 31
  30. 30. CONVIVENDO COM O SEMI-ÁRIDO Construção da Cisterna Calçadão 52.000 litros 04 - PASSO A PASSO DA CONSTRUÇÃOETAPA 8:COLOCAÇÃO DA TAMPA MATERIAL NECESSÁRIO:- Massa do reboco da coberta.COMO COLOCAR A TAMPA:- Coloque a tampa quando estiver fazendo o reboco da coberta.A tampa de ferro com cadeado é a melhor solução para evitar que caiam bi-chos e sujeiras dentro da cisterna. Também evita acidentes com crianças.FOTO: TAMPA COM CADEADO32 Série Compartilhando Experiências Nº 5
  31. 31. CONVIVENDO COM O SEMI-ÁRIDOConstrução da Cisterna Calçadão 52.000 litrosETAPA 9:CONSTRUÇÃO DO CONTORNO DO CALÇADÃO MATERIAL NECESSÁRIO:- 2.500 tijolos comuns;- 10 sacos de cimento;- 100 latas de areia.COMO FAZER:- Marque o alicerce de 220 metros quadrados, ou seja, 11 metros de largurapor 20 metros de comprimento;- Procure o melhor nivelamento de terreno;- Faça o alicerce com 02 camadas de tijolo dobrado até o nível do chão. A par-tir daí faça parede simples com 1 tijolo; Série Compartilhando Experiências Nº 5 33
  32. 32. CONVIVENDO COM O SEMI-ÁRIDO Construção da Cisterna Calçadão 52.000 litros 04 - PASSO A PASSO DA CONSTRUÇÃO- Faça a moldura da calçada com1 tijolo a galgue;- Marque o alicerce do calçadão antes da construção da cisterna, para que amesma fique centralizada na parte de maior declividade, para facilitar o nivela-mento de escoamento da água.CUIDADOS NECESSÁRIOS:- Má localização do calçadão em relação ao terreno pode levar a gastos desne-cessários de material e utilização de muito aterro, favorecendo assim o apare-cimento de rachaduras.34 Série Compartilhando Experiências Nº 5
  33. 33. CONVIVENDO COM O SEMI-ÁRIDOConstrução da Cisterna Calçadão 52.000 litrosETAPA 10:CONSTRUÇÃO DO DECANTADOR MATERIAL NECESSÁRIO:- 50 tijolos comuns;- Um pouco de massa da construção do contorno da calçada;- Meio metro de cano de 01 polegada;- 02 metros de cano de 100 milímetros;- 01 joelho de 100 milímetros.COMO FAZER:- Cave um buraco quadrado de 40 centímetros de largura e 20 centímetros defundura;- Centralize o buraco em uma das larguras da calçada,do lado que estiver lo-calizada a cisterna;- Ladrilhe o fundo do buraco com tijolo e após forre o mesmo com tijolos agalgue; Série Compartilhando Experiências Nº 5 35
  34. 34. CONVIVENDO COM O SEMI-ÁRIDO Construção da Cisterna Calçadão 52.000 litros 04 - PASSO A PASSO DA CONSTRUÇÃO- Coloque um cano de 100 milímetros do decantador até a cisterna, com de-clividade suficiente para o escoamento da água;- Na parte do decantador, na ponta do cano coloque um joelho de 100 milíme-tros e na ponta do joelho coloque uma peneira feita com tela de ferro galvani-zado, a mesma utilizada para peneirar areia.- Coloque um cano de uma polegada para sangria da água que acumula nodecantador evitando a presença de sapos e reprodução de mosquitos.36 Série Compartilhando Experiências Nº 5
  35. 35. CONVIVENDO COM O SEMI-ÁRIDOConstrução da Cisterna Calçadão 52.000 litrosETAPA 11:CONSTRUÇÃO DO PISO MATERIAL NECESSÁRIO:- 26 sacos de cimento;- 234 latas de areia lavada; COMO FAZER:- Nivele o terreno com mestras (são as bases para o nivelamento), deixandodeclividades em direção ao decantador de 20 centímetros na horizontal e 20centímetros na vertical;- Use no aterro, material com a menor existência de barro, de preferênciaareia, no caso de barro, compacte bem;- Trabalhe com traço de 09 latas de areia para 01 saco de cimento;- Puxe todo o cimento do piso no mesmo dia; Série Compartilhando Experiências Nº 5 37
  36. 36. CONVIVENDO COM O SEMI-ÁRIDO Construção da Cisterna Calçadão 52.000 litros 04 - PASSO A PASSO DA CONSTRUÇÃO- Após o cimento puxado pincele com golda grossa de cimento com Vedacit;- Molhe o piso por aproximadamente 30 dias para a cura do cimento.CUIDADOS NECESSÁRIOS- Evite rachaduras grandes e em quantidade, compactando bem o aterro eaguando a calçada;- Cerque a cisterna para evitar que os animais estraguem o piso.38 Série Compartilhando Experiências Nº 5
  37. 37. CONVIVENDO COM O SEMI-ÁRIDOConstrução da Cisterna Calçadão 52.000 litrosETAPA 12:PINTURA MATERIAL NECESSÁRIO- 01 lata de cal. COMO FAZER A PINTURA- Coloque a cal de molho em 01 lata de água, misture bem e aplique com umpincel. Série Compartilhando Experiências Nº 5 39
  38. 38. CONVIVENDO COM O SEMI-ÁRIDO Construção da Cisterna Calçadão 52.000 litros 5. INFORMAÇÕES SOBRE A CISTERNA CALÇADÃO 52.000 LITROS03 fileiras de placasDiâmetro 6 metros e 10 centímetrosRaio de 3 metros e 5 centímetrosModelo das fôrmas40 Série Compartilhando Experiências Nº 5
  39. 39. CONVIVENDO COM O SEMI-ÁRIDOConstrução da Cisterna Calçadão 52.000 litros6. MATERIAIS NECESSÁRIOS PARA A CONSTRUÇÃODA CISTERNA CALÇADÃO 52.000 LITROSMaterial UNIDADE QUANTIDADECimento Saco 85Impermeabilizante Quilograma 06Arame 12 Quilograma 45Ferro 6,3 milímetros Quilograma 27Arame 18 Quilograma 0,5Joelho 100 milímetros Unidade 01Tampa Unidade 01Tijolo comum Unidade 2.500Ferro 08 milímetros Quilograma 51Cadeado Unidade 01Cal Lata 01Cano 100 milímetros Metro 02Peneira Unidade 02Areia Lata 900Brita Lata 60Cano de 75 milímetros Metro 01 Série Compartilhando Experiências Nº 5 41
  40. 40. CONVIVENDO COM O SEMI-ÁRIDO Construção da Cisterna Calçadão 52.000 litros 7. OBSERVAÇÕES IMPORTANTES Depois de 24 horas da cisterna pronta, deve-se colocar 06 tambores deágua para petrificar o cimento. A cisterna só deve ser cheia depois de 03 diasde pronta. Para evitar rachaduras, nunca deixe a cisterna secar completa-mente. Deixe pelo menos 03 tambores de água para manter a umidade den-tro da cisterna. Pinte a cisterna todo ano, pois o branco reflete a luz do soldiminuindo o aquecimento da água. Caso apareçam rachaduras na calçadaé importante se fazer o conserto o mais rápido possível colocando uma goldade cimento. É preciso ter tela no sangradouro e no joelho do cano que liga ocalçadão à cisterna.42 Série Compartilhando Experiências Nº 5
  41. 41. CONVIVENDO COM O SEMI-ÁRIDOConstrução da Cisterna Calçadão 52.000 litros8. EXPERIÊNCIAS DAS FAMÍLIAS QUECONQUISTARAM A CISTERNA CALÇADÃO DE52.000 LITROS ÁGUA PARA PRODUÇÃO DE ALIMENTO SAUDÁVEL Seu Francisco Assis de Farias (65 anos) e Dona Bernadete Pacífico deFarias (64) moram no Sítio Serrinha no Município de São José do Egito hácerca de 35 anos. Atualmente vivem sozinhos, pois seu único filho casou emora na sede do município e costuma passar os finais de semana no sítio dospais com os dois filhos. Seu Assis conta que antigamente encontrar água na comunidade erafácil, mesmo não sendo muito boa, bastava cavar uma cacimba ou um poçoamazonas. O mesmo afirma que “a partir da década de 90 ficou difícil arrumarágua e principalmente de qualidade, só com a chegada da cisterna do P1MCnós temos água para beber e cozinhar”. A produção da família na agricultura se resume ao plantio de milho, fei-jão, melancia e jerimum durante a época das chuvas, e matam a sede dos ani-mais pegando água nos açudes vizinhos a uma distância aproximadamentede 5 quilômetros. As verduras e frutas utilizadas na alimentação da famíliasão compradas na feira em São José do Egito, pois no sítio não tem águasuficiente para sustentar canteiros ou fruteiras no entorno da casa. O casalestá evitando comer verduras, principalmente tomate por causa dos produtosquímicos. Série Compartilhando Experiências Nº 5 43
  42. 42. CONVIVENDO COM O SEMI-ÁRIDO Construção da Cisterna Calçadão 52.000 litros 8. EXPERIÊNCIAS DAS FAMÍLIAS QUE CONQUISTARAM A CISTERNA CALÇADÃO DE 52.000 LITROS Com a construção da cisterna calçadão de 52.000 litros nasce a espe-rança de Dona Bernadete e Seu Assis de produzir alimento saudável para oconsumo da casa, diminuindo as despesas e melhorando a saúde. As chuvasainda não chegaram definitivamente, mesmo assim com apenas duas trovoa-das a cisterna já armazenou cerca de 18.000 litros de água que vem servindopara aguar algumas fruteiras, iniciar a produção de hortaliças a partir de can-teiros econômicos, dar água aos animais e para alguns usos domésticos comobanho e lavagem de pratos. A família está muito satisfeita com a construção dacisterna de 52.000 litros. “Estamos muito felizes por ter uma obra deste porte”,comenta Seu Assis emocionado.44 Série Compartilhando Experiências Nº 5
  43. 43. CONVIVENDO COM O SEMI-ÁRIDOConstrução da Cisterna Calçadão 52.000 litros ÁGUA GARANTINDO A PERMANÊNCIA NO CAMPO Paulo César Siqueira Gomes (38 anos), sua esposa Josineide BatistaSoares (34 anos), seus 02 filhos Paulo César Batista Gomes Júnior (07 anos)e Jair Batista Soares (16 anos), moravam na cidade de Ouro Velho na Paraí-ba. Os avós de Paulo nasceram no sítio Serrinha aonde o mesmo chegou amorar por 02 anos. Parte da propriedade ficou para a família de Paulo comoherança, e aos poucos foram comprando mais partes chegando hoje ao totalde 48 hectares. Josineide conta que tinha muita vontade de morar no sítio, mas o pro-blema da falta de água acabava atrapalhando, Paulo é que mesmo morandona cidade, trabalhava na propriedade durante a semana criando cabras, abe-lhas e plantando milho e feijão para a alimentação da família. Com a chegadada cisterna de telhado a permanência da família no sítio começou a ser maisconstante, embora tivessem que pegar água para os animais e uso geral dacasa a uma média de 06 quilômetros de distância o que levava uma horaaproximadamente. Quando a família foi selecionada para receber a cisterna de 52.000 litrosdo Programa Uma Terra Duas Águas (P1+2), Josineide viu então a possibili-dade da realização de seu sonho, morar efetivamente no seu sítio com sua Série Compartilhando Experiências Nº 5 45
  44. 44. CONVIVENDO COM O SEMI-ÁRIDO Construção da Cisterna Calçadão 52.000 litros 8. EXPERIÊNCIAS DAS FAMÍLIAS QUE CONQUISTARAM A CISTERNA CALÇADÃO DE 52.000 LITROSfamília. Isso aconteceu em Dezembro de 2007. Paulo fez o seguinte comen-tário “Você não imagina. É até impossível a gente descrever a utilidade deuma obra como essa, a cisterna de 52.000 litros é uma grande oportunidadede melhorar a qualidade de vida”. Toda fruta e hortaliça consumida na casaaté então é comprada na feira em São José do Egito. A família já vem usandoa cisterna para dar água aos animais, para aguar 03 canteiros de hortaliças ealgumas mudas de pinha, graviola, caju, mamão e acerola. Algumas fruteirasiniciarão o processo de produção ainda este ano, diminuindo as despesas,melhorando a saúde a partir do consumo de alimento saudável e a possibili-dade de melhorar a renda por meio da venda do excedente da produção.46 Série Compartilhando Experiências Nº 5
  45. 45. CONVIVENDO COM O SEMI-ÁRIDOConstrução da Cisterna Calçadão 52.000 litrosPublicações das ações da Diaconia no Semi-Árido brasileiro Cartilhas Série Criação Animal: Cartilha Produção Ensilagem e Fenação e Banco de Proteínas Agroecológica e Acesso aos Mercados Locais Cartilha Série Culti- Cartilha Série Culti- Cartilha Série Recur- vos Agroecológicos: vos Agroecológicos: sos Hídricos: Barra- Mamona Algodão gem Subterrânea Cartilhas de Avaliação da Potabilidade da Água I Caderno de Cartilha Experiências Cisterna Cartilha Agroecológicas Calçadão Banheiro Redondo 16.000 litros Série Compartilhando Experiências Nº 5 47
  46. 46. CONVIVENDO COM O SEMI-ÁRIDO Construção da Cisterna Calçadão 52.000 litrosDiaconiaSedeRua Marques do Amorim, 599, Ilha do LeiteCEP: 50070-030Recife – PE – BrasilTel/ Fax: (81) 3221.0508E-mail: diaconia@diaconia.org.brwww.diaconia.org.brCasa de Apoio de Afogados da IngazeiraRua Padre Luiz de Góes, 177, CentroCEP: 56.800-000Afogados da Ingazeira – PernambucoTelefones: (87) 3838-1056 / 3838-3941Email: afogados@diaconia.org.brCasa de Apoio de UmarizalAvenida Divinópolis, 456, CentroCEP: 59.865-000Umarizal – Rio Grande do NorteTelefones: (84) 3397-2665 / 3397-2237Email: umarizal@diaconia.org.brCasa de Apoio de FortalezaRua Pedro Pereira, 460, Salas 301 - 303CEP: 60.035-000Fortaleza – CearáTelefones: (85) 3231-5292 / 3211-7062Email: fortalez@diaconia.org.brNatalRua Piquiá, 7830 Cidade SatéliteCEP: 59.067-580Natal – Rio Grande do NorteTelefones: (84) 3218-6341Email: natal@diaconia.org.br48 Série Compartilhando Experiências Nº 5
  47. 47. CONVIVENDO COM O SEMI-ÁRIDOConstrução da Cisterna Calçadão 52.000 litros Série Compartilhando Experiências Nº 5 49

×