Plantas silvestres comestíveis

7.323 visualizações

Publicada em

Plantas silvestres comestíveis

Publicada em: Direito
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
7.323
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
13
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
238
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Plantas silvestres comestíveis

  1. 1. © 1978-2012 :: Clube de Desbravadores João Zielack - :: clubejoaozielack.blogspost.com.br :: Plantas silvestres comestíveis 1 1. Fotografar, reunir fotos ou desenhar quinze plantas silvestres comestíveis. Identificar cada planta na natureza. Agrião (Masturtium officinale) As folhas são comestíveis cruas na forma de salada. Babaçu (Orbignya speciosa ) Árvore medindo até 2Om de altura e folhas amareladas, estriadas e longas, de 8 a 9m de comprimento, comum no Norte e Nordeste do Brasil. As sementes são comestíveis e os frutos fornecem uma manteiga vegetal de alto valor nutritivo. Beldroega (Portulaca Oleracea) Os brotos e as folhas novas e frescas podem ser consumidos crus, em saladas ou cozidos. É anual, cresce muito com erva daninha no interior de Portugal no Verão, rasteira, de folhas tenras e carnudas e caules avermelhadas. São muito comestíveis, (as folhas e caules, crus ou cozidos) de sabor acidificado e rica em ácido salicílico. É muito usada em sopas e saladas em receitas tradicionais. É cicatrizante e indicada para diferentes coisas como fígado, rins, olhos e colesterol. Rica em ómega-3 Buriti (Mauritia Vinifera) O buritizeiro é a mais alta palmeira do Brasil, medindo de 45 a 5Om de altura. Da parte superior do tronco sai um leque de folhas que chega a ter cinco metros de comprimento por três a quatro metros de largura. Produz frutos elípticos e amarelados, contendo polpa vermelha e sementes comestíveis. Do caule e dos espadices florais pode-se extrair um líquido adocicado. A medula do caule fornece uma Fécula comestível, com sabor semelhante ao do palmito. Pode ser encontrado desde o Estado do Pará até São Paulo, incluindo Minas Gerais, Goiás e Mato Grosso. Cajueiro (Anacardim occidentale) Árvore cuja altura depende do tipo de solo, sendo que no Vale do Paraíba e no do Rio das Velhas chega a medir de 18 a 20m. Nos campos e sertões, onde o solo é arenoso e seco, apresenta caule tortuoso, pequeno, quase rasteiro e todo esgalhado. Tem folhas ovais, onduladas e pequenas flores em panículas terminais. Seu fruto consiste numa castanha em forma de rim, que pode ser consumida, assada ou crua. O pseudofruto (amarelo ou vermelho) possui consistência carnosa e sabor adocicado; dele extrai-se um suco refrigerante.
  2. 2. © 1978-2012 :: Clube de Desbravadores João Zielack - :: clubejoaozielack.blogspost.com.br :: Plantas silvestres comestíveis 2 Carnaubeira (Copernicia cerifera) Este coqueiro mede cerca de 30m de altura e sua copa chega a ter de dois a três metros de circunferência, Possui folhas cujas nervuras tomam a configuração de um leque, com numerosas folhas miúdas e frutos arredondados dispostos ao seu redor. O palmito (ou broto terminal) e as nozes são comestíveis. Aparece no Nordeste, estendendo-se até o Maranhão e Bahia e também para o Sul. Hera Terrestre (Glechoma hederacea ou Nepeta hederacea) Muitas vezes considerada erva daninha, de flores labiadas violeta, é terapêutica para os problemas dos rins e sistema urinário pois é diurética e purificante (liberta o chumbo do organismo), para a maioria das mucosas como ouvidos, nariz, garganta e sistema digestivo, dores de dentes e ouvidos, inflamações dos olhos, é anti-inflamatória para gripes e resfriados (rica em vitamina C), para a flautência e para doenças de fígado ou baço. As folhas novas podem ser comidas crus em saladas para dar um aroma, em infusão ou cozidas como espinafres. A seiva acelera o tratamento de feridas quando aplicada externamente. Não confundir com a Malva neglecta. Não usar em dose elevada (pode ser irritante para o estômago) e usar com precaução. Leituga ou Serralha (Sonchus oleraceus) planta algo idêntica ao dente-de-leão (Taraxacum officinale), tem um parente muito próximo, o Sonchus asper, e é muito vulgar como erva daninha e selvagem. Batata Silvestre (Dioscorea villosa) Os Tubérculos da batata silvestre com a tolhagem semelhante às variedades cultivadas, são comestíveis. Fetos Vegetais (Samambaias) Grande número de fetos é comestível, e nenhum deles é venenoso. As espécies comestíveis encontram-se principalmente nas áreas de florestas das regiões temperadas cálidas e nas regiões tropicais. Algumas destas plantas têm uns poucos centímetros de altura; os fetos vegetais arbóreos, com altura até 10 metros, existem nas áreas tropicais, desde o nível do mar até as encostas de montanhas, onde as chuvas são fortes e frequentes.
  3. 3. © 1978-2012 :: Clube de Desbravadores João Zielack - :: clubejoaozielack.blogspost.com.br :: Plantas silvestres comestíveis 3 Casca do Pinheiro A casca do pinheiro é rica em Vitamina C. A casca externa do pinheiro é removida pela raspagem e a casca interna é arrancada do tronco e comida crua, após ter sido secada. Poderá também. ser comida cozida ou depois de reduzida à farinha. A casca (interna) ingere-se melhor quando recém formada na primavera. Gramíneas As várias espécies compreendidas pelas gramíneas poderão servir como a mais importante fonte singela de alimento de sobrevivência, em uma emergência, especialmente nas regiões mais quentes do país. O arroz, o milho miúdo, o sorgo (outra espécie de milho), o maçambará, ou sorgo de alepo, o milho grosso e muitos outros cereais, são característicos das regiões temperadas do Brasil Banana É uma fruta tropical de cor verde, quando imatura, chegando a amarela ou vermelha, quando madura. Seu formato é alongado, parecido com o formato de um pepino, porém de menor calibre, podendo, contudo, variar muito na sua forma consoante as variedades e cultivares. O mesmo acontece com a polpa que pode ser mole ou dura, doce ou acre. A banana é um fruto partenocárpico, tal como o abacaxi, pois pode formar-se sem fecundação prévia. É por isso que não possui sementes. Depois de cortadas escurecem facilmente devido à oxidação em contato com o ar. Laranja O sabor da laranja varia do doce ao levemente ácido. Freqüentemente, esta fruta é descascada e comida ao natural, ou espremida para obter sumo. As pevides (pequenos caroços duros) são habitualmente removidos, embora possam ser utilizados em algumas receitas. A casca exterior pode ser utilizada também em diversos pratos culinários, como ornamento, ou mesmo para dar algum sabor. A camada branca entre a casca e as gomas, de dimensão variável, raramente é utilizada, apesar de ter um sabor levemente doce. Recomendada para "quebrar" o sabor ácido da laranja na boca, após terminar de consumir o fruto. Pêra Quando de boa qualidade apresenta casca firme (sem ser dura), sem cortes, rachaduras ou manchas pardas. Para que conserve o aroma e o sabor deve ser guardada em lugar fresco e seco, nunca na geladeira.
  4. 4. © 1978-2012 :: Clube de Desbravadores João Zielack - :: clubejoaozielack.blogspost.com.br :: Plantas silvestres comestíveis 4 2. Identificar, na natureza, cinco árvores e cinco trepadeiras que têm partes comestíveis. NOTA – Algumas árvores apresentam casca comestível, bulbo, talos, sementes, tubérculos e frutos que podem servir de alimento. A palmeira tem o palmito em seu interior. Árvores: Pinheiro (Casca), Palmeira (Palmito), Samambaia (Bulbo), Babaçu (Semente), Mandioca (Raízes) Trepadeiras: Maracujá (fruto), Chuchu (fruto), Uva (Fruto), 3. Identificar, preparar e comer cinco tipos de frutas silvestres, três tipos de bebidas, três plantas de saladas, três hortaliças ou ervas e duas raízes ou tubérculos. NOTA – Existem mais de 30.000 espécies de plantas silvestres comestíveis. Algumas frutas silvestres que podem ser encontradas com facilidade são: amora, banana-da-terra, mamão e manga. Todas as frutas encontradas são, em geral, boas para a alimentação. As bebidas podem ser: água-de-coco, suco de alguma fruta e garapa da cana-de-açúcar. Para a salada podemos preparar alface, couve ou folhas não amargas. Das hortaliças, podemos fazer sopas com vagens, cenouras e feijões. As raízes ou tubérculos comestíveis, se destacam a mandioca e o inhame. Feito prática no Sertão. 4. Demonstrar a preparação de alimentos silvestres em cada uma das maneiras a seguir: a. ferver – frutas (estas também podem ser comidas cruas, em sua maioria). b. tostar – alimentos já fervidos ou cozidos podem ser tostados para diversificar o sabor. c. fritar – tubérculos, como a mandioca e o inhame. d. assar – grãos e sementes em geral. Feito prática no Sertão. 5. Demonstrar como preparar quatro porções de algodãozinho do campo (asxlépia) ou hemorocale para comer. Não há esse tipo de planta na nossa região.. 6. Explicar como identificar três fungos comestíveis e como identificar os cogumelos venenosos. Não há como saber se um cogumelo ou fungo é comestível sem mto estudo e prática antes. Então na dúvida é melhor não arriscar. Mas logo abaixo estão alguns exemplos de cogumelos comestíveis encontrados em sites especializados: Agaricus blazei é um cogumelo comestível, conhecido comercialmente como cogumelo-do-sol (marca registrada no Brasil). Este cogumelo foi reclassificado corretamente para Agaricus brasiliensis por S. Wasser et al. (WASSER et al. 2002). O Agaricus brasiliensis é uma espécie nativa do Brasil, tido como medicinal e com grande potencial terapêutico pode ser também um cogumelo comestível. É um fungo aeróbio que degrada material orgânico rico em celulose, hemicelulose e lignina para obter energia. Os cogumelos comestíveis, apreciados em muitas dietas Européias e Orientais, vêm crescendo de importância nos últimos anos, quanto à possibilidade de reciclar economicamente certos resíduos agrícolas e agro- industriais. Por outro lado, considerando o elevado conteúdo protéico dos cogumelos comestíveis, seu cultivo tem sido apontado como uma alternativa para incrementar a oferta de proteínas.
  5. 5. © 1978-2012 :: Clube de Desbravadores João Zielack - :: clubejoaozielack.blogspost.com.br :: Plantas silvestres comestíveis 5 Trufas negras são cogumelos que nascem embaixo da terra, nas proximidades de raízes de carvalhos e castanheiras, utilizados na alta gastronomia 7. Qual raiz de planta pode ser seca e moída para se fazer farinha? Mandioca. 8. Conhecer pelo menos oito famílias que têm plantas venenosas ou duvidosas. Não-me-toque, Copo de Leite, Comigo-ninguém-pode, Pau-Pelado, Dama-da-Noite, Crista-de-Galo. 9. Qual é a principal regra para determinar se uma planta é comestível? Se a planta tiver uma das seguintes características não é comestível: Cabeluda, Amarga ou Leitosa. Se a planta for amarga e estiver com dúvidas, cozinhe bem e depois prove um pequeno pedaço.

×