QUAL O CONTRIBUTO DA MEIOSE E DA                FECUNDAÇÃO PARA A VARIABILIDADE                          GENÉTICA?Nuno Cor...
Nuno Correia 10/11
Nuno Correia 10/11
Nuno Correia 10/11
Nuno Correia 10/11
Nuno Correia 10/11
Nuno Correia 10/11
Nuno Correia 10/11
Nuno Correia 10/11
Nuno Correia 10/11
   Os indivíduos originados por reprodução    sexuada apresentam variabilidade genética    entre si e em relação aos prog...
BG 16 - Reprodução sexuada (Meiose) Parte II
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

BG 16 - Reprodução sexuada (Meiose) Parte II

851 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

BG 16 - Reprodução sexuada (Meiose) Parte II

  1. 1. QUAL O CONTRIBUTO DA MEIOSE E DA FECUNDAÇÃO PARA A VARIABILIDADE GENÉTICA?Nuno Correia 10/11
  2. 2. Nuno Correia 10/11
  3. 3. Nuno Correia 10/11
  4. 4. Nuno Correia 10/11
  5. 5. Nuno Correia 10/11
  6. 6. Nuno Correia 10/11
  7. 7. Nuno Correia 10/11
  8. 8. Nuno Correia 10/11
  9. 9. Nuno Correia 10/11
  10. 10. Nuno Correia 10/11
  11. 11.  Os indivíduos originados por reprodução sexuada apresentam variabilidade genética entre si e em relação aos progenitores. A variabilidade genética dos indivíduos deve-se à meiose e à fecundação:  à meiose porque a separação dos cromossomas homólogos se efectua ao acaso e também devido ao fenómeno de crossing-over;  à fecundação porque ocorre da união ao acaso dos gâmetas, com informação genética diferente. Nuno Correia 10/11

×