.J . 
+4..  ' o ' h Z o*
l

v
' w _ . °' _ .  *
“A g5 . ' V,  l : t DO' ' '
~ .  o , 

Ô Steve «Émallmán

Ilustrado por
T...
'E12 f. 
N?  t'

 
 
 
 
 
 
  
 
   

Havia um brinquedo novo
lá no quarto.  Era pequeno,  f*
macio e leve.  e tinha uma ...
"Olaf disse o rato Milo.  “E o que sabes fazer? " ,  
i * "Í e.   "Mas que espécie de brinquedo U perguntou Edgar.  o ursi...
xi"

 

 parecido com um ratof' disse 0*_

E;  g_ Milo.  "Consegues chiar assim? "
 spUIK!  SQUIK! 

x

*s , iria - 
rrní-...
o ,  o _ .  o

 rr~; ›_¡¡e *cigana : 훓f-I-'

   
      

.  ~ÕÍ| §Bí5 m min-gua: :

o _' 'v v.  'I

r

 

r
Í
f
à' ›
'Í-...
ai** el*

í' di* Ç

. +mp. +'r++. + »W s

++ ++ + ++ ++ +

+ + + + +
4.a + *+ *+ + , r
.  . + + +
; O Barriguinha bem ++ *...
É : 
?air i. .
+ a#
u 4 43,3» . .É , 
.rs . iimas.  5%# dy «Êwiwíh
k *Os s 4#
. v.  _ . o ink. :
ÍÔÍ** . f.
#as fifa».  ,à...
as

O Barriguinha bem
tentou,  mas em vez
de fazer vich vuch, 
fez apenas
vlop .  . . 

vlop .  . .  
as

tropeçou e
caiu ...
Apareceu então outro brinquedo. 
Era Pipa,  a boneca bebé. 

"Sabes ficar molhado como eu? "
perguntou,  e PIPI PIPI!  fez...
di, 
WV

í? 

 

 

.  ç _. l V (.  L _ m _ 1 _ A
à* O Barriguinha ficou muito admirado. ,

3

Ele tentojiftentou,  tentou...
""ílgl! liclit= .› manu:  «min «vossa-Tlm
autuante: : 'cu olirêju a _| l=dt| ~'1¡)!1 mo promote. 
"Bim oil-am su» m¡ ¡ku-_...
O Milo e o Simão ajudaram o _  _ m, 
Barriguinha a saltar para a cama.  '" 'l  '
"Agora,  quando estiveres pronto,  _ / g ...
Mas o Barriguinha tinha medo.  A cama
era muito alta e o chão estava muito longe, 
1a'.  em baixo.  Os joelhos começaram a...
O Simão decidiu ajudar. 
"Tenta saltar um pouco? 
assim! " disse ele. 
. BOING!  BOING! - .  _
.  ,,  O Milo também quis
t...
ç OLHA,  BARRIGUINHA!  ESTOU ›  
A VOAR! " exclamou  _, 
o Milo.   x S

v¡

 

À i

 Só que então .  . .  .  f. ? i_
. .  . BOING!  PLOF!  SQUIK!  O Milo caiu da cama
e aterrou de costas em cima da carpete.
K2/ '    "NÃO TE PREOCUPES,  MILO. 
EU VOU TE AJUDAR! " ›
gritou o Barriguinha, 
escorregando pelos lençóis
até ao chão.
?F _ . .,.  , ,  ,.  °
l j v .  ç 
; #1 o

/  .,   Ó o O . 
 “F17 n O v.  ,

' r o .  o

  
  
    
 
 
 
 
 
  

 

! F +...
l / 

Os brinquedos foram todos a

correr para junto do Barrigui-

nhas e _aconchegaram-se ao seu
 Tudo.  .

Ele agora sab...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Barriguinhas

481 visualizações

Publicada em

história, amizade, carinho, especial

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

Barriguinhas

  1. 1. .J . +4.. ' o ' h Z o* l v ' w _ . °' _ . * “A g5 . ' V, l : t DO' ' ' ~ . o , Ô Steve «Émallmán Ilustrado por Tim Warnes / '- . / *x '. '› - ¡ . , › › -' -- I . . 1, . x _. s ' - pla_ . .w . 1 f ; y ›' d_ , / N; /“v' p _ 1/ _ . Jr / , _. › ,
  2. 2. 'E12 f. N? t' Havia um brinquedo novo lá no quarto. Era pequeno, f* macio e leve. e tinha uma + barriga redondmha. toda 4 às riscas. O seu nome era à" v ~ ” x_ Barriqumha. * “ V s ( l í
  3. 3. "Olaf disse o rato Milo. “E o que sabes fazer? " , i * "Í e. "Mas que espécie de brinquedo U perguntou Edgar. o ursinho de “ és tu? " b peluche. ' O Barriquinha pensou r O Barriguinha pensou › 7 muito e, por fim, disse: ainda mais. “Alguma coisa s, o "Um brinquedo. " 6 boa. " disse. “mas não sei ainda o que. " , gv "Vamos ajudar-ie O i › a descobrir! " a A disseram os › _ç brinquedos. _5 / i x . a: : . I 'z E É 1.3. _ . . x. 6), ¡ ' V ' i . P! __ '* A . X i , f x fm( J Í' ~**' '7Tñ'-%. .._/ ›a›« . . a “É” . x ° i m *â* É “Wi
  4. 4. xi" parecido com um ratof' disse 0*_ E; g_ Milo. "Consegues chiar assim? " spUIK! SQUIK! x *s , iria - rrní- vía¡ «qn- -__-_. .~. a.-. ,.. Z_›. _.. .___. «w › -x 1:- _k “ ' uàn-o-gubz a» + + JL 7V O Barriguinha bem tentou, e até o Milo ajudou, mas nada aconteceu. .°
  5. 5. o , o _ . o rr~; ›_¡¡e *cigana : 훓f-I-' . ~ÕÍ| §Bí5 m min-gua: : o _' 'v v. 'I r r Í f à' › 'Í- _, . x_ _ , -¡ : :J 'ÉÍ' / Ó A . , / ,
  6. 6. ai** el* í' di* Ç . +mp. +'r++. + »W s ++ ++ + ++ ++ + + + + + + 4.a + *+ *+ + , r . . + + + ; O Barriguinha bem ++ *+ + t? ++ + fitentou. e até o Edgar + . , + dgajudou, mas nada N* aconteceu. ' . l ° +* ' 1-» f, + 4 l ? É 1+ 9 e 3. z a
  7. 7. É : ?air i. . + a# u 4 43,3» . .É , .rs . iimas. 5%# dy «Êwiwíh k *Os s 4# . v. _ . o ink. : ÍÔÍ** . f. #as fifa». ,à #ts . P É! av #MW É s + M. #suma . ,+ u_ _. _,#wt_, üix, * e, i$str+$ñ+ sã# + 31s* *$# . É? ? 4%# a# f# 4Hs. # , .n bat. ? ? Hi u, s iv , r ,4 , rã _#4 ? sí i1.? . .sir , auüí», s É** #w . ç f. , *É* *WW* 4:2». th, «ÍÊW #à *eu . Pau, . s i i . àisvw soam: i . .as é. . ÍX# , . ##4 +9» É
  8. 8. as O Barriguinha bem tentou, mas em vez de fazer vich vuch, fez apenas vlop . . . vlop . . . as tropeçou e caiu ao chão. »os
  9. 9. Apareceu então outro brinquedo. Era Pipa, a boneca bebé. "Sabes ficar molhado como eu? " perguntou, e PIPI PIPI! fez xixi no chão. . , o, ¡_, ,.. »-. , l m - n sígliás_ I
  10. 10. di, WV í? . ç _. l V (. L _ m _ 1 _ A à* O Barriguinha ficou muito admirado. , 3 Ele tentojiftentou, tentou, mas nada eàconteceu. i f' x4¡ JL ? Í . V r / l K . - ¡ . / . , › , . . ' i x . x ; ;É . ' JL 7V
  11. 11. ""ílgl! liclit= .› manu: «min «vossa-Tlm autuante: : 'cu olirêju a _| l=dt| ~'1¡)!1 mo promote. "Bim oil-am su» m¡ ¡ku-_uwlm sintra-u» gp: : «sit-v : nt-num kvaa: tardia' 6mm: :n: -íxsmnuncmoít : um: n: ciente-n 'Ol/ 'lclgpjdiliw animou¡ qu: :tlgmun «uma o ¡? =,I""lgI| ,lIiIit= ,': t'-1^1=. munn ÊÍ? ¡iV/ (âlr n¡ ¡u- : fs: l” ; mini 331161- '›= .;¡I. :II. I;"“I. : rzúàszfiiínu : n: muttimâin n* pgncfsi hsm' . Íuiu. "ã = ,~. :n: f = *~°~'ugnv, zfiaaàrzrsr= ,i”' ¡Izríaúin fwr-“w, ; usei-grama n, ?na'^'^'¡gsumária'. 'franc *uma *nun um: : ziaraliaiaiin. o qu: : 3217x231. : :e : iêusfíiraw 'kv4ai*. s" u. . rswmg. " '_: i5:"'~. ;lI, Çi! l n. "WM f. " . items ? n2*"^lg¡qnti¡iir= .. 3411:? ! L i', 'ruÍI ; e v1 nr: )'-'; Ír= ,s; "-= ,;¡¡. _ »zé '
  12. 12. O Milo e o Simão ajudaram o _ _ m, Barriguinha a saltar para a cama. '" 'l ' "Agora, quando estiveres pronto, _ / g '-' f . . / _ . l S ' SALTA! " gritaram todos os , y ¡ brinquedos. e 1' ' K1 , 'z ' . Xi - «é / V/ p* / . 1/ f r Í _ / ' _y / l / / M. ¡. i/ .f , ' ; r lI _w , - v v 7' = J” _ Zz' / / t" _ -Laá _ ___/ . , g _ À t ; x xx É' J
  13. 13. Mas o Barriguinha tinha medo. A cama era muito alta e o chão estava muito longe, 1a'. em baixo. Os joelhos começaram a tremer e a sua barriguinha a doer. "EU NÃO SOU UMA ABELHA! " gritou. "E ACHO QUE NÃO CONSIGO VOAR! "
  14. 14. O Simão decidiu ajudar. "Tenta saltar um pouco? assim! " disse ele. . BOING! BOING! - . _ . ,, O Milo também quis tentar. Saltaram para cima. * e para baixo, para baixo e para. cima», cada vez mais a-lto.
  15. 15. ç OLHA, BARRIGUINHA! ESTOU › A VOAR! " exclamou _, o Milo. x S v¡ À i Só que então . . . . f. ? i_
  16. 16. . . . BOING! PLOF! SQUIK! O Milo caiu da cama e aterrou de costas em cima da carpete.
  17. 17. K2/ ' "NÃO TE PREOCUPES, MILO. EU VOU TE AJUDAR! " › gritou o Barriguinha, escorregando pelos lençóis até ao chão.
  18. 18. ?F _ . .,. , , ,. ° l j v . ç ; #1 o / ., Ó o O . “F17 n O v. , ' r o . o ! F ++ 3+. i* o'. *Í . . “+ - s- ? wgloll 'm Awake' alo uolirã @luar-Mu ! Iju- @iíffiilí Iii : lfouzuroi A Ícmfri-*lsràt vila fnizur'^lglv. l)ilirz« Ele sanciona a uolilíolrúavld. gp: : r m1¡- ; raulímixws ¡uu- ¡uslliunr ! Vime «qu-ima» flow : s-sílui : Ifoivawuíkoi ; ums 'w “HÚÍÚÀÉ em: aeirzws; _tous-raw 'i-. uílo- 'Nf-lili "lbrñgrsuoíi-i 3?= ,I""'IgI! |1i| ir2,' : itl-'jpnblílil ou “Aualkm "amu ter o , aiwlimr animou 21m m: atlanta( "^. :): «/í^, l^. :«l" »zqolbsuuom o , ikrf/ “lgjllllfclir= ,.. "i l-'i-'i qu: :ii : i3 30.523:: amam çmw um zürâluaf"
  19. 19. l / Os brinquedos foram todos a correr para junto do Barrigui- nhas e _aconchegaram-se ao seu Tudo. . Ele agora sabia que ser algo l* Ààxíogqu H ! muito, nias__muíto especial? , 1*» ' "" l 1:4/ «ea» A v, ç "Íéâãír- “ i' s x, ¡ ' V' / f ' 1 v . _ l . A49* . ~ . -~ “ f? x v ~: 1 ÃÍ ›. '“; _: ERÍ, ¡ V V pa, . ; WÉKÍÊÍÂEÉt &Egg; x l gi . . . '. ¡- . _ 7 _ x' x i . _, . A 'É _J i'm g N. .W . V, ! 1 N¡ q) k I ' E . . . .a1 "' "R. ' t . ..Hs

×