SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 19
Baixar para ler offline
Alice Vieira
Alice de Jesus Vieira Vassalo Pereira da Fonseca (Lisboa, 20
de março de 1943) é uma escritora e jornalista portuguesa.
Licenciou-se em Germânicas pela Faculdade de Letras da
Universidade de Lisboa. Em 1958, encetou a sua colaboração no
Suplemento Juvenil do Diário de Lisboa e a partir de 1969
dedicou-se ao jornalismo.

      Em 1979, iniciou-se no romance para jovens com Rosa,
Minha Irmã Rosa, editado pela Editorial Caminho, obra que foi
galardoada com o Prémio de Literatura Infantil «Ano
Internacional da Criança». Em 1983, com Este Rei que Eu Escolhi,
recebeu o Prémio Calouste Gulbenkian de Literatura Infantil e
em 1994 o Grande Prémio Gulbenkian, pelo conjunto da sua
obra. Recentemente foi indicada pela Secção Portuguesa do IBBY
(International Board on Books for Young People) como candidata
portuguesa ao Prémio Hans Christian Andersen. Trata-se do mais
importante prémio internacional no campo da literatura para
crianças e jovens, atribuído a um autor vivo.

      Atualmente, Alice Vieira dedica-se somente ao trabalho
literário, tendo editado em vinte anos de atividade quatro
dezenas de livros para crianças e jovens. É também conhecida
pelos artigos e crónicas que continua a publicar em jornais e
revistas. Alice Vieira é constantemente convidada para palestras
e encontros com os seus jovens leitores, em escolas e
bibliotecas.

      É uma das escritoras portuguesas mais traduzidas e
divulgadas no estrangeiro, mas diz que abandonaria mais
facilmente os livros do que a sua profissão de sempre: o
jornalismo.
Mário Castrim, marido de Alice
Vieira, escritor e jornalista falecido
em 2002.




      Há mais de 30 anos que escreve livros. Mas foi há mais
tempo que Alice Vieira enviou o primeiro texto para um jornal.
Não o publicaram. Tinha 14 anos e recebeu uma carta do "Diário
de Lisboa" a pedir que não desistisse. Essa carta foi assinada pelo
diretor do jornal, Mário Castrim com quem mais tarde veio a
casar e do qual tem dois filhos: Catarina, também jornalista e
escritora e André, professor universitário.
Alice Vieira numa sessão de
                            autógrafos.




Alice Vieira ainda jovem.




                                         Alice Vieira com a filha
                                         Catarina Fonseca.
Sempre amei por palavras muito mais
do que devia
são um perigo
as palavras
quando as soltamos já não há
regresso possível
ninguém pode não dizer o que já disse
apenas esquecer e o esquecimento
acredita
é a mais lenta das feridas mortais
espalha-se insidiosamente pelo nosso
corpo
e vai cortando a pele como se um barco
nos atravessasse de madrugada
e de repente acordamos um dia
desprevenidos e completamente
indefesos
um perigo
as palavras
mesmo agora mesmo agora
aparentemente tão tranquilas
neste claro momento em que as deixo em desalinho
sacudindo o pó dos velhos dias
sobre a cama em que te espero
***


                 in O que Dói às Aves, Caminho, 2009
“Os livros foram os meus amigos, os meus brinquedos. Uma das
recordações mais antigas que tenho é estar diante do espelho a contar-
me histórias.”



“ Em casa a vida não era muito fácil e o liceu era o escape. Não tenho
saudades nenhumas, nem de infância, nem de adolescência. Acho que só
fui feliz depois dos 18 anos.”



“ Ser jornalista está-me na massa do sangue e passaria muito mal se não
tivesse onde escrever. “



“ Sou muito egoísta quando estou a escrever; sou eu, a máquina e mais
ninguém, e escrevo para mim. Sou muito, muito exigente, mas é comigo,
já deitei fora romances completos quando os ía entregar.”
Alice Vieira escreve, essencialmente, para um público juvenil.




      1º livro publicado - Prémio de Literatura Infantil - Ano
                Internacional da Criança - 1979
Literatura Infantil
Algumas histórias tradicionais
Livros para adultos
Poesia



          Senhora Sant’Ana


         Senhora Sant’Ana
         subiu ao monte
         onde se sentou
         nasceu uma fonte
         vieram os anjos
         beberam dela
         ó que água tão boa
         que senhora tão bela.


          in Eu bem vi nascer o Sol - Antologia da
  poesia popular portuguesa, 1994
Alice Vieira também escreveu livros em co-autoria com outros escritores
Alice Vieira escreveu, ainda, dois livros de crónicas
Neste 3º período, os nossos alunos do 7º ano de escolaridade vão
estudar esta obra, destinada à leitura orientada na sala de aula .

       É uma peça de teatro para crianças e jovens (com um enredo em
muitos aspetos semelhante ao de "Rei Lear", de Shakespeare). A peça
baseia-se numa narrativa popular. Um pai decide repartir o reino pelas
filhas e põe-nas à prova, acabando, contudo, por deserdar a mais nova.
Esta vem a revelar-se, afinal, a única que era merecedora da sua
generosidade. Vítima do próprio orgulho e castigado pela sua cegueira, o
rei expia as culpas mergulhando na miséria, até ser finalmente salvo e
perdoado pela filha mais nova entretanto reencontrada.
O Meu Primeiro Dom Quixote corresponde a uma adaptação do clássico espanhol destinada ao




     p Em 2005, ano em que se comemoraram os 400 anos sobre
a edição do romance de Miguel de Cervantes, as Publicações
Dom Quixote editaram "O Meu Primeiro Dom Quixote",
traduzido do castelhano por Alice Vieira e ilustrado pelo
humorista espanhol Mingote.
     “O Meu Primeiro Dom Quixote” corresponde a uma
adaptação do clássico espanhol destinada ao público infanto-
juvenil, traduzida por Alice Vieira. aOproximações
aOproximaçOutras obões à caricatura, as compreender a
realidade tal qual elOa é, caindo em vários enganos e
sendo vítima da sua imaginação prodigiosa. | Ana
Margarida Ramos
Outras obras de Alice Vieira

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Amor de perdição
Amor de perdiçãoAmor de perdição
Amor de perdiçãoSeduc/AM
 
Fernando Pessoa
Fernando PessoaFernando Pessoa
Fernando Pessoafromgaliza
 
O Carteiro de Pablo Neruda
O Carteiro de Pablo NerudaO Carteiro de Pablo Neruda
O Carteiro de Pablo NerudaAna MF
 
Vida e obra fernando pessoa
Vida e obra   fernando  pessoaVida e obra   fernando  pessoa
Vida e obra fernando pessoaPedro Torres
 
Meia hora para mudar a minha vida mariana nunes
Meia hora para mudar a minha vida   mariana nunesMeia hora para mudar a minha vida   mariana nunes
Meia hora para mudar a minha vida mariana nunesfantas45
 
Rosa Minha Irmã Rosa ver1.pptx
Rosa Minha Irmã Rosa ver1.pptxRosa Minha Irmã Rosa ver1.pptx
Rosa Minha Irmã Rosa ver1.pptxpaulodomingos42
 
Sophia de Mello Breyner
Sophia de Mello BreynerSophia de Mello Breyner
Sophia de Mello BreynerDina Baptista
 
Etica para um jovem 1-4 Capitulo
Etica para um jovem 1-4 CapituloEtica para um jovem 1-4 Capitulo
Etica para um jovem 1-4 CapituloAna Santos Menoita
 
Resumo Amor de Perdição- Camilo Castelo Branco
Resumo Amor de Perdição- Camilo Castelo BrancoResumo Amor de Perdição- Camilo Castelo Branco
Resumo Amor de Perdição- Camilo Castelo BrancoLarissa Broggio
 
Amor de Perdição - Camilo Castelo Branco
Amor de Perdição - Camilo Castelo BrancoAmor de Perdição - Camilo Castelo Branco
Amor de Perdição - Camilo Castelo BrancoClaudia Ribeiro
 
Narração objetiva e subjetiva
Narração objetiva e subjetivaNarração objetiva e subjetiva
Narração objetiva e subjetivaDavid Dias
 
Os Mais- O Ramalhete existe?
Os Mais- O Ramalhete existe?Os Mais- O Ramalhete existe?
Os Mais- O Ramalhete existe?Enoque Guedes
 
Guião de apresentação de um livro.pdf
Guião de apresentação de um livro.pdfGuião de apresentação de um livro.pdf
Guião de apresentação de um livro.pdfSusana Costa
 

Mais procurados (20)

Amor de perdição
Amor de perdiçãoAmor de perdição
Amor de perdição
 
Fernando Pessoa
Fernando PessoaFernando Pessoa
Fernando Pessoa
 
O Carteiro de Pablo Neruda
O Carteiro de Pablo NerudaO Carteiro de Pablo Neruda
O Carteiro de Pablo Neruda
 
Gil vicente
Gil vicente Gil vicente
Gil vicente
 
Vida e obra fernando pessoa
Vida e obra   fernando  pessoaVida e obra   fernando  pessoa
Vida e obra fernando pessoa
 
Cesário Verde
Cesário Verde Cesário Verde
Cesário Verde
 
Trabalho de portugues
Trabalho de portuguesTrabalho de portugues
Trabalho de portugues
 
Apresentacao Maria Teresa Gonzalez
Apresentacao  Maria Teresa GonzalezApresentacao  Maria Teresa Gonzalez
Apresentacao Maria Teresa Gonzalez
 
Meia hora para mudar a minha vida mariana nunes
Meia hora para mudar a minha vida   mariana nunesMeia hora para mudar a minha vida   mariana nunes
Meia hora para mudar a minha vida mariana nunes
 
Rosa Minha Irmã Rosa ver1.pptx
Rosa Minha Irmã Rosa ver1.pptxRosa Minha Irmã Rosa ver1.pptx
Rosa Minha Irmã Rosa ver1.pptx
 
Eça de Queiroz
Eça de QueirozEça de Queiroz
Eça de Queiroz
 
Sophia de Mello Breyner
Sophia de Mello BreynerSophia de Mello Breyner
Sophia de Mello Breyner
 
Rosa minha irmã Rosa
Rosa minha irmã RosaRosa minha irmã Rosa
Rosa minha irmã Rosa
 
Etica para um jovem 1-4 Capitulo
Etica para um jovem 1-4 CapituloEtica para um jovem 1-4 Capitulo
Etica para um jovem 1-4 Capitulo
 
Resumo Amor de Perdição- Camilo Castelo Branco
Resumo Amor de Perdição- Camilo Castelo BrancoResumo Amor de Perdição- Camilo Castelo Branco
Resumo Amor de Perdição- Camilo Castelo Branco
 
Amor de Perdição - Camilo Castelo Branco
Amor de Perdição - Camilo Castelo BrancoAmor de Perdição - Camilo Castelo Branco
Amor de Perdição - Camilo Castelo Branco
 
Fernando Pessoa - Alberto Caeiro.pptx
Fernando Pessoa - Alberto Caeiro.pptxFernando Pessoa - Alberto Caeiro.pptx
Fernando Pessoa - Alberto Caeiro.pptx
 
Narração objetiva e subjetiva
Narração objetiva e subjetivaNarração objetiva e subjetiva
Narração objetiva e subjetiva
 
Os Mais- O Ramalhete existe?
Os Mais- O Ramalhete existe?Os Mais- O Ramalhete existe?
Os Mais- O Ramalhete existe?
 
Guião de apresentação de um livro.pdf
Guião de apresentação de um livro.pdfGuião de apresentação de um livro.pdf
Guião de apresentação de um livro.pdf
 

Semelhante a Alice Vieira, Escritora Portuguesa de Literatura Infantil

Semelhante a Alice Vieira, Escritora Portuguesa de Literatura Infantil (20)

Alicevieira 120523033823-phpapp02
Alicevieira 120523033823-phpapp02Alicevieira 120523033823-phpapp02
Alicevieira 120523033823-phpapp02
 
Gabriel nº11
Gabriel nº11Gabriel nº11
Gabriel nº11
 
Leituras & aventuras 6ano
Leituras & aventuras 6anoLeituras & aventuras 6ano
Leituras & aventuras 6ano
 
Alice vieira nasceu em lisboa no ano de 1943
Alice vieira nasceu em lisboa no ano de 1943Alice vieira nasceu em lisboa no ano de 1943
Alice vieira nasceu em lisboa no ano de 1943
 
Boletim Contacto - abril de 2022.pdf
Boletim Contacto - abril de 2022.pdfBoletim Contacto - abril de 2022.pdf
Boletim Contacto - abril de 2022.pdf
 
Leituras 5ano
Leituras 5anoLeituras 5ano
Leituras 5ano
 
Páginas Alice
Páginas AlicePáginas Alice
Páginas Alice
 
Biografia de Agustina Bessa Luis
Biografia de Agustina  Bessa  LuisBiografia de Agustina  Bessa  Luis
Biografia de Agustina Bessa Luis
 
Antologia poética
Antologia poéticaAntologia poética
Antologia poética
 
Boletim Contacto - julho de 2020
Boletim Contacto -  julho de 2020Boletim Contacto -  julho de 2020
Boletim Contacto - julho de 2020
 
Análise literária - Clarice Lispector
Análise literária - Clarice LispectorAnálise literária - Clarice Lispector
Análise literária - Clarice Lispector
 
Alice vieira
Alice vieiraAlice vieira
Alice vieira
 
Alice vieira
Alice vieiraAlice vieira
Alice vieira
 
Alice vieira
Alice vieiraAlice vieira
Alice vieira
 
Alice vieira
Alice vieiraAlice vieira
Alice vieira
 
Biografias... é bom conhecer!!
Biografias... é bom conhecer!!Biografias... é bom conhecer!!
Biografias... é bom conhecer!!
 
Contacto março 2014
Contacto   março 2014Contacto   março 2014
Contacto março 2014
 
Contacto março 2014
Contacto  março 2014Contacto  março 2014
Contacto março 2014
 
Contacto 1.º período
Contacto   1.º períodoContacto   1.º período
Contacto 1.º período
 
Biografia... é sempre bom conhecer!
Biografia... é sempre bom conhecer!Biografia... é sempre bom conhecer!
Biografia... é sempre bom conhecer!
 

Mais de Isabel Martins

Mibe divulgação das atividades
Mibe   divulgação das atividadesMibe   divulgação das atividades
Mibe divulgação das atividadesIsabel Martins
 
10.ª edição do concurso nacional de leitura (2)
10.ª edição do concurso nacional de leitura (2)10.ª edição do concurso nacional de leitura (2)
10.ª edição do concurso nacional de leitura (2)Isabel Martins
 
10.ª edição do concurso nacional de leitura (2)
10.ª edição do concurso nacional de leitura (2)10.ª edição do concurso nacional de leitura (2)
10.ª edição do concurso nacional de leitura (2)Isabel Martins
 
10.ª edição do concurso nacional de leitura (2)
10.ª edição do concurso nacional de leitura (2)10.ª edição do concurso nacional de leitura (2)
10.ª edição do concurso nacional de leitura (2)Isabel Martins
 
Concurso quadras de s martinho versão final
Concurso quadras de s  martinho versão finalConcurso quadras de s  martinho versão final
Concurso quadras de s martinho versão finalIsabel Martins
 
Contacto junho 2015 (2)
Contacto junho 2015 (2)Contacto junho 2015 (2)
Contacto junho 2015 (2)Isabel Martins
 
Passatempo ovo inventar
Passatempo ovo inventarPassatempo ovo inventar
Passatempo ovo inventarIsabel Martins
 
Leitor em destaque 3º período
Leitor em destaque  3º períodoLeitor em destaque  3º período
Leitor em destaque 3º períodoIsabel Martins
 
Toda a magia numa bola de sabão
Toda a magia numa bola de sabãoToda a magia numa bola de sabão
Toda a magia numa bola de sabãoIsabel Martins
 
Leitora em Destaque 2º P
Leitora em Destaque  2º PLeitora em Destaque  2º P
Leitora em Destaque 2º PIsabel Martins
 

Mais de Isabel Martins (20)

Mibe divulgação das atividades
Mibe   divulgação das atividadesMibe   divulgação das atividades
Mibe divulgação das atividades
 
10.ª edição do concurso nacional de leitura (2)
10.ª edição do concurso nacional de leitura (2)10.ª edição do concurso nacional de leitura (2)
10.ª edição do concurso nacional de leitura (2)
 
10.ª edição do concurso nacional de leitura (2)
10.ª edição do concurso nacional de leitura (2)10.ª edição do concurso nacional de leitura (2)
10.ª edição do concurso nacional de leitura (2)
 
10.ª edição do concurso nacional de leitura (2)
10.ª edição do concurso nacional de leitura (2)10.ª edição do concurso nacional de leitura (2)
10.ª edição do concurso nacional de leitura (2)
 
Concurso quadras de s martinho versão final
Concurso quadras de s  martinho versão finalConcurso quadras de s  martinho versão final
Concurso quadras de s martinho versão final
 
Contacto junho 2015 (2)
Contacto junho 2015 (2)Contacto junho 2015 (2)
Contacto junho 2015 (2)
 
Ciência maio (1)
Ciência   maio (1)Ciência   maio (1)
Ciência maio (1)
 
Contacto março 2015
Contacto março 2015Contacto março 2015
Contacto março 2015
 
Contacto março 2015
Contacto março 2015Contacto março 2015
Contacto março 2015
 
O grão vizir 2 (2)
O grão vizir 2 (2)O grão vizir 2 (2)
O grão vizir 2 (2)
 
Passatempo ovo inventar
Passatempo ovo inventarPassatempo ovo inventar
Passatempo ovo inventar
 
Regulamento
Regulamento Regulamento
Regulamento
 
Leitor em destaque 3º período
Leitor em destaque  3º períodoLeitor em destaque  3º período
Leitor em destaque 3º período
 
Eu conto 3º ciclo
Eu conto   3º cicloEu conto   3º ciclo
Eu conto 3º ciclo
 
Toda a magia numa bola de sabão
Toda a magia numa bola de sabãoToda a magia numa bola de sabão
Toda a magia numa bola de sabão
 
Capa
CapaCapa
Capa
 
O segredo do rio
O segredo do rioO segredo do rio
O segredo do rio
 
Ovelhinha dá-me lã
Ovelhinha dá-me lãOvelhinha dá-me lã
Ovelhinha dá-me lã
 
Boletim "Contacto"
Boletim "Contacto"Boletim "Contacto"
Boletim "Contacto"
 
Leitora em Destaque 2º P
Leitora em Destaque  2º PLeitora em Destaque  2º P
Leitora em Destaque 2º P
 

Último

A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...Martin M Flynn
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terraBiblioteca UCS
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfmarialuciadasilva17
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdfCarlosRodrigues832670
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxJMTCS
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISVitor Vieira Vasconcelos
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdfProfGleide
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdfDemetrio Ccesa Rayme
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLaseVasconcelos1
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptxpamelacastro71
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptAlineSilvaPotuk
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullyingMary Alvarenga
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfIedaGoethe
 

Último (20)

A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppttreinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
 

Alice Vieira, Escritora Portuguesa de Literatura Infantil

  • 2. Alice de Jesus Vieira Vassalo Pereira da Fonseca (Lisboa, 20 de março de 1943) é uma escritora e jornalista portuguesa. Licenciou-se em Germânicas pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Em 1958, encetou a sua colaboração no Suplemento Juvenil do Diário de Lisboa e a partir de 1969 dedicou-se ao jornalismo. Em 1979, iniciou-se no romance para jovens com Rosa, Minha Irmã Rosa, editado pela Editorial Caminho, obra que foi galardoada com o Prémio de Literatura Infantil «Ano Internacional da Criança». Em 1983, com Este Rei que Eu Escolhi, recebeu o Prémio Calouste Gulbenkian de Literatura Infantil e em 1994 o Grande Prémio Gulbenkian, pelo conjunto da sua obra. Recentemente foi indicada pela Secção Portuguesa do IBBY (International Board on Books for Young People) como candidata portuguesa ao Prémio Hans Christian Andersen. Trata-se do mais importante prémio internacional no campo da literatura para crianças e jovens, atribuído a um autor vivo. Atualmente, Alice Vieira dedica-se somente ao trabalho literário, tendo editado em vinte anos de atividade quatro dezenas de livros para crianças e jovens. É também conhecida pelos artigos e crónicas que continua a publicar em jornais e revistas. Alice Vieira é constantemente convidada para palestras e encontros com os seus jovens leitores, em escolas e bibliotecas. É uma das escritoras portuguesas mais traduzidas e divulgadas no estrangeiro, mas diz que abandonaria mais facilmente os livros do que a sua profissão de sempre: o jornalismo.
  • 3. Mário Castrim, marido de Alice Vieira, escritor e jornalista falecido em 2002. Há mais de 30 anos que escreve livros. Mas foi há mais tempo que Alice Vieira enviou o primeiro texto para um jornal. Não o publicaram. Tinha 14 anos e recebeu uma carta do "Diário de Lisboa" a pedir que não desistisse. Essa carta foi assinada pelo diretor do jornal, Mário Castrim com quem mais tarde veio a casar e do qual tem dois filhos: Catarina, também jornalista e escritora e André, professor universitário.
  • 4. Alice Vieira numa sessão de autógrafos. Alice Vieira ainda jovem. Alice Vieira com a filha Catarina Fonseca.
  • 5. Sempre amei por palavras muito mais do que devia são um perigo as palavras quando as soltamos já não há regresso possível ninguém pode não dizer o que já disse apenas esquecer e o esquecimento acredita é a mais lenta das feridas mortais espalha-se insidiosamente pelo nosso corpo e vai cortando a pele como se um barco nos atravessasse de madrugada e de repente acordamos um dia desprevenidos e completamente indefesos um perigo as palavras mesmo agora mesmo agora aparentemente tão tranquilas neste claro momento em que as deixo em desalinho sacudindo o pó dos velhos dias sobre a cama em que te espero *** in O que Dói às Aves, Caminho, 2009
  • 6. “Os livros foram os meus amigos, os meus brinquedos. Uma das recordações mais antigas que tenho é estar diante do espelho a contar- me histórias.” “ Em casa a vida não era muito fácil e o liceu era o escape. Não tenho saudades nenhumas, nem de infância, nem de adolescência. Acho que só fui feliz depois dos 18 anos.” “ Ser jornalista está-me na massa do sangue e passaria muito mal se não tivesse onde escrever. “ “ Sou muito egoísta quando estou a escrever; sou eu, a máquina e mais ninguém, e escrevo para mim. Sou muito, muito exigente, mas é comigo, já deitei fora romances completos quando os ía entregar.”
  • 7. Alice Vieira escreve, essencialmente, para um público juvenil. 1º livro publicado - Prémio de Literatura Infantil - Ano Internacional da Criança - 1979
  • 8.
  • 9.
  • 10.
  • 14. Poesia Senhora Sant’Ana Senhora Sant’Ana subiu ao monte onde se sentou nasceu uma fonte vieram os anjos beberam dela ó que água tão boa que senhora tão bela. in Eu bem vi nascer o Sol - Antologia da poesia popular portuguesa, 1994
  • 15. Alice Vieira também escreveu livros em co-autoria com outros escritores
  • 16. Alice Vieira escreveu, ainda, dois livros de crónicas
  • 17. Neste 3º período, os nossos alunos do 7º ano de escolaridade vão estudar esta obra, destinada à leitura orientada na sala de aula . É uma peça de teatro para crianças e jovens (com um enredo em muitos aspetos semelhante ao de "Rei Lear", de Shakespeare). A peça baseia-se numa narrativa popular. Um pai decide repartir o reino pelas filhas e põe-nas à prova, acabando, contudo, por deserdar a mais nova. Esta vem a revelar-se, afinal, a única que era merecedora da sua generosidade. Vítima do próprio orgulho e castigado pela sua cegueira, o rei expia as culpas mergulhando na miséria, até ser finalmente salvo e perdoado pela filha mais nova entretanto reencontrada.
  • 18. O Meu Primeiro Dom Quixote corresponde a uma adaptação do clássico espanhol destinada ao p Em 2005, ano em que se comemoraram os 400 anos sobre a edição do romance de Miguel de Cervantes, as Publicações Dom Quixote editaram "O Meu Primeiro Dom Quixote", traduzido do castelhano por Alice Vieira e ilustrado pelo humorista espanhol Mingote. “O Meu Primeiro Dom Quixote” corresponde a uma adaptação do clássico espanhol destinada ao público infanto- juvenil, traduzida por Alice Vieira. aOproximações aOproximaçOutras obões à caricatura, as compreender a realidade tal qual elOa é, caindo em vários enganos e sendo vítima da sua imaginação prodigiosa. | Ana Margarida Ramos
  • 19. Outras obras de Alice Vieira