Curso de Formação para Professores

138 visualizações

Publicada em

Estudo do caderno de formação do Curso Trilhas

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
138
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
18
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Curso de Formação para Professores

  1. 1. PROJETO TRILHAS DE LEITURA
  2. 2. Caderno deApresentação OProjetoTrilhas éumconjuntodemateriais elaboradospara instrumentalizareapoiaro trabalhodocentenocampodaleitura,escritae oralidade.Estádividido : Trilhasparalereescrevertextos; Trilhasparaabriro apetitepoéticoe Trilhasdejogos
  3. 3. Nocampodeformaçãodeleitores,osdadosnacionaisindicamque ainda não temos umasociedadedeleitorescapazes deusaraleituracomo fonte deconhecimento,deampliaçãodouniverso culturaledeprazerpessoal,sem contarqueaindaexiste umenormecontingentedepessoasanalfabetasou malalfabetizadas.
  4. 4. Aescolatemumpapelfundamental navidadoscidadãos,poiséelaquecria ounãoascondiçõese oportunidadesparaque aspessoas se tornemleitoras e, possamconstruirculturaeseremusuárias dalinguagemescrita. Ascrianças quandoexpostas aocontatosistemático comlivrosediferentes textos,descobremmuitasinformações sobrealinguagem escrita.Sua aprendizagem ésempreresultadodaquiloque sãocapazesdededuzira partirdoqueoambientelhesoferece.
  5. 5. Aculturaescritarefere-seatodasaspráticas queseforamestabelecendo historicamente emtornodotexto:aleituraemvozalta,aleitura silenciosa,e aconversasobreo textoouaescrita. Nãosereduzaidentificararelaçãoentreosom eagrafia, masqueengloba osusossociaisquefazemosdemateriaisescritos.
  6. 6. OTrilhasvalorizaecriacondiçõesparaqueascriançastenhama oportunidadedeentrar nomundodoslivros,desvendarsuaestruturae conheceralinguagemqueseescreve mesmoantesdesercapazdelere escreverautonomamente. OTrilhaspropõequealeituraseja ummomentoqueseexplorem os questionamentosdascriançassobreashistórias,ao mesmotempoquese conversesobrealíngua esuascaracterísticas. É umaocasiãopara aproveitareincrementarseusconhecimentosprévios,paraquearrisquem, porexemplo,tantoexplicaçõessobreosignificadodotexto,tantodaspalavras desconhecidas,oumesmoparaqueobservemosomdaspalavraseas comentem.
  7. 7. O objetivoécolaborarparadesenvolvercompetêncialinguística dascrianças tantooralquantoescrita.Porexemplo,aoestimularaleituradenarrativas, convidando-asadesvendarseus elementos:otempo,os personagens eas relaçõesentreeles,osaspectospsicológicos,asquestõesgráficas,as ilustrações,ovocabulário,agramáticaesonoridadedalíngua. Omundodeumamaneirageraléinformador,ocontatocomalínguaestá dadonocotidiano,ealgumascriançastêmachancedereceberajudaforada escola,oumesmosertãoatentasaponto dedesvendarouniversoda leitura edaescrita. Odesafioqueestápostoéajudartambémaquelasquenãovão porconta própria.OTrilhaspartedopressupostodequeépossíveljuntarosprocessos, trabalhandointencionalmente letramentoedecodificação,aomesmotempo.
  8. 8. Éprecisoenvolvimentoinstitucionalparadefatooferecerascondições necessáriasaoensino.Essascondiçõesvãodesdeadefiniçãodepolíticas educacionaissobaresponsabilidadedosgestoresatéacriaçãodeumespaço escolaradequadoeestimulante. OTrilhaspodecontribuirparaotrabalhoemsalaeoprofessorpodefazera diferença.Oespaçodasaladeveráterdiferentescantosemateriais disponíveisparausaraescrita,aleituracomautonomiausandouma minibibliotecaeosrecursosdosjogos.Tudoissoterásentidoapartirdeum planejamentoeboas intervenções. Criarcondiçõesparaqueascriançastrabalhem emduplas,pequenosgrupos oumesmocomcriançasdeoutrassalaséextremamenteenriquecedor.
  9. 9. Caderno do diretor Cadavezmais,nosdiasdehoje,aleituraécitadacomofatordecisivode inserçãosocial,poispormeiodela,é possível o acessoanovos conhecimentos,oqueenriqueceabagagempessoaleprofissionalde qualquerpessoa.Hojejásesabe queaaquisiçãodashabilidadesdeleiturae escritadependemuitomenosdemétodos utilizados doquedarelaçãoquea criançatem desdepequena comaculturaescrita. Começa-seaprenderalerpelamãodeumaoumaispessoasque compartilhamcomacriançaoconteúdo deumlivro,porque elaaindanãotemcondições delersozinha.Acriança tambémaprendealerquandooprofessormostraumlivrocuidadosamente escolhidoeemseguidalêaHistória.
  10. 10. Sobreoacervodelivros,háparacadaintençãoeducativa,formasdiferentes deler;paracadatipodetextoabordagenseatividadesdiferentes. Oprincipalobjetivodosnossosencontroségarantiratrocadeexperiências entreosprofessoressobreoplanejamentoearealizaçãodasatividades,quais adaptaçõesocorreramemcadasaladeaula,arespostadascrianças,os problemasnãoprevistosecomocada professorlidoucomeles.

×