Parque Nacional Doñana
O dromedário ou camelo árabe distingue-se do camelo bactriano, nativo da Ásia
Central, pela presença de apenas uma bossa, ...
O Dromedário (Camelus dromedarius) é um mamífero nativo da
região nordeste da África e da porção oeste da Ásia, sendo um t...
O dromedário foi domesticado como meio de transporte à
semelhança do cavalo. Nas fotos que se seguem vais observar
os drom...
Outras adaptações à vida no deserto incluem: uma pelagem esparsa e suave que
permite refrigeração, que varia do branco-suj...
Duna mais alta do Parque Nacional Doñana – Vista para a praia de Matalascañas
Possuem longos cílios que protegem os olhos
do animal durante tempestades de areia.
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Artiodactyla
Subordem: Tylopoda
Família: Camelidae
Género: Camelus
...
Fêmea e a sua cria (Camarinha).
As suas patas têm
base larga, com
uma área que
impede que se
enterrem na areia.
Julho 2010 IMFGR
Dromedários parque nacional doñana julho 2010
Dromedários parque nacional doñana julho 2010
Dromedários parque nacional doñana julho 2010
Dromedários parque nacional doñana julho 2010
Dromedários parque nacional doñana julho 2010
Dromedários parque nacional doñana julho 2010
Dromedários parque nacional doñana julho 2010
Dromedários parque nacional doñana julho 2010
Dromedários parque nacional doñana julho 2010
Dromedários parque nacional doñana julho 2010
Dromedários parque nacional doñana julho 2010
Dromedários parque nacional doñana julho 2010
Dromedários parque nacional doñana julho 2010
Dromedários parque nacional doñana julho 2010
Dromedários parque nacional doñana julho 2010
Dromedários parque nacional doñana julho 2010
Dromedários parque nacional doñana julho 2010
Dromedários parque nacional doñana julho 2010
Dromedários parque nacional doñana julho 2010
Dromedários parque nacional doñana julho 2010
Dromedários parque nacional doñana julho 2010
Dromedários parque nacional doñana julho 2010
Dromedários parque nacional doñana julho 2010
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Dromedários parque nacional doñana julho 2010

290 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
290
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Dromedários parque nacional doñana julho 2010

  1. 1. Parque Nacional Doñana
  2. 2. O dromedário ou camelo árabe distingue-se do camelo bactriano, nativo da Ásia Central, pela presença de apenas uma bossa, contra duas do último. A bossa do dromedário não é composta de água (ao contrário da lenda popular), mas sim de gordura acumulada pelo animal em períodos de alimentação abundante, que lhe permite sobreviver em condições de escassez. Sendo que a água é acumulada na sua corrente sanguínea, onde os seus glóbulos vermelhos podem inchar até 250% para acumulá-la.
  3. 3. O Dromedário (Camelus dromedarius) é um mamífero nativo da região nordeste da África e da porção oeste da Ásia, sendo um típico exemplar da família Camelidae.
  4. 4. O dromedário foi domesticado como meio de transporte à semelhança do cavalo. Nas fotos que se seguem vais observar os dromedários a serem utilizados em visitas turísticas no Parque Nacional de Doñana em Espanha.
  5. 5. Outras adaptações à vida no deserto incluem: uma pelagem esparsa e suave que permite refrigeração, que varia do branco-sujo ao bege-claro ou castanho-escuro.
  6. 6. Duna mais alta do Parque Nacional Doñana – Vista para a praia de Matalascañas
  7. 7. Possuem longos cílios que protegem os olhos do animal durante tempestades de areia.
  8. 8. Reino: Animalia Filo: Chordata Classe: Mammalia Ordem: Artiodactyla Subordem: Tylopoda Família: Camelidae Género: Camelus Espécie: C. dromedarius
  9. 9. Fêmea e a sua cria (Camarinha).
  10. 10. As suas patas têm base larga, com uma área que impede que se enterrem na areia.
  11. 11. Julho 2010 IMFGR

×