Meios de Comunicação

1.407 visualizações

Publicada em

Breve história dos meios de comunicação

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Meios de Comunicação

  1. 1. TRABALHO DE GEOGRAFIA: MEIOS DE COMUNICAÇÃO Grupo: Fernanda Collantoni – 03 Gabriela Isis – 05 Isis Minhós – 08 Leonardo Scramin – 13 Marcela Tuttoilmondo - 15
  2. 2. MEIOS DE COMUNICAÇÃO
  3. 3. INTERNET  A rede mundial de computadores, ou Internet, surgiu em plena Guerra Fria. Criada com objetivos militares, seria uma das formas das forças armadas norte-americanas de manter as comunicações em caso de ataques inimigos que destruíssem os meios convencionais de telecomunicações.  Foi somente no ano de 1990 que a Internet começou a alcançar a população em geral. Neste ano, o engenheiro inglês Tim Bernes-Lee desenvolveu a World Wide Web, possibilitando a criação de sites. A partir deste momento, a Internet cresceu em ritmo acelerado.  A década de 1990 tornou-se a era de expansão da Internet. Para facilitar a navegação pela Internet, surgiram vários navegadores como, por exemplo, o Internet Explorer.
  4. 4. INTERNET  A Internet passou a ser utilizada por vários segmentos sociais. Os estudantes passaram a buscas informações para pesquisas escolares, enquanto jovens utilizavam para a pura diversão em sites de games. As salas de chat tornaram-se pontos de encontro para um bate-papo virtual a qualquer momento. Desempregados iniciaram a busca de empregos através de sites de agências de empregos ou enviando currículos por e-mail. As empresas descobriram na Internet um excelente caminho para melhorar seus lucros e as vendas on-line dispararam, transformando a Internet em verdadeiros shopping centers virtuais.
  5. 5. INTERNET  A FEBRE DAS REDES SOCIAIS A partir de 2006, começou uma nova era na Internet com o avanço das redes sociais. Pioneiro, o Orkut ganhou a preferência dos brasileiros. Nos anos seguintes surgiram outras redes sociais como, por exemplo, Facebook, Twitter, Google Plus e Instagram.  MARCO REGULATÓRIO DA INTERNET NO BRASIL Em 2014 foi aprovado (no Congresso Nacional e Senado) e sancionado pela presidente Dilma Rousseff, o Marco Civil da Internet, após longo período de debates e tramitação. Um dos principais pontos da lei é a implantação no Brasil do princípio da "neutralidade da rede". Esta proíbe as empresas que oferecem acesso à rede (operadoras de telefonia, por exemplo) de cobrarem pelo tipo de conteúdo que o internauta (assinante) acessa.
  6. 6. INTERNET  CURIOSIDADES  O Ibope perguntou aos entrevistados que usam internet quais são seus sites favoritos, o mais citado foi o Facebook (63,6%). Em segundo, aparece o site da Globo.com (7%) e, em terceiro, o G1 (5,6%). Além desses três, os dez primeiros incluem Yahoo (5,0%), YouTube (4,9%), UOL (4,8%), R7 (2,9%), MSN (2,7%), iG (2,7%) e Terra (2,3%).  O navegador mais utilizado na atualidade é o Internet Explorer. O Google Chrome aparece na quarta posição, atrás do Firefox e Ópera.
  7. 7. RÁDIO  James Clerk Maxwell, professor de física experimental em Cambridge (Inglaterra) demonstrou teoricamente, em 1863, a provável existência das ondas eletromagnéticas. Era o início de tudo. O início do rádio.  Até 1896 o rádio era apenas “telegrafia sem fio”, algo bastante útil para a época. Mas as novidades iam surgindo rapidamente.  Em 1897 Oliver Lodge inventou o circuito elétrico sintonizado, possibilitando selecionar a frequência desejada.  Lee Forest, desenvolveu a válvula tríodo. Von Lieben, da Alemanha e o americano Armstrong conseguiram amplificar e produzir ondas eletromagnéticas de forma contínua.
  8. 8. RÁDIO  Dez anos mais tarde, em 1900, o Padre Landell de Moura obteve do governo brasileiro a carta patente nº 3279, que lhe reconhece os méritos de pioneirismo científico, universal, na área das telecomunicações. No ano seguinte ele embarcou para os Estados Unidos e em 1904, o "The Patent Office at Washington" lhe concedeu três cartas patentes: para o telégrafo sem fio, para o telefone sem fio e para o transmissor de ondas sonoras.  Padre Landell de Moura foi precursor nas transmissões de vozes e ruídos.  Nos Estados Unidos foram anos de pesquisas, tentativas e aprimoramentos até Lee Forest instalar a primeira "estação-estúdio" de radiodifusão, em Nova Iorque, no ano de 1916. Aconteceu então o primeiro programa de rádio, que se tem notícia. Ele tinha conferências, música de câmara e gravações. Surgiu também o primeiro registro de radio jornalismo, com a transmissão das apurações eleitorais para a presidência dos Estados Unidos.
  9. 9. A ERA DO RÁDIO  A partir de 1919 começa a chamada "Era do rádio".  Westinghouse fez nascer, meio por acaso, a radio fusão. Ela fabricava aparelhos de rádio para as tropas da Primeira Guerra Mundial e com o término do conflito ficou com um grande estoque de aparelhos encalhados. A solução para evitar o prejuízo foi instalar uma grande antena no pátio da fábrica e transmitir música para os habitantes do bairro. Os aparelhos encalhados foram então comercializados.  Para se ter uma ideia de porque a época ficou conhecida como a "Era do Rádio", nos EUA o rádio crescia surpreendentemente. Em 1921 eram 4 emissoras, mas no final de 1922, os americanos contavam 382 emissoras.
  10. 10. O RÁDIO NO BRASIL  A primeira transmissão radiofônica oficial no Brasil, foi o discurso do Presidente Epitácio Pessoa, no Rio de Janeiro, em plena comemoração do centenário da Independência do Brasil, no dia 7 de setembro de 1922. O discurso aconteceu numa exposição, na Praia Vermelha - Rio de Janeiro e o transmissor foi instalado no alto do Corcovado, pela Westinghouse Electric Co.  O "pai do rádio brasileiro" foi Edgard Roquete Pinto. Ele e Henry Morize fundaram em 20 de abril de 1923, a primeira estação de rádio brasileira: Rádio Sociedade do Rio de Janeiro. Foi aí que surgiu o conceito de "rádio sociedade" ou "rádio clube", no qual os ouvintes eram associados e contribuíam com mensalidades para a manutenção da emissora.  Em São Paulo se concentra o maior número de emissora no país, já possui mais de 500 emissoras de rádio em diversas frequências pelo estado, além de contar com a maior audiência do rádio, que fica localizada na Região Metropolitana de São Paulo.
  11. 11. COMO FUNCIONA UMA EMISSORA DE RÁDIO?  O estúdio de uma emissora de rádio é acusticamente isolado, geralmente com espuma, que barra a entrada de ruídos externos. Lá, o locutor fala ao microfone, que é ligado a uma mesa de som, assim como o tocador de CD ou MP3 e o computador onde ficam armazenados comerciais, efeitos sonoros e, claro, músicas. A função da mesa de som é unir esses sons a outros, como as ligações telefônicas dos ouvintes, e fazer a peneira do que vai ao ar.  O sinal em forma de impulsos elétricos que sai da mesa é fraco, por isso ele passa por um amplificador, que aumenta a intensidade de corrente elétrica por meio de um circuito eletrônico.  No alto da emissora fica a antena, lá é mais fácil evitar que o sinal seja interrompido por prédios ou acidentes geográficos. Ela recebe os sinais elétricos e os transforma em ondas eletromagnéticas.  Esses sinais chegam ao receptor, o aparelho de rádio. Quando mexemos no dial, um circuito interno faz com que a antena do aparelho oscile de acordo com cada estação. Os alto-falantes, então, convertem as ondas elétricas em vibrações mecânicas, que são o som propriamente dito.
  12. 12. MÍDIA IMPRESSA  Também conhecida como mídia off-line, a mídia impressa é um meio de comunicação, o qual refere-se particularmente aos materiais, de caráter publicitário ou jornalístico.  O meio impresso pode ser veiculado em veículos de comunicação, como jornais; revistas; tabloides; informativos; anuários; etc. Ou em peças avulsas, como folhetos; mala-diretas; folders; flyers; panfletos; cartazes; encartes; etc.  Estes materiais ainda podem ser feitos em diversos papéis, plásticos, adesivos, variando-se em tamanho, cor, acabamento, e efeito.
  13. 13. MÍDIA IMPRESSA  A origem do jornal se deu em solos ingleses, franceses, alemães e, mais tardiamente, em terreno norte-americano. Inicialmente, o jornalismo em geral sofria rígidos controles do governo, o qual impunha leis severas para o seu funcionamento. Era a censura que começava a travar o pleno progresso dos impressos.  Tal cenário, no entanto, se transformou após a Revolução Francesa. Pois foi a partir dela que o jornal de todo o mundo pode demonstrar a sua real função social. Os inúmeros fatos advindos com a Revolução propiciaram uma enorme curiosidade por parte das pessoas, o que ocasionou um considerável aumento do público leitor.  Outro fator significativo para a evolução do jornalismo foi a industrialização. A crescente mecanização tornou o processo de impressão mais rápido, mais barato e dinâmico. O século XIX é um marco divisório para toda a imprensa mundial, pois datam desse período as primeiras grandes inovações do jornal.
  14. 14. MÍDIA IMPRESSA  JORNAL Meio de comunicação impresso. Os jornais têm conteúdo genérico, pois publicam notícias e opiniões que abrangem os mais diversos interesses sociais. No entanto, há também jornais com conteúdo especializado em economia, negócios ou desporto, entre outros. A periodicidade mais comum dos jornais é a diária, mas existem também aqueles com periodicidade semanal, quinzenal e mensal. O jornal foi o primeiro - e, por muito tempo, o principal - espaço de atividade profissional do jornalismo.  REVISTA Uma revista é uma publicação periódica de cunho informativo, jornalístico ou de entretenimento, geralmente voltada para o público em geral.
  15. 15. MÍDIA IMPRESSA VANTAGENS E DESVANTAGENS  Revistas e jornais estão prontamente disponíveis à maioria das pessoas.  Leitores podem assinar seus jornais e revistas favoritos ou encontrá-los em bancas de jornal ou vitrines de lojas.  Enquanto alguns destes tem um nível duvidoso de confiabilidade, os artigos das melhores revistas e jornais são, geralmente, escritos por profissionais e revisados por editores ou até um conselho de revisão que tem como única função estabilizar a precisão profissional.  Eles têm uma vida útil limitada.  Seu valor diminui depois da data de publicação.  Correções só podem ser feitas através de uma retratação em edições posteriores.
  16. 16. TELEFONE  A descoberta aconteceu em 2 de junho de 1875.  Bell gostaria de receber suporte tecnológico para aperfeiçoar uma invenção, o telégrafo harmônico. Encontrou esse suporte em Watson e começaram a trabalhar juntos.  Um protótipo é feito e colocam os dois telefones em lugares diferentes. Bell ficava no sótão e Watson no terceiro andar do prédio, ligados por um par de fios metálicos.  No começo, Bell não ouvia os estímulos que Watson provocava e percebeu que a lâmina de ferro estava presa demais impedindo a transmissão de pulsos elétricos pra outra sala. Ao soltá-la, consegue ouvir uma forte vibração. Bell gritava para que o outro ouvisse, mas só ao usar o aparelho podia-se ouvir, do outro lado, alguns sons. WATSON BELL
  17. 17. O TELEFONE DE BELL
  18. 18. TELEFONE  CURIOSIDADES:  A primeira frase ouvida em um telefone foi: "Sr. Watson, preciso do senhor, venha!".  Em 15 de novembro de 1879 era feita a primeira concessão para estabelecimento da primeira linha telefônica no Brasil.  A primeira linha interurbana é de 1883, ligava a cidade do Rio de Janeiro a Petrópolis.  Até 1891, todas as regiões do país teriam a telefonia implantada. As estatísticas apontam que 160 mil telefones no Brasil, onde 104 mil eram da CTB (Companhia Telefônica Brasileira), a principal companhia brasileira.  Em 1973, quase 100 anos da invenção do telefone, a Motorola apresenta ao mundo o primeiro aparelho de telefonia móvel.  Os primeiros telefones pesavam cerca de 5kg.
  19. 19. A EVOLUÇÃO DO TELEFONE
  20. 20. TELEVISÃO  Atualmente, é difícil acreditar que a televisão era um artigo de luxo e que a imagem não passava de alguns chuviscos difíceis de decifrar. Mas, tempo passou e, assim como outros de meios de comunicação, a televisão se popularizou, a tecnologia evoluiu, o preço diminuiu e ela conquistou a preferência de todo o mundo.  As primeiras transmissões experimentais foram feitas em meados da década de 1920. Experimentos realizados em 1926 na Inglaterra, Japão e nos EUA em 1927 marcam o início das transmissões de imagens e sons.  Como a televisão foi desenvolvida por várias pessoas, em diferentes lugares do mundo, não há um consenso acerca da primeira transmissão oficial, mas o que se sabe é que a empresa AT&T foi uma das pioneiras ao realizar uma transmissão na cidade de New York, mas na época (1927), somente algumas pessoas tiveram acesso à transmissão.
  21. 21. A EVOLUÇÃO DA RESOLUÇÃO  As imagens transmitidas nos anos 20 eram de baixíssima resolução, tendo em vista que eram de aproximadamente 60 linhas. Hoje, as televisões analógicas têm resolução de aproximadamente 480 linhas. Mas depois da primeira transmissão nos anos 20, os avanços tecnológicos nunca mais pararam e a evolução das TVs também não.
  22. 22. TELEVISÃO  A década de 1930 serviu para a lapidação da televisão. Eventos como a Segunda Guerra Mundial, de certa maneira, ajudaram a alavancar o desenvolvimento dos aparelhos e tecnologias de transmissão, pois as pesquisas realizadas na época foram intensas. Grandes emissoras também já haviam surgido na década de 30. Canais como a BBC, CBS e CGT abriam as portas para a transmissão de programas e eventos esportivos.
  23. 23. O BOOM TELEVISIVO  Historicamente, o boom da televisão foi nos anos de 1950. Os eletrodomésticos invadiram os lares dos estadunidenses e ídolos como Elvis Presley davam fôlego ao American Way of Life. Antes disso, em 1940, foi realizada a primeira transmissão em cores que se tem notícia e as transmissões esportivas e os primeiros telejornais começaram a ganhar destaque.  A rede Tupi, criada em 1950, foi a primeira emissora de televisão do Brasil e reinou absoluta ao longo de muitos anos. Para fazer sua ideia decolar, Chateaubriand trouxe dos EUA 200 aparelhos de TV e os espalhou pela cidade, onde quem passava pela rua era “hipnotizado” pelas imagens e sons do mais novo invento a desembarcar em terras tupiniquins.  A explosão da televisão no Brasil pode ser observada seis anos após sua chegada. No ano de 1956 o país já possuía o expressivo número de 1,5 milhão de aparelhos.
  24. 24. TELEVISÃO EM CORES  Mesmo com os rumores de transmissões coloridas desde os anos de 1940, somente em 1950 e 60 é que a TV em cores se popularizou no EUA e Europa.  No final dos anos 70 a televisão em cores já começa a se popularizar no Brasil. Já nesta década, o mundo pode ver o Brasil ser Tricampeão da Copa do Mundo, o fim da Guerra do Vietnã, o fim dos Beatles, os desenhos Speed Racer e Pica-pau e se sentir como nunca interligado com o mundo por meio do mais poderoso veículo de comunicação até o momento.
  25. 25. A TELEVISÃO E A PUBLICIDADE JNAC JORNAL NACIONAL – R$ 672.300,00 N20H A REGRA DO JOGO – R$ 676.500,00 NVN1 CÚMPLICES DE UM RESGATE – R$ 320.179,00 NVN2 CARROSSEL – R$ 320.179,00 NOVE OS DEZ MANDAMENTOS – R$ 380.200,00 JREC JORNAL DA RECORD – R$ 445.000,00 Fonte: Comercial Record/Comercial SBT/Comercial Globo
  26. 26. BIBLIOGRAFIA  http://www.infoescola.com/curiosidades/historia-do-telefone/  http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/historia-do-telefone/historia-do-telefone.php  http://macao.communications.museum/por/exhibition/secondfloor/moreinfo/2_6_2_BellPho ne.html  Google Imagens.  TecMundo.  http://musikcity.mus.br/historia_do_radio.html  http://www.sarmento.eng.br/Historia.htm  http://www.abert.org.br/web/index.php/quemsomos/historia-do-radio-no-brasil  http://www.microfone.jor.br/historia.htm  http://mundoestranho.abril.com.br/materia/como-funciona-uma-emissora-de-radio

×