O tao das flores e do sol

439 visualizações

Publicada em

As flores, o sol, mostram a existência do divino

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
439
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O tao das flores e do sol

  1. 1. O motivo pelo qual tenho certeza da existência de uma InteligênciaAbsoluta como motivo de toda existência é que o meu coração sabe disso! Não preciso de nenhuma teoria ou prova, sinto em mim!Há duas coisas que podem fazer alguém perceber um amor infinito na existência: o brilho do sol e o abrir das flores.
  2. 2. Quando uma flor abre suas pétalas, é um momento mágico, verdadeira festa da natureza. Nesse momento único, curvo-me à sabedoria que dá vida anatureza daquela flor expandida. Penso que o universo é um imenso lótus de Deus em eterna florescência. Quando assisto ao momento da aurora rompendo as trevas da madrugada, pego-me extasiado diante de tal maravilha.
  3. 3. No momento do crepúsculo, quando o Rei Sol descende na linha dohorizonte, percebo-me admirado com os tons de dourado, laranja e vermelho inundando minha visão.Às vezes, as lágrimas desse momento refratam a luz solar e vejo várias outras cores dançando à minha frente.
  4. 4. Sim, há um amor incomensurável como causa dessa beleza. É o mesmo amorque sinto em meu coração. Por isso, a ressonância com a luz do sol e as flores. Não posso provar a existência desse amor absoluto e nem demonstrá-lo em uma academia cheia de céticos irritadiços e intelectuais arrogantes espumando uma pretensa ciência devastadora da própria natureza.
  5. 5. Não falo de um cara branco, velho e barbudo sentado num trono celestial enem de um ser que julga os outros e os manda para o paraíso ou o inferno. Sequer imagino aquela noção antropomórfica e convencional do Criador que os religiosos inventaram por ignorância.
  6. 6. Estou falando do amor que inventou aquela flor e aquele brilho do sol. Que homem poderia inventar algo igual? Que cientista poderia elaborar o amor? Que religioso poderia fazer abrir aquela flor que admiro?Que religião ou doutrina poderia me fazer sentir um amor vivo pulsando em tudo?
  7. 7. O Deus que sinto não é passível de ser aquilatado pela mente humana. Não pode ser capturado pelo intelecto sequioso de provas e nem pelo coração bloqueado de fanatismo religioso. No sorriso da criança, nos raios do sol e na luz da lua, nas flores, no beijo, no abraço, na meditação, no amor, na música, na simpatia e na lucidez de sentir além dospensamentos convencionais, está a prova da existência do divino.
  8. 8. Texto: Wagner Borges Imagens: internetFormatação: Iracema (23-12-2012)
  9. 9. Texto: Wagner Borges Imagens: internetFormatação: Iracema (23-12-2012)

×