Igor Quintal; Roberta Peçanha; Rubeniki Fernandes; Tatiane Krempser. Identificando Necessidades  e Estabelecendo Requisito...
<ul><li>Descrição de Tarefas </li></ul><ul><li>Décadas de 70/80: “descrições de tarefas de negócio” ou “cenários de negóci...
<ul><li>CENÁRIOS </li></ul><ul><li>CASOS DE USO </li></ul><ul><li>CASOS DE USO ESSENCIAIS </li></ul>Os tipos de descrição ...
Os tipos de descrição de tarefas <ul><li>1. Cenários:  “descrição narrativa informal”. O foco é na tarefa do usuário. </li...
<ul><li>Geração dos cenários:  workshops ou sessões de entrevistas.  </li></ul><ul><li>Ajuda a explicar ou discutir algum ...
Os tipos de descrição de tarefas <ul><li>2. Casos de uso:  Interação entre usuário e sistema.  </li></ul><ul><li>Descreve ...
Exemplo Caso de uso para  organizar uma reunião , cujo curso normal seria que a reunião fosse marcada automaticamente na a...
Os tipos de descrição de tarefas <ul><li>3. Casos de usos essenciais:  o que está sob responsabilidade usuário e do sistem...
Exemplo Caso de uso essencial para organizar uma reunião no aplicativo do calendário compartilhado. Agendar a reunião Esco...
Análise de tarefas <ul><li>“ Análise que abrange técnicas para a investigação de processos cognitivos e ações físicas em u...
Exemplo Considerar o serviço de catalogação da biblioteca e a tarefa de retirar um livro. Esta pode ser decomposta em outr...
Pontos Principais <ul><li>Identificar as necessidades dos usuários e estabelecer requisitos para o design de interação.  <...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Identificando Necessidades e Estabelecendo Requisitos

1.449 visualizações

Publicada em

Identificar as necessidades dos usuários e estabelecer requisitos para o design de interação.

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.449
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
25
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Identificando Necessidades e Estabelecendo Requisitos

  1. 1. Igor Quintal; Roberta Peçanha; Rubeniki Fernandes; Tatiane Krempser. Identificando Necessidades e Estabelecendo Requisitos PREECE, Jennifer; ROGERS, Yvonne; SHARP, Helen. Design de interação: além da interação homem-computador. Porto Alegre: Bookman, 2005. cap. 7. p. 221-257.
  2. 2. <ul><li>Descrição de Tarefas </li></ul><ul><li>Décadas de 70/80: “descrições de tarefas de negócio” ou “cenários de negócios” eram empregados como base para teste de aceitação de software, isto é, último estágio de teste. </li></ul><ul><li>Atualmente, as descrições de tarefas são usadas durante todo o desenvolvimento, desde as primeiras atividades de requisitos até as de prototipação, avaliação e teste. </li></ul><ul><li>Esforço no entendimento da estruturação e teste. </li></ul>
  3. 3. <ul><li>CENÁRIOS </li></ul><ul><li>CASOS DE USO </li></ul><ul><li>CASOS DE USO ESSENCIAIS </li></ul>Os tipos de descrição de tarefas
  4. 4. Os tipos de descrição de tarefas <ul><li>1. Cenários: “descrição narrativa informal”. O foco é na tarefa do usuário. </li></ul><ul><li>Permite entender: </li></ul><ul><li>Por quê as pessoas fazem as coisas </li></ul><ul><li>Como fazem </li></ul><ul><li>E o que estão tentando atingir no processo </li></ul><ul><li>Permite explorar: </li></ul><ul><li>Restrições; </li></ul><ul><li>Contextos; </li></ul><ul><li>Irritações; </li></ul><ul><li>Facilidades, etc, sob as quais os humanos operam. </li></ul>
  5. 5. <ul><li>Geração dos cenários: workshops ou sessões de entrevistas. </li></ul><ul><li>Ajuda a explicar ou discutir algum aspecto dos objetivos do usuário. </li></ul><ul><li>Utilidades: </li></ul><ul><li>Imaginar usos em potencial de um aparelho; </li></ul><ul><li>Capturar comportamentos. </li></ul><ul><li>Função: ajudar a estabelecer requisitos. </li></ul>Os tipos de descrição de tarefas
  6. 6. Os tipos de descrição de tarefas <ul><li>2. Casos de uso: Interação entre usuário e sistema. </li></ul><ul><li>Descreve o que é chamado “curso normal”, isto é, o conjunto de ações que o analista acredita serem mais usualmente realizadas. </li></ul><ul><li>Objetivo: capturar o objetivo de uso do “ator” ao utilizar o sistema. </li></ul><ul><li>Características: </li></ul><ul><li>Podem ser descritos graficamente; </li></ul><ul><li>Os atores podem ser associados a mais de um caso de uso </li></ul><ul><li>Layout mais formal; </li></ul><ul><li>Foco na interação entre usuário e sistema (utilização tecnologia). </li></ul>
  7. 7. Exemplo Caso de uso para organizar uma reunião , cujo curso normal seria que a reunião fosse marcada automaticamente na agenda compartilhada de membros de um departamento de uma universidade: <ul><li>O usuário escolhe a opção de organizar uma reunião </li></ul><ul><li>O sistema solicita ao usuário os nomes dos participantes </li></ul><ul><li>O usuário digita uma lista de nomes </li></ul><ul><li>O sistema verifica se a lista é válida </li></ul><ul><li>O sistema solicita as restrições do usuário </li></ul><ul><li>O usuário digita suas restrições </li></ul><ul><li>O sistema busca nas agendas uma data que satisfaça às restrições </li></ul><ul><li>O sistema exibe uma lista de datas possíveis </li></ul><ul><li>O usuário escolhe uma das datas </li></ul><ul><li>O sistema marca a reunião na agenda </li></ul><ul><li>o sistema envia um e-mail para todos os participantes da </li></ul><ul><li>reunião informando-os do compromisso. </li></ul>Cursos alternativos: 5. Se a lista da pessoa é inválida: 5.1 o sistema apresenta uma mensagem de erro; 5.2 o sistema retorna ao passo nº 2. 8. Se não forem encontradas datas possíveis: 8.1 O sistema exibe uma mensagem adequada; 8.2 O sistema retorna ao passo nº 5.
  8. 8. Os tipos de descrição de tarefas <ul><li>3. Casos de usos essenciais: o que está sob responsabilidade usuário e do sistema. </li></ul><ul><li>Desenvolvidos por Constantine e Lockwood (1999). </li></ul><ul><li>Representam abstrações de cenários, ou seja, um caso mais geral do que os cenários abrangem. </li></ul><ul><li>Evita as suposições de um caso de uso tradicional. </li></ul><ul><li>Um caso de uso essencial é uma narrativa estruturada em 3 partes: </li></ul><ul><li>Um nome que expressa a intenção geral do usuário; </li></ul><ul><li>Uma descrição em passos das ações dos usuários; </li></ul><ul><li>Uma descrição em passos das responsabilidades do sistema. </li></ul>
  9. 9. Exemplo Caso de uso essencial para organizar uma reunião no aplicativo do calendário compartilhado. Agendar a reunião Escolher a data preferida Sugerir possíveis datas Identificar os participantes e as restrições Solicitar o nome dos participantes e as restrições Organizar uma reunião RESPONSABILIDADE DO SISTEMA INTENÇÃO DO USUÁRIO
  10. 10. Análise de tarefas <ul><li>“ Análise que abrange técnicas para a investigação de processos cognitivos e ações físicas em um alto nível de abstração e em pequenos detalhes”. </li></ul><ul><li>Utilizada principalmente para investigar uma situação existente. </li></ul><ul><li>Analisar os fundamentos e propósitos : </li></ul><ul><li>do que as pessoas estão fazendo, </li></ul><ul><li>o que estão tentando realizar, </li></ul><ul><li>por quê e como estão lidando com isso. </li></ul>
  11. 11. Exemplo Considerar o serviço de catalogação da biblioteca e a tarefa de retirar um livro. Esta pode ser decomposta em outras tarefas. Esse conjunto de tarefas e subtarefas pode ser realizado em uma ordem diferente, dependendo de quanto se sabe a respeito do livro e da familiaridade do usuário com a biblioteca e com a provável localização do livro.
  12. 12. Pontos Principais <ul><li>Identificar as necessidades dos usuários e estabelecer requisitos para o design de interação. </li></ul><ul><li>Técnicas de coleta de dados: questionários, entrevistas, grupos de estudo específicos, workshops, observação natural e estudo de documentação. </li></ul><ul><li>Cenários, casos de uso e casos de uso essenciais são técnicas úteis para se iniciar a documentar as descobertas feitas na sessões de coleta de dados. </li></ul><ul><li>A análise de tarefas é um pouco mais estruturada, mas não funciona de forma eficiente quando diante de uma grande quantidade de dados”. </li></ul>

×