Farmácia Integrada 2009

4.544 visualizações

Publicada em

Apresentação do conceito de Farmácia Integrada. Projeto idealizado pelo Instituto Racine que demonstra um modelo inovador de farmácia.

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.544
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
154
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
118
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Farmácia Integrada 2009

  1. 1. Farmácia Integrada
  2. 5. A Farmácia e seus públicos
  3. 6. “ A missão da prática farmacêutica é prover medicamentos e outros produtos e serviços para a saúde e ajudar as pessoas e a sociedade a utilizá-los da melhor forma possível”. Declaração de Tóquio OMS - 1993
  4. 7. O Contexto Histórico <ul><li>Na Década de 1990... </li></ul><ul><li>ocorriam, por todo mundo, movimentos em torno da profissão farmacêutica e do exercício profissional na Farmácia Comunitária. </li></ul><ul><li>Grandes mudanças entrariam em processo... </li></ul><ul><li>e uma verdadeira crise cultural envolvia as relações entre a sociedade e a Farmácia . </li></ul>
  5. 8. O Contexto Histórico <ul><li>Na Década de 1990... </li></ul><ul><li>O farmacêutico , como profissional da saúde especialista no medicamento, começou a entender que ter centrado suas atividades apenas na elaboração, produção e dispensação havia transformado seu papel na cadeia sanitária ao longo do tempo. </li></ul>
  6. 9. O Contexto Histórico <ul><li>Na Década de 1990... </li></ul><ul><li>O ambiente da Farmácia , os tipos de produtos disponibilizados e os serviços prestados estavam descaracterizados e não contribuíam para que a população percebesse a farmácia como estabelecimento de saúde. </li></ul>
  7. 10. O Contexto Histórico <ul><li>Na Década de 1990... </li></ul><ul><li>A discussão sobre a educação farmacêutica tornou-se urgente para que a profissão pudesse avançar e redesenhar seu papel na cadeia sanitária. Uma nova realidade , centrada na proteção da saúde, na educação sanitária e no paciente, ator ativo no sucesso terapêutico, exigia não só um novo modelo de profissional , mas também um novo modelo de Farmácia, ou seja, uma Farmácia Integrada . </li></ul>
  8. 11. Farmácia Integrada ao Sistema Nacional de Saúde <ul><li>A essência da atividade farmacêutica e seu papel na cadeia sanitária é a provisão de medicamentos e outros produtos e serviços para a saúde garantindo o cuidado, a orientação, a segurança e a observação dos efeitos de seu uso. </li></ul><ul><li>Suas ações devem estar alinhadas e ser complementares aos programas públicos e privados existentes no município ou região. </li></ul>
  9. 12. Farmácia Integrada ao Sistema Nacional de Saúde <ul><li>A Boa Prática de Farmácia, compreende, entre outros requisitos, a responsabilidade sobre a prescrição racional e uso correto dos medicamentos. </li></ul><ul><li>Um Sistema de Saúde efetivo deve concentrar-se na prevenção de doenças e na promoção da saúde . É neste sentido que os estabelecimentos sanitários de acesso facilitado e alta cobertura, como as farmácias, podem desempenhar um papel determinante para descongestionar o Sistema quando tratar-se de questões de atenção primária à saúde . </li></ul>
  10. 13. Farmácia Integrada aos Pacientes e Usuários <ul><li>A primeira preocupação do farmacêutico deve ser com o bem-estar e a segurança dos pacientes , em todas as situações. </li></ul><ul><li>O farmacêutico deve conhecer o perfil de cada indivíduo: </li></ul><ul><li>Epidemiológico </li></ul><ul><li>Psicológico/emocional </li></ul><ul><li>Sociocultural </li></ul><ul><li>Histórico farmacológico </li></ul><ul><li>Suas crenças e valores </li></ul><ul><li>Seus hábitos e papéis </li></ul><ul><li>Suas circunstâncias </li></ul>Deve, também, compreendê-lo: E deve contar com ele ou ela, como agente ativo no processo terapêutico.
  11. 14. Farmácia Integrada à Comunidade <ul><li>De modo individual ou profissional, os farmacêuticos devem participar, influenciar e colaborar com as Políticas de Saúde e as Políticas de Assistência Farmacêutica em seus municípios. </li></ul><ul><li>Programas educacionais para a promoção e proteção da saúde, incluindo a diminuição do abuso e mal uso dos medicamentos, devem ser desenvolvidos e implementados pela Farmácia. </li></ul>
  12. 15. Farmácia Integrada à Comunidade População Brasileira <ul><li>3,4 é o número médio de pessoas por domicílio. </li></ul><ul><li>2,5 é o número médio de consultas por habitante, por ano. </li></ul><ul><li>14,5% é portadora de algum tipo de deficiência. </li></ul><ul><li>10,2% tem idade acima de 60 anos. </li></ul><ul><li>16% nunca foi ao dentista. </li></ul><ul><li>11,05% é a taxa de analfabetismo. </li></ul><ul><li>21,9% das famílias têm, pelo menos, um microcomputador no domicílio . </li></ul><ul><li>20% já tem acesso à internet. </li></ul>Cada município tem um perfil epidemiológico, bem como características sócio-econômico-culturais próprias . Os diferentes indicadores e as informações de saúde do município são a base para que o farmacêutico comunitário defina suas prioridades de trabalho, seja no âmbito de sua Farmácia ou da coletividade.
  13. 16. Farmácia Integrada nos Setores ou Categorias de Produtos <ul><li>Medicamentos sob prescrição </li></ul><ul><li>Medicamentos isentos de prescrição </li></ul><ul><li>Saúde e higiene bucal </li></ul><ul><li>Nutrição e dietética </li></ul><ul><li>Ortopedia, fisioterapia e ergonomia </li></ul><ul><li>Geriatria e cuidados domiciliares </li></ul><ul><li>Produtos para alérgicos </li></ul><ul><li>Produtos para portadores de Diabetes </li></ul><ul><li>Produtos oftalmológicos e para os cuidados nasais e dos ouvidos </li></ul><ul><li>Primeiros socorros e outros cuidados </li></ul>
  14. 17. Farmácia Integrada nos Setores ou Categorias de Produtos <ul><li>Suprimentos médicos e odontológicos </li></ul><ul><li>Equipamentos e produtos para autodiagnóstico e autocuidado </li></ul><ul><li>Produtos oficinais </li></ul><ul><li>Higiene, perfumaria e cosméticos </li></ul><ul><li>Produtos solares e pós-sol </li></ul><ul><li>Dermocosmética, maquilagem e acessórios. </li></ul><ul><li>Saúde das gestantes, lactantes, bebês e crianças </li></ul><ul><li>Saúde e beleza feminina </li></ul><ul><li>Saúde e beleza masculina </li></ul><ul><li>Saúde e beleza do adolescente </li></ul><ul><li>Livros e outros recursos educativos em saúde </li></ul>
  15. 18. Farmácia Integrada em seus Serviços <ul><li>Assistenciais </li></ul><ul><li>Serviços orientados aos pacientes/usuários: </li></ul><ul><li>Dispensação de medicamentos </li></ul><ul><li>Indicação farmacêutica </li></ul><ul><li>Seguimento farmacoterapêutico </li></ul><ul><li>Educação em saúde </li></ul><ul><li>Farmacovigilância </li></ul><ul><li>Assistência domiciliária </li></ul><ul><li>Manipulação clínica </li></ul><ul><li>Serviços orientados aos medicamentos e produtos para saúde: </li></ul><ul><li>Definição do mix de produtos </li></ul><ul><li>Seleção e qualificação de fornecedores </li></ul><ul><li>Armazenamento e controle de estoque </li></ul><ul><li>Fracionamento de medicamentos </li></ul><ul><li>Gestão de resíduos </li></ul>
  16. 19. Farmácia Integrada em seus Serviços O conjunto de serviços oferecidos demonstra aos pacientes, aos usuários e à sociedade o compromisso que a Farmácia tem com a saúde. <ul><li>De Docência </li></ul><ul><li>Ações educativas de proteção à saúde </li></ul><ul><li>Programas de formação continuada de funcionários </li></ul><ul><li>Estágios para graduandos em Farmácia </li></ul><ul><li>Programas de práticas sob tutoria para graduados </li></ul><ul><li>De Investigação </li></ul><ul><li>Estudos e pesquisas </li></ul>
  17. 20. Serviços Farmacêuticos orientados aos pacientes e usuários
  18. 21. Consenso Brasileiro de Atenção Farmacêutica <ul><li>“ É um modelo de prática farmacêutica desenvolvida no contexto da assistência farmacêutica. Compreende atitudes, valores éticos, comportamentos, habilidades, compromissos e co-responsabilidades na prevenção de doenças, promoção e recuperação da saúde, de forma integrada à equipe de saúde. É a interação direta do farmacêutico com o usuário, visando uma farmacoterapia racional e a obtenção de resultados definidos e mensuráveis, voltados para a melhoria da qualidade de vida. Esta interação também deve envolver as concepções dos seus sujeitos, respeitadas as suas especificidades biopsicossociais, sob a ótica da integralidade das ações de saúde”. </li></ul>Consenso Brasileiro de Atenção Farmacêutica. Organização Panamericana Saúde. Brasília. 2002
  19. 22. Projeto Orientação sobre o uso de medicamentos na comunidade <ul><li>Objetivos </li></ul><ul><li>Orientar os pacientes em relação ao uso correto, cuidados na administração e guarda domiciliar de medicamentos, a partir das demandas emergentes do atendimento farmacêutico. </li></ul><ul><li>Identificar o significado da utilização de medicamentos para estes pacientes </li></ul><ul><li>Servir de espaço para a prática em Atenção Farmacêutica </li></ul><ul><li>Servir de espaço para estudo e investigação </li></ul>Projeto Implementado pelos alunos, ex-alunos e docentes do Curso de Pós-Graduação em Atenção Farmacêutica – Formação em Farmácia Clínica do Instituto Racine
  20. 23. Farmácia Integrada aos Profissionais da Saúde Ainda hoje, a farmacoterapia é a forma de intervenção médica mais freqüentemente utilizada. Além disso, as situações de múltiplos prescritores para um mesmo paciente é uma realidade cada vez mais presente nas populações, que têm visto suas expectativas de vida aumentarem expressivamente a cada década. Este contexto, faz do Farmacêutico Comunitário um elo de enorme importância na cadeia sanitária . Sua facilidade de acesso, seus vínculos de confiança com a comunidade, seu amplo conhecimento desses indivíduos e sua capacidade de influência, são valiosos reforços aos procedimentos terapêuticos definidos pelos demais profissionais envolvidos em uma decisão terapêutica .
  21. 24. Farmácia Integrada aos Profissionais da Saúde Responsabilidades compartilhadas na busca de resultados positivos na farmacoterapia. A Farmácia é, normalmente, um local isolado de outros estabelecimentos sanitários. Por isso, o farmacêutico comunitário deve ter sempre uma atitude ativa na busca do relacionamento com os outros profissionais da saúde.
  22. 25. Farmácia Integrada à Equipe <ul><li>A Farmácia deve documentar sua </li></ul><ul><li>Missão, Valores e Objetivos </li></ul><ul><li>e selecionar as pessoas alinhadas com estas diretrizes. </li></ul><ul><li>Investir na diversidade – idade, gênero, raça, cultura. </li></ul><ul><li>Valorizar a Integração de novos colaboradores. </li></ul><ul><li>Planejar e implementar Programas de Treinamento Interno para Colaboradores. </li></ul><ul><li>Desenvolver a equipe para o gerenciamento dos setores ou categorias de produtos. </li></ul>
  23. 26. Farmácia Integrada à Educação Farmacêutica O conhecimento é transitório e os saberes, os recursos e a sociedade evoluem ao longo do tempo. Diante desta realidade, os farmacêuticos comunitários devem assumir o compromisso com o desenvolvimento contínuo de suas competências. Este compromisso, é uma das Sete Estrelas do Farmacêutico Vancouver, 1997 Decisor Comunicador Líder Administrador Educador Aprendiz Permanente Prestador de cuidados
  24. 27. “ É evidente a importância do medicamento em nosso cotidiano, seja pela freqüência com que o utilizamos, pelos riscos a que estamos expostos quando o fazemos, pelo seu impacto econômico em nosso orçamento ou pelos benefícios que podemos ter por seu uso racional”. Barbosa, N. Farmácia Integrada: ambiente, produtos, serviços, pessoas e atitudes coerentes com a proposta de zelar pela saúde. Revista Racine ed 82, p 54 – 66, 2004.
  25. 28. “ O modo como traduzirmos o nosso compromisso com a sociedade, por meio de nossa prática diária, será o elemento vital para que esta sociedade, bem como para que as demais profissões da área da saúde, considerem o exercício profissional farmacêutico na Farmácia Comunitária como imprescindível para a garantia da vida”. Barbosa, N. Farmácia Integrada: ambiente, produtos, serviços, pessoas e atitudes coerentes com a proposta de zelar pela saúde. Revista Racine ed 82, p 54 – 66, 2004.
  26. 29. Farmacêutico Um profissional da saúde que, atuando na farmácia comunitária, é de acesso gratuito e facilitado... 24 horas por dia ... ... 365 dias por ano.
  27. 30. A organização das idéias da Farmácia Integrada aqui apresentadas são de autoria da farmacêutica Nilce Barbosa, presidente do Grupo Racine. Este trabalho foi realizado com o propósito de inspirar os profissionais farmacêuticos da Farmácia Comunitária a projetarem sua atuação para além do medicamento, incorporando à sua prática diária novos saberes, novas habilidades e novas atitudes. Afinal, uma profissão existe para atender às necessidades da sociedade, dentro de um contexto histórico. E, se esta sociedade se transforma, é fundamental que as profissões se transformem com ela. São Paulo, 2009

×