Fazendo o diagnóstico de Melanoma

1.197 visualizações

Publicada em

Confira nosso conteúdo completo sobre o diagnóstico de Melanoma.

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.197
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
664
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Fazendo o diagnóstico de Melanoma

  1. 1. Fazendo o Diagnóstico de Melanoma
  2. 2. Fazendo o Diagnóstico Se seu médico suspeita que você possa ter melanoma, você será encaminhado para um dermatologista, um oncologista clínico ou um cirurgião oncológico. Estes profissionais médicos são especialistas na identificação de pintas e lesões suspeitas e sabem quais métodos de diagnóstico e tratamentos são mais apropriados. Para fazer um diagnóstico definitivo, serão realizados vários exames e testes.
  3. 3. Apresentação Clínica Diagnóstico Laudo de Patologia Avaliação Preliminar Lesão escura suspeita, por exemplo, pintas, manchas ou elevações Biópsia Sem diagnóstico Repetir biópsia Diagnóstico de Melanoma Devem ser identificados: • Profundidade de Breslow: medição da espessura da lesão. • Presença (ou não) de ulceração. • Rapidez com que o câncer se divide, denominado índice mitótico. • Presença do câncer nas margens da biópsia. • Existência de microssatélites. • Nível de Clark em lesões iguais ou menores a 1 mm. Conduta do médico: • Histórico clínico completo (incluindo perguntas sobre história familiar de melanoma). • Exame físico, será examinada a pele de todo o corpo, presença de linfonodos próximos à lesão e exame de outros órgãos. Fonte NCCN Fluxograma Diagnóstico de Melanoma
  4. 4. Fazendo o Diagnóstico • O diagnóstico começa quando você ou seu médico encontram uma lesão pinta ou mancha suspeita na sua pele. • Será realizada uma consulta e levantado seu histórico médico completo o que inclui antecedentes familiares de melanoma. • O médico fará o exame físico com uma inspeção completa da sua pele. No caso de um diagnóstico de melanoma, ele verificará também os gânglios linfáticos, particularmente perto do melanoma. • Ele determinará se uma biópsia é necessária, e se você precisa ser encaminhado para um especialista.
  5. 5. Fazendo o Diagnóstico • O próximo passo será uma biópsia. O objetivo da biópsia é retirar uma amostra da lesão para ter um diagnóstico preciso. Nenhum outro exame é recomendado neste momento. • Quando possível, a lesão inteira será removida, juntamente com 1 a 2 mm de margem de segurança de pele normal. • Se isso não for possível, a parte mais espessa da lesão deve ser removida, incluindo toda a profundidade da lesão. • Um patologista examinará a amostra retirada e determinará se existem características que podem indicar um melanoma.

×