Dor em Pacientes Oncológicos - Angela Sousa

764 visualizações

Publicada em

Palestra apresentada por Angela Sousa no dia 19/09/2015, no II Encontro de Pacientes com Câncer Ginecológico

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
764
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
43
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Dor em Pacientes Oncológicos - Angela Sousa

  1. 1. Dra Angela Maria Sousa Chefe de equipe do Centro multiprofissional de Tratamento de dor ICESP *
  2. 2. * *Tomo o remédio … a dor melhora… mas depois volta… *Não quero tomar morfina pois me disseram que corrói os ossos… *Se eu tomar morfina agora, quando eu estiver mais doente não terei mais opções … *Eu só tomo o remédio quando tenho dor … *Eu acho que esse remédio é muito forte!!! *O meu vizinho começou a tomar esse remédio e faleceu logo depois… *Esse remédio é só para o final da vida.. Eu não estou morrendo… *Já tomei até Morfina!!! *Tenho medo de viciar
  3. 3. *Dor é uma sensação desagradável *Experiência emocional *Associada a uma lesão tecidual real ou potencial *Às vezes apenas ocorre a descrição de tal lesão, mesmo esta não sendo visível IASP 1979
  4. 4. TRANSMISSÃO TRANSDUÇÃO MODULAÇÃO PERCEPÇÃO Córtex Tálamo Trato espinotalâmico Projeções Tálamocorticais Aferentes Primários Estímulo doloroso
  5. 5. NOCICEPÇÃO DOR SOFRIMENTO COMPORTAMENTO DOLOROSO
  6. 6. * *O próprio tumor *Compressão de outros tecidos ao redor(nervos, músculos, vasos sanguineos) *Produção de substâncias capazes de estimular os receptores de dor *Mudança da funcionalidade do organismo *O tratamento *Quimioterapia *Radioterapia *Cirurgia
  7. 7. * *Dor aguda: é recente, auto limitada, melhora com a resolução do problema que a originou. *Exemplo: amigdalite; a pessoa tem dor enquanto as amígdalas estão inflamdas *Dor crônica: por definição é dor que está presente por mais de 3 meses. *Exemplo: dor do câncer *Dor nas costas após cirurgias de coluna *Neuropatia diabética *Podem coexistir esses tipos de dor no mesmo paciente.
  8. 8. *Dor aguda: *Melhora com a resolução do problema *Uso de analgésicos, geralmente por pouco tempo
  9. 9. *
  10. 10. *Medo *Ansiedade *Depressão *Alteração do humor *Alteração do sono *Alteração da personalidade *Irritabilidade *Dificuldade para se relacionar com as pessoas *Dificuldade para se divertir, caminhar, etc… *
  11. 11. * *Dor crônica: *Uso de analgésicos, geralmente por pouco longos períodos *Às vezes o problema ainda não foi resolvido. Exemplo: na presença de um câncer em evolução *Outras vezes o problema já foi resolvido, mas causou uma “cicatriz” no lugar … e a dor se torna o problema principal
  12. 12. *Medicamentos de diversas classes farmacológicas *Agem em locais distintos do organismo *Atuam como um “time”, cada um com sua função *Finalidade é a mesma: aliviar a dor!!!!
  13. 13. DEGRAU 1 Dor Leve DEGRAU 2 Dor Moderada DEGRAU 3 Dor Intensa Não opióides Opióides fracos ± Não opióides ± Adjuvantes Opióides fortes ± Não opióides ± Adjuvantes DEGRAU 4 Terapêutica Intervencionista
  14. 14. * *Analgésicos não opioides: dipirona, antiinflamatórios, paracetamol *Analgésicos opioides: codeina, morfina, oxicodona, fentanil, metadona *Adjuvantes: antidepressivos, anticonvulsivantes, corticoides…
  15. 15. Opioides, antidepressivos anticonvulsivantes Antiinflamatórios Opioides Corticoides Anestésicos locais Antidepressivos Opioides Clonidina
  16. 16. *
  17. 17. * *Medicamentos derivados do ópio: *Sintéticos *Naturais *Induzem analgesia *Sedação *Prurido *Constipação intestinal *Podem causar dependência física
  18. 18. * *Acupuntura *Massagem *Hipnose *Terapia *Procedimentos invasivos…
  19. 19. *
  20. 20. *
  21. 21. *
  22. 22. * *Vício é uma doença *Pessoas com risco de vício devem ser avaliadas com mais frequência *Algumas medicações são preferenciais para essas pessoas *Uso de adjuvantes é importante.
  23. 23. * *Tomo o remédio, a dor melhora, mas volta logo… *Cada medicação tem uma duração diferente… e só alivia a dor durante esse período. A causa da dor continua… *Não quero tomar morfina pois me disseram que corrói os ossos… *Não há nenhum fundamento nisso… *Se eu tomar morfina agora, depois não terei mais opções se minha a dor piorar… *Isso é um mito!!! Existem medicações e tratamentos muito mais eficazes que morfina. Fentanil, por exemplo, é 100 vezes mais potente
  24. 24. *Eu só tomo o remédio quando tenho dor … *Esse é um erro enorme! Se a causa da dor ainda persiste, a dor vai voltar. Então, melhor prevenir!! *Eu acho que esse remédio é muito forte!!! *Se a dor é forte, o remédio também tem que ser forte. Ou não? *O meu vizinho começou a tomar esse remédio e faleceu logo depois… *Pode ser que ele tenha sofrido meses com dor, antes de receber medicação analgésica. Na maioria das vezes a medicação é prescrita tarde demais!! *
  25. 25. *Esse remédio é só para o final da vida… *Isso é mito!! A pessoa merece ser tratada com dignidade a vida toda, não apenas no final!! Não há motivos que justifiquem esse pensamento. *Meu médico me disse que ainda não é hora de eu tomar morfina. *Quando será a hora? *Já tomei até Morfina!!! *Morfina é só um analgésico!! Usado para dor forte!!! Pode ser dor aguda, dor crônica, dor de parto, dor de câncer… depende da dor da pessoa… *Tenho medo de viciar *Avaliamos o risco. Se for grande, a monitorização é mais frequente. *
  26. 26. * *Usar as medicações nos horários certos *Usar as medicações para efeitos colaterais *Fazer uso dos resgates…. Isso é ESSENCIAL para controlar a dor… *Se tiver dúvidas, pergunte… SEMPRE!!

×