Câncer de Cabeça e Pescoço

7.526 visualizações

Publicada em

Tudo o que você precisa saber sobre o câncer de cabeça e pescoço

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
7.526
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5.258
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
41
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Câncer de Cabeça e Pescoço

  1. 1. Câncer de Cabeça e Pescoço
  2. 2. O que é Câncer de Cabeça e Pescoço? Os tumores conhecidos como cânceres de cabeça e pescoço geralmente começam nas células escamosas que revestem as superfícies das mucosas úmidas, por exemplo, dentro da boca, do nariz e da garganta. Eles são classificados conforme a área da cabeça ou do pescoço em que se iniciam: cavidade oral, faringe, laringe, seios paranasais e cavidade nasal e glândulas salivares. Consulte nossa seção de tipos de câncer para o tipo específico que procura.
  3. 3. Sinais e Sintomas do Câncer de Cabeça e Pescoço Os sinais e sintomas do câncer de cabeça e pescoço podem incluir o aparecimento de um nódulo, uma ferida que não cicatriza, dor de garganta que não melhora, dificuldade para engolir e alterações na voz ou rouquidão. Entretanto, estes sintomas também podem ser causados por outras condições clínicas. Se tiver qualquer um desses sintomas é importante conversar com seu médico.
  4. 4. Diagnóstico do Câncer de Cabeça e Pescoço Alguns sinais e sintomas podem sugerir que uma pessoa tenha câncer de cabeça e pescoço, mas será necessária a realização de exames e biópsias para confirmar o diagnóstico. Se esses sinais e sintomas sugerirem que o paciente possa ter câncer de cabeça e pescoço, serão solicitados exames de imagem, como radiografia, tomografia e ressonância magnética, exames de sangue e biópsias, para confirmação diagnóstica e estadiamento da doença.
  5. 5. Tratamento do Câncer de Cabeça e Pescoço Após o diagnóstico e estadiamento da doença, o médico discutirá com o paciente as opções de tratamento. As principais opções de tratamento para pacientes com câncer de cabeça e pescoço podem incluir cirurgia, radioterapia, quimioterapia e terapia alvo. Em muitos casos, mais do que um desses tratamentos ou uma combinação deles podem ser utilizados. Alguns fatores podem ser decisivos na escolha do tipo de tratamento, como estado geral de saúde, estadiamento da doença, localização exata do tumor, idade do paciente, além de outras considerações pessoais.
  6. 6. Efeitos Colaterais do Tratamento do Câncer de Cabeça e Pescoço A cirurgia pode alterar a capacidade do paciente de mastigar, engolir ou falar. A aparência pode mudar após a cirurgia, o rosto e o pescoço podem ficar inchados, por algumas semanas. No entanto, se os linfonodos são removidos, o fluxo de linfa na área pode se tornar mais lento e a linfa se acumular nos tecidos, causando um aumento de volume local, que pode permanecer por um longo tempo. Após uma laringectomia ou outra cirurgia, algumas áreas do pescoço e da garganta podem ficar adormecidas. Se os linfonodos do pescoço forem removidos, o ombro e o pescoço podem ficar fracos e rígidos. Os pacientes que fazem radioterapia podem apresentar irritação, vermelhidão e feridas na boca, boca seca ou saliva espessa, dificuldade para engolir, alterações no paladar ou náuseas.
  7. 7. Alterações Físicas e Identidade Nossa sociedade é muito sensível às aparências, todo mundo é consciente sobre sua própria aparência. As pessoas tendem a assumir que uma aparência normal indica saúde e boa personalidade, estigmatizando as pessoas diferentes. Cicatrizes e sequelas podem alterar a percepção e inclusive a identidade de si mesmo. O primeiro passo é considerar como você se vê, como é difícil se olhar no espelho, observar e aceitar as mudanças que o tratamento do câncer causaram em seu corpo. Lembre-se, ler ou compartilhar com outros pacientes seus desafios pessoais pode ser extremamente importante para seu aprendizado e aceitação do quanto a sua vida mudou e qual a melhor forma para se ajustar às essas mudanças.
  8. 8. Vivendo com uma Mutilação Ao contrário de outros tipos de câncer, as cicatrizes e sequelas do câncer de cabeça e pescoço, muitas vezes não podem ser escondidas, logo estão visíveis para todos. Você pode estar consciente, entretanto, menos confiante do que costumava estar, e pode se perguntar se sua nova imagem irá prejudicá-lo no trabalho ou na vida social. Existem três tipos de adaptação às sequelas e a mutilação facial causadas pela cirurgia: físicas, emocionais e sociais. Alguns pacientes resistem mais às alterações na aparência do que com a parte funcional do corpo. O rosto é onde você expressa sua personalidade e sentimentos. É normal sentir medo das interações sociais, pois você não sabe como as pessoas vão reagir quando o encontrar. Você precisará desenvolver estratégias para enfrentar as diversas reações que podem ocorrer para interagir com mais confiança e segurança, não deixando que esses encontros fiquem registrados como momentos negativos.
  9. 9. Gerenciando as Reações das Pessoas Lembra como foi difícil para você a primeira vez que ouviu que tinha câncer ou se viu no espelho após a cirurgia? Lembre-se da mistura de emoções negativas que sentiu nesse momento! Pode não ser fácil aceitar, mas as pessoas ao seu redor, até mesmo desconhecidas, podem ter reações semelhantes. Se você tem uma cicatriz visível, pode se deparar com comentários ou perguntas indesejadas ao longo do tempo. Não espere que todo mundo vá reagir de forma ideal ou compassiva. A falta de conhecimento pode levar ao medo e a estigmatização e o comportamento negativo dos outros poderá causar momentos de aflição em você. Quando viver uma reação negativa vinda de outra pessoa, decida se você quer se envolver com ela ou vá embora.
  10. 10. Vivendo com Câncer de Cabeça e Pescoço O câncer é uma experiência de mudança de vida. E, embora não haja nenhuma maneira infalível de prevenir a recidiva, você pode tomar medidas para se sentir e se manter saudável. Comer frutas, legumes, grãos integrais e porções modestas de carne magra é um grande começo. Se você fuma, pare. Evite ou diminua o consumo de álcool. O exercício diário e exames regulares são importantes, ajudam a sua saúde e dão paz de espírito.

×