DADOS PESSOAISProfessora: Francieli da Silva dos SantosEndereço: Estrada da Canelinha, 08. Canelinha, Campina Grande do Su...
RESUMO DA EXPERIÊNCIA      O progresso da sociedade é algo inevitável e também necessário, noentanto, ele deve estar relac...
INTRODUÇÃO      Este trabalho desenvolvido com o 4º Ano A da Escola MunicipalHumberto de Alencar Castelo Branco vem a cont...
OBJETIVOSObjetivo Geral       Contribuir para a formação de cidadãos conscientes da importância decolocar em prática atitu...
DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES REALIZADAS E METODOLOGIAS       Tendo como base o tema “Sustentabilidade”, o trabalho desenvolvid...
Material picado sendo recolhido.Papel sendo colocado de molho.
Papel sendo colocado no liquidificador.Mistura sendo batida.
Produção das folhas.Folhas sendo colocadas para secar.
Folhas prontas.       Os alunos ficaram bastante surpresos com os resultados e instigados arealizar o procedimento outras ...
Início da dobradura.Processo de produção dos sacos de lixo.
Sacos de lixo prontos.Atitude sendo colocada em prática.
Os sacos foram produzidos o suficiente para as próximas semanas econtinuam sendo confeccionados em quantidade, conforme a ...
Personalização das garrafas.Plantação das mudas.
Atividade de plantar finalizada.Garrafas sendo colocadas no muro da escola.
Horta vertical no muro da escola.Plantas sendo regadas.
O regador também foi feito com garrafa pet, a atividade contou com aparticipação ativa dos alunos que se envolveram de for...
Além das receitas sobre o reaproveitamento integral dos alimentos,produzimos um texto coletivo, “Receita para melhorar o m...
Com o auxílio da professora de Artes no projeto que estava sendodesenvolvido com a turma, os cartões de dia dos pais confe...
Alguns dos cartões produzidos pelas crianças.       Os alunos gostaram muito de realizar esta atividade, visto que fugiram...
Confecção dos cartazes.Cartazes expostos no posto de saúde.
Os cartazes foram colocados em exposição na escola e no posto desaúde da comunidade, visto que são os lugares onde circula...
Utilizamos cascas de maça, goiaba, pera e manga.Utilização de talos de espinafre e beterraba.
Para acompanhamento da geleia fizemos torradas (reaproveitamento do pão amanhecido).Foi eleito um dos favoritos das crianç...
O sabor surpreendeu a todos, campeão de elogios.Opção de comê-lo sozinho ou com torradas.
Na foto acima também é possível ver o suporte que utilizamos paracolocar as receitas, foi a parte da garrafa destacada no ...
Queriam provar um pouquinho de tudo.Suco de casca de abacaxi e casca de frutas fez sucesso.
Somente ver as receitas no livro não era o suficiente para as crianças eaté mesmo as mães realmente acreditarem que tais a...
Demonstração de como reutilizar garrafa pet de uma forma prática.Lembrancinha para os visitantes do evento.
Os alunos confeccionaram as lembrancinhas para ser entregues aosparticipantes do evento com o papel reciclado que fizemos ...
Dinâmica de reflexão sobre a quantidade de lixo que produzimos por dia.Discussão sobre o que acontece com o lixo depois qu...
Jogo sobre o encaminhamento que cada tipo de resíduo deve ter.As crianças participaram e se divertiram bastante com o jogo.
Tinha até torcida.Todos ficaram atentos as informações presentes no jogo.
A atividade realizada em sala correspondeu à primeira etapa da oficina,no dia seguinte realizamos a segunda etapa: a visit...
Entrada do Instituto Ambiental Estre.        A visita no aterro sanitário concretizou a importância das diversasatividades...
CONCLUSÃO      O presente projeto teve como objetivo contribuir para a formação decidadãos conscientes da importância de c...
ANEXOLivro de receitas.
Lembrancinhas produzidas com papel reciclado.
Depoimentos sobre a degustação - reaproveitamento integral dos alimentos.
Depoimentos sobre a visita ao aterro sanitário.
Projeto Agrinho 2012
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Projeto Agrinho 2012

10.593 visualizações

Publicada em

Projeto Agrinho 2012

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

Projeto Agrinho 2012

  1. 1. DADOS PESSOAISProfessora: Francieli da Silva dos SantosEndereço: Estrada da Canelinha, 08. Canelinha, Campina Grande do Sul, PR.Telefone: 9899-0075CPF: 060.876.599 - 60RG: 8.733.592-5DADOS DA INSTITUIÇÃONome: Escola Municipal Marechal Humberto de Alencar Castelo BrancoEndereço: BarragemMunicípio: Campina Grande do Sul
  2. 2. RESUMO DA EXPERIÊNCIA O progresso da sociedade é algo inevitável e também necessário, noentanto, ele deve estar relacionado com um desenvolvimento sustentável, emque as necessidades atuais e das futuras gerações possam ser supridas, massem prejudicar o meio ambiente e suas relações. Para contribuir com esse processo, as atitudes sustentáveis sãoindispensáveis. Partindo desse pressuposto, este projeto foi desenvolvido comos alunos, a fim de conscientizá-los e instigá-los a colocar em prática açõesaparentemente simples, mas que podem fazer muita diferença. As atividades realizadas, realmente envolveram a turma, quedemonstrou prazer em aprender, houve uma preocupação em realizarprocedimentos que pudessem ser feitos em casa, aproximando-se da realidadedas crianças, utilizando materiais disponíveis para todos, ampliando dessaforma, além dos muros da escola o conhecimento adquirido nas aulas. Assim o projeto desenvolvido, procurou constantemente contribuir para aformação de crianças conscientes da importância de sua atuação, pensando eassociando sempre que sustentabilidade e responsabilidade caminham juntas,ou seja, aliadas para a construção de um mundo melhor.
  3. 3. INTRODUÇÃO Este trabalho desenvolvido com o 4º Ano A da Escola MunicipalHumberto de Alencar Castelo Branco vem a contribuir com a formação cidadãde nossos alunos, visto que a escola é entendida como principal acesso aoconhecimento e construção de identidade de indivíduos conscientes daimportância de seu papel na sociedade. A busca por um mundo melhor para se viver, exige sabedoria para agirde forma a contribuir para essa construção. Considerando tal problemática, aspráticas educativas realizadas na escola visam oferecer subsídios para ocrescimento do educando em sua totalidade, objetivando ampliar seuconhecimento, bem como a sua visão de mundo. Dessa forma, trabalhamos sempre com o incentivo de atitudes positivaspara a transformação do meio em que vivem. No entanto, somente o estímulonão é o suficiente, é necessário colocar tal concepção em prática, mostrandopara as crianças que elas podem por meio de suas ações contribuir para aconstrução de um mundo melhor. Frente a essa perspectiva, o projeto desenvolvido procurou conscientizaros alunos sobre como ações aparentemente simples podem ser muitosignificativas. Assim, discutimos em muitas aulas a atual situação do nossoplaneta, mas fomos além do processo de reflexão, começamos a colocar emprática atitudes sustentáveis. Dentre as atividades realizadas destacamos a reciclagem de papel,confecção de sacos de lixo com jornal usado, construção de horta vertical,produção de livro de receitas sobre reaproveitamento integral dos alimentos,visita ao Instituto Estre, entre outras. A realização deste trabalho contou com aefetiva e contínua participação das crianças, que atentamente se prontificarama ajudar no passo-a-passo de todas as atividades. Sendo assim, a exposição do projeto trata-se de um marco inicial, não éum produto acabado, mas sim um processo, no qual o comprometimento comas atitudes sustentáveis é compreendido como uma tarefa diária,responsabilidade de todos que acreditam que podemos sempre contribuir paraum mundo melhor.
  4. 4. OBJETIVOSObjetivo Geral Contribuir para a formação de cidadãos conscientes da importância decolocar em prática atitudes sustentáveis, visando a construção de um mundomelhor.Objetivos específicos  Conduzir o educando ao processo de reflexão da atual situação do nosso planeta;  Levar o aluno a compreender que fazemos parte deste planeta, portanto, é nossa responsabilidade protegê-lo;  Conscientizar os discentes sobre a necessidade de atuar de forma consciente para a preservação do meio ambiente;  Despertar nas crianças o desejo de colocar em prática atitudes que podem contribuir positivamente para a melhoria do lugar em que vivem;  Oferecer subsídios para que o educando compreenda que sua forma de atuar, pode contagiar as pessoas que estão ao seu redor, ampliando o número de aliados na busca de um mundo melhor.
  5. 5. DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES REALIZADAS E METODOLOGIAS Tendo como base o tema “Sustentabilidade”, o trabalho desenvolvido foiorganizado sob a perspectiva da necessidade do reaproveitamento, levando oseducandos a perceberem as imensas possibilidades de reaproveitar o quemuitas vezes é considerado como lixo. Dessa forma, apresenta-se as principaisatividades desenvolvidas:RECICLAGEM DE PAPEL Inicialmente a turma começou a analisar que estava havendo excessode papel jogado no lixo ao final das aulas e assim resolvemos modificar talsituação. Todos se comprometeram a reduzir o consumo, além disso,realizamos a atividade de reciclagem do papel. Os educandos acompanharam e participaram do passo-a-passo doprocesso.Alunos picando jornal usado.
  6. 6. Material picado sendo recolhido.Papel sendo colocado de molho.
  7. 7. Papel sendo colocado no liquidificador.Mistura sendo batida.
  8. 8. Produção das folhas.Folhas sendo colocadas para secar.
  9. 9. Folhas prontas. Os alunos ficaram bastante surpresos com os resultados e instigados arealizar o procedimento outras vezes.SACO DE LIXO FEITO DE JORNAL USADO O consumo de sacolas plásticas tornou-se um dos grandes problemaspara o meio ambiente, além da imensa quantidade utilizada, há o agravante delevar séculos para sua decomposição. Assim, foi tomada a iniciativa de nãousarmos mais sacos plásticos na lixeira da sala, para tanto, produzimos sacosde lixo com folhas de jornal que não são mais utilizadas.
  10. 10. Início da dobradura.Processo de produção dos sacos de lixo.
  11. 11. Sacos de lixo prontos.Atitude sendo colocada em prática.
  12. 12. Os sacos foram produzidos o suficiente para as próximas semanas econtinuam sendo confeccionados em quantidade, conforme a necessidade deuso.HORTA VERTICAL Ao trabalhar na disciplina de ciências sobre a importância do solo para aagricultura, comentamos que atualmente pela rotina das famílias nem sempre épossível fazer uma horta como era comum há alguns anos atrás. Por isso,existem outras alternativas de plantar e consumir alimentos saudáveis, umadelas é a horta vertical. Fizemos a nossa na escola, com a contribuição de todaturma.Corda sendo amarradas nas garrafas pets (processo anterior de corte foi feito pela professora).
  13. 13. Personalização das garrafas.Plantação das mudas.
  14. 14. Atividade de plantar finalizada.Garrafas sendo colocadas no muro da escola.
  15. 15. Horta vertical no muro da escola.Plantas sendo regadas.
  16. 16. O regador também foi feito com garrafa pet, a atividade contou com aparticipação ativa dos alunos que se envolveram de forma muito prazerosa. Deixamos a horta no muro da escola durante toda a semana para que ascrianças percebessem que é algo possível de se fazer, depois cada alunolevou o seu litro com a muda para casa, a fim de continuar cuidando desta etendo estímulo para fazer a sua própria horta.LIVRO DE RECEITAS - REAPROVEITAMENTO INTEGRAL DOS ALIMENTOS Muitos alunos ainda não se alimentam da forma mais adequada e nemsempre esse problema trata-se de uma situação econômica, visto que osalimentos mais nutritivos fazem parte da rotina das famílias, mas muito do quepode ser aproveitado é jogado. Discutindo sobre essa questão, produzimos umlivro de receitas abordando o reaproveitamento integral dos alimentos, cadaaluno escreveu uma receita.Livro de receitas (em anexo).
  17. 17. Além das receitas sobre o reaproveitamento integral dos alimentos,produzimos um texto coletivo, “Receita para melhorar o mundo” (presente nacapa do livro).MERCADINHO DO 4º ANO Para melhor compreender o conteúdo “Sistema Monetário”, utilizamosembalagens que provavelmente seriam jogadas no lixo para montar ummercadinho.Embalagens reaproveitadas para a simulação do mercadinho. Além de aproximar os educandos da realidade, por meio de um materialconcreto, eles perceberam mais uma forma de reaproveitar algo que parecianão ser mais útil.CONFECÇÃO DE CARTÃO DO DIA DOS PAIS
  18. 18. Com o auxílio da professora de Artes no projeto que estava sendodesenvolvido com a turma, os cartões de dia dos pais confeccionados nesteano, tiveram um diferencial, foram usadas folhas de papel reciclado paraconfeccioná-los, na decoração entre os materiais disponíveis utilizamos papel efitas de presentes antigos que estavam guardados, pedaços de papelão,miçangas de acessórios que não tinham mais utilização, etc.Cartão com utilização de papelão (laço) e miçangas.
  19. 19. Alguns dos cartões produzidos pelas crianças. Os alunos gostaram muito de realizar esta atividade, visto que fugiramda tradicional forma de fazer cartões com modelos prontos. Desta vez, elesforam personalizados, cada um colocou em prática sua criatividade, utilizandodiversos materiais.CARTAZES DE ALERTA SOBRE A COLETA DO LIXO Conversando com os alunos foi possível perceber que ainda não tinhamconhecimento de que o caminhão de lixo passava na comunidade em diasdiferentes para coletar lixo orgânico e reciclável, dessa forma, descobrimos queas famílias também não separavam o lixo de acordo com essa organização.Assim, para informar os moradores, foram produzidos cartazes deconscientização e alerta sobre essa problemática.
  20. 20. Confecção dos cartazes.Cartazes expostos no posto de saúde.
  21. 21. Os cartazes foram colocados em exposição na escola e no posto desaúde da comunidade, visto que são os lugares onde circula o maior númerode pessoas do bairro.EXPOSIÇÃO DOS TRABALHOS DESENVOLVIDOSDEGUSTAÇÃO - REAPROVEITAMENTO INTEGRAL DOS ALIMENTOS Para colocar em prática as receitas que fizemos no livro produzido pelaturma, organizamos o momento de degustação dos pratos mencionados, alémda participação das crianças recebemos a visita das funcionárias da escola edas mães que puderam comprovar como é possível reaproveitarmos muito doque geralmente jogamos fora.Mesa com cada alimento e sua respectiva receita ao lado.
  22. 22. Utilizamos cascas de maça, goiaba, pera e manga.Utilização de talos de espinafre e beterraba.
  23. 23. Para acompanhamento da geleia fizemos torradas (reaproveitamento do pão amanhecido).Foi eleito um dos favoritos das crianças.
  24. 24. O sabor surpreendeu a todos, campeão de elogios.Opção de comê-lo sozinho ou com torradas.
  25. 25. Na foto acima também é possível ver o suporte que utilizamos paracolocar as receitas, foi a parte da garrafa destacada no dia em que fizemos ahorta vertical. O fato de colocarmos receitas individuais ao lado dos pratos épara que as crianças ou as mães pudessem escolher apenas as receitas quehaviam se interessado, evitando um possível desperdício de papel, casotivéssemos entregado todas as receitas e não gostassem de alguma,possivelmente seria produzido mais lixo. Além disso, nos preocupamos emutilizar o mínimo de material para provar os alimentos, já pensando também emuma forma de separá-lo de forma adequada para reaproveitamento.PARTICIPAÇÃO DE TODOSAlunos e mães participando da degustação.
  26. 26. Queriam provar um pouquinho de tudo.Suco de casca de abacaxi e casca de frutas fez sucesso.
  27. 27. Somente ver as receitas no livro não era o suficiente para as crianças eaté mesmo as mães realmente acreditarem que tais alimentos poderiam ser tãosaborosos utilizando ingredientes que costumam jogar fora (como as cascas).Por isso, o momento de degustação surpreendeu a todos, que ficaram muitoinstigados em realizar as receitas nas suas casas e assim fazer oreaproveitamento.EXPOSIÇÃO DAS OUTRAS ATIVIDADES Aproveitamos neste dia para expor as outras atividades que haviam sidorealizadas, visto que convidamos as mães para participar e estas ficam muitosatisfeitas em acompanhar o desenvolvimento de seus filhos.Material produzido pelas crianças que utilizamos em sala e pode ser feito em casa.
  28. 28. Demonstração de como reutilizar garrafa pet de uma forma prática.Lembrancinha para os visitantes do evento.
  29. 29. Os alunos confeccionaram as lembrancinhas para ser entregues aosparticipantes do evento com o papel reciclado que fizemos em sala,comprovaram que ele pode ser mesmo reutilizado. O evento no geral teve resultados bastante satisfatórios, pois todospuderam ver na prática como é possível realizarmos atitudes sustentáveis apartir da mudança de pequenos hábitos, reaproveitando, contribuindo eatuando para a construção de um mundo melhor.PARTICIPAÇÃO NO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL ESTRE Pensar sobre o consumo e a forma como descartamos o lixo queproduzimos é extremamente necessário, para realizar reflexão contamos com aparceria do Instituto Estre. A primeira etapa da oficina aconteceu na escola, na qual as educadorasdesenvolveram atividades com os alunos, preparando-os para a visita no aterrosanitário. Inicialmente elas questionaram se as crianças tinham ideia de quantolixo produziam por dia, para tanto realizaram uma dinâmica. Abordaram ainda adiferença entre lixo e resíduo e também as diferenças existentes entre lixão eaterro sanitário, entre outros temas.
  30. 30. Dinâmica de reflexão sobre a quantidade de lixo que produzimos por dia.Discussão sobre o que acontece com o lixo depois que o descartamos.
  31. 31. Jogo sobre o encaminhamento que cada tipo de resíduo deve ter.As crianças participaram e se divertiram bastante com o jogo.
  32. 32. Tinha até torcida.Todos ficaram atentos as informações presentes no jogo.
  33. 33. A atividade realizada em sala correspondeu à primeira etapa da oficina,no dia seguinte realizamos a segunda etapa: a visita no aterro sanitário. Chegando ao aterro (localizado na cidade de Fazenda Rio Grande)fomos recebidos pelas mesmas educadoras que estiveram na escola, fizemosum tour pela área, compreendendo as etapas do que acontece com o lixo,desde o momento em que o colocamos na porta de nossa casa até o processofinal. As crianças conheceram o espaço em que o lixo é enterrado e como érealizado esse procedimento, ficaram extremamente surpresas com aquantidade de lixo (segundo as educadoras recebe-se 250 caminhões de lixopor dia), principalmente considerando que o aterro visitado estava emfuncionamento somente a um ano e meio. A discussão estabelecida abordou questões como o que podemos fazerpara reduzir o excesso de lixo mandado para lá e sobre a importância deseparar material reciclável, os alunos puderam fazer seus questionamentos ecompreender qual é o papel de todos nós para mudar a atual situação. Em respeito às normas internas do instituto não tiramos fotos do local,somente registramos nossa chegada.
  34. 34. Entrada do Instituto Ambiental Estre. A visita no aterro sanitário concretizou a importância das diversasatividades que realizamos sobre sustentabilidade, pois foi neste momento queos educandos puderam comprovar que o planeta está pedindo socorro, tiverama real dimensão da quantidade de lixo produzido, percebendo que nossasatitudes precisam urgentemente de mudanças, assim, o impacto daquelasimagens sem dúvida alguma fará parte da formação de crianças conscientessobre os cuidados que temos que ter com o meio ambiente, não esquecendoque a responsabilidade é de todos nós na construção de um mundo melhorpara vivermos.
  35. 35. CONCLUSÃO O presente projeto teve como objetivo contribuir para a formação decidadãos conscientes da importância de colocar em prática atitudessustentáveis, visando à construção de um mundo melhor, para atender a talpressuposto foram desenvolvidas atividades que tinham como basereaproveitar materiais que pareciam não ter mais utilidade. A construção de um planeta sustentável é um desafio que necessita dacolaboração de todos, assim a escola faz a sua parte, buscando formar sujeitosconscientes das suas atitudes, procuramos contribuir de forma positiva para odesenvolvimento dessa geração, para que as próximas também tenhamrecursos disponíveis para viver de forma saudável. Os resultados da aplicação do projeto já podem ser percebidos nareação dos educandos, que participam de todas as atividades de formaprazerosa, além disso, sempre fazem relatos de ter desenvolvido nas suascasas as experiências aprendidas na escola. Essa resposta imediata já ébastante importante, mas sabemos que os resultados a longo prazo serãoainda mais satisfatórios, pois a mudança de atitudes, é algo contínuo, assimcomo os benefícios que serão garantidos. As atividades realizadas foram planejadas pensando em ações quepoderiam ser desenvolvidas pelos alunos e consequentemente pelos demaismoradores da comunidade, visto que é necessário começar a mudar as nossasatitudes, modificando primeiramente a realidade que nos cerca. Dessa forma, a exposição do trabalho desenvolvido pelas crianças, foium meio de valorizar a iniciativa de colocar em prática atitudes sustentáveis,mostrando como é possível contribuir de forma efetiva no processo demudança de como podemos viver e atuar de maneira consciente. Saber e atuar para melhorar o mundo é mais do que um tema e sim umaconcepção a ser colocada em prática diariamente na escola, contribuindo paraa formação de um sujeito pensante, responsável e consciente de seu papelcomo cidadão. Dessa forma, cabe a cada um de nós fazer a junção: SUSTENTA + BILIDADE = DAR CERTO RESPONSA
  36. 36. ANEXOLivro de receitas.
  37. 37. Lembrancinhas produzidas com papel reciclado.
  38. 38. Depoimentos sobre a degustação - reaproveitamento integral dos alimentos.
  39. 39. Depoimentos sobre a visita ao aterro sanitário.

×