Psicomotricidade

133.009 visualizações

Publicada em

Curso: Psicopedagogia Clínica e Institucional
Disciplina: Neuropsicologia e Psicomotricidade
Profª: Marta Isabel

Publicada em: Saúde e medicina

Psicomotricidade

  1. 1. Curso: Psicopedagogia Clínica e Institucional Disciplina: Neuropsicologia e Psicomotricidade Marta Isabel Maio, 2010.
  2. 2. PSICOMOTRICIDADE conceito “É a relação entre Motricidade e Inteligência permitindo relacionar o movimento ao afeto, à emoção, ao ambiente e os hábitos da criança”. (Wallon). “É uma terapia que, agindo por intermédio do corpo sobre as funções mentais pertubadas, considera a pessoa na sua totalidade, melhorando as qualidades de atenção, representação e relacionamento visando, pelo movimento, uma organização mental cada vez maior.” (Victor Fonseca).
  3. 3. PSICOMOTRICIDADE conceito “É a ciência que tem como objeto de estudo o homem através do seu corpo em movimento e em relação ao seu mundo interno e externo. Está relacionada ao processo de maturação, onde o corpo é a origem das aquisições cognitivas, afetivas e orgânicas...” (SBP)
  4. 4. PSICOMOTRICIDADE LINHAS DE ATUAÇÃO: 1.CORPORAL - trabalha desarmonia tônico - emocional, instabilidade postural e perturbações nas habilidades psicomotoras. 2.COGNITIVA - trabalha as funções cognitivas, organização perceptivas , simbólicas e conceituais. 3.EDUCATIVA - trabalha com as aprendizagens escolares 4.RELACIONAL - trabalha dificuldades de comunicação, inibição, hiperatividade, agressividade e outros.
  5. 5. PSICOMOTRICIDADE Aspecto básicos: 1.Equilíbrio 7. Coordenação Tonicidade 2.Noção Motora Fina Corporal 6.Coordenação Fatores Psicomotores MotoraGlobal 3.Lateralidade 5.Estruturação 4.Estruturação Temporal Espacial
  6. 6. CICLO EVOLUTIVO Movimento Cognição Sensação Percepção
  7. 7. PSICOMOTRICIDADE VISA DESENVOLVER:  Esquema Corporal  Lateralidade  Estruturação Espacial  Estruturação Temporal  Controle das Diversas Coordenações  Equilíbrio  Controle da Respiração  Tônus Muscular e  Outros.
  8. 8. SISTEMA NERVOSO CENTRAL:
  9. 9. 1ª UNIDADE: Controle do Tônus, Vigília e regulação desse estado mental Estruturas: Função: Medula Alerta, Tronco cerebral F.Psicomotor: Atenção, Cerebelo Reflexo de Tonicidade Sistema talamico Orientação. Equilíbrio Sistema Límbico.
  10. 10. Equilíbrio  Estático  Dinâmico Depende das impressões periféricas:  Táteis  Visuais  Labirínticas  Cinestésicas Dificuldades no equilíbrio: -Quedas constantes MOTOR - Coordenação prejudicada - Postura inadequada e instável COMPORTAMENTO - Medo - Insegurança - Desatenção
  11. 11. TÔNUS, POSTURA E EQUILÍBRAÇÃO:  Dificuldade com postura correta(desvios,);  Tensão muscular, rigidez, sincinesias, causando dificuldade na execução;  Dificuldade com movimentos(falha na realização,desequilíbrio, incoordenação);  Cai com facilidade,choca-se com objetos;  Corre com pés afastados, corpo para frente;  Impressão de desleixo ou de cansaço;  Não consegue ficar quieta e estão sempre como desengonçadas.
  12. 12. Tonus, Postura e Equilíbrio (Atividades AvaliatiavaInterventiva):  Pique pegue com comando (equilibrar em  pé só...);  Músicasdanças;  Jogo Twister;  Cobra cega, passos frente e trás);  O desenvolvimento do tônus, postura e  equilíbrio envolve exercícios para:  fortalecimento da coordenação motora  ampla.
  13. 13. Alterações de Tônus Muscular  Hipotonia  Hipertonia  Paratonia
  14. 14. Esquema Corporal O desenvolvimento ocorre em 02 níveis: 1) Da consciência e conhecimento das diferentes partes do corpo; 2) Do controle de si mesmo. Podemos dividir em quatro etapas desenvolvimento do esquema corporal: 1) O corpo . 2) Conhecimento das partes do corpo. 3) Orientação espaço corporal. 4) Organização espaço corporal.
  15. 15. Esquema Corporal Uma má formação do esquema corporal acarreta: - movimentos descoordenados, - lentidão, MOTOR - postura inadequada, - falta de controle de determinadas partes do corpo - má caligrafia, - leitura expressiva não harmoniosa. A nível das relações com o mundo e o seu lado emocional: - Criança tímida e retraída, - dificuldade de se expressar, RELAÇÕES - mau humor, - dificuldade de ajuste ao meio, - criança desatenta.
  16. 16. DIFERENCIAÇÃO DE NOMENCLATURAS
  17. 17. 1. O conhecimento corporal abrange: imagem corporal (representação visual do corpo, impressão que o sujeito tem de si mesmo); 2. o conceito corporal (conhecimento intelectual sobre partes e funções) e o 3. esquema corporal (que regula a posição dos músculos e partes do corpo).
  18. 18. 2ª UNIDADE: Obter (Recepção), processar (análise) e armazenagem de informações (anterior) Estruturas: FUNÇÃO: F.PSICOMOTOR: -L.Occipital, -Aprendizagens precoces; -Lateralidade -L.Temporal e -Aprendizagens -Noção de corpo -L. Parietal pré-escolares. -Estrutura Espaço- Temporal 2/6/2010 DIP-ICHC
  19. 19. PERTURBAÇÃO ESQUEMA CORPORAL: Apresenta lentidão que dificulta a realização de gestos de forma harmoniosa como abotoar roupa, andar de bicicleta, jogar bola; Problema de orientação espacial e temporal; Problema na aquisição de conceitos (exemplos: em cima, embaixo, esquerda, direita);
  20. 20. PERTUBAÇÃO ESQUEMA CORPORAL:  Dificuldade na expressão e nomeação de partes do corpo – confusão;  Dificuldade na percepção da posição dos membros;  Desenho da figura humana pobre;  Problema de orientação espacial e temporal;
  21. 21. ESQUEMA CORPORAL (Atividades AvaliatiavaInterventiva):  Exercicios motores;  Desenho;  Exercícios que possibilite identificar, reconhecer, localizar partes do corpo;  Músicas (Xuxa);
  22. 22. LATERALIDADE Dividimos o desenvolvimento da lateralidade em 4 etapas: 1) A criança não distingue nem percebe que seu corpo tem dois lados. 2) Passa a compreender que cada braço está de um lado do corpo. 3) Diferencia suas extremidades e mais tarde seus órgãos pares. 4) Sabe com precisão os dois lados e qual a dominância deles.
  23. 23. LATERALIDADE A lateralidade é observada nos diferentes segmentos: 1) lateralidade de membros superiores 2) lateralidade de membros inferiores 3) lateralidade ocular 4) lateralidade auditiva
  24. 24. LATERALIDADE Pode-se encontrar: - Lateralidade homogênea - Lateralidade cruzada - Ambidestreza Má formação da Lateralidade - problemas de estruturação espacial - desorganização das funções de linguagem MOTOR - disgrafia - a criança não consegue seguir a direção gráfica - caderno desorganizado - movimentos lentos e inconstantes COMPORTAMENTO - criança indecisa - insegurança
  25. 25. Lateralidade:  Dificuldade de reconhecimento direita e esquerda;  Dificuldade de seguir direção gráfica (ex: leitura iniciando pela esquerda);  Dificuldade na discriminação visual;  Comum escrita letras e números “em espelhos”;  Má postura;  Desajuste emocional: baixa estima;  Dificuldade de linguagem.
  26. 26. Lateralidade (Atividades AvaliatiavaInterventiva)  Músicascoreografias(Xuxa,A direita);  Twister ( jogo);  Atividade comando(Chic-Chic,Boca de forno);  Jogo sobe desce;
  27. 27. ESTRUTURAÇÃO ESPACIAL Etapas do desenvolvimento: 1) conhecimento das noções 2) orientação espacial 3) organização espacial 4) compreensão das relações espaciais Distúrbios na estruturação espacial levam a: - lentidão para organizar suas ações MOTOR - gestos imprecisos - não distingue “b” e “d”; “12” e “21” - não distingue “n” e “u”; “b” e “p” - desorganização COMPORTAMENTO - inibição - dif. de relacionamento
  28. 28. DISFUNÇÕES DA ESTRUTURA ESPACIAL:  Dificuldade de orientar-se;  Dificuldade na discriminação visual;  Dificuldade de respeitar ordem de sucessão de letras nas palavras e das palavras nas frases;  Dificuldade de respeitar limites da folha – acumula letras;  Dificuldade para se organizar – espalha as coisas;  Não distingue direita e esquerda;  Perde as coisas com facilidade;  Obs: As causas das perturbações da estrutura espacial estão ligadas a na integração do esquema corporal e perturbações na lateralidade.
  29. 29. Estrutura Espacial (Atividades AvaliatiavaItnterventiva):  Músicascoreografias(Xuxa,A direita);  Twist(jogo);  Atividade Comando(Chic-Chic,Boca de forno);  Pigue Pega;  Jogo Sobe Desce;  Ditado topológico
  30. 30. Estruturação Temporal Existem dois tipos de tempo: 1) Tempo subjetivo 2) Tempo objetivo Etapas da estruturação temporal 1) Ordem e sucessão 2) Duração dos intervalos 3) Renovação cíclica de certos períodos 4) Ritmo Uma má estruturação temporal pode gerar: - Movimentos quebrados - ações desorganizadas MOTOR - dificuldades em matemática - leitura interrompida - não consegue relatar fatos COMPORTAMENTO - desorganização - atrasos
  31. 31. PERTURBAÇÕES DA ORIENTAÇÃO TEMPORAL  Dificuldade de descobrir ordem e sucessão dos acontecimentos;  Dificuldade de perceber intervalos;  Dificuldade de seguir ritmo regular;  Não se situa “antes” e “depois”;  Não tem noção de hora – não se organiza no tempo.
  32. 32. SENSAÇÃO DE GLOBALIDADE
  33. 33. 3ª UNIDADE: Programa, regula e verifica a atividade mental F. Psicomotor: FUNÇÃO: Aprendizagem humana; Estruturas: Função Psiquica superior( ler Coordenação escrever, resolver problemas) F.E.de planificação,Avaliação, Global cont.temporalControle Coordenação L.Frontal emocional,Cont.inibitório, gratif. motora fina. adiada, Atenção voluntária, criatividade (Pré-frontais:Areas Psicomotoras).
  34. 34. DIFICULDADES NA COORDENAÇÃO MOTORA GLOBAL Dificuldade na coordenação leva a: - dificuldade em movimentar-se; MOTOR - dificuldade no desenvolvimento da coordenação viso motora; - movimentos esteticamente feios; - movimentos bruscos. COMPORTAMENTO - Apatia - Dificuldade de relacionamento
  35. 35. Dificuldade na Coordenação Dificuldades na coordenação viso motora tem como conseqüência: - movimentos com pouca precisão; - má caligrafia; MOTOR - dificuldades para desenhos gráficos; - caderno desorganizado. COMPORT. - dificuldades de relacionamento; - má vontade em realizar atividades - medo de errar
  36. 36. Dificuldades na Coordenação Falhas na realização dos movimentos;  Desequilíbrio, incordenação;  Dificuldade de controle dos gestos,;  Rigidez, Sincinesias ,paratonia, tensão   muscular;  Postura incorreta ao sentar:inclinada  ou deitada, prejudicando a execução  das atividades;
  37. 37. Desenvolvimento Motor da Criança O desenvolvimento de indivíduo é influenciado por quatro fatores que estão inter relacionados: - Maturação - Experiência . - Interação social - Equilibração Princípios Básicos 1) Sequencia Invariável 2) O desenvolvimento é padronizado e contínuo 3) Fatores genéticos e o ambiente vão regular o curso do desenvolvimento. 4) A aprendizagem é o resultado da união dos vários aspectos: Motores, afetivos, cognitivos e sociais. 5) Toda experiência afeta o desenvolvimento posterior.
  38. 38. Tipos de Características Principais defasagens - Lentidão na Marcha - Gestos e posturas inadequados - Deficiência na Coordenação de movimentos globais e finos Psicomotoras - Distúrbios de equilíbrio - Distúrbios na relação espaço temporal - Deficiência ventilatória funcional - Baixa resposta frente a eventos sociais - Desconhecimento das limitações e possibilidades Afetivo - Desajustes em atividades em grande grupo sociais - Demonstração de reações tônico-emocionais ao ser solicitado individualmente ou em grupo - Atenção dirigida limitada - Limitações de aprendizagem espontânea Cognitivas - Memória falha nas questões espaciais e temporais - Lentidão para aquisição da fala - Baixa criatividade - Distúrbios na aquisição de imagem corporal
  39. 39. APRENDIZAGEM Envolve um processo de informações:  Psicomotores;  Socio-afetivo;  Cognitivo;  Neurológicos...
  40. 40. ☺A psicopedagogia e a psicomotricidade são áreas que se complementam pela sua similaridade; ☺Apresenta pontos de interseção no atendimento ao problema de aprendizagem; ☺A psicopedagogia e a psicomotricidade têm origem na medicina e apoiaram-se por muito tempo no modelo médico para compreender suas práticas, pois os PA eram considerados como doenças física eou mental;
  41. 41. ☺Ambas buscaram subsídio teorico na Psicogenética para formar seu corpo teórico, onde recebeu apoio para instituir a técnica reeducativa; ☺Buscam subsídios na Neurologia, linguística, Psicologia , Psicánalise para redimensionar sua prática, compreender melhor os problemas de aprendizagem; ☺Considera a pessoa como um todo, na dimensão: cognitiva, social, emocional ...

×