SlideShare uma empresa Scribd logo

Palestra IV Seminário Multidisciplinar do ICG - Ms. Lisa Valéria Vieira Tôrres

Formação acadêmica na atualidade: Sobre a diferença entre ensino e pesquisa e a urgência em contemplar a diversidade de áreas.

1 de 23
Baixar para ler offline
IV SEMINÁRIO
         A Construção da vida profissional e a
interdisciplinaridade : (re)pensar a Educação e a Saúde
                    pela diversidade.




               Formação acadêmica na atualidade:
       Sobre a diferença entre ensino e pesquisa e a urgência em
                   contemplar a diversidade de áreas.

                         Lisa Valéria Vieira Tôrres
Tempo de Apresentação


“ Não adianta querermos ser claros.
A lógica não convence,
A explicação nos cansa.
O que é claro não precisa ser dito”

                      Cassiano Ricardo
EDUCAÇÃO EM CRISE
EDUCAÇÃO EM CRISE

• Este tema propõe uma discussão a partir do panorama atual do
  Ensino Superior no Brasil.O sistema educacional ficou tão
  grande e complexo ( pela facilidade de acesso e grande
  mobilidade de estudantes com vários perfis) que, de certa forma,
  tornou-se imperioso res(significar) a maneira como construímos
  nossa carreira profissional.
• A partir disto, uma discussão acerca de como acontece esta
  construção, na atualidade, se legitima e está imbricada na
  diversidade de áreas interdisciplinares, transdisciplinares e
  multidisciplinares.
O ENSINO E A PESQUISA
•   O ensino é uma forma sistemática de transmissão de conhecimentos utilizada para
    instruir e educar

•   O ensino pode ser praticado de diferentes formas. As principais são: o ensino formal,
    o ensino informal e o ensino não-formal. O ensino formal é aquele praticado pelas
    instituições de ensino, com respaldo de conteúdo, forma, certificação, profissionais
    de ensino, etc. O ensino informal está relacionado ao processo de socialização do
    homem. Ocorre durante toda a vida, muitas vezes até mesmo de forma não
    intencional. O ensino não-formal, por sua vez, é intencional. Em geral é aquele
    relacionada a processos de desenvolvimento de consciência política e relações
    sociais de poder entre os cidadãos, praticadas por movimentos populares,
    associações, grêmios, etc.
•   Os limites entre essas três categorias de educação não são extremamente
    rígidos, são permeáveis. Pois estamos aprendendo constantemente e por
    diferentes vias e agentes. (fonte: Wikipédia)
O ENSINO E A PESQUISA

•   Uma pesquisa é um processo sistemático de construção do conhecimento que tem
    como metas principais gerar novos conhecimentos, e/ou corroborar ou refutar algum
    conhecimento pré-existente.
•   É basicamente um processo de aprendizagem tanto do indivíduo que a realiza
    quanto da sociedade na qual esta se desenvolve.
•   A pesquisa como atividade regular também pode ser definida como o conjunto de
    atividades orientadas e planejados pela busca de um conhecimento. Ao profissional
    da pesquisa (especialmente no campo acadêmico), dá-se o nome de pesquisador. (
    fonte: Wikipédia)

Recomendados

Resumo da lei de diretrizes e bases educação infantil
Resumo da lei de diretrizes e bases   educação infantilResumo da lei de diretrizes e bases   educação infantil
Resumo da lei de diretrizes e bases educação infantilVanesa Silva
 
8.parecer cne ceb nº 20 2009
8.parecer cne ceb nº 20 20098.parecer cne ceb nº 20 2009
8.parecer cne ceb nº 20 2009Ulisses Vakirtzis
 
E- BOOK HISTÓRIA,POLÍTICA E CULTURA DA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS
E- BOOK HISTÓRIA,POLÍTICA E CULTURA DA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOSE- BOOK HISTÓRIA,POLÍTICA E CULTURA DA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS
E- BOOK HISTÓRIA,POLÍTICA E CULTURA DA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOSMarília Bogéa
 
09h00 mesa 2 ivone garcia políticas e práticas cotidianas na ei
09h00 mesa 2 ivone garcia políticas e práticas cotidianas na ei09h00 mesa 2 ivone garcia políticas e práticas cotidianas na ei
09h00 mesa 2 ivone garcia políticas e práticas cotidianas na eiLuciana
 
Estrutura e organização da educação brasileira
Estrutura e organização da educação brasileiraEstrutura e organização da educação brasileira
Estrutura e organização da educação brasileiraAline Pivetta
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Diretrizes curriculares nacionais para a educação infantil
Diretrizes curriculares nacionais para a educação infantilDiretrizes curriculares nacionais para a educação infantil
Diretrizes curriculares nacionais para a educação infantilGeorge Júnior Soares Dantas
 
9.resolução cne ceb nº 5 2009
9.resolução cne ceb nº 5 20099.resolução cne ceb nº 5 2009
9.resolução cne ceb nº 5 2009Ulisses Vakirtzis
 
Resolução 05 2009 DCNEI Profª. BEATRIZ DORNELAS
Resolução 05 2009 DCNEI Profª. BEATRIZ DORNELASResolução 05 2009 DCNEI Profª. BEATRIZ DORNELAS
Resolução 05 2009 DCNEI Profª. BEATRIZ DORNELASBeatriz Dornelas
 
Diretrizes curriculares
Diretrizes curricularesDiretrizes curriculares
Diretrizes curricularesCleia Printes
 
Diretrizes%20 Curriculares%20 Nacionais%20para%20a%20 Educacao%20 Infantil[1]...
Diretrizes%20 Curriculares%20 Nacionais%20para%20a%20 Educacao%20 Infantil[1]...Diretrizes%20 Curriculares%20 Nacionais%20para%20a%20 Educacao%20 Infantil[1]...
Diretrizes%20 Curriculares%20 Nacionais%20para%20a%20 Educacao%20 Infantil[1]...Miriam Camargo
 
Revisões das diretrizes curriculares nacionais para educação infantil certo
Revisões das diretrizes curriculares nacionais para educação infantil certoRevisões das diretrizes curriculares nacionais para educação infantil certo
Revisões das diretrizes curriculares nacionais para educação infantil certoCleia Mendes
 
Um olhar para a Educação Infantil no século XXI
Um olhar para a Educação Infantil no século XXIUm olhar para a Educação Infantil no século XXI
Um olhar para a Educação Infantil no século XXIFlávia Batista
 
Fundamentos e metodologia da educação infantil
Fundamentos e metodologia da educação infantilFundamentos e metodologia da educação infantil
Fundamentos e metodologia da educação infantilmirafontela
 
Educação infantil um sonho possivel
Educação infantil um sonho possivelEducação infantil um sonho possivel
Educação infantil um sonho possivelVania Iglesias
 
Educação de jovens e adultos.pptx
Educação de jovens e adultos.pptxEducação de jovens e adultos.pptx
Educação de jovens e adultos.pptxGlacemi Loch
 
Resolução nº 5 de 17 de dezembro de
Resolução nº 5 de 17 de dezembro deResolução nº 5 de 17 de dezembro de
Resolução nº 5 de 17 de dezembro deElisa Kowalski
 
Resolução nº 4, de 13 de julho de 2010
Resolução nº 4, de 13 de julho de 2010Resolução nº 4, de 13 de julho de 2010
Resolução nº 4, de 13 de julho de 2010appfoz
 
Slide "As especificidades da ação pedagógica com bebês" Pós Graduação
Slide "As especificidades da ação pedagógica com bebês" Pós Graduação Slide "As especificidades da ação pedagógica com bebês" Pós Graduação
Slide "As especificidades da ação pedagógica com bebês" Pós Graduação Educação Infantil
 
Diretrizes curriculares nacionais para educação infantil
Diretrizes curriculares nacionais para educação infantilDiretrizes curriculares nacionais para educação infantil
Diretrizes curriculares nacionais para educação infantilEMEI Julio Alves Pereira
 

Mais procurados (20)

Diretrizes curriculares nacionais para a educação infantil
Diretrizes curriculares nacionais para a educação infantilDiretrizes curriculares nacionais para a educação infantil
Diretrizes curriculares nacionais para a educação infantil
 
9.resolução cne ceb nº 5 2009
9.resolução cne ceb nº 5 20099.resolução cne ceb nº 5 2009
9.resolução cne ceb nº 5 2009
 
Resolução 05 2009 DCNEI Profª. BEATRIZ DORNELAS
Resolução 05 2009 DCNEI Profª. BEATRIZ DORNELASResolução 05 2009 DCNEI Profª. BEATRIZ DORNELAS
Resolução 05 2009 DCNEI Profª. BEATRIZ DORNELAS
 
Diretrizes curriculares
Diretrizes curricularesDiretrizes curriculares
Diretrizes curriculares
 
Parecer
ParecerParecer
Parecer
 
Diretrizes%20 Curriculares%20 Nacionais%20para%20a%20 Educacao%20 Infantil[1]...
Diretrizes%20 Curriculares%20 Nacionais%20para%20a%20 Educacao%20 Infantil[1]...Diretrizes%20 Curriculares%20 Nacionais%20para%20a%20 Educacao%20 Infantil[1]...
Diretrizes%20 Curriculares%20 Nacionais%20para%20a%20 Educacao%20 Infantil[1]...
 
Revisões das diretrizes curriculares nacionais para educação infantil certo
Revisões das diretrizes curriculares nacionais para educação infantil certoRevisões das diretrizes curriculares nacionais para educação infantil certo
Revisões das diretrizes curriculares nacionais para educação infantil certo
 
Um olhar para a Educação Infantil no século XXI
Um olhar para a Educação Infantil no século XXIUm olhar para a Educação Infantil no século XXI
Um olhar para a Educação Infantil no século XXI
 
Diretrizescurriculares 2012
Diretrizescurriculares 2012Diretrizescurriculares 2012
Diretrizescurriculares 2012
 
Fundamentos e metodologia da educação infantil
Fundamentos e metodologia da educação infantilFundamentos e metodologia da educação infantil
Fundamentos e metodologia da educação infantil
 
Diretrizes nacionais
Diretrizes nacionaisDiretrizes nacionais
Diretrizes nacionais
 
Educação infantil um sonho possivel
Educação infantil um sonho possivelEducação infantil um sonho possivel
Educação infantil um sonho possivel
 
Educação de jovens e adultos.pptx
Educação de jovens e adultos.pptxEducação de jovens e adultos.pptx
Educação de jovens e adultos.pptx
 
Resolução nº 5 de 17 de dezembro de
Resolução nº 5 de 17 de dezembro deResolução nº 5 de 17 de dezembro de
Resolução nº 5 de 17 de dezembro de
 
Resolução nº 4, de 13 de julho de 2010
Resolução nº 4, de 13 de julho de 2010Resolução nº 4, de 13 de julho de 2010
Resolução nº 4, de 13 de julho de 2010
 
Slide "As especificidades da ação pedagógica com bebês" Pós Graduação
Slide "As especificidades da ação pedagógica com bebês" Pós Graduação Slide "As especificidades da ação pedagógica com bebês" Pós Graduação
Slide "As especificidades da ação pedagógica com bebês" Pós Graduação
 
Diretrizes curriculares nacionais para educação infantil
Diretrizes curriculares nacionais para educação infantilDiretrizes curriculares nacionais para educação infantil
Diretrizes curriculares nacionais para educação infantil
 
Praticas da escola
Praticas da escola Praticas da escola
Praticas da escola
 
BNCC EDUCAÇÃO INFANTIL
BNCC EDUCAÇÃO INFANTILBNCC EDUCAÇÃO INFANTIL
BNCC EDUCAÇÃO INFANTIL
 
RCNEI resumo eixos 2014
RCNEI resumo eixos 2014RCNEI resumo eixos 2014
RCNEI resumo eixos 2014
 

Destaque

Educação inclusiva um desafio contemporaneo
Educação inclusiva um desafio contemporaneoEducação inclusiva um desafio contemporaneo
Educação inclusiva um desafio contemporaneoadruas
 
As fases do desenho infantil por simone helen drumond
As fases do desenho infantil por simone helen drumondAs fases do desenho infantil por simone helen drumond
As fases do desenho infantil por simone helen drumondSimoneHelenDrumond
 
PNAIC 2015 - Texto 01 Concepção de infância, criança e educação
PNAIC 2015 - Texto 01 Concepção de infância, criança e educaçãoPNAIC 2015 - Texto 01 Concepção de infância, criança e educação
PNAIC 2015 - Texto 01 Concepção de infância, criança e educaçãoElieneDias
 
Todos juntos por uma educação inclusiva
Todos juntos por uma educação inclusivaTodos juntos por uma educação inclusiva
Todos juntos por uma educação inclusivaSimoneHelenDrumond
 
Educação inclusiva
Educação inclusivaEducação inclusiva
Educação inclusivaprofeducar
 
Estágios do desenvolvimento cognitivo segundo jean piaget
Estágios do desenvolvimento cognitivo segundo jean piagetEstágios do desenvolvimento cognitivo segundo jean piaget
Estágios do desenvolvimento cognitivo segundo jean piagetAnaí Peña
 

Destaque (9)

Educação Inlcusiva
Educação InlcusivaEducação Inlcusiva
Educação Inlcusiva
 
Educação inclusiva
Educação inclusivaEducação inclusiva
Educação inclusiva
 
Educação inclusiva um desafio contemporaneo
Educação inclusiva um desafio contemporaneoEducação inclusiva um desafio contemporaneo
Educação inclusiva um desafio contemporaneo
 
Princípios da Educação Inclusiva
Princípios da Educação InclusivaPrincípios da Educação Inclusiva
Princípios da Educação Inclusiva
 
As fases do desenho infantil por simone helen drumond
As fases do desenho infantil por simone helen drumondAs fases do desenho infantil por simone helen drumond
As fases do desenho infantil por simone helen drumond
 
PNAIC 2015 - Texto 01 Concepção de infância, criança e educação
PNAIC 2015 - Texto 01 Concepção de infância, criança e educaçãoPNAIC 2015 - Texto 01 Concepção de infância, criança e educação
PNAIC 2015 - Texto 01 Concepção de infância, criança e educação
 
Todos juntos por uma educação inclusiva
Todos juntos por uma educação inclusivaTodos juntos por uma educação inclusiva
Todos juntos por uma educação inclusiva
 
Educação inclusiva
Educação inclusivaEducação inclusiva
Educação inclusiva
 
Estágios do desenvolvimento cognitivo segundo jean piaget
Estágios do desenvolvimento cognitivo segundo jean piagetEstágios do desenvolvimento cognitivo segundo jean piaget
Estágios do desenvolvimento cognitivo segundo jean piaget
 

Semelhante a Palestra IV Seminário Multidisciplinar do ICG - Ms. Lisa Valéria Vieira Tôrres

Fichamento do texto - Aline
Fichamento do texto - AlineFichamento do texto - Aline
Fichamento do texto - Alinepibidsociais
 
Estrutura e tendências politicas
Estrutura e tendências politicasEstrutura e tendências politicas
Estrutura e tendências politicasAlexsandro Prates
 
Apresentação valdriano interdisciplinaridade - cópia
Apresentação valdriano   interdisciplinaridade - cópiaApresentação valdriano   interdisciplinaridade - cópia
Apresentação valdriano interdisciplinaridade - cópiaElioneide Pedagoga
 
Estrutura e tendências politicas
Estrutura e tendências politicasEstrutura e tendências politicas
Estrutura e tendências politicasAlexsandro Prates
 
10 ec interdisciplinaridade
10 ec interdisciplinaridade10 ec interdisciplinaridade
10 ec interdisciplinaridadeMariana Correia
 
10 ec interdisciplinaridade
10 ec interdisciplinaridade10 ec interdisciplinaridade
10 ec interdisciplinaridadeMariana Correia
 
Andragogia.pptx
Andragogia.pptxAndragogia.pptx
Andragogia.pptxBenedito32
 
"Centros de estudo e formação de professores e de outros agentes educativos".
"Centros de estudo e formação de professores e de outros agentes educativos"."Centros de estudo e formação de professores e de outros agentes educativos".
"Centros de estudo e formação de professores e de outros agentes educativos".formacaobesmart
 
Aula 01 - Métodos pedagógicos.pptx
Aula 01 - Métodos pedagógicos.pptxAula 01 - Métodos pedagógicos.pptx
Aula 01 - Métodos pedagógicos.pptxRafaelaPavanelliChav
 
A formação de professores para a diversidade na perspectiva de paulo freire
A formação de professores para a diversidade na perspectiva de paulo freireA formação de professores para a diversidade na perspectiva de paulo freire
A formação de professores para a diversidade na perspectiva de paulo freireNertan Dias
 
PESQUISA E EDUCAÇÃO: REFLETINDO A IMPORTÂNCIA DA PESQUISA CIENTÍFICA NO CAMPO...
PESQUISA E EDUCAÇÃO: REFLETINDO A IMPORTÂNCIA DA PESQUISA CIENTÍFICA NO CAMPO...PESQUISA E EDUCAÇÃO: REFLETINDO A IMPORTÂNCIA DA PESQUISA CIENTÍFICA NO CAMPO...
PESQUISA E EDUCAÇÃO: REFLETINDO A IMPORTÂNCIA DA PESQUISA CIENTÍFICA NO CAMPO...Tamiris Cerqueira
 

Semelhante a Palestra IV Seminário Multidisciplinar do ICG - Ms. Lisa Valéria Vieira Tôrres (20)

Slide uni vi bb
Slide uni vi bbSlide uni vi bb
Slide uni vi bb
 
Fichamento do texto - Aline
Fichamento do texto - AlineFichamento do texto - Aline
Fichamento do texto - Aline
 
Estrutura e tendências politicas
Estrutura e tendências politicasEstrutura e tendências politicas
Estrutura e tendências politicas
 
Apresentação valdriano interdisciplinaridade - cópia
Apresentação valdriano   interdisciplinaridade - cópiaApresentação valdriano   interdisciplinaridade - cópia
Apresentação valdriano interdisciplinaridade - cópia
 
Estrutura e tendências politicas
Estrutura e tendências politicasEstrutura e tendências politicas
Estrutura e tendências politicas
 
Fichamento - Sandra
Fichamento - SandraFichamento - Sandra
Fichamento - Sandra
 
10 ec interdisciplinaridade
10 ec interdisciplinaridade10 ec interdisciplinaridade
10 ec interdisciplinaridade
 
10 ec interdisciplinaridade
10 ec interdisciplinaridade10 ec interdisciplinaridade
10 ec interdisciplinaridade
 
Andragogia.pptx
Andragogia.pptxAndragogia.pptx
Andragogia.pptx
 
Interdisciplinaridade
InterdisciplinaridadeInterdisciplinaridade
Interdisciplinaridade
 
Pratica docente es
Pratica docente esPratica docente es
Pratica docente es
 
livro-ensino-as-abordagens-do-processo
 livro-ensino-as-abordagens-do-processo livro-ensino-as-abordagens-do-processo
livro-ensino-as-abordagens-do-processo
 
"Centros de estudo e formação de professores e de outros agentes educativos".
"Centros de estudo e formação de professores e de outros agentes educativos"."Centros de estudo e formação de professores e de outros agentes educativos".
"Centros de estudo e formação de professores e de outros agentes educativos".
 
Docência no Ensino Superior
Docência no Ensino SuperiorDocência no Ensino Superior
Docência no Ensino Superior
 
Aula 01 - Métodos pedagógicos.pptx
Aula 01 - Métodos pedagógicos.pptxAula 01 - Métodos pedagógicos.pptx
Aula 01 - Métodos pedagógicos.pptx
 
EAD
EADEAD
EAD
 
A formação de professores para a diversidade na perspectiva de paulo freire
A formação de professores para a diversidade na perspectiva de paulo freireA formação de professores para a diversidade na perspectiva de paulo freire
A formação de professores para a diversidade na perspectiva de paulo freire
 
Aula 01
Aula 01Aula 01
Aula 01
 
Monografia docencia (1)
Monografia docencia (1)Monografia docencia (1)
Monografia docencia (1)
 
PESQUISA E EDUCAÇÃO: REFLETINDO A IMPORTÂNCIA DA PESQUISA CIENTÍFICA NO CAMPO...
PESQUISA E EDUCAÇÃO: REFLETINDO A IMPORTÂNCIA DA PESQUISA CIENTÍFICA NO CAMPO...PESQUISA E EDUCAÇÃO: REFLETINDO A IMPORTÂNCIA DA PESQUISA CIENTÍFICA NO CAMPO...
PESQUISA E EDUCAÇÃO: REFLETINDO A IMPORTÂNCIA DA PESQUISA CIENTÍFICA NO CAMPO...
 

Mais de Instituto Consciência GO

O processo de Avaliação no Ensino Superior
O processo de Avaliação no Ensino SuperiorO processo de Avaliação no Ensino Superior
O processo de Avaliação no Ensino SuperiorInstituto Consciência GO
 
Currículo e educação infantil - teóricos atuais
Currículo e educação infantil - teóricos atuaisCurrículo e educação infantil - teóricos atuais
Currículo e educação infantil - teóricos atuaisInstituto Consciência GO
 
Palestra IV Seminário Multidisciplinar do ICG - Dra. Meire Incarnacão Ribeiro...
Palestra IV Seminário Multidisciplinar do ICG - Dra. Meire Incarnacão Ribeiro...Palestra IV Seminário Multidisciplinar do ICG - Dra. Meire Incarnacão Ribeiro...
Palestra IV Seminário Multidisciplinar do ICG - Dra. Meire Incarnacão Ribeiro...Instituto Consciência GO
 
Saúde da Família: Uma estratégia para a reorientação do modelo assistencial
Saúde da Família: Uma estratégia para a reorientação do modelo assistencialSaúde da Família: Uma estratégia para a reorientação do modelo assistencial
Saúde da Família: Uma estratégia para a reorientação do modelo assistencialInstituto Consciência GO
 
Um modelo de educação em saúde para o programa saúde da família
Um modelo de educação em saúde para o programa saúde da famíliaUm modelo de educação em saúde para o programa saúde da família
Um modelo de educação em saúde para o programa saúde da famíliaInstituto Consciência GO
 
Portaria nº 2.488, de 21 de outubro de 2011
Portaria nº 2.488, de 21 de outubro de 2011Portaria nº 2.488, de 21 de outubro de 2011
Portaria nº 2.488, de 21 de outubro de 2011Instituto Consciência GO
 
O sistema de informação da atenção básica como ferramenta de gestão de saúde
O sistema de informação da atenção básica como ferramenta de gestão de saúdeO sistema de informação da atenção básica como ferramenta de gestão de saúde
O sistema de informação da atenção básica como ferramenta de gestão de saúdeInstituto Consciência GO
 
Saúde da Família: Limites e possibilidades para uma abordagem integral de ate...
Saúde da Família: Limites e possibilidades para uma abordagem integral de ate...Saúde da Família: Limites e possibilidades para uma abordagem integral de ate...
Saúde da Família: Limites e possibilidades para uma abordagem integral de ate...Instituto Consciência GO
 

Mais de Instituto Consciência GO (20)

Princípios da Ventilação Invasiva
Princípios da Ventilação InvasivaPrincípios da Ventilação Invasiva
Princípios da Ventilação Invasiva
 
O processo de Avaliação no Ensino Superior
O processo de Avaliação no Ensino SuperiorO processo de Avaliação no Ensino Superior
O processo de Avaliação no Ensino Superior
 
Saúde e Educação
Saúde e EducaçãoSaúde e Educação
Saúde e Educação
 
Modelo de Artigo Científico
Modelo de Artigo CientíficoModelo de Artigo Científico
Modelo de Artigo Científico
 
Informe Psicopedagógico
Informe PsicopedagógicoInforme Psicopedagógico
Informe Psicopedagógico
 
Normatização para Trabalhos Acadêmicos
Normatização para Trabalhos AcadêmicosNormatização para Trabalhos Acadêmicos
Normatização para Trabalhos Acadêmicos
 
TDAH
TDAHTDAH
TDAH
 
Atenção
AtençãoAtenção
Atenção
 
Saúde do Trabalhador no SUS - CEREST
Saúde do Trabalhador no SUS - CERESTSaúde do Trabalhador no SUS - CEREST
Saúde do Trabalhador no SUS - CEREST
 
Currículo nos anos inicias
Currículo nos anos iniciasCurrículo nos anos inicias
Currículo nos anos inicias
 
Currículo e educação infantil - teóricos atuais
Currículo e educação infantil - teóricos atuaisCurrículo e educação infantil - teóricos atuais
Currículo e educação infantil - teóricos atuais
 
Palestra IV Seminário Multidisciplinar do ICG - Dra. Meire Incarnacão Ribeiro...
Palestra IV Seminário Multidisciplinar do ICG - Dra. Meire Incarnacão Ribeiro...Palestra IV Seminário Multidisciplinar do ICG - Dra. Meire Incarnacão Ribeiro...
Palestra IV Seminário Multidisciplinar do ICG - Dra. Meire Incarnacão Ribeiro...
 
A familia brasileira - Saude Publica
A familia brasileira - Saude PublicaA familia brasileira - Saude Publica
A familia brasileira - Saude Publica
 
Saúde da Família: Uma estratégia para a reorientação do modelo assistencial
Saúde da Família: Uma estratégia para a reorientação do modelo assistencialSaúde da Família: Uma estratégia para a reorientação do modelo assistencial
Saúde da Família: Uma estratégia para a reorientação do modelo assistencial
 
Um modelo de educação em saúde para o programa saúde da família
Um modelo de educação em saúde para o programa saúde da famíliaUm modelo de educação em saúde para o programa saúde da família
Um modelo de educação em saúde para o programa saúde da família
 
SIAD
SIADSIAD
SIAD
 
Portaria nº 2.488, de 21 de outubro de 2011
Portaria nº 2.488, de 21 de outubro de 2011Portaria nº 2.488, de 21 de outubro de 2011
Portaria nº 2.488, de 21 de outubro de 2011
 
O sistema de informação da atenção básica como ferramenta de gestão de saúde
O sistema de informação da atenção básica como ferramenta de gestão de saúdeO sistema de informação da atenção básica como ferramenta de gestão de saúde
O sistema de informação da atenção básica como ferramenta de gestão de saúde
 
Saúde da Família: Limites e possibilidades para uma abordagem integral de ate...
Saúde da Família: Limites e possibilidades para uma abordagem integral de ate...Saúde da Família: Limites e possibilidades para uma abordagem integral de ate...
Saúde da Família: Limites e possibilidades para uma abordagem integral de ate...
 
Tradução Intermodal Intralingual
Tradução Intermodal Intralingual Tradução Intermodal Intralingual
Tradução Intermodal Intralingual
 

Palestra IV Seminário Multidisciplinar do ICG - Ms. Lisa Valéria Vieira Tôrres

  • 1. IV SEMINÁRIO A Construção da vida profissional e a interdisciplinaridade : (re)pensar a Educação e a Saúde pela diversidade. Formação acadêmica na atualidade: Sobre a diferença entre ensino e pesquisa e a urgência em contemplar a diversidade de áreas. Lisa Valéria Vieira Tôrres
  • 2. Tempo de Apresentação “ Não adianta querermos ser claros. A lógica não convence, A explicação nos cansa. O que é claro não precisa ser dito” Cassiano Ricardo
  • 4. EDUCAÇÃO EM CRISE • Este tema propõe uma discussão a partir do panorama atual do Ensino Superior no Brasil.O sistema educacional ficou tão grande e complexo ( pela facilidade de acesso e grande mobilidade de estudantes com vários perfis) que, de certa forma, tornou-se imperioso res(significar) a maneira como construímos nossa carreira profissional. • A partir disto, uma discussão acerca de como acontece esta construção, na atualidade, se legitima e está imbricada na diversidade de áreas interdisciplinares, transdisciplinares e multidisciplinares.
  • 5. O ENSINO E A PESQUISA • O ensino é uma forma sistemática de transmissão de conhecimentos utilizada para instruir e educar • O ensino pode ser praticado de diferentes formas. As principais são: o ensino formal, o ensino informal e o ensino não-formal. O ensino formal é aquele praticado pelas instituições de ensino, com respaldo de conteúdo, forma, certificação, profissionais de ensino, etc. O ensino informal está relacionado ao processo de socialização do homem. Ocorre durante toda a vida, muitas vezes até mesmo de forma não intencional. O ensino não-formal, por sua vez, é intencional. Em geral é aquele relacionada a processos de desenvolvimento de consciência política e relações sociais de poder entre os cidadãos, praticadas por movimentos populares, associações, grêmios, etc. • Os limites entre essas três categorias de educação não são extremamente rígidos, são permeáveis. Pois estamos aprendendo constantemente e por diferentes vias e agentes. (fonte: Wikipédia)
  • 6. O ENSINO E A PESQUISA • Uma pesquisa é um processo sistemático de construção do conhecimento que tem como metas principais gerar novos conhecimentos, e/ou corroborar ou refutar algum conhecimento pré-existente. • É basicamente um processo de aprendizagem tanto do indivíduo que a realiza quanto da sociedade na qual esta se desenvolve. • A pesquisa como atividade regular também pode ser definida como o conjunto de atividades orientadas e planejados pela busca de um conhecimento. Ao profissional da pesquisa (especialmente no campo acadêmico), dá-se o nome de pesquisador. ( fonte: Wikipédia)
  • 8. CONHECIMENTO / DADO / INFORMAÇÃO
  • 11. “Precisa-se de profissional para preencher vaga. É necessário ter nível superior ou que esteja cursando a partir do terceiro semestre.
  • 12. ESPAÇO PARA OS MEDIADORES MEIO AMBIENTE O OUTRO EU (Universidade / professor / tutor / institutos especializados em formação continuada)
  • 13. O que eu Compartilho Ressignificar pela mudança de paradigmas  conceito de diversidade
  • 14. DIVERSIDADE • O termo diversidade diz respeito à variedade e convivência de variaveis em tornoo de um assunto concretos de faculdade, características ou elementos diferentes entre si, em determinado assunto, situação ou ambiente. • A ideia de diversidade está ligada aos conceitos de pluralidade, multiplicidade, diferentes ângulos de visão ou de abordagem, heterogeneidade e variedade. E, muitas vezes, também, pode ser encontrada na comunhão de contrários, na intersecção de diferenças, ou ainda, na tolerância mútua.
  • 15. Tempo de Confrontos “ É preciso também que nos inquietemos diante de certos recortes ou agrupamentos que já nos são familiares” Foucault
  • 23. Tempo de Despertar “Uma pergunta sempre aponta um Caminho. A resposta já ficou para trás”.