Se vai copiar, copia direito: a estratégia de marketing que forjou o Coverama/SE

1.584 visualizações

Publicada em

RIBEIRO, Ingrid Hellen Andrade de Souza. ‘Se for copiar, copie direito’: A estratégia de marketing que forjou o Coverama/SE. Trabalho de Conclusão do Curso de Comunicação Social com habilitação em Publicidade e Propaganda, Departamento de Comunicação Social, Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2013.


Através de uma análise descritiva/ argumentativa, o trabalho ressalta as estratégias de marketing utilizadas na construção do evento Coverama, que nasceu de forma independente, porém inovadora, identificando aspectos que proporcionaram a expansão não somente do próprio Coverama, mas de um cenário cultural que permanecia até então, rústico e desvalorizado na cidade de Aracaju/SE.

Publicada em: Diversão e humor
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.584
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Se vai copiar, copia direito: a estratégia de marketing que forjou o Coverama/SE

  1. 1. Introdução Tema O Coverama se estabelece como um dos eventos de maior sucesso de Sergipe, ao mesmo modo que também se torna um dos mais polêmicos. Justificativa Entender e narrar esse case de sucesso, de um dos poucos eventos musicais que conseguiu, na cidade de Aracaju, atingir um padrão produtivo com regularidade trabalhando sobre gêneros musicais diferenciados como o rock, o pop e o reggae. Objetivo Analisar este evento para ressaltar conceitos e teorias inovadores, e da utilização das redes de relacionamento online para agrupar e fortalecer o seu público. Relevância Demonstrar como as estratégias que viabilizaram o êxito do Coverama, e a sua formatação original local, podem ser exemplo para organização, e sucesso, de outros eventos.
  2. 2. Revisão de literatura “Suprir necessidades para gerar lucros.” KOTLER E KELLER (2012, p. 3) “O segredo do sucesso das comunidades on-line é criar atividades individuais e de grupo que ajudem a formar vínculos entre seus membros.” KOTLER E KELLER (2012, p. 589) “O buzz marketing comunica com um nicho, o viral quer atingir todo.” OLIVEIRA (2011, s.n)r4 “O comportamento do consumidor atual com a internet deixou de ser um simples receptor da comunicação para se tornar retransmissor e formador de conteúdo.” TELLES (2011, p.176) “Podemos inferir que o cover é sim uma forma de fazer arte. É fazendo cover que muitos músicos descobrem uma identidade própria e passam a criar obras originais” OLIVEIRA, P. (2011, p.23) “Independentemente da natureza do evento, seu sucesso dependerá de que o profissional de eventos reconheça o papel essencial a ser exercido pelos cinco Ps de Marketing.” HOYLE (2012, p. 33)
  3. 3. Metodologia • Pesquisa bibliográfica de caráter exploratório; Áreas: Marketing, Eventos, Marketing de Eventos, Marketing Digital, Marketing Viral, Buzz Marketing, Música, Eventos Musicais. • Pesquisa online com o público: quantitativa, questões estruturadas, questionário (respostas pré-determinadas). • Entrevista via e-mail com o idealizador do evento, Alexandre Hardman. • Entrevista via e-mail com o organizador do Coverama Ceará, Leandro Porto. • Entrevista em vídeo com Alexandre Hardman. • Entrevista em vídeo com músicos no Coverama.
  4. 4. Definições * Cenário de Eventos Musicais em Sergipe “Festas de padroeiros com suas manifestações religiosas e profanas, dos ciclos junino, natalino e do ciclo da quaresma, cavalhadas, cavalgadas, danças de roda, carnavais, micaretas, etc.” VARGAS e NEVES (2011, p.3) “Os sergipanos têm sido culturalmente nordestinos e apenas politicamente sergipanos.” VARGAS e NEVES (2011, p.12) Pré-Caju Forró Caju
  5. 5. Definições * Cenário alternativo “Originalmente, o termo “alternativo” foi usado para se referir à música underground produzida nos anos 1960 […] Ao mesmo tempo, a cena alternativa pode ser vista como uma nova tendência dominante no mercado da música jovem.” BRITTOS; OLIVEIRA (2005, p.26)
  6. 6. O QUE É COVERAMA? Concurso de bandas cover, com o diferencial de o jurado ser o próprio público frequentador do festival, através de voto por um sistema eletrônico. Qualquer pessoa pode inscrever a sua banda gratuitamente no concurso, dentre as bandas inscritas, um grupo restrito e confiável da organização seleciona as melhores para realmente concorrer no evento. Na eliminatória final a banda vencedora recebe um prêmio em dinheiro. DIFERENCIAL: Covers de bandas famosas.
  7. 7. • O objetivo principal do Coverama é estimular novos talentos musicais e criar uma visibilidade para eles através das bandas covers “que é como todo mundo começa”, conforme declara Alexandre Hardman. • “Amigorama” é a alusão a ideia de um Coverama feito de amigos (bandas levam amigos para votar). • Renovação do público. • Maior diversidade de gêneros musicais das bandas. • Realização dos músicos. SISTEMA DE VOTAÇÃO
  8. 8. • Desde a sua estreia no ano de 2006, o Coverama sempre possuiu forte apelo com o cenário virtual. • Identidade visual se molda e se constrói para representar fielmente os ideais que constituem o conceito e objetivo do Coverama.
  9. 9. • Modificação da marca • Versões de logomarcas famosas com o nome do Coverama
  10. 10. • Expansão para outros estados: Coverama Ceará acontece desde 2010. 2010 2011 2012
  11. 11. Dados obtidos com o questionário online. Perfil do público
  12. 12. Dados obtidos com o questionário online. Perfil do público
  13. 13. Dados obtidos com o questionário online. Perfil do público
  14. 14. Conclusões • As redes de relacionamento reais e virtuais são um elemento chave na divulgação do Coverama. Comunicação direta e interatividade com o consumidor. • Pioneiro na utilização das ferramentas de mídias sociais no estado de Sergipe, afirma Hardman. “As pessoas que já conhecem você, sua rede virtual de contatos de trabalho, já são seus apoiadores; quando veem algo engraçado, interessante ou marcante, querem compartilhar. Não há forma mais fácil de alcançar as pessoas do que usar o entusiasmo delas para ajudar a sua causa.” SCOTT (2010, p.96) • Alexandre Hardman assegura que o poder do marketing viral é essencial para o evento. • A estratégia de marketing do Coverama mantém-se fiel a sua concepção desde o início do evento.
  15. 15. • Estrutura de competição com voto popular. • Cultura cover com ecletismo de bandas por noite. • Lógica do marketing multinível que incentiva a viralização do evento por parte dos integrantes das bandas. • Diversidade e qualidade técnica das bandas. • Transição do alternativo para o profissional.
  16. 16. Referências BENTIVEGNA, Fernando Jucá. Fatores de impacto no sucesso do Marketing Boca a Boca On-line. Revista de Administração de Empresas, RAE, v. 42, p. 79-87, São Paulo, 2002 BRITTOS, Valério; OLIVEIRA, Ana P. Processos midiáticos musicais, mercado e alternativas. Comunicação, mídia e consumo. VOL. 2 : São Paulo, 2005 FONTOURA, Wagner. Uma Introdução ao Marketing Boca a Boca. Site Coworkers. S.d. Disponível em: <http://www.coworkers.com.br/marketing/uma-introducao-ao-marketing- boca-a-boca/> Acesso: 29/06/2013 HOYLE, Leonard H. Jr. Marketing de eventos: como promover com sucesso eventos, festivais, convenções e exposições; Tradução: Ailton Bomfim Brandão. 1 ed. 4. Reimpressão – São Paulo: Atlas, 2012 KOTLER, Philip; KELLER, Philip Lane. Administração de Marketing / Philip Kotler, Kevin Lane Keller; tradução Sônia Midori Yamamoto; revisão técnica Edson Crescitelli. – 14. ed. – São Paulo: Pearson Education do Brasil, 2012. LAMB, Charles W. Princípios de Marketing/ Charles W. Lamb, Jr., Joseph F. Hair, Jr., Carl McDaniel; tradução Luciana Penteado Miquelino; revisão técnica Tânia Maria Vidigal Limeira. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2004. MCCONNELL, Ben; HUBA, Jackie. Buzzmarketing – Criando Clientes Evangelistas. São Paulo: MBooks do Brasil, 2006 MELO Neto, Francisco Paulo de. Marketing de Eventos – Rio de Janeiro: 3ª edição: Sprit, 2001. MELO Neto, Francisco Paulo de. Criatividade em eventos. 4.ed., 1ª reimpressão – São Paulo: Contexto, 2008. OLIVEIRA, Mariana. A diferença entre Viral, buzz marketing e seeding. Comuna Digital 14/07/2011. Disponível em: <http://cursodeferias2011-comunadigital.bligoo.com.br/a- diferen-a-entre-viral-buzz-marketing-e-seeding> Acesso em: 9/07/2013 OLIVEIRA, Paula A. Cover: performance e identidade na música popular de Brasília. Programa de Pós-Graduação Música em Contexto do Instituto de Artes da Universidade de Brasília, Brasília, 2011 RIBEIRO, Hugo. Notas preliminares sobre o cenário rock underground em Aracaju-se. Programa de Pós-Graduação em Música da Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2004. Disponível em: <http://hugoribeiro.com.br/download-textos-diversos/Notas-preliminares-Hugo-Ribeiro.pdf > Acesso em: 11/06/2013 RIBEIRO, Hugo L. A Análise Musical: por quê, para quem e como?. XVI Congresso da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Música (ANPPOM). Brasília, 2006 RIBEIRO, I. H. A. S.; CABRAL, B. M. ; LIMA, C. A. A. . Retrato do Perfil do Consumidor do Evento Coverama. Intercom (São Paulo. Online), v. xxxiii, p. 0992, 2011. SERRANO, Danilo P. Os 4Ps do Marketing. 2006. Disponível em: <http://www.portaldomarketing.com.br/Artigos/4_Ps_do_Marketing.htm> Acesso em: 15/06/2013 TELLES, André. A Revolução das Mídias Sociais – Cases, Conceitos, Dicas e Ferramentas. M.Books; São Paulo, 2011. TORRES, Cláudio. A Bíblia do marketing digital: tudo o que você queria saber sobre marketing e publicidade na internet e não tinha a quem perguntar – São Paulo: Novatec Editora, 2009. VARGAS, Maria A. M.; NEVES, Paulo S. Olhares sobre identidade e festas em Sergipe. Revista Geográfica de América Central: Número Especial EGAL, Costa Rica, 2011 WYPYCH, Patrícia Regina. O Buzz Marketing Virtual e o Ciberespaço. Biblioteca On-line de Ciências da Comunicação – BOCC. Universidade Tuiuti do Paraná , Curitiba –PR, 2010. Disponível em: <http://chile.unisinos.br/pag/bocc-marketing-wypych.pdf> Acesso em: 17/06/2013
  17. 17. Obrigad a.flavors.me/inha_

×