Análise de Percepção do Museu da Montanha e da Girafa

263 visualizações

Publicada em

Análise de Percepção do Museu da Montanha e da Girafa

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
263
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Análise de Percepção do Museu da Montanha e da Girafa

  1. 1. Equipe: Abel Taiguara – 1420005351 Ingrid Lorrana – 1420004532 Ricardo Lira - 1420005316 Análise de Percepção: Museu da montanha e da girafa
  2. 2. Museu da Montanha (Messner) O Museu da Montanha Messner é um projeto da iraquiana Zaha Zahid para o montanhista e alpinista italiano Reinhold Messner no sul do Tirol, no norte da Itália. A edificação foi projetada no intuito de educar os visitantes sobre o encontro do homem com as montanhas, a ciência de montanhas e geleiras, a história do montanhismo e escalada, a história de montanhas místicas e a história do povo da montanha.
  3. 3. Mamíferos artiodátilos, ruminantes, do gênero Giraffa, da família dos girafídeos, no qual consta uma única espécie. Acreditava-se que vinham de uma mistura de uma fêmea camelo, com um macho leopardo . Os machos chegam a 6 metros de altura e com suas línguas preênseis que alcançam até 50 centímetros são capazes de pegar as folhas de acácias, por entre pontiagudos espinhos nos altos dos galhos, que são sua principal fonte de alimentação. Girafa
  4. 4. 1. Transformação da Forma Museu na Montanha Transformação Subtrativa Trapézio Sofre subtrações aleatórias Forma radial
  5. 5. 1. Transformação da Forma Girafa Transformação Aditiva Elipse Inserção de pontos transladados
  6. 6. 2. Eixo e simetria FONTE:ARCHDAILY FONTE:FUNDODOSANIMAIS FONTE: ARCHDAILY Eixo radial Eixo linear Eixo linear
  7. 7. 3. Ritmo e Repetição Percebemos repetição e ritmo de formas quadradas no Museu da Montanha FONTE:ARCHDAILY FONTE:SCHLEICH Na girafa não tem ritmo, mas possui a repetição de figuras geometricamente diferentes entre si na pele do animal.
  8. 8. 4. Hierarquia A hierarquia é percebida pela relação do corpo com pescoço do animal, sendo que a forma do pescoço sobressai o corpo. No museu não percebemos hierarquia. FONTE:ARCHDAILY FONTE:SCHLEICH
  9. 9. 5. Dado Girafa Museu da Montanha
  10. 10. Relação entre a Girafa e o Museu da Montanha Assim como as pernas da girafa tem a função de sustentação para o corpo do animal, as paredes do Museu na faz parte da estrutura da edificação, lhe conferindo estabilidade. Ambas possuem forma irregular, pois não se relaciona explicitamente com figuras primárias.
  11. 11. Referências bibliográficas o WIKIPÉDIA. Palácio da Alvorada. Disponível em: <https://pt.wikipedia.org/wiki/Pal%C3%A1cio_da_Alvorada>. Data de acesso: 19 ago. 2015 o LA FORMA MODERNA EM LATINO AMERICA. Oscar Niemeyer por siempre: Palacio de la Alvorada. 2013. Disponível em: <http://laformamodernaenlatinoamerica.blogspot.com.br/2013/04/oscar-niemeyer-por- siempre-palacio-de.html> Data de acesso: 20 ago. 2015 o WIKIPÉDIA. Girafa. Disponível em: <https://pt.wikipedia.org/wiki/Girafa>. Data de acesso: 29 ago. 2015 o CHING, Francis. Arquitetura, forma, espaço e ordem. São Paulo.1º Edição, 1998. Cap. 1, 2 e 7. Editora Martins Fontes

×