Olinda Consuelo Lima Araújo
Secretária do Estado da Saúde
PRINCIPAIS ENTRAVES
INFRAESTRUTURA
1. ESPAÇO FÍSICO
1.1 N° DE LEITOS
PRINCIPAIS ENTRAVES
INFRAESTRUTURA
2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012
SUS Existente 831 809 821 821 87...
PRINCIPAIS ENTRAVES
INFRAESTRUTURA
Obs. 2- Leitos de UTI Utilizado o número limite de leitos proporcional aos leitos
Clíni...
PRINCIPAIS ENTRAVES
INFRAESTRUTURA
Unidade
Hospital
ar
LEITOS 2011 Total LEITOS 2012 LEITOS 2013 Total Total
de
ampli
ação...
PRINCIPAIS ENTRAVES
INFRAESTRUTURA
174
334
200 186
20
914
162
364
215 220
16
977
186
334
198
246
27
991
0
200
400
600
800
...
PRINCIPAIS ENTRAVES
INFRAESTRUTURA
Valor total por Especialidade e Ano processamento
20.736.476,68
22.010.050,32
23.197.92...
PRINCIPAIS ENTRAVES
 Acesso as Especialidades Médicas
 Equipamentos
 Atendimento
 Credenciamento de Serviços
 Organiz...
PRINCIPAIS ENTRAVES
SERVIÇOS
Total de Médicos: 455
Fonte: Ministério da Saúde - Cadastro Nacional dos
Estabelecimentos de ...
PRINCIPAIS ENTRAVES
RELAÇÃO MÉDICO / POPULAÇÃO
OMS – 1/1.000
Brasil - 1,76 /1.000
Amapá – 0,65/1.000
Concentração no Brasi...
Acidentes de Trânsito
PRINCIPAIS ENTRAVES
MUDANÇA DO PERFIL
EPIDEMIOLÓGICO
Câncer (Auto cuidado)
Doenças Cardiovasculares
...
PRINCIPAIS ENTRAVES
MUDANÇA DO PERFIL
EPIDEMIOLÓGICO
0,00
5,00
10,00
15,00
20,00
25,00
30,00
1999 2000 2001 2002 2003 2004...
PRINCIPAIS ENTRAVES
MUDANÇA DO PERFIL DEMOGRÁFICO
DISTRIBUIÇÃO DA POPULAÇÃO POR SEXO,
SEGUNDO OS GRUPOS DE IDADE
FONTE: ht...
PRINCIPAIS ENTRAVES
10,8
8,3
7,1
5,6
5,1
Doenças do aparelho respiratório
Algumas doenças infecciosas e parasitárias
Doenç...
PRINCIPAIS ENTRAVES
RECURSOS FINANCEIROS
29,8
25,7
14,5
10,5
0,6
5,7
2
Quedas
Ac. de Trânsito
Agressões
Contato animais e ...
Acidentes de trânsito 2012
MES ACIDENTES
Nº
MACAPÁ SANTANA OUTROS TOTAL
GERAL
JANEIRO 315 295 13 07 311
FEVEREIRO 306 276 ...
PRINCIPAIS AVANÇOS
 Concurso público para
provimento de vagas e
formação de cadastro-
reserva para os cargos de
nível Sup...
ITEM INVESTIMENTO
VALOR E FONTE DE RECURSOS
VALOR POR FONTE FONTE VALOR TOTAL
1
Reforma e
Ampliação do
Hospital de Clínica...
3
Reforma e
Ampliação do
Hospital da Criança e
do Adolescente
R$ 15.995.313,19 BNDES
R$
15.995.313,19
4
Reforma e
Ampliaçã...
9
Reforma e Ampliação da
Porta de Entrada do
Hospital de Emergência
Osvaldo Cruz
R$ 1.667.000,00
PROPOSTA 031568/2012 -
PR...
14
Construção de Unidade
Básica de Saúde em
Mazagão
400.000,00 MS/OGU 400.000,00
15
Construção de Unidade
Básica de Saúde ...
17.4
Reforma da Unidade de
Atenção Especializada em
saúde para adequação da
ambiência dos serviços de
Parto do Hospital da...
OBRAS – R$ 185.895.034,45
INVESTIMENTO GLOGAL
EQUIPAMENTO – R$ 42.148.754,00
GLOBAL – R$ 227.043.788,45
PRINCIPAIS AVANÇOS
RECURSOS FINANCEIROS
R$ 7.220.234,00 EMENDAS
R$ 8.755.358,00 BNDS
R$ 4.500.000,00 ESTADO
PRINCIPAIS AVANÇOS
– TOMOGRAFO - CARRO DE ANESTESIA
– MAMÓGRAFO - VENTILADOR
– ARCO CIRURGICO - MONITORES
– MOBILIÁRIO HOS...
INVESTIMENTOS EM SAÚDE
Reforma, adaptações e
ampliação do Hospital
Estadual de Laranjal do
Jari
 Valor do Investimento:
R...
Evolução da Obra
SAÚDE: INVESTIMENTOS PARA MUDAR O
SETOR E ATENDER TODO O ESTADO
Novo Hospital da Criança
e do Adolescente...
Novo Hospital
Alberto Lima
(R$ 13 milhões)
SAÚDE: INVESTIMENTOS PARA MUDAR O
SETOR E ATENDER TODO O ESTADO
Complexo Regula...
PRINCIPAIS AVANÇOS
– CAPACITAÇÃO DE GESTORES E GERENTES
– GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS
– HUMANIZAÇÃO DA REDE
– CONTRATAÇÃO D...
PRINCIPAIS AVANÇOS
– PLANO DE GESTÃO DE INSUMOS EM
SERVIÇOS DE SAÚDE
– INFORMATIZAÇÃO PARA O CONTROLE DA
AQUISIÇÃO E DISPE...
PRINCIPAIS AVANÇOS
– IMPLANTAÇÃO DA ESCOLA TÉCNICA
DO SUS
– APOIO AOS MUNICÍPIOS PARA
DESCENTRALIZAÇÃO DOS SERVIÇOS
GESTÃO...
Adesão e Consolidação das Redes
de Atenção à Saúde
Rede Cegonha
Rede de Atenção Psicossocial
Rede de Atenção às Urgências ...
REDE CEGONHA
R$ 27.000.000,00
Atendimento humanizado para
quem precisa de atendimento
hospitalar
304 equipes multiprofissionais de
atenção domiciliar e ...
REDE CRÔNICAS
EIXO CÂNCER
Programa Nacional
de Controle do
Câncer de Colo do
Útero
PRINCIPAIS DESAFIOS
Plano Diretor Hospital de
Santana
Principais entraves desafios da Saúde do Amapá 2013
Principais entraves desafios da Saúde do Amapá 2013
Principais entraves desafios da Saúde do Amapá 2013
Principais entraves desafios da Saúde do Amapá 2013
Principais entraves desafios da Saúde do Amapá 2013
Principais entraves desafios da Saúde do Amapá 2013
Principais entraves desafios da Saúde do Amapá 2013
Principais entraves desafios da Saúde do Amapá 2013
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Principais entraves desafios da Saúde do Amapá 2013

449 visualizações

Publicada em

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
449
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Principais entraves desafios da Saúde do Amapá 2013

  1. 1. Olinda Consuelo Lima Araújo Secretária do Estado da Saúde
  2. 2. PRINCIPAIS ENTRAVES INFRAESTRUTURA 1. ESPAÇO FÍSICO 1.1 N° DE LEITOS
  3. 3. PRINCIPAIS ENTRAVES INFRAESTRUTURA 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 SUS Existente 831 809 821 821 878 881 891 891 914 977 991 Necessários 1033 1070 1095 1189 1231 1175 1226 1253 1337 1369 1397 Déficit SUS 202 261 274 368 353 294 335 362 423 392 406 0 200 400 600 800 1000 1200 1400 1600 N°DELEITOS LEITOS CLÍNICOS E CIRÚRGICOS Obs. 1 Leitos Clínicos e Cirúrgicos, Considerado conforme portaria Ministerial nº 1101 de 2002: Dois leitos população ano / 1000 habitantes . FONTE: DAC/SESA/AP
  4. 4. PRINCIPAIS ENTRAVES INFRAESTRUTURA Obs. 2- Leitos de UTI Utilizado o número limite de leitos proporcional aos leitos Clínicos e Cirúrgicos: 4% FONTE: DAC/SESA/AP 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 SUS 19 19 21 21 23 26 26 28 39 39 46 Necessários 41 43 44 48 49 47 49 50 53 55 56 Déficit 22 24 23 27 26 21 23 22 14 16 10 0 10 20 30 40 50 60 NDELEITOS LEITOS UTI
  5. 5. PRINCIPAIS ENTRAVES INFRAESTRUTURA Unidade Hospital ar LEITOS 2011 Total LEITOS 2012 LEITOS 2013 Total Total de ampli ação Em 2013 Comum UTI Comum UTI Comum UTI HELJARÍ 62 *NE 62 80 *NE 80 *NE 80 0 HES 82 *NE 82 108 10 106 04 110 -8 HE 117 06 123 94 06 107 06 113 +13 HCA/PAI 100 05 105 129 05 108 10 118 +29 HCAL 167 08 175 173 09 195 12 207 +23 HMML 208 12 220 177 18 152 18 170 -25 HESCSL 107 08 115 107 08 107 08 115 0 TOTAL 851 42 885 868 58 855 58 913 +34
  6. 6. PRINCIPAIS ENTRAVES INFRAESTRUTURA 174 334 200 186 20 914 162 364 215 220 16 977 186 334 198 246 27 991 0 200 400 600 800 1000 1200 Cirúrgicos Clínicos Obstétrico Pediátrico Outras Especialidades Total 2010 2011 2012 Quantidade SUS Leito por Especialidade e Ano
  7. 7. PRINCIPAIS ENTRAVES INFRAESTRUTURA Valor total por Especialidade e Ano processamento 20.736.476,68 22.010.050,32 23.197.926,19 0 5000000 10000000 15000000 20000000 25000000 2010 2011 2012 Período:2010-2012 Especialidade 2010 2011 2012 Clínica cirúrgica 6.657.404,31 7.135.729,02 8.122.753,88 Obstetrícia 7.151.677,33 6.762.729,15 6.775.404,12 Clínica médica 3.863.514,67 4.108.978,54 4.337.716,60 Psiquiatria 7.132,05 1.792,00 3.528,00 Pneumologia sanitária (tisiologia) 6.263,63 2.540,87 6.022,12 Pediatria 3.050.484,69 3.998.280,74 3.952.501,47 Total 20.736.476,68 22.010.050,32 23.197.926,19 Fonte: Ministério da Saúde - Sistema de Informações Hospitalares do SUS (SIH/SUS)
  8. 8. PRINCIPAIS ENTRAVES  Acesso as Especialidades Médicas  Equipamentos  Atendimento  Credenciamento de Serviços  Organização da Gestão das Unidades de Saúde SERVIÇOS
  9. 9. PRINCIPAIS ENTRAVES SERVIÇOS Total de Médicos: 455 Fonte: Ministério da Saúde - Cadastro Nacional dos Estabelecimentos de Saúde do Brasil – CNES 2013
  10. 10. PRINCIPAIS ENTRAVES RELAÇÃO MÉDICO / POPULAÇÃO OMS – 1/1.000 Brasil - 1,76 /1.000 Amapá – 0,65/1.000 Concentração no Brasil – Região Sudeste RECURSOS HUMANO
  11. 11. Acidentes de Trânsito PRINCIPAIS ENTRAVES MUDANÇA DO PERFIL EPIDEMIOLÓGICO Câncer (Auto cuidado) Doenças Cardiovasculares Causas Externas
  12. 12. PRINCIPAIS ENTRAVES MUDANÇA DO PERFIL EPIDEMIOLÓGICO 0,00 5,00 10,00 15,00 20,00 25,00 30,00 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 Algumas doenças infecciosas e parasitárias Neoplasias (tumores) Doenças do aparelho circulatório Doenças do aparelho respiratório Algumas afec originadas no período perinatal Causas externas demorbidadee mortalidade
  13. 13. PRINCIPAIS ENTRAVES MUDANÇA DO PERFIL DEMOGRÁFICO DISTRIBUIÇÃO DA POPULAÇÃO POR SEXO, SEGUNDO OS GRUPOS DE IDADE FONTE: http://www.censo2010.ibge.gov.br
  14. 14. PRINCIPAIS ENTRAVES 10,8 8,3 7,1 5,6 5,1 Doenças do aparelho respiratório Algumas doenças infecciosas e parasitárias Doenças do aparelho digestivo Lesões enven e alg out conseq causas externas Doenças do aparelho geniturinário Doenças do aparelho circulatório Percentual das internações por causa geral, Amapá, 2011
  15. 15. PRINCIPAIS ENTRAVES RECURSOS FINANCEIROS 29,8 25,7 14,5 10,5 0,6 5,7 2 Quedas Ac. de Trânsito Agressões Contato animais e plantas venenosos Lesões autoprovocadas Seqüelas de causas externas Contato fonte de calor e subst quentes PERCENTUAL DE INTERNAÇÃO POR CAUSA EXTERNA, AMAPÁ, 2011 TOTAL DA ARRECADAÇÃO - 2012: R$ 460.073.717,15 FONTE: SIPLAG
  16. 16. Acidentes de trânsito 2012 MES ACIDENTES Nº MACAPÁ SANTANA OUTROS TOTAL GERAL JANEIRO 315 295 13 07 311 FEVEREIRO 306 276 12 18 304 MARÇO 316 284 12 20 314 ABRIL 283 259 16 08 282 MAIO 334 310 13 11 331 JUNHO 320 293 09 18 319 JULHO 301 279 05 17 301 AGOSTO 341 306 15 20 337 SETEMBRO 351 314 13 15 350 OUTUBRO 447 406 19 22 439 NOVEMBRO 337 309 16 12 332 DEZEMBRO 327 282 21 24 323 TOTAL 3.978 3.613 164 192 3.943
  17. 17. PRINCIPAIS AVANÇOS  Concurso público para provimento de vagas e formação de cadastro- reserva para os cargos de nível Superior e Nível Médio da Secretaria de Estado da Saúde do Estado do Amapá/AP Fonte: http://www.universa.org.br CONCURSO PÚBLICO
  18. 18. ITEM INVESTIMENTO VALOR E FONTE DE RECURSOS VALOR POR FONTE FONTE VALOR TOTAL 1 Reforma e Ampliação do Hospital de Clínicas Alberto Lima R$ 12.000.000,00 EMENDA R$ 13.115.088,99 R$ 1.115.088,99 CONTRAPARTIDA 2 Reforma e Ampliação do Hospital de Santana R$ 5.000.000,00 BNDES R$ 21.980.000,00 R$ 2.880.000,00 EMENDA PARLAMENTAR R$ 13.000.000,00 2.1 Reforma da Porta de Entrada do Hospital Estadual de Santana R$ 1.000.000,00 PROPOSTA 031854/2012 - PRÉ-CONV 782107/2012 R$ 100.000,00 CONTRAPARTIDA
  19. 19. 3 Reforma e Ampliação do Hospital da Criança e do Adolescente R$ 15.995.313,19 BNDES R$ 15.995.313,19 4 Reforma e Ampliação do Hospital Estadual de Laranjal do Jari R$ 17.568.676,27 BNDES R$ 17.568.676,27 BNDES 5 Construção do Complexo Regulador do SUS/SAMU 1.136.387,04 BNDES R$ 1.136.387,04 6 Construção de Sete bases do SAMU nos municípios de Mazagão, Porto Grande, Ferreira Gomes, Tartarugalzinho, Calçoene, Oiapoque e Laranjal do Jari R$ 2.263.612,96 BNDES R$ 2.263.612,96 7 Construção da Maternidade de Partos Normais na Zona Norte de Macapá R$ 6.100.000,00 BNDES R$ 6.100.000,00 8 Reforma e Ampliação do Hospital de Oiapoque R$ 1.500.000,00 EMENDA R$ 1.500.000,00
  20. 20. 9 Reforma e Ampliação da Porta de Entrada do Hospital de Emergência Osvaldo Cruz R$ 1.667.000,00 PROPOSTA 031568/2012 - PRÉ-CONV 780106/2012/MS/RUE R$ 29.537.700,00 R$ 166.700,00 CONTRAPARTIDA 9.1 Reforma da Porta de Entrada do Hospital de Emergência Osvaldo Cruz R$ 400.000,00 PROPOSTA 031766/2012 - PRÉ-CONV 780882/2012/MS/RUE R$ 40.000,00 CONTRAPARTIDA 9.2 Reforma e Ampliação do Hospital de Emergência Osvaldo Cruz R$ 5.000.000,00 PROPOSTA 055382/2012 - PRÉ-CONV 782150/2012/ R$ 264.000,00 CONTRAPARTIDA 9.3 Conclusão das Obras de Reforma e Ampliação do Hospital Oswaldo Cruz R$ 22.000.000,00 - 10 Construção de Unidade de Pronto Atendimento na Zona Norte de Macapá 1.400.000,00 MS/OGU 3.759.658,00 2.359.658,00 BNDES 11 Construção de Unidade de Pronto Atendimento na Zona Sul de Macapá 1.400.000,00 MS/OGU 3.759.658,00 2.359.658,00 BNDES 12 Construção de Unidade de Pronto Atendimento no município de Laranjal do Jari 1.400.000,00 MS/OGU 3.759.658,00 2.359.658,00 BNDES 13 Construção do Complexo do Novo Pronto Socorro da Zona Norte 9.000.000,00 PROPOSTA- 054725/2012/PRÉ-CONV 782145/2012 9.474.000,00 474.000,00 CONTRAPARTIDA
  21. 21. 14 Construção de Unidade Básica de Saúde em Mazagão 400.000,00 MS/OGU 400.000,00 15 Construção de Unidade Básica de Saúde em Mazagão 400.000,00 MS/OGU 400.000,00 16 Construção de Unidade Básica de Saúde em Mazagão 400.000,00 MS/OGU 400.000,00 17.1 Reforma da Unidade de Atenção Especializada em saúde para adequação da ambiência dos serviços de Parto do Hospital da Mulher Mãe Luzia 250.000,00 PROPOSTA- 024594/2012/PRÉ-CONV 779073/2012 275.000,00 25.000,00 17.2 Ampliação da Unidade de Atenção Especializada em Saúde para Adequação da Ambiência dos serviços de Parto da Unidade Mista de Saúde do Município do Amapá 250.000,00 PROPOSTA- 024650/2012/PRÉ-CONV 780878/2012 263.158,00 13.158,00 17.3 Ampliação para adequação da ambiência PPP do Hospital de Oiapoque 250.000,00 PROPOSTA- 02701/2012/PRÉ-CONV 774773/2012 263.158,00 13.158,00
  22. 22. 17.4 Reforma da Unidade de Atenção Especializada em saúde para adequação da ambiência dos serviços de Parto do Hospital da Mulher Mãe Luzia 350.000,00 PROPOSTA- 024594/2012/PRÉ-CONV 779073/2012 368.500,0018.500,00 17.5 Ampliação da Unidade de Atenção Especializada em Saúde para implantação do Centro de Parto Normal do Municípo de Santana 350.000,00 PROPOSTA- 024732/2012/PRÉ-CONV 779076/2012 368.500,00 18.500,00 17.6 Ampliação da Unidade de Atenção Especializada em Saúde para Implantação da Casa da Gestante, Bebê e Puerpera no Município de Santana 335.808,00 PROPOSTA- 024594/2012/PRÉ-CONV 779073/2012 353.483,00 17.675,00 17.7 Ampliação de Unidade de Atenção Especializada em Saúde para implantação da Casa da Gestante, Bebê e Puérpera no Município de Santana 335.808,00 PROPOSTA- 024749/2012/PRÉ-CONV 77907/2012 353.483,00 17.675,00 18 Reforma, Ampliação e Modernização da Rede de Unidades Mistas (13 unidades) R$ 21.000.000,00 BNDES R$ 21.000.000,00 SUBTOTAL R$ 154.395.034,45 R$ 154.395.034,45
  23. 23. OBRAS – R$ 185.895.034,45 INVESTIMENTO GLOGAL EQUIPAMENTO – R$ 42.148.754,00 GLOBAL – R$ 227.043.788,45
  24. 24. PRINCIPAIS AVANÇOS RECURSOS FINANCEIROS R$ 7.220.234,00 EMENDAS R$ 8.755.358,00 BNDS R$ 4.500.000,00 ESTADO
  25. 25. PRINCIPAIS AVANÇOS – TOMOGRAFO - CARRO DE ANESTESIA – MAMÓGRAFO - VENTILADOR – ARCO CIRURGICO - MONITORES – MOBILIÁRIO HOSPITALAR - BISTURI ELÉTRICO – ASPIRADOR - INCUBADORAS AQUISIÇÃO DE EQUIPAMENTOS
  26. 26. INVESTIMENTOS EM SAÚDE Reforma, adaptações e ampliação do Hospital Estadual de Laranjal do Jari  Valor do Investimento: R$ 18.000.00,00
  27. 27. Evolução da Obra SAÚDE: INVESTIMENTOS PARA MUDAR O SETOR E ATENDER TODO O ESTADO Novo Hospital da Criança e do Adolescente Investimentos de R$ 16 milhões
  28. 28. Novo Hospital Alberto Lima (R$ 13 milhões) SAÚDE: INVESTIMENTOS PARA MUDAR O SETOR E ATENDER TODO O ESTADO Complexo Regulador do SUS/SAMU (R$ 1,4 milhão)
  29. 29. PRINCIPAIS AVANÇOS – CAPACITAÇÃO DE GESTORES E GERENTES – GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS – HUMANIZAÇÃO DA REDE – CONTRATAÇÃO DE ESPECIALISTAS – CHAMADA DOS APROVADOS NO CONCURSO [CADASTRO DE RESERVA] – NOVOS CONCURSOS PARA ESPECIALISTAS RECURSOS HUMANOS
  30. 30. PRINCIPAIS AVANÇOS – PLANO DE GESTÃO DE INSUMOS EM SERVIÇOS DE SAÚDE – INFORMATIZAÇÃO PARA O CONTROLE DA AQUISIÇÃO E DISPENSAÇÃO DE MEDICAMENTOS E OUTROS INSUMOS – OTIMIZAÇÃO DE COMPRAS – CADASTRAMENTO E HABILITAÇÃO DE SERVIÇOS – GESTÃO DE CONTRATOS E CONVÊNIOS GESTÃO DE RECURSOS MATERIAIS
  31. 31. PRINCIPAIS AVANÇOS – IMPLANTAÇÃO DA ESCOLA TÉCNICA DO SUS – APOIO AOS MUNICÍPIOS PARA DESCENTRALIZAÇÃO DOS SERVIÇOS GESTÃO DA POLÍTICA DE SAÚDE
  32. 32. Adesão e Consolidação das Redes de Atenção à Saúde Rede Cegonha Rede de Atenção Psicossocial Rede de Atenção às Urgências e Emergências Rede de Atenção às Doenças e Condições Crônicas Rede de Cuidado à Pessoa com Deficiência
  33. 33. REDE CEGONHA R$ 27.000.000,00
  34. 34. Atendimento humanizado para quem precisa de atendimento hospitalar 304 equipes multiprofissionais de atenção domiciliar e 122 equipes de apoio estão em 75 municípios e 19 estados Cada equipe atende, em média, 60 pacientes por mês, simultaneamente Acesso e qualidade no atendimento
  35. 35. REDE CRÔNICAS EIXO CÂNCER
  36. 36. Programa Nacional de Controle do Câncer de Colo do Útero
  37. 37. PRINCIPAIS DESAFIOS Plano Diretor Hospital de Santana

×