Projecto pes 2009 2011

372 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
372
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Projecto pes 2009 2011

  1. 1. "A saúde é o resultado não só dos nossos actos como também dos nossos pensamentos."Educar para Estilos de Vida Saudável (Mahatma Gandhi) de nossos pensamentos." (Mahatma Gandhi)Introdução / Fundamentação …………………………………………………………… 2Enquadramento legal ………………………………………………………………………. 3Caracterização do Meio …………………………………………………………………. 4Caracterização da População -alvo ……………………………………………………. 5Problemas e Necessidades …………………………………………………. 5Planificação ……………………………………………………………………………………. 6Equipa responsável …………………………………………………………………………. 15Parcerias …………………………………………………………………………………………. 16Duração do projecto …………………………………………………………………. 16Avaliação ………………………………………………………………………………………. 16Anexos ……………………………………………………. 16 1
  2. 2. "A saúde é o resultado não só dos nossos actos como também dos nossos pensamentos."Educar para Estilos de Vida Saudável (Mahatma Gandhi) de nossos pensamentos." (Mahatma Gandhi)Nos últimos anos temos vindo a assistir a uma alteração nos hábitosdas sociedades actuais. Se, por um lado, estas mudanças estãoassociadas aos avanços tecnológicos que permitem reduzirconsideravelmente o dispêndio energético diário, por outro, foramintroduzidas alterações nos estilos de vida das pessoas que conduzirama dietas desequilibradas e desajustadas às necessidades diárias, aosedentarismo, ao aumento do stress, ao consumo de substâncias psico-activas, entre outras.Pensa-se, actualmente, que uma das soluções para colmatar esteproblema passe pela promoção da Educação para a Saúde junto daspopulações, especialmente a alteração de atitudes, qualquer que seja aidade, género ou condição sócio - económica e cultural. Contudo, oprincipal alvo deverá ser a população estudantil porque:  com maior facilidade se atinge um elevado número de pessoas porque todas as crianças passam pelo sistema de ensino;  é na escola que os crianças/jovens passam um significativo número de horas, pelo que é necessário organizar e consolidar acções de desenvolvimento educativo que preparem os jovens, família e toda a comunidade envolvente para uma possível situação de risco.  estamos a atingir indivíduos em fase de formação física, mental e social;  os jovens são mais receptivos à aprendizagem de hábitos e assimilação de conhecimentos;  através dos jovens é mais fácil fazer passar a informação aos pais e restantes membros da sociedade.  a escola deve contribuir para o desenvolvimento pleno e harmonioso dos indivíduos, incentivando a formação de cidadãos livres, responsáveis, bem informados e intervenientes. 2
  3. 3. "A saúde é o resultado não só dos nossos actos como também dos nossos pensamentos."Educar para Estilos de Vida Saudável (Mahatma Gandhi)Pensa-se também que os actuais estilos de vida seguidos pelos jovens de nossos pensamentos." (Mahatma Gandhi)podem levar a um decréscimo da esperança de vida nos paísesdesenvolvidos e, a acontecer, será a primeira de várias gerações acontrariar uma tendência que se tem verificado nas últimas décadas.Esta previsão é feita por alguns especialistas ao verificarem oaumento de doenças crónico - degenerativas - a hipertensão, a diabetese os acidentes vasculares – que estão a ocorrer cada vez mais cedo.Perante este quadro, é fundamental fazer a prevenção primária, juntodos mais novos, que apele a uma dieta equilibrada e à prática deactividade física, porque é nas duas primeiras décadas de vida que secriam hábitos para que se possa contrariar esta tendência.Ao implementarmos a Educação para a Saúde nas escolas estamos acontribuir para a aquisição de competências por parte da comunidadeeducativa que permitam fazer escolhas saudáveis e adoptar estilos devida que comportem o objectivo do que hoje chamamos de saúde positivae que não é mais do que o desenvolvimento de todas as suaspotencialidades físicas, mentais e sociais.Daí ser fundamental elaborar um projecto de Educação para a Saúde quese insira nos pressupostos referidos e que deve contar com acolaboração activa de todos os intervenientes no processo educativo,nas suas múltiplas valências.Assim:  O trabalho que agora se apresenta é para ser desenvolvido ao longo do triénio 2009/2011.  As temáticas a abordar serão as das quatro áreas prioritárias: Alimentação Saudável e Actividade Física, Prevenção do consumo de substâncias psicoactivas, Sexualidade e Infecções Sexualmente Transmissíveis e Violência em Meio Escolar. “A saúde é um conceito positivo, um recurso quotidiano que implica “um estado completo de bem-estar físico, social e mental 3
  4. 4. "A saúde é o resultado não só dos nossos actos como também dos nossos pensamentos."Educar para Estilos de Vida Saudável (Mahatma Gandhi) e não apenas a ausência de doença e/ou enfermidade (OMS, 1993). de nossos pensamentos." (Mahatma Gandhi) Dentro desta perspectiva, a Educação para a Saúde deve ter como finalidade a preservação da saúde individual e colectiva. Em contexto escolar, Educar para a Saúde consiste em dotar as crianças e os jovens de conhecimentos, atitudes e valores que os ajudem a fazer opções e a tomar decisões adequadas à sua saúde e ao tal bem-estar físico, social e mental. A ausência de informação incapacita e/ou dificulta a tomada dedecisão. Daí, a importância da abordagem da Educação para a Saúde emmeio escolar.Neste âmbito, o Secretário de Estado da Educação, em Despacho deSetembro de 2006:  define o enquadramento a observar por Agrupamentos/Escolas, no que se refere à promoção e educação para a saúde,  determina que os Agrupamentos/Escolas devem incluir no Projecto Educativo da Escola as temáticas conexionadas com a Promoção e Educação para a Saúde e nomear um coordenador responsável por esta área.  define como temáticas prioritárias a Alimentação e Actividade física, o Consumo de Substâncias Psicoactivas, a Sexualidade e as Infecções Sexualmente Transmissíveis, designadamente VIH- Sida e a Violência em meio Escolar.  recomenda que estas temáticas devem ser abordadas em articulação com os Centros de Saúde e com as famílias dos alunos.O Agrupamento de Escolas da Pedrulha situa-se na zona norte doconcelho de Coimbra, tendo na sua área de intervenção um conjunto dedez freguesias: Botão, Brasfesmes, Eiras, Santa Cruz, Santo António 4
  5. 5. "A saúde é o resultado não só dos nossos actos como também dos nossos pensamentos."Educar para Estilos de Vida Saudável (Mahatma Gandhi)A sua comunidade extra-escolar é constituída por um numeroso e de nossos pensamentos." (Mahatma Gandhi)heterogéneo agregado humano que sob o ponto de vista socioculturalapresenta uma variedade de características típicas das periferiasurbanas. Apresenta um sector de população que se ocupa da agriculturatradicional e outro que se desloca diariamente para a prestação deserviços na cidade. O principal meio de subsistência das famílias é otrabalho assalariado ou independente do sector secundário e terciário.Existem zonas específicas de pobreza esrutural, nomeadamente osbairros sociais da Rosa, Ingote e Relvinha( Loreto). As situações deexclusão ou risco social relacionam-se com rupturas várias ao nível dotrabalho, da família e modus vivendi da etnia cigana.Os pais e Encarregados de Educação têm um nível cultural heterogéneodesde a formação básica à superior com incidência para a primeira.Os alunos a quem este projecto se destina têm idades compreendidasentre os dez e os dezasseis (1º,2.º e 3.º Ciclos).Assim, a população - alvo engloba:  os alunos da própria escola, com idades compreendidas, predominantemente, entre os 10 e os 16 anos;  alunos das escolas do 1º ciclo, ao nível das quais se pretende fazer uma prevenção primária que inclua regras para uma alimentação saudável e saúde oral;  pais e encarregados de educação, como co-responsáveis pelo processo educativo dos alunos;  professores e pessoal não docente, como elementos mais directamente intervenientes na escola;  comunidade extra-escolar.Após análise não exaustiva da realidade escolar, essencialmente combase na observação efectuada a partir do contacto directo com os 5
  6. 6. "A saúde é o resultado não só dos nossos actos como também dos nossos pensamentos."Educar para Estilos de Vida Saudável (Mahatma Gandhi)alunos e a informação fornecida pelos Directores de Turma foram identificados os de nossos pensamentos." (Mahatma Gandhi)seguintes comportamentos/problemas que a seguir se discriminam:  Existência de alguns comportamentos alimentares desajustados, com consumo excessivo de doces, gorduras e ausência de ingestão de legumes e fruta;  Falta de hábitos de higiene, nomeadamente higiene oral;  Existência de casos pontuais de consumo de substâncias psicoactivas (álcool e tabaco);  Informação deficiente sobre Sexualidade e IST`s;  Existência de casos esporádicos de Bulling.Assim, foi decidido intervir nas quatro áreas, atribuindo no entantomaior prioridade a três áreas de intervenção: Alimentação e Actividade Física Sexualidade e IST´s Consumo de Substâncias PsicoactivasLINHAS DIRECTRIZES DE UM PROJECTO DE EDUCAÇÃO PARA A SAÚDE  PROMOÇÃO DA SAÚDE E DESENVOLVIMENTO HARMONIOSO DA PESSOA HUMANA NAS SUAS VERTENTES PESSOAL E SOCIAL:  Alimentação Saudável  Higiene Corporal  Educação para o Consumo  Actividade física  Relações interpessoais  Sexualidade  PREVENÇÃO DE COMPORTAMENTOS DE RISCO:  Consumo de substâncias psico-activas  IST’s (infecções sexualmente transmissíveis)/ SIDA  ViolênciaPara a concretização deste projecto, deve dividir-se a intervenção emduas vertentes: 6
  7. 7. "A saúde é o resultado não só dos nossos actos como também dos nossos pensamentos."Educar para Estilos de Vida Saudável (Mahatma Gandhi)NA SALA DE AULA: de nossos pensamentos." (Mahatma Gandhi)  DISCIPLINAS DA ÁREA CURRICULAR: ∙ Intervenção dos professores das diferentes disciplinas sempre que o programa o estabeleça ou quando for considerado oportuno;  ÁREAS CURRICULARES NÃO DISCIPLINARES – FORMAÇÃO CÍVICA E ÁREA DE PROJECTO: ∙ Realização de actividades e elaboração de trabalhos de acordo sobre as diversas temáticas de Promoção e Educação para a Saúde; ∙ Divulgação dos trabalhos realizados, de modo a sensibilizar a comunidade escolar para os temas tratados.FORA DA SALA DE AULA:  Dinamização de várias actividades em que intervêm: ∙ Equipa PES ∙ Directores de Turma ∙ Departamentos curriculares ∙ Blblioteca da escola ∙ ATL ∙ Parceiros 7
  8. 8. "A saúde é o resultado não só dos nossos actos como também dos nossos pensamentos." Educar para Estilos de Vida Saudável (Mahatma Gandhi) OBJECTIVOS GERAIS OBJECTIVOS ESPECÍFICOS ESTRATÉGIAS AVALIAÇÃO de nossos pensamentos." (Mahatma Gandhi)▪ Promover uma ▪ Conhecer os hábitos ▪ Identificação dos produtosalimentação alimentares, de higiene e de ▪ Levantamento dos consumos no bufete mais consumidos na escolasaudável, cuidados actividade física da escolade higiene e práticade actividade física ▪ Divulgar regras de ▪ Afixação no bufete de painéis ▪ Identificação das principaisna comunidade alimentação equilibrada alusivos à importância da toma diária alterações dos produtosescolar do pequeno-almoço e da sua composição. vendidos no bufete no ▪ Divulgação de livros sobre primeiro intervalo da manhã. alimentação saudável na página da BE ▪ Número de requisições dos livros publicitados ▪ Contribuir para a introdução ▪ Afixação de painéis no refeitório ▪ Quantificação do número de de alimentos menos apelativos escolar sobre a importância da sopa sopas consumidas antes e no regime alimentar. para uma alimentação saudável. depois desta intervenção. ▪ Promover a frequência mais ▪ Concurso “O nome do nosso ▪ N.º de participantes assídua do refeitório refeitório” ▪ Avaliação por um júri▪ Contribuir para a ▪ Promovera escolha racional ▪ Divulgar ementas equilibradas ▪ Comentáriosmelhoria dos hábitos dos produtos alimentares ▪ Divulgar técnicas de confecção dos ▪ Participação na acçãoalimentares da alimentos com recurso a processos mais ▪ Questionáriopopulação saudáveis ▪ Acção de formação para pais sobre alimentação saudável “ Da compra ao consumo” ▪ Sensibilizarpara a prática ▪ Comemoração do “Dia Mundial da ▪ N.º de participante de uma alimentação saudável Alimentação” ▪ Questionário ▪ Construção de uma roda de alimentos com produtos frescos Elaboração pelos alunos (PCA)de alimentos como o doce e queijo fresco. 8
  9. 9. "A saúde é o resultado não só dos nossos actos como também dos nossos pensamentos." Educar para Estilos de Vida Saudável (Mahatma Gandhi) de nossos pensamentos." (Mahatma Gandhi) OBJECTIVOS GERAIS OBJECTIVOS ESPECÍFICOS ESTRATÉGIAS AVALIAÇÃO▪ Fazer uma reflexão ▪ Conhecer os valores dos ▪ Medidas antropométricas: ▪ N.º de participantessobre o corpo e a indicadores de saúde da - Índice de Massa corporal ▪ Tratamento estatístico dosaparência população escolar. - Perímetro abdominal dados ▪ Conhecer a influência dos ▪ Inquérito à população escolar sobre a ▪ Grau de interesse protótipos de beleza sobre impressão que têm da sua imagem corporal ▪ N.º de alunos acompanhados os jovens. ▪ Visualização e debate de filmes sobre por técnicos do Centro de distúrbios alimentares (“Diário de uma Saúde anorética”, “Obesidade infantil”, “Anorexia e Bulimia”) ▪ Encaminhamento dos jovens que apresentem distúrbios alimentares para os técnicos do Centro de Saúde ▪ Palestras com enfermeiros do Centro de Saúde de Eiras. ▪ Visita de estudo com alunos do 2º ciclo para comemorar a sema na da saúde▪ Promover a saúde ▪ Relacionar a alimentação ▪ Realização de jogos ▪ N.º de participantesoral saudável com a saúde oral ▪ Visualização de pequenos filmes ▪ Grau de interesse ▪ Sessões de esclarecimento sobre higiene ▪ Análise dos consumos de ▪ Relacionar a higiene oral oral à comunidade escolar e aos pais. doces no bufete antes e com a prevenção das doenças ▪ Visualização de pequenos filmes, como após. da boca “O Zezinho contra o Dr. Cárie” ▪ N.º de participantes 9
  10. 10. "A saúde é o resultado não só dos nossos actos como também dos nossos pensamentos." Educar para Estilos de Vida Saudável (Mahatma Gandhi) de nossos pensamentos." (Mahatma Gandhi) OBJECTIVOS GERAIS OBJECTIVOS ESPECÍFICOS ESTRATÉGIAS AVALIAÇÃO▪ Avaliar o estado ▪ Avaliar a aptidão física ▪ Aplicação da bateria de testes do ▪ Identificação dasde saúde global da dos alunos fitnessgram situações mais gravespopulação escolar ▪ Realização de exercícios específicos (Aptidão física abaixo da para manter e elevar as capacidades zona saudável) físicas dos alunos ▪ Tratamento estatístico dos ▪ realizar o Cartão individual de dados condição física do aluno que o acompanha ▪ N.º de cartões ao longo do ciclo e onde são registados ▪ N.º de alunos os valores de IMC, perímetro abdominal e rastreados/ano a média dos testes da bateria de testes fitnessgram▪ Reconhecer o ▪ Promover a prática da ▪ Realização de campeonatos inter-turmas ▪ N.º de alunos inscritoscontributo da actividade física regular de várias modalidades desportivas noeducação física e do âmbito do Clube do desporto escolar ▪ N.º de participantesdesporto na promoção ▪ Promover o gosto pelo ▪ Existência de grupos - equipas dede estilos de vida desporto Futebol, Atletismo, Basquetebol. ▪ Inquéritossaudáveis▪ Reconhecer que o ▪ Identificar as substâncias ▪ Comemoração do dia Mundial do Não ▪ N.º de participantesconsumo de psicoactivas e os seus fumadorsubstâncias efeitos ▪ Apresentação de um powerpoint sobre os ▪ N.º de novas inscriçõespsicoactivas ▪ Conhecer os riscos malefícios do consumo do tabaco na salaprejudica a saúde do associados ao seu consumo ▪ Realização de um pequeno inquérito ▪ Tratamento estatístico dosindivíduo sobre consumo de substâncias psicoactivas inquéritos ▪ Realização de peças de teatro. ▪ Realização de um cigarro gigante. ▪ Distribuição de um panfleto 10
  11. 11. "A saúde é o resultado não só dos nossos actos como também dos nossos pensamentos." Educar para Estilos de Vida Saudável (Mahatma Gandhi) ▪ N.º de participantes de nossos pensamentos." (Mahatma Gandhi) ▪ Sessão de esclarecimento sobre os tipos de substâncias psicoactivas e as ▪ Ficha de avaliação da▪ Prevenir o consumo ▪ Promover a articulação consequências da sua utilização, acçãode substâncias entre a família e a escola realizadas por técnicos especializadospsicoactivas na redução de consumos, com uma calendarização distinta para nomeadamente do álcool alunos ▪ Acções para os pais ao longo do ano ▪ Evitar a fácil aquisição dinamizadas por entidades ligadas à saúde destas substâncias por seguido de debate. parte dos jovens 11
  12. 12. "A saúde é o resultado não só dos nossos actos como também dos nossos pensamentos." Educar para Estilos de Vida Saudável (Mahatma Gandhi) OBJECTIVOS GERAIS OBJECTIVOS ESPECÍFICOS nossos pensamentos." (Mahatma Gandhi) de ESTRATÉGIAS AVALIAÇÃO▪ Identificar ▪ Conhecer os principais ▪ Inquérito sobre violência no espaço ▪ Tratamento estatístico dosfactores de risco casos de violência na escolar inquéritosassociados ao escolacomportamento ▪ Fazer um levantamento das ▪ Levantamento das participações de ▪ N.º de Participações eviolento vítimas e dos agressores ocorrência e disciplinares que denunciam tratamento estatístico dos ▪ Promover uma intervenção agressões físicas e/ou verbais dados eficaz com base no ▪ Dinâmica interpares conhecimento▪ Prevenir a ▪ Consciencializar os jovens ▪ Visualização de filme seguido de ▪ Grau de interesseviolência entre para as diversas formas que resposta a um questionário e finalizada ▪ N.º de Participantespares no meio a violência pode assumir em por um debate ▪ Tratamento estatístico doescolar como factor meio escolar inquéritode promoção da saúde ▪ Promover a auto-estima das ▪ Sessão de esclarecimento com agentes da ▪ Grau de interessemental dos elementos vítimas Polícia da Escola Segura para os alunosda comunidade ▪ Responsabilizar os ▪ N.º de Participantesescolar encarregados de educação ▪ Sessão de esclarecimento sobre bulling e pelos comportamentos prevenção da violência em meio escolar ▪ Resposta a um pequeno violentos dos seus realizada por agentes da Polícia da questionário que expresse o educandos Escola Segura grau de satisfação dos intervenientes▪ Promover a ▪ Compreender a fisiologia ▪ Sessões de esclarecimento dinamizadas ▪ Questionário da reprodução pelos professores de CN .N.º de participanteseducação para a ▪ Identificar as ▪ Questionáriosexualidade e para transformações físicas e ▪ Comemoração do dia dos Namorados com um ▪ Avaliação por um júri psíquicas que caracterizam “Concurso de poemas sobre o amor” .os afectos a puberdade.▪ Conhecer as ▪ Compreender que é ▪ Sessão de sensibilização a alunos do 5º importante tomar uma anoinfecções de decisão. ▪ Realização de um laço gigante com 12
  13. 13. "A saúde é o resultado não só dos nossos actos como também dos nossos pensamentos." Educar para Estilos de Vida Saudável (Mahatma Gandhi)transmissão sexual; ▪ Ponderar todos os factores mensagens alusivas de nossos pensamentos." (Mahatma Gandhi) que envolvem uma tomada de▪ Aprender, como decisão.prevenção, atitudes ▪ Identificar os seus valores mais importantes4e comportamentos; ▪ Dia Nacional da Luta▪ Compreender o contra a Sida (1 deinfectado como ser Dezembro)relacional;▪ Perceber asformas derelacionamento com oinfectado. 13
  14. 14. "A saúde é o resultado não só dos nossos actos como também dos nossos pensamentos."Educar para Estilos de Vida Saudável (Mahatma Gandhi)ACÇÕES A DESENVOLVER PARA ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO de nossos pensamentos." (Mahatma Gandhi) OBJECTIVOS GERAIS OBJECTIVOS ESPECÍFICOS ESTRATÉGIAS AVALIAÇÃO ▪ Compreender o conceito de ▪ Acções de formação ao▪ Desenvolveras capacidades educar. ▪ Resposta a um pequeno longo do anoeducativas dos Pais ▪ Desenvolver a capacidade questionário que expresse o/Educadores autocrítica enquanto grau de satisfação dos educador. intervenientes. ▪ Compreender e potenciar a utilização de reforços positivos na educação. 14
  15. 15. "A saúde é o resultado não só dos nossos actos como também dos nossos pensamentos."Educar para Estilos de Vida Saudável (Mahatma Gandhi) de nossos pensamentos." (Mahatma Gandhi) ● Coordenadora do PES ● Professora de Língua Portuguesa - Ana Isabel Nogueira ● Biblioteca Escolar ● Centro de Saúde ● Cáritas Diocesana de Coimbra ● Associação Existências- Projecto Nov ´Ellos ● ANA JOVEM- Associação Nacional de Apoio a Jovens (a estabelecer) ● CAD-Centro de Aconselhamento e Detecção Precoce do VIH/Sida de Coimbra (a estabelecer) 15
  16. 16. "A saúde é o resultado não só dos nossos actos como também dos nossos pensamentos."Educar para Estilos de Vida Saudável (Mahatma Gandhi) de nossos pensamentos." (Mahatma Gandhi) 2009 / 2011 Contínua e Periódica das actividades realizadas Relatório semestral e anual : A operacionalização do projecto deve-se a todos os elementos referidos no projecto, particularmente à Professora Ester, comsugestões de actividades e cedência de materiais. A operacionalização do Projecto da Educação sexual será apresentado mais tarde. No entanto segue um conjuntode sugestões de propostas que poderão ser alteradas após a realização do “ atelier de sugestões ”. 16

×