Professora: Paula Castelhano     Biologia/Geologia   Ano letivo 2011/2012      Inês Fernandes & Jéssica Martins; 10ºA
é       é   á    á
Constituição do   MicroscópioÓptico Composto (M.O.C.) - Parteótica e mecânica.
Lado Processual (Discussão/CONCLUSÕES/Crítica)O objectivo da nossa experiencia era sobretudo aplicar as técnicas de manuse...
1   Fig 1 – Letra “F”            Fig 2 – Letra “F”   (objectiva 4x)               (objectiva 10x)                         ...
Atividade experimental  - MOC
Atividade experimental  - MOC
Atividade experimental  - MOC
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Atividade experimental - MOC

3.001 visualizações

Publicada em

Relatório de biologia -

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.001
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
35
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Atividade experimental - MOC

  1. 1. Professora: Paula Castelhano Biologia/Geologia Ano letivo 2011/2012 Inês Fernandes & Jéssica Martins; 10ºA
  2. 2. é é á á
  3. 3. Constituição do MicroscópioÓptico Composto (M.O.C.) - Parteótica e mecânica.
  4. 4. Lado Processual (Discussão/CONCLUSÕES/Crítica)O objectivo da nossa experiencia era sobretudo aplicar as técnicas de manuseamento domicroscópio, determinar o poder de ampliação, conhecer as características de imagem everificar a existência da profundidade de campo. Começamos por preparar o material, paradar-mos inicio á nossa atividade, depois recorta-mos duas pequenas letras (F eP, respectivamente) de uma revista. colocamos uma das letras sobre a lâmina, e com a ajudade uma pipeta de pasteur, deitamos uma gota sobre a letra F. Depois colocamos a lamelasegundo a técnica de montagem, formando um ângulo de 45º com o auxílio de uma agulhadeixando cair lentamente, para que não existisse a formação de bolhas de ar e colocamos naplatina. Demos inicio à nossa observação com a letra F ao microscópio com a objectiva de4x, assim a imagem foi ampliada 4x10= 40x e esta foi duplamente invertida, isto é, da direitapara a esquerda e de cima para baixo. À medida que observava-mos regulávamos osparafusos para obter uma melhor focagem da imagem e do campo de observação. Deseguida observamos com a objectiva de 10x assim a imagem foi ampliada 10x10 = 100x.Repetimos os passos anteriores só que com a letra “P”, preocupando-nos sempre em registaros acontecimentos (em fotos). Assim com a 1ºparte da nossa actividade experimentalconcluímos que a tinta das letras não aparece uniformemente distribuída, como era visível aolho nu, mas sim, zonas pintadas e zonas sem tinta, o que permite concluir que o M.O. temum poder de resolução superior ao poder de resolução do olho humano, obtendo-seassim, com o microscópio óptico uma imagem mais pormenorizada. Para determinar aampliação da imagem tem de se multiplicar o valor da ampliação da objectiva utilizada emcada observação pelo valor da ampliação da ocular. Seguidamente demos inicio á segundaparte da nossa atividade. Cortámos um pequeno fragmento de gaze, colocámos em cima dalâmina e humedece-mos com a ajuda de uma pipeta de pasteur, de seguida com a técnicade montagem colocámos a lamela sobre a gaze evitando a formação de bolhas dear, observamos com a objectiva de 4x e com a de 10x, reparamos que os cabelos na zona de
  5. 5. 1 Fig 1 – Letra “F” Fig 2 – Letra “F” (objectiva 4x) (objectiva 10x) 2 4 Fig 5 – Material 3 utilizado Legenda:Fig 3 – Gaze (objectiva 10x) Fig 4 – Gaze (objectiva 10x) 1- Microscópio ótico Bibliografia: 2- Pinça http://www.prof2000.pt/users/biologia/const_mic.htm; 3- Lâminas e lamelas http://pt.wikipedia.org/wiki/Microsc%C3%B3pio_%C3%B3ptico as letras e 4- Dias da Silva, A, ET AL. (2011). Terra, universo de vida. Biologia. Porto: Pasteur e Pipeta de Porto Editora agulha de dissecção

×