Apresentação 1T10

647 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
647
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação 1T10

  1. 1. Divulgação de Resultados 1T10 0
  2. 2. Comportamento do Crédito no BrasilCarteira de CréditoCaptação e LiquidezResultado das OperaçõesIndusval Multistock Corretora de ValoresDesempenho das ações 1
  3. 3. Estoque de crédito e Segmentação Saldo Operações de Crédito R$ bilhões 1.410 1.452 1.227 Crescimento do crédito pessoa física 32% 33% apoiado no consignado, financiamento de 936 29% veículos e crédito imobiliário. 29% Na pessoa jurídica destacam-se ainda os 607 733 67% recursos direcionados do BNDES. 71% 71% 68% Melhor evolução do crédito em instituições 2005 2006 2007 2008 2009 31/mar privadas a partir de março Recursos Livres Recursos Direcionados Variação% Pessoas Físicas Pessoas Jurídicas Total do Recursos Recursos Recursos Recursos Crédito Mar/10 Total Total Livres Direcionados Livres Direcionados No mês 2,0 2,8 2,2 0,2 0,2 0,2 1,1 No Trimestre 3,7 6,3 4,4 0,4 2,5 1,2 2,6 No Ano 3,7 6,3 4,4 0,4 2,5 1,2 2,6 Em 12 meses 18,6 24,3 20,1 4,6 34,0 14,2 16,8 Fonte: Banco Central do Brasil –Sistema de Informações de Crédito - SCR 2
  4. 4. Inadimplência Gradual declínio na PJ e retorno ao patamar de Dez 2007 na PF 10 9 8 7 7,0% 6 % 5 5,2% 4 3 3,6% 2 Pessoa Jurídica Pessoa Física Total Fonte: BACEN 1 0 Dez Dez Dez Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Jan Fev Mar 2006 2007 2008 2009 2010 Inadimplência Pessoa Física: Rápido recuo a partir de junho 2009, voltando ao patamar de Dez/07. Inadimplência Pessoa Jurídica: Aumento acelerado até setembro, com lento declínio a partir de novembro 2009. 3
  5. 5. Comportamento do Crédito no BrasilCarteira de CréditoCaptação e LiquidezResultado das OperaçõesIndusval Multistock Corretora de ValoresDesempenho das ações 4
  6. 6. Ligeiramente acima de R$ 1,7 bilhão * Empréstimos em Moeda Local Empréstimos de Trade Finance Milhões de R$ Milhões de R$ -5,4% 1.398,6 1.342,6 1.322,9 +23,1% 332,7 270,1 293,3 1T09 4T09 1T10 1T09 4T09 1T10 Maior originação parcialmente dissipada por Composta de financiamentos a exportação baixas a créditos em liquidação (ACC/ ACE) e, em menor escala, a importação Operações em Reais representam 80% da Volume da Carteira em moeda estrangeira: carteira de créditos concedidos • US$ 116,7 milhões no 1T09 • US$ 173,7 milhões no 4T09 94% da Carteira de Crédito foram • US$ 186,9 milhões no 1T10 direcionados a empresas de médio porte Crescimento reflete retomada de exportações com reação a partir de dezembro/09 * incluindo garantias e fianças 5
  7. 7. Distribuição da Carteira de Crédito Por Atividade Econômica Por Moeda Pessoa Física Moeda 9% Estrang. 20% Outros Serviços 25% Indústria 54% Reais Comércio 80% 12% Por Concentração em Clientes Por Vencimento 10 +360 dias 29% Até 90 maiores dias Demais 18% 37% 27% 11 - 60 181 a 360 31% 14% 91 a 180 61 - 160 20% 24% A média ponderada dos prazos finais dos contratos é de 442 dias 6
  8. 8. Participação dos Setores Econômicos Alimentos, Bebidas e Fumo Agropecuário Construção Civil 14% 22% Automotivo 1% Transporte e Logística 3% 3% Metalurgia 4% Educação Instituições Financeiras Quimica e Farmacêutica 4% 13% Textil, Confecção e Couro 4% 4% Pessoas Físicas 4% Serviços Financeiros 10% 4% 5% 5% Derivados de Petróleo e Biocomb. Papel e Celulose Outros setores * 7
  9. 9. Qualidade da Carteira de Crédito Qualidade de Ativos Classificação de Risco Garantias D-H Imóveis Veículos 14% 9% 2% Aval NP A Penhor 19% 31% Monitorado 10% Penhor/ TVM/CDBs Alienação 3% 6% C 27% B Recebíveis 28% 51% NPL(*) / Total da Carteira de Crédito (%) Provisão para Devedores Duvidosos (*) Saldo total dos contratos com parcelas vencidas há mais de 60 dias % +13,2 133,4 5,9 110,7 97,8 4,2 3,5 1T09 4T09 1T10 1T09 4T09 1T10 Segmento de Middle Market possui uma cobertura de 81% em garantias reais, 54% em recebíveis e TVM 8
  10. 10. Comportamento do Crédito no BrasilCarteira de CréditoCaptação e LiquidezResultado das OperaçõesIndusval Multistock Corretora de ValoresDesempenho das ações 9
  11. 11. Prazos mais longos nas captações Total de Captações Composição da Captação de Recursos Milhões de R$ Repasses +20,9% no país 6% 1.880,7 Emp. no 1.793,2 Depósitos Exterior 22% a prazo 1.555,7 37% Dep.Interf. 2% Depósitos a vista LCA 2% 1% 1T09 4T09 1T10 DPGE 30% Crescimento moderado das captações Captações em DPGE no trimestre em comparação com o 4T09 privilegiadas em função dos prazos mais longos, vencimento definido e custos totais Expansão do prazo médio de depósitos inferiores às captações no exterior para 497 dias: • CDBs R$ 698,5 milhões 363 dias Captações em Reais equivalem a 78% do • DPGE R$ 572,0 milhões 692 dias funding total • CDI R$ 42,5 milhões 69 dias • LCA R$ 8,7 milhões 90 dias 10
  12. 12. Liquidez para retomada Caixa Livre (*) Tesouraria voltada para o Milhões de R$ gerenciamento da liquidez e dos riscos de descasamento de taxas, 696 708 moedas e prazos Caixa Livre: 436 52% dos Depósitos Totais 164% do PL 1T09 4T09 1T10 Gestão de Ativos e Passivos Milhões de R$ 733 674 659 516 (*) Disponibilidades, Aplicações financeiras de 375 liquidez, TVM e Derivativos (–) Captações no 332 mercado aberto e Derivativos 245 127 90 dias 180 dias 360 dias acima 360 dias Ativos Passivos 11
  13. 13. Comportamento do Crédito no BrasilCarteira de CréditoCaptação e LiquidezResultado das OperaçõesIndusval Multistock Corretora de ValoresDesempenho das ações 12
  14. 14. Gradual recomposição de Receitas, menor peso da Inadimplência Receita Bruta de Intermediação Financeira Resultado Bruto da Intermediação Financeira Milhões de R$ Milhões de R$ -2,8% 117,7 114,4 % 93,3 +23,4 35,2 28,4 27,4 1T09 4T09 1T10 1T09 4T09 1T10 Evolução das Receitas de Intermediação Recuperação do Resultado de Intermediação Financeira de 22,7% no trimestre devido a: Financeira: • Pequeno aumento nas receitas de • Aumento na receita de Intermediação empréstimos e financiamentos financeira • Maiores receitas de Operações de Câmbio • Menores despesas de PDD • Variação cambial sobre operações de trade finance Elevação da margem bruta de 4,1% no 4T09 para 5,3%. 13
  15. 15. Pequena melhora em Eficiência Despesas Operacionais Líquidas Índice de Eficiência Milhões de R$ Em % . +16,5 p.p 63,2 61,0 +6,0% 44,5 Modelo S&P 23,0 23,3 24,4 1T09 4T09 1T10 1T09 4T09 1T10 Despesas operacionais sob controle No trimestre, contribuíram para a melhora de 2.2 p.p. no índice de eficiência: Receitas de tarifas e comissões,estáveis • A redução nas Despesas Operacionais, e Outras receitas operacionais reduzidas no trimestre • Pequeno crescimento nas receitas de intermediação financeira 14
  16. 16. Rentabilidade em recuperação Lucro Líquido Margem Financeira Líquida (NIM) Milhões de R$ -8,8% 12,5% 10,6% 9,8% 8,0 8,5% 7,3 6,7% 7,0% 6,1% 4,4 4,9% 5,1% 5,3% 4,1% 0,9% NIM MFB 4T08 1T09 2T09 3T09 4T09 1T10 1T09 4T09 1T10 MFB = Margem Financeira Bruta Aumento de 66% do Lucro Líquido no Margem Financeira confirma tendência de trimestre é reflexo da: recuperação iniciada no 4T09 Evolução no Resultado de Intermediação Manutenção de boa liquidez também tem Financeira impacto sobre a NIM Queda de 30% nas despesas de PDD 15
  17. 17. Comportamento do Crédito no BrasilCarteira de CréditoCaptação e LiquidezResultado das OperaçõesIndusval Multistock Corretora de ValoresDesempenho das ações 16
  18. 18. Resultados positivos da reestruturação O processo de modernização e reestruturação da Corretora incluiu: Realocação de suas instalações aproximado-a de seu mercado alvo Contratação de novas equipes Desenvolvimento de novos produtos, inclusive com oferta de produtos de renda fixa Implantação de ferramentas especializadas para a gestão dos negócios Construção de um novo homebroker, em fase final Operacionalização via DMA – Direct Market Access Obtenção do Selo Execution Broker da BM&FBOVESPA Reposicionamento no Ranking Geral do Mercado BM&F 2008: 52ª posição 2009: 44ª posição 1T10: 17ª posição Objetivos Estratégicos: Ampliar a base de clientes institucionais e pessoas físicas qualificadas Estender o atendimento ao segmento de varejo Tornar-se um centro de liquidez para clientes institucionais 17
  19. 19. Comportamento do Crédito no BrasilCarteira de CréditoCaptação e LiquidezResultado das OperaçõesIndusval Multistock Corretora de ValoresDesempenho das ações 18
  20. 20. Ações em Circulação e Remuneração Capital Social: Ações Ordinárias 27.000.000 Ações Preferenciais 15.475.101 Total 42.475.101 Ações em tesouraria(*): 829.279 ações preferenciais – 5,4% das PN e 1,9% do capital total Ações preferenciais em livre circulação(*): 13,4 milhões – free float = 31,7% Programa de Stock Options: 916.521 opções outorgadas, sem exercício ou cancelamento até o momento Remuneração ao Acionista: Pagamento de remuneração antecipada referente ao 1T10, na forma de JCP, de R$ 6,3 milhões equivalentes a R$ 0,15015 por ação (*) Posição em 31.03.2010 19
  21. 21. IDVL4 X IBOV - 2010 130 IBOVESPA IDVL4 120 10 1 100 90 80 09 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 20 20 20 20 20 20 20 20 20 20 20 20 20 2/ 1/ 1/ 1/ 2/ 2/ 2/ 3/ 3/ 3/ 4/ 4/ 4/ /1 /0 /0 /0 /0 /0 /0 /0 /0 /0 /0 /0 /030 09 19 29 08 18 28 10 20 30 09 19 29 Desempenho 1T10 Em 12 meses IDVL4 +3,1% +57,2% c/ proventos +5,0% +73,3% IBOV +2,6% +71,9% IGC +2,4% +78,9% ITAG +0,1% +79,9% 20
  22. 22. Em resumo Comportamento do Crédito no Brasil Instituições Financeiras Privadas retomando espaço na concessão de crédito. Redução da Inadimplência contribui para retomada de crescimento Carteira de Crédito Com foco em empresas de médio porte, retomamos a originação que deverá apresentar crescimento gradual ao longo do ano à medida que a inadimplência recua. Captação e Liquidez Volumes disponíveis e custos de captação adequados à retomada do crescimento. Resultado das Operações Redução da inadimplência e controle de despesas contribuem para a recomposição de resultados Indusval Multistock Corretora de Valores Investimentos realizados em novas instalações, novos profissionais e ampliação de atividades com DMA, Renda fixa e expansão para investidores no varejo Obtenção do Selo Execution Broker da BM&FBOVESPA contribui para elevação em seu posicionamento 21
  23. 23. Perguntas e RespostasAs demonstrações financeiras completas do Banco Indusval Multistock (BIM) estarão disponíveis no site de Relaçõescom Investidores (endereço: www.indusval.com.br/ri) assim que forem protocoladas na Comissão de ValoresMobiliários (CVM).Quaisquer referências e declarações sobre expectativas, sinergias planejadas, planos de crescimento, projeções deresultados e estratégias futuras sobre o BIM e suas coligadas são meras referências. Embora essas referências edeclarações reflitam o que os administradores acreditam, as mesmas envolvem imprecisões e riscos difíceis de seprever, podendo, desta forma, haver resultados ou conseqüências diferentes daqueles aqui antecipados e discutidos.Esses riscos e incertezas incluem, mas não são limitados a, a nossa habilidade de perceber a dimensão das sinergiasprojetadas e seus cronogramas, bem como aspectos econômicos, competitivos, governamentais e tecnológicos quepossam afetar tanto as operações do BIM, quanto o mercado, produto, e outros fatores detalhados nos documentosdo BIM arquivados na CVM. Recomendamos ler e avaliar cuidadosamente as expectativas e estimativaseventualmente aqui contidas. O BIM não se responsabiliza por atualizar qualquer estimativa contida neste relatório. 22
  24. 24. Contatos – Relações com InvestidoresZiro Murata Jr. Banco Indusval S/ADiretor de RI Rua Boa Vista, 356 – 7º andarTel.: (55 11) 3315-6961 01014-000- São Paulo – SP BrasilE-mail: ziro@indusval.com.brMaria Angela R. Valente Site de RI:Superintendente de RI www.indusval.com.br/riTel.: (55 11) 3315-6821E-mail: mvalente@indusval.com.br 23

×