SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 45
Campinas, dezembro de 2011
A verdadeira integração transcende a empregabilidade
Escopo da apresentação
1. O cenário da exclusão no Brasil
– Números
– Programas inclusivos
2. O Projeto Inclusão Eficiente
– Histórico
– Objetivos
– Estrutura
3. Ações realizadas e planejamento
1. O cenário da exclusão no Brasil 2. O Projeto Inclusão Eficiente 3. Ações realizadas e planejamento
1. O cenário da exclusão no Brasil
1. O cenário da exclusão no Brasil
Visual
48.1%
Física e
motora
27.1%
Auditiva
16.6%
Mental 8.2%
O cenário da exclusão no
Brasil
• Números censitários:
• Estratificação por tipo de deficiência:
Censo
IBGE 2000
Censo
IBGE 2010
População (milhôes) 24,6 45,6
% população nacional 14,50% 23,91%
Fonte: Censo IBGE 2000 e 2010
Fonte: Censo IBGE 2000
Panorama geral: Lei de cotas
• Lei de Cotas (Lei 8.213 / 91): parte do quadro das empresas
com 100 ou mais funcionários deve ser dedicado à
trabalhadores reabilitados do INSS ou pessoas com
deficiência:
Número de funcionários Cota (%)
De 101 a 200 2%
De 201 a 500 3%
De 501 a 1000 4%
De 1001 em diante 5%
Panorama geral: fiscalização
do ministério do trabalho
• A fiscalização mais contundente sobretudo a partir de 2006
vem contribuindo para crescente contratação de PCD.
Fonte: Ministério do Trabalho e Emprego, 2010
Panorama geral: a
perspectiva corporativa
• 2010 terminou com 306 mil trabalhadores com deficiência em
atividade no Brasil.
• Quase a metade do total foi contratada nos últimos 5 anos.
• No estado de São Paulo, março de 2011 havia 3.017 vagas de
trabalho cadastradas no Programa de Apoio à Pessoa com
Deficiência (PADEF).
• Apenas na região de Campinas estavam 280 destas vagas.
Panorama geral: a
perspectiva corporativa
• De forma unânime, as empresas apresentam grande
dificuldade em preencher as quotas exigidas.
• Dificuldades encontradas:
Acessibilidade: falta de adequação estrutural
Despreparo do gestor
Postura/comportamento dos demais colaboradores
Vagas pouco convidativas e que propiciam pouca integração
Qualificação e disponibilidade de mão de obra nas regiões de grande concentração produtiva
Falta de quadro disponível
Cenário da pessoa com deficiência no Brasil
Programas governamentais
correlatos
• Marco legal:
– Lei de Cotas (Lei 8.213/91)
– Lei da Acessibilidade (Decreto-lei 5.296/04)
– Plano Viver Sem Limites - Programa Nacional dos Direitos da Pessoa
com Deficiência: R$7,6 bilhões até 2014
• Projetos de inclusão
• Apoio à tecnologia assistiva.
– Flexibilização para retomada do BPC
– Flexibilização para conciliação do BPC e remuneração ao menor
aprendiz
Envelhecimento do Brasil
Pirâmide etária revelando “bônus demográfico atual” e perspectiva de envelhecimento
populacional com infraestrutura e sistema previdenciário deficitários.
Panorama geral
Respaldo normativo
(Lei 8.213 / 91)
Efetividade da fiscalização do
Ministério do Trabalho
Necessidade
corporativa com
múltiplas empresas
na RMC
Abundância de
instituições de
ensino e
capacitação técnica
Programas
governamentais de
apoio à PCD
Multiplicidade de
PCDs necessitando
maior engajamento
e inserção
Diagnóstico:
Falta maior coordenação e
integração das diferentes esferas,
além de um trabalho mais proativo
junto à PCD.
EmpresasPCD
Instituições
de
Ensino
2. O Projeto Inclusão Eficiente2. O Projeto Inclusão Eficiente 3. Ações realizadas e planejamento
2. O Projeto Inclusão Eficiente
1. O cenário da exclusão no Brasil
Missão
Visão
Valores
Missão
Visão
Valores
Inclusão social de grupos
selecionados a partir do incentivo,
capacitação e inserção
profissional, articulando academia,
institutos de reabilitação, empresas
e comunidade.
Salvaguardar maior independência
e bem estar mediante a
capacitação intelectual para uma
profícua inclusão profissional e
social.
Missão
Visão
Valores
Crença na potencialidade do
conhecimento para uma efetiva
inclusão, auto realização e
autonomia corroboradas pela mais
sólida integração profissional.
Visão multidimensional e
pragmática para promoção de um
melhor alinhamento entre as
necessidades educacionais e
corporativas.
Missão
Visão
Valores
Esferas de ação / diferencial
da ideia proposta
Instituições de
ensino e reabilitação Empresas
contratantes
Instituições de
tratamento e
ensino
Captar Capacitar Integrar
Esfera de ação
do projeto
Captação Capacitação Integração
• Trabalho junto a instituições de tratamento de PCD e
idosos da região.
• Divulgação em clínicas, hospitais e consultórios.
• Indicação de conhecidos.
• Divulgação gratuita na mídia regional.
• Website
• Workshops e eventos
• Capacitação da pessoa com deficiência/idoso e
mantenedores:
– Capacitação técnica (vinculado a instituições de ensino e escolas
técnicas).
– Trabalho psicológico / motivacional.
– Encaminhamento para tratamento médico terapêutico
específico.
– Acompanhamento contínuo (mesmo após integração).
• Capacitação da empresa contratante:
– Conscientização e treinamento dos gestores e colaboradores.
– Análise de acessibilidade.
Captação Capacitação Integração
• Módulos individuais
• Oficinas
• Cursos sequenciais
• Cursos de nivelamento
• Integração universitária
• Perspectiva de vinculação:
– Programa municipal de qualificação da prefeitura de
Campinas.
– Cursos profissionalizantes do sistema S de ensino (Sesi,
Senai, Sebrae)
Captação Capacitação Integração
Alguns dos módulos oferecidos:
• Administração geral
– Técnicas de administração
– Secretariado
– Empreendedorismo e elaboração de plano de negócios
• Economia
– Fundamentos de economia
• Ciclo de palestras
– Economia doméstica e planejamento financeiro
– Meio ambiente
– Qualidade de vida no trabalho
• Comércio exterior
– Introdução ao comércio exterior
Captação Capacitação Integração
• Contabilidade
– Contabilidade básica
• Expressão e atitude
– Oratória e técnicas de conversação
– Ética, atitude e trabalho em equipe
– Criatividade e resolução de problemas
• Informática
– Internet
– Informática básica
Alguns dos módulos oferecidos:
• Logística
– Logística básica
– Cadeia de suprimentos
– Técnicas de armazenagem
– Gestão de transporte
– Logística Reversa
• Produção e operações
– Organização do trabalho
– Boas práticas operacionais
Captação Capacitação Integração
• Recursos humanos
– Introdução a recursos humanos
– RH / Departamento pessoal
• Vendas / marketing
– Atendimento ao cliente
– Telemarketing
– Técnicas de atendimento
– Técnicas de vendas
– Gestão de vendas
– Marketing básico
– Vendas / marketing
– Pesquisa de Mercado
• Disciplinas exatas
– Matemática básica
– Matemática para engenharia
– Estatística
– Física básica
– Química básica
• Comunicação, oratória e línguas
– Português
– Inglês
– Francês
– Espanhol
– Mandarim
– Oratória
– Comunicação empresarial
Captação Capacitação Integração
• Específicos
– Contabilidade geral
– Noções básicas de direito do consumidor
– Calculadora financeira HP 12c
– Calculadora gráfica HP 49
• Informática e programação
– Excel
– Introdução ao Linux
– Lógica de programação
– Algoritmos
– Fundamentos de redes
Cursos de reforço/nivelamento (PROE)
• Criação de banco de vagas e currículos no website do
projeto.
• Empregabilidade:
– Junto a grandes empresas da região;
– Por intermédio de empresas de recursos humanos;
– Capacitação empreendedora.
• Manter o acompanhamento com a pessoa integrada.
• Desenvolver um ranking das melhores empresas da
região para empregabilidade de PCD.
Captação Capacitação Integração
Benefícios trazidos
Comunidade integrada e
família
Meios de capacitação
Empresas contratantes
Setor público
Estrutura de trabalho
Equipe
Voluntários
Parceiros
• 3 coordenadores administrativos
• 2 coordenadores pedagógicos
– Coordenação Acadêmica do Grupo
Terceira Idade (CAG-TI)
– Coordenação Acadêmica do Grupo
Pessoas com Deficiência (CAG-PCD)
• Corpo docente voluntário
• 1 psicólogo
• 1 assistente social
• Quadro administrativo
– Jurídico
– Atendimento geral
• 10 estudantes voluntários
Equipe
Voluntários
Parceiros
Estrutura de trabalho
Equipe
Voluntários
Parceiros
• Busca de parcerias com:
– Instituições de ensino profissionalizante
– Instituições de reabilitação
– Empresas patrocinadoras
Estrutura de trabalho
3. Ações realizadas e planejamento3. Ações realizadas e planejamento
3. Ações realizadas e planejamento
1. O cenário da exclusão no Brasil 2. O Projeto Inclusão Eficiente
Cronograma
jan
fev
mar
abr
mai
jun
jul
ago
set
out
nov
dez
Startup do projeto (ideação)
Aproximação com empresas
Encontro de Gestores de R.H.
Aproximação com centros de reabilitação
Vínculo com a Sife
Parceria com a faculdade Policamp
Competição nacional Sife
Seleção de voluntários Policamp
Curso - Fundo Social de Solidariedade (Itatiba)
Cursos e palestras - Centro Cultural Louis Braille
Patrocínio para construção de sala adaptada (Porto Seguro)
Construção de portal (web)
Incorporação do Centro Educacional do Idoso
Competição Wall Mart
Organização institucional e organograma operacional
Institucionalização de OSCIP
1º Workshop de Inclusão
2011
Agências e profissionais de
recrutamento e seleção
Aproximação com empresas
Fev-Dez / 2011
Encontro de
Gestores de RH
Vínculo com a ONG
internacional SIFE
Abril / 2011
Universidade
EmpresasComunidade
• Engajamento estudantil (causas sociais)
• Estímulo ao voluntariado
– Inicialmente: 4 estudantes
– Atualmente: 10 estudantes
• Apoio multidisciplinar
Visitas a instituições
(Boldrini)
Fundo Social de Solidariedade Itatiba
Centro de Fisioterapia Itatiba
Associação
Pestalozzi
Instituto Educacional
Prof. Maria C. A. Toledo
Instituto Campineiro dos
Cegos Trabalhadores
Abr-Dez / 2011
Parceria com a Policamp
• Agregação de docentes
• Estrutura, biblioteca e laboratórios
• Certificação dos cursos ministrados
• Oferta de cursos de nivelamento
• Integração universitária
• Projeto “sala especial”
Abril / 2011
Competição nacional SIFE
Julho / 2011
Seleção de novos
voluntários
Agosto / 2011
Curso de Atendimento
(Fundo Social de Solidariedade – Itatiba-SP)
Cursos e palestras de
capacitação
Out - Dez / 2011
Palestras: Qualidade de Vida no trabalho
Meio Ambiente
(Centro Cultural Louis Braille – Campinas – SP)
Desenvolvimento de
website
Novembro / 2011
Domínio já adquirido: www.inclusaoeficiente.org.br
Patrocínio para Construção
da Sala Adaptada
• Acessibilidade estrutural
• Datashow
• Materiais pedagógicos adequados
• Leitores de tela para deficientes visuais
• Curso de LIBRAS para docentes
• Recursos de informática adaptados
Novembro / 2011
Incorporação do Centro
Educacional do Idoso
• Ampliação da área de atuação do projeto
– Programa vida saudável em foco
– Programa de atividades físico-esportivas
– Programa didático cultural
– Programa cinema e educação
– Programa de práticas sociocognitivas
• Oficina culinária
• Oficina elétrica-mecânica-hidráulica
• Oficina de estética
– Programa de atividades artísticas e culturais
– Programa saúde e bem estar
• Acompanhamento neuro-psicológico e coordenação pedagógica (Dra.
Elisandra Vilella Sé)
Novembro / 2011
Engajamento com programa
de capacitação de mulheres
Dezembro / 2011
1º Workshop de Inclusão
Dezembro / 2011
Planejamento 2012
jan
fev
mar
abr
mai
jun
jul
ago
set
out
nov
dez
Institucionalização de OSCIP
Formalização de parcerias com instituições de reabilitação
Formalização de parcerias com empresas
Calendário letivo 2012
Seleção de voluntários Policamp
Competição nacional Sife 2012
Aproximação com programas municipais/governamentais
Aproximação FEF Unicamp
Acompanhamento de programas de integração profissional
Parceria com instituição de ensino profissionalizante
2º Workshop de Inclusão
2012
Contatos
• E-mail:
– ong.inclusao.eficiente@gmail.com
• Website:
– http://www.inclusaoeficiente.org/
• Acompanhe-nos no Facebook:
– http://www.facebook.com/sifepolicamp
• Siga-nos no Twitter:
– @InclusEficiente

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Lei brasileria de inclusao
Lei brasileria de inclusaoLei brasileria de inclusao
Lei brasileria de inclusaoDilma Franchi
 
Relacionamento Interpessoal no Ambiente de Trabalho
Relacionamento Interpessoal no Ambiente de TrabalhoRelacionamento Interpessoal no Ambiente de Trabalho
Relacionamento Interpessoal no Ambiente de TrabalhoLuis Paulo Barros
 
Inclusão de Deficientes no Mercado de Trabalho
Inclusão de Deficientes no Mercado de Trabalho Inclusão de Deficientes no Mercado de Trabalho
Inclusão de Deficientes no Mercado de Trabalho Kim Evy
 
Lei de Cotas: Pessoas com Deficiência – A Visão Empresarial
Lei de Cotas: Pessoas com Deficiência – A Visão EmpresarialLei de Cotas: Pessoas com Deficiência – A Visão Empresarial
Lei de Cotas: Pessoas com Deficiência – A Visão EmpresarialClube de RH de Extrema e Região
 
Dia Da Consciência Negra
Dia Da Consciência NegraDia Da Consciência Negra
Dia Da Consciência NegraPaulo Medeiros
 
Etica no Ambiente de Trabalho
Etica no Ambiente de TrabalhoEtica no Ambiente de Trabalho
Etica no Ambiente de TrabalhoNyedson Barbosa
 
Ética e o profissional da educação
Ética e o profissional da educaçãoÉtica e o profissional da educação
Ética e o profissional da educaçãoGerisval Pessoa
 
Política nacional de educação especial na perspectiva da educação inclusiva
Política nacional  de educação especial  na perspectiva da educação inclusivaPolítica nacional  de educação especial  na perspectiva da educação inclusiva
Política nacional de educação especial na perspectiva da educação inclusivaceciliaconserva
 
Tecnologias Assistivas: Conceitos e Possibilidades
Tecnologias Assistivas: Conceitos e PossibilidadesTecnologias Assistivas: Conceitos e Possibilidades
Tecnologias Assistivas: Conceitos e PossibilidadesSoraia Prietch
 
Palestra sobre Diversidade e Inclusão | Como Lidar com a Multiplicidade de Pe...
Palestra sobre Diversidade e Inclusão | Como Lidar com a Multiplicidade de Pe...Palestra sobre Diversidade e Inclusão | Como Lidar com a Multiplicidade de Pe...
Palestra sobre Diversidade e Inclusão | Como Lidar com a Multiplicidade de Pe...Maira Reis
 
Aula 4 - Organogramas, Fluxogramas e Funcionagrama
Aula 4 - Organogramas, Fluxogramas e FuncionagramaAula 4 - Organogramas, Fluxogramas e Funcionagrama
Aula 4 - Organogramas, Fluxogramas e FuncionagramaProf. Leonardo Rocha
 

Mais procurados (20)

Inclusão Social
Inclusão SocialInclusão Social
Inclusão Social
 
Lei brasileria de inclusao
Lei brasileria de inclusaoLei brasileria de inclusao
Lei brasileria de inclusao
 
ÉTica e cidadania 2
ÉTica e cidadania 2ÉTica e cidadania 2
ÉTica e cidadania 2
 
Inclusão social
Inclusão socialInclusão social
Inclusão social
 
Relacionamento Interpessoal no Ambiente de Trabalho
Relacionamento Interpessoal no Ambiente de TrabalhoRelacionamento Interpessoal no Ambiente de Trabalho
Relacionamento Interpessoal no Ambiente de Trabalho
 
Inclusão de Deficientes no Mercado de Trabalho
Inclusão de Deficientes no Mercado de Trabalho Inclusão de Deficientes no Mercado de Trabalho
Inclusão de Deficientes no Mercado de Trabalho
 
Lei de Cotas: Pessoas com Deficiência – A Visão Empresarial
Lei de Cotas: Pessoas com Deficiência – A Visão EmpresarialLei de Cotas: Pessoas com Deficiência – A Visão Empresarial
Lei de Cotas: Pessoas com Deficiência – A Visão Empresarial
 
Dia Da Consciência Negra
Dia Da Consciência NegraDia Da Consciência Negra
Dia Da Consciência Negra
 
Etica no Ambiente de Trabalho
Etica no Ambiente de TrabalhoEtica no Ambiente de Trabalho
Etica no Ambiente de Trabalho
 
Eca
EcaEca
Eca
 
Ética e o profissional da educação
Ética e o profissional da educaçãoÉtica e o profissional da educação
Ética e o profissional da educação
 
Educação e novas tecnologias slides
Educação e novas tecnologias slidesEducação e novas tecnologias slides
Educação e novas tecnologias slides
 
Política nacional de educação especial na perspectiva da educação inclusiva
Política nacional  de educação especial  na perspectiva da educação inclusivaPolítica nacional  de educação especial  na perspectiva da educação inclusiva
Política nacional de educação especial na perspectiva da educação inclusiva
 
Tecnologias Assistivas: Conceitos e Possibilidades
Tecnologias Assistivas: Conceitos e PossibilidadesTecnologias Assistivas: Conceitos e Possibilidades
Tecnologias Assistivas: Conceitos e Possibilidades
 
Palestra sobre Diversidade e Inclusão | Como Lidar com a Multiplicidade de Pe...
Palestra sobre Diversidade e Inclusão | Como Lidar com a Multiplicidade de Pe...Palestra sobre Diversidade e Inclusão | Como Lidar com a Multiplicidade de Pe...
Palestra sobre Diversidade e Inclusão | Como Lidar com a Multiplicidade de Pe...
 
Tecnologia aplicada a educaçao
Tecnologia aplicada a educaçaoTecnologia aplicada a educaçao
Tecnologia aplicada a educaçao
 
Etica e cidadania
Etica e cidadaniaEtica e cidadania
Etica e cidadania
 
Ética Moral e Valores.
Ética Moral e Valores.Ética Moral e Valores.
Ética Moral e Valores.
 
Aula 4 - Organogramas, Fluxogramas e Funcionagrama
Aula 4 - Organogramas, Fluxogramas e FuncionagramaAula 4 - Organogramas, Fluxogramas e Funcionagrama
Aula 4 - Organogramas, Fluxogramas e Funcionagrama
 
Dia das mulheres
Dia das mulheresDia das mulheres
Dia das mulheres
 

Destaque

Acessibilidade com Desenho Universal
Acessibilidade com Desenho UniversalAcessibilidade com Desenho Universal
Acessibilidade com Desenho UniversalScott Rains
 
Pessoas com deficiencia no trabalho
Pessoas com deficiencia no trabalhoPessoas com deficiencia no trabalho
Pessoas com deficiencia no trabalhoguest5d5237
 
Avape e Centro Paula Souza - A Inclusão da Pessoa com Deficiência
Avape e Centro Paula Souza - A Inclusão da Pessoa com Deficiência Avape e Centro Paula Souza - A Inclusão da Pessoa com Deficiência
Avape e Centro Paula Souza - A Inclusão da Pessoa com Deficiência Centro Paula Souza
 
Propostas da conferencia dos deficientes 2010
Propostas da conferencia dos deficientes 2010Propostas da conferencia dos deficientes 2010
Propostas da conferencia dos deficientes 2010Allan Vieira
 
Acessibilidade, legislação e potencial das PcD
Acessibilidade, legislação e potencial das PcDAcessibilidade, legislação e potencial das PcD
Acessibilidade, legislação e potencial das PcDiMasters
 
Acessibilidade como Fator de Inovação - Intercon 2009 - Imasters
Acessibilidade como Fator de Inovação - Intercon 2009 - ImastersAcessibilidade como Fator de Inovação - Intercon 2009 - Imasters
Acessibilidade como Fator de Inovação - Intercon 2009 - ImastersHorácio Soares
 
Cartilha de Acessibilidade na Web - Fascículo I - 2013
Cartilha de Acessibilidade na Web - Fascículo I - 2013Cartilha de Acessibilidade na Web - Fascículo I - 2013
Cartilha de Acessibilidade na Web - Fascículo I - 2013Hudson Augusto
 
Nbr 9050 exemplificada acessibilidade-1
Nbr 9050 exemplificada   acessibilidade-1Nbr 9050 exemplificada   acessibilidade-1
Nbr 9050 exemplificada acessibilidade-1Liz Mendes
 
Mobilidade e Acessibilidade Urbana
Mobilidade e Acessibilidade UrbanaMobilidade e Acessibilidade Urbana
Mobilidade e Acessibilidade UrbanaMilton R. Almeida
 
Acessibilidade
AcessibilidadeAcessibilidade
Acessibilidadeaiadufmg
 
Meios de comunicação
Meios de comunicaçãoMeios de comunicação
Meios de comunicaçãojrfcarvalho
 

Destaque (16)

Acessibilidade com Desenho Universal
Acessibilidade com Desenho UniversalAcessibilidade com Desenho Universal
Acessibilidade com Desenho Universal
 
Pessoas com deficiencia no trabalho
Pessoas com deficiencia no trabalhoPessoas com deficiencia no trabalho
Pessoas com deficiencia no trabalho
 
Avape e Centro Paula Souza - A Inclusão da Pessoa com Deficiência
Avape e Centro Paula Souza - A Inclusão da Pessoa com Deficiência Avape e Centro Paula Souza - A Inclusão da Pessoa com Deficiência
Avape e Centro Paula Souza - A Inclusão da Pessoa com Deficiência
 
Propostas da conferencia dos deficientes 2010
Propostas da conferencia dos deficientes 2010Propostas da conferencia dos deficientes 2010
Propostas da conferencia dos deficientes 2010
 
Acessibilidade, legislação e potencial das PcD
Acessibilidade, legislação e potencial das PcDAcessibilidade, legislação e potencial das PcD
Acessibilidade, legislação e potencial das PcD
 
Cartilha de inclusão no trabalho
Cartilha de inclusão no trabalhoCartilha de inclusão no trabalho
Cartilha de inclusão no trabalho
 
Acessibilidade como Fator de Inovação - Intercon 2009 - Imasters
Acessibilidade como Fator de Inovação - Intercon 2009 - ImastersAcessibilidade como Fator de Inovação - Intercon 2009 - Imasters
Acessibilidade como Fator de Inovação - Intercon 2009 - Imasters
 
Cartilha de Acessibilidade na Web - Fascículo I - 2013
Cartilha de Acessibilidade na Web - Fascículo I - 2013Cartilha de Acessibilidade na Web - Fascículo I - 2013
Cartilha de Acessibilidade na Web - Fascículo I - 2013
 
Promovendo Acessibilidade Espacial nos Edifícios Públicos
Promovendo Acessibilidade Espacial nos Edifícios PúblicosPromovendo Acessibilidade Espacial nos Edifícios Públicos
Promovendo Acessibilidade Espacial nos Edifícios Públicos
 
Manual de Acessibilidade Espacial Para Escolas
Manual de Acessibilidade Espacial Para EscolasManual de Acessibilidade Espacial Para Escolas
Manual de Acessibilidade Espacial Para Escolas
 
Nbr 9050 exemplificada acessibilidade-1
Nbr 9050 exemplificada   acessibilidade-1Nbr 9050 exemplificada   acessibilidade-1
Nbr 9050 exemplificada acessibilidade-1
 
Mobilidade e Acessibilidade Urbana
Mobilidade e Acessibilidade UrbanaMobilidade e Acessibilidade Urbana
Mobilidade e Acessibilidade Urbana
 
Acessibilidade
AcessibilidadeAcessibilidade
Acessibilidade
 
Acessibilidade
AcessibilidadeAcessibilidade
Acessibilidade
 
Acessibilidade
AcessibilidadeAcessibilidade
Acessibilidade
 
Meios de comunicação
Meios de comunicaçãoMeios de comunicação
Meios de comunicação
 

Semelhante a Apresentação do Projeto Inclusão Eficiente

Grupo de reflexão eSkills (Fórum da Arrábida - APDSI)
Grupo de reflexão eSkills (Fórum da Arrábida - APDSI)Grupo de reflexão eSkills (Fórum da Arrábida - APDSI)
Grupo de reflexão eSkills (Fórum da Arrábida - APDSI)Luis Borges Gouveia
 
Internacionalização de negócios: Expansão das PME ao mercado externo
Internacionalização de negócios: Expansão das PME ao mercado externoInternacionalização de negócios: Expansão das PME ao mercado externo
Internacionalização de negócios: Expansão das PME ao mercado externoAdhemar Garcia Neto
 
20180504-ppt-roda-precisamos-falar-sobre-deficiência-na-GP.pptx
20180504-ppt-roda-precisamos-falar-sobre-deficiência-na-GP.pptx20180504-ppt-roda-precisamos-falar-sobre-deficiência-na-GP.pptx
20180504-ppt-roda-precisamos-falar-sobre-deficiência-na-GP.pptxHelanyodePadua
 
XXVII Fórum Estadual de Gestão - Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
XXVII Fórum Estadual de Gestão - Porto Alegre - Rio Grande do Sul - BrasilXXVII Fórum Estadual de Gestão - Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
XXVII Fórum Estadual de Gestão - Porto Alegre - Rio Grande do Sul - BrasilJuliano Rodrigues
 
Techmining e Expertise Location: gestão estratégica do conhecimento organizac...
Techmining e Expertise Location: gestão estratégica do conhecimento organizac...Techmining e Expertise Location: gestão estratégica do conhecimento organizac...
Techmining e Expertise Location: gestão estratégica do conhecimento organizac...Roberto C. S. Pacheco
 
Apresentação - Planejamento Estratégico
Apresentação - Planejamento EstratégicoApresentação - Planejamento Estratégico
Apresentação - Planejamento Estratégicomarcoadetec
 
Desafios e certezas para o Capital Humano e Intelectual na Administração Pública
Desafios e certezas para o Capital Humano e Intelectual na Administração PúblicaDesafios e certezas para o Capital Humano e Intelectual na Administração Pública
Desafios e certezas para o Capital Humano e Intelectual na Administração PúblicaLuis Borges Gouveia
 
Uso de rea nas universidades corporativas do serpro caixa e correios oportu...
Uso de rea nas universidades corporativas do serpro caixa e correios   oportu...Uso de rea nas universidades corporativas do serpro caixa e correios   oportu...
Uso de rea nas universidades corporativas do serpro caixa e correios oportu...Denise Paulsen
 
Presentazione maria cristinamilani mdic pt
Presentazione maria cristinamilani mdic ptPresentazione maria cristinamilani mdic pt
Presentazione maria cristinamilani mdic ptBrasil_Proximo
 
Guia do-mercado-laboral-2016-hays-portugal
Guia do-mercado-laboral-2016-hays-portugalGuia do-mercado-laboral-2016-hays-portugal
Guia do-mercado-laboral-2016-hays-portugalHenrique dos Santos
 
A Relacao entre as Cadeias Globais de Valor e o Desenvolvimiento Economico Lo...
A Relacao entre as Cadeias Globais de Valor e o Desenvolvimiento Economico Lo...A Relacao entre as Cadeias Globais de Valor e o Desenvolvimiento Economico Lo...
A Relacao entre as Cadeias Globais de Valor e o Desenvolvimiento Economico Lo...FOMINDEL
 
Challenges for a Latin American Community in HCI - Sigchi
Challenges for a Latin American Community in HCI - SigchiChallenges for a Latin American Community in HCI - Sigchi
Challenges for a Latin American Community in HCI - SigchiUNIFOR E UECE
 
catalogo_de_cursos_ufiec_final.pdf
catalogo_de_cursos_ufiec_final.pdfcatalogo_de_cursos_ufiec_final.pdf
catalogo_de_cursos_ufiec_final.pdfUilson Nunnes
 
Prof. Perussi - Aula Inaugural
Prof. Perussi - Aula InauguralProf. Perussi - Aula Inaugural
Prof. Perussi - Aula Inauguralauspin
 
CURSO SPEND ANALYSIS - 20 e 21 / MAIO/ 2016
CURSO SPEND ANALYSIS - 20 e 21 / MAIO/ 2016CURSO SPEND ANALYSIS - 20 e 21 / MAIO/ 2016
CURSO SPEND ANALYSIS - 20 e 21 / MAIO/ 2016Cilene Bim
 
V Conferência Estadual de CT&I de Santa Catarina - Experiência de gestão públ...
V Conferência Estadual de CT&I de Santa Catarina - Experiência de gestão públ...V Conferência Estadual de CT&I de Santa Catarina - Experiência de gestão públ...
V Conferência Estadual de CT&I de Santa Catarina - Experiência de gestão públ...Roberto C. S. Pacheco
 
Formação para a inclusão
Formação para a inclusãoFormação para a inclusão
Formação para a inclusãomtdsequeira
 

Semelhante a Apresentação do Projeto Inclusão Eficiente (20)

Grupo de reflexão eSkills (Fórum da Arrábida - APDSI)
Grupo de reflexão eSkills (Fórum da Arrábida - APDSI)Grupo de reflexão eSkills (Fórum da Arrábida - APDSI)
Grupo de reflexão eSkills (Fórum da Arrábida - APDSI)
 
Internacionalização de negócios: Expansão das PME ao mercado externo
Internacionalização de negócios: Expansão das PME ao mercado externoInternacionalização de negócios: Expansão das PME ao mercado externo
Internacionalização de negócios: Expansão das PME ao mercado externo
 
20180504-ppt-roda-precisamos-falar-sobre-deficiência-na-GP.pptx
20180504-ppt-roda-precisamos-falar-sobre-deficiência-na-GP.pptx20180504-ppt-roda-precisamos-falar-sobre-deficiência-na-GP.pptx
20180504-ppt-roda-precisamos-falar-sobre-deficiência-na-GP.pptx
 
XXVII Fórum Estadual de Gestão - Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
XXVII Fórum Estadual de Gestão - Porto Alegre - Rio Grande do Sul - BrasilXXVII Fórum Estadual de Gestão - Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
XXVII Fórum Estadual de Gestão - Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
 
Techmining e Expertise Location: gestão estratégica do conhecimento organizac...
Techmining e Expertise Location: gestão estratégica do conhecimento organizac...Techmining e Expertise Location: gestão estratégica do conhecimento organizac...
Techmining e Expertise Location: gestão estratégica do conhecimento organizac...
 
Apresentação - Planejamento Estratégico
Apresentação - Planejamento EstratégicoApresentação - Planejamento Estratégico
Apresentação - Planejamento Estratégico
 
Desafios e certezas para o Capital Humano e Intelectual na Administração Pública
Desafios e certezas para o Capital Humano e Intelectual na Administração PúblicaDesafios e certezas para o Capital Humano e Intelectual na Administração Pública
Desafios e certezas para o Capital Humano e Intelectual na Administração Pública
 
Uso de rea nas universidades corporativas do serpro caixa e correios oportu...
Uso de rea nas universidades corporativas do serpro caixa e correios   oportu...Uso de rea nas universidades corporativas do serpro caixa e correios   oportu...
Uso de rea nas universidades corporativas do serpro caixa e correios oportu...
 
Resultados do Programa DI 2012/13
Resultados do Programa DI 2012/13Resultados do Programa DI 2012/13
Resultados do Programa DI 2012/13
 
Presentazione maria cristinamilani mdic pt
Presentazione maria cristinamilani mdic ptPresentazione maria cristinamilani mdic pt
Presentazione maria cristinamilani mdic pt
 
Guia do-mercado-laboral-2016-hays-portugal
Guia do-mercado-laboral-2016-hays-portugalGuia do-mercado-laboral-2016-hays-portugal
Guia do-mercado-laboral-2016-hays-portugal
 
A Relacao entre as Cadeias Globais de Valor e o Desenvolvimiento Economico Lo...
A Relacao entre as Cadeias Globais de Valor e o Desenvolvimiento Economico Lo...A Relacao entre as Cadeias Globais de Valor e o Desenvolvimiento Economico Lo...
A Relacao entre as Cadeias Globais de Valor e o Desenvolvimiento Economico Lo...
 
Challenges for a Latin American Community in HCI - Sigchi
Challenges for a Latin American Community in HCI - SigchiChallenges for a Latin American Community in HCI - Sigchi
Challenges for a Latin American Community in HCI - Sigchi
 
Inovação no Setor Público
Inovação no Setor PúblicoInovação no Setor Público
Inovação no Setor Público
 
catalogo_de_cursos_ufiec_final.pdf
catalogo_de_cursos_ufiec_final.pdfcatalogo_de_cursos_ufiec_final.pdf
catalogo_de_cursos_ufiec_final.pdf
 
Prof. Perussi - Aula Inaugural
Prof. Perussi - Aula InauguralProf. Perussi - Aula Inaugural
Prof. Perussi - Aula Inaugural
 
CURSO SPEND ANALYSIS - 20 e 21 / MAIO/ 2016
CURSO SPEND ANALYSIS - 20 e 21 / MAIO/ 2016CURSO SPEND ANALYSIS - 20 e 21 / MAIO/ 2016
CURSO SPEND ANALYSIS - 20 e 21 / MAIO/ 2016
 
V Conferência Estadual de CT&I de Santa Catarina - Experiência de gestão públ...
V Conferência Estadual de CT&I de Santa Catarina - Experiência de gestão públ...V Conferência Estadual de CT&I de Santa Catarina - Experiência de gestão públ...
V Conferência Estadual de CT&I de Santa Catarina - Experiência de gestão públ...
 
Contabilidade primavera-software
Contabilidade primavera-softwareContabilidade primavera-software
Contabilidade primavera-software
 
Formação para a inclusão
Formação para a inclusãoFormação para a inclusão
Formação para a inclusão
 

Último

Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdfApostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdflbgsouza
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEblogdoelvis
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilMariaHelena293800
 
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfMarcianaClaudioClaud
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdfaulasgege
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfCarolineNunes80
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisIlda Bicacro
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteLeonel Morgado
 
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescenteAbuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescenteIpdaWellington
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSPedroMatos469278
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasMonizeEvellin2
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxIlda Bicacro
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...Manuais Formação
 
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdfLindinhaSilva1
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é precisoMary Alvarenga
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitlerhabiwo1978
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAbdLuxemBourg
 
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024azulassessoria9
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"Ilda Bicacro
 

Último (20)

Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdfApostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescenteAbuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 

Apresentação do Projeto Inclusão Eficiente

  • 2. A verdadeira integração transcende a empregabilidade
  • 3. Escopo da apresentação 1. O cenário da exclusão no Brasil – Números – Programas inclusivos 2. O Projeto Inclusão Eficiente – Histórico – Objetivos – Estrutura 3. Ações realizadas e planejamento
  • 4. 1. O cenário da exclusão no Brasil 2. O Projeto Inclusão Eficiente 3. Ações realizadas e planejamento 1. O cenário da exclusão no Brasil 1. O cenário da exclusão no Brasil
  • 5. Visual 48.1% Física e motora 27.1% Auditiva 16.6% Mental 8.2% O cenário da exclusão no Brasil • Números censitários: • Estratificação por tipo de deficiência: Censo IBGE 2000 Censo IBGE 2010 População (milhôes) 24,6 45,6 % população nacional 14,50% 23,91% Fonte: Censo IBGE 2000 e 2010 Fonte: Censo IBGE 2000
  • 6. Panorama geral: Lei de cotas • Lei de Cotas (Lei 8.213 / 91): parte do quadro das empresas com 100 ou mais funcionários deve ser dedicado à trabalhadores reabilitados do INSS ou pessoas com deficiência: Número de funcionários Cota (%) De 101 a 200 2% De 201 a 500 3% De 501 a 1000 4% De 1001 em diante 5%
  • 7. Panorama geral: fiscalização do ministério do trabalho • A fiscalização mais contundente sobretudo a partir de 2006 vem contribuindo para crescente contratação de PCD. Fonte: Ministério do Trabalho e Emprego, 2010
  • 8. Panorama geral: a perspectiva corporativa • 2010 terminou com 306 mil trabalhadores com deficiência em atividade no Brasil. • Quase a metade do total foi contratada nos últimos 5 anos. • No estado de São Paulo, março de 2011 havia 3.017 vagas de trabalho cadastradas no Programa de Apoio à Pessoa com Deficiência (PADEF). • Apenas na região de Campinas estavam 280 destas vagas.
  • 9. Panorama geral: a perspectiva corporativa • De forma unânime, as empresas apresentam grande dificuldade em preencher as quotas exigidas. • Dificuldades encontradas: Acessibilidade: falta de adequação estrutural Despreparo do gestor Postura/comportamento dos demais colaboradores Vagas pouco convidativas e que propiciam pouca integração Qualificação e disponibilidade de mão de obra nas regiões de grande concentração produtiva Falta de quadro disponível
  • 10. Cenário da pessoa com deficiência no Brasil Programas governamentais correlatos • Marco legal: – Lei de Cotas (Lei 8.213/91) – Lei da Acessibilidade (Decreto-lei 5.296/04) – Plano Viver Sem Limites - Programa Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência: R$7,6 bilhões até 2014 • Projetos de inclusão • Apoio à tecnologia assistiva. – Flexibilização para retomada do BPC – Flexibilização para conciliação do BPC e remuneração ao menor aprendiz
  • 11. Envelhecimento do Brasil Pirâmide etária revelando “bônus demográfico atual” e perspectiva de envelhecimento populacional com infraestrutura e sistema previdenciário deficitários.
  • 12. Panorama geral Respaldo normativo (Lei 8.213 / 91) Efetividade da fiscalização do Ministério do Trabalho Necessidade corporativa com múltiplas empresas na RMC Abundância de instituições de ensino e capacitação técnica Programas governamentais de apoio à PCD Multiplicidade de PCDs necessitando maior engajamento e inserção Diagnóstico: Falta maior coordenação e integração das diferentes esferas, além de um trabalho mais proativo junto à PCD. EmpresasPCD Instituições de Ensino
  • 13. 2. O Projeto Inclusão Eficiente2. O Projeto Inclusão Eficiente 3. Ações realizadas e planejamento 2. O Projeto Inclusão Eficiente 1. O cenário da exclusão no Brasil
  • 15. Missão Visão Valores Inclusão social de grupos selecionados a partir do incentivo, capacitação e inserção profissional, articulando academia, institutos de reabilitação, empresas e comunidade.
  • 16. Salvaguardar maior independência e bem estar mediante a capacitação intelectual para uma profícua inclusão profissional e social. Missão Visão Valores
  • 17. Crença na potencialidade do conhecimento para uma efetiva inclusão, auto realização e autonomia corroboradas pela mais sólida integração profissional. Visão multidimensional e pragmática para promoção de um melhor alinhamento entre as necessidades educacionais e corporativas. Missão Visão Valores
  • 18. Esferas de ação / diferencial da ideia proposta Instituições de ensino e reabilitação Empresas contratantes Instituições de tratamento e ensino Captar Capacitar Integrar Esfera de ação do projeto
  • 19. Captação Capacitação Integração • Trabalho junto a instituições de tratamento de PCD e idosos da região. • Divulgação em clínicas, hospitais e consultórios. • Indicação de conhecidos. • Divulgação gratuita na mídia regional. • Website • Workshops e eventos
  • 20. • Capacitação da pessoa com deficiência/idoso e mantenedores: – Capacitação técnica (vinculado a instituições de ensino e escolas técnicas). – Trabalho psicológico / motivacional. – Encaminhamento para tratamento médico terapêutico específico. – Acompanhamento contínuo (mesmo após integração). • Capacitação da empresa contratante: – Conscientização e treinamento dos gestores e colaboradores. – Análise de acessibilidade. Captação Capacitação Integração
  • 21. • Módulos individuais • Oficinas • Cursos sequenciais • Cursos de nivelamento • Integração universitária • Perspectiva de vinculação: – Programa municipal de qualificação da prefeitura de Campinas. – Cursos profissionalizantes do sistema S de ensino (Sesi, Senai, Sebrae) Captação Capacitação Integração
  • 22. Alguns dos módulos oferecidos: • Administração geral – Técnicas de administração – Secretariado – Empreendedorismo e elaboração de plano de negócios • Economia – Fundamentos de economia • Ciclo de palestras – Economia doméstica e planejamento financeiro – Meio ambiente – Qualidade de vida no trabalho • Comércio exterior – Introdução ao comércio exterior Captação Capacitação Integração • Contabilidade – Contabilidade básica • Expressão e atitude – Oratória e técnicas de conversação – Ética, atitude e trabalho em equipe – Criatividade e resolução de problemas • Informática – Internet – Informática básica
  • 23. Alguns dos módulos oferecidos: • Logística – Logística básica – Cadeia de suprimentos – Técnicas de armazenagem – Gestão de transporte – Logística Reversa • Produção e operações – Organização do trabalho – Boas práticas operacionais Captação Capacitação Integração • Recursos humanos – Introdução a recursos humanos – RH / Departamento pessoal • Vendas / marketing – Atendimento ao cliente – Telemarketing – Técnicas de atendimento – Técnicas de vendas – Gestão de vendas – Marketing básico – Vendas / marketing – Pesquisa de Mercado
  • 24. • Disciplinas exatas – Matemática básica – Matemática para engenharia – Estatística – Física básica – Química básica • Comunicação, oratória e línguas – Português – Inglês – Francês – Espanhol – Mandarim – Oratória – Comunicação empresarial Captação Capacitação Integração • Específicos – Contabilidade geral – Noções básicas de direito do consumidor – Calculadora financeira HP 12c – Calculadora gráfica HP 49 • Informática e programação – Excel – Introdução ao Linux – Lógica de programação – Algoritmos – Fundamentos de redes Cursos de reforço/nivelamento (PROE)
  • 25. • Criação de banco de vagas e currículos no website do projeto. • Empregabilidade: – Junto a grandes empresas da região; – Por intermédio de empresas de recursos humanos; – Capacitação empreendedora. • Manter o acompanhamento com a pessoa integrada. • Desenvolver um ranking das melhores empresas da região para empregabilidade de PCD. Captação Capacitação Integração
  • 26. Benefícios trazidos Comunidade integrada e família Meios de capacitação Empresas contratantes Setor público
  • 28. • 3 coordenadores administrativos • 2 coordenadores pedagógicos – Coordenação Acadêmica do Grupo Terceira Idade (CAG-TI) – Coordenação Acadêmica do Grupo Pessoas com Deficiência (CAG-PCD) • Corpo docente voluntário • 1 psicólogo • 1 assistente social • Quadro administrativo – Jurídico – Atendimento geral • 10 estudantes voluntários Equipe Voluntários Parceiros Estrutura de trabalho
  • 29. Equipe Voluntários Parceiros • Busca de parcerias com: – Instituições de ensino profissionalizante – Instituições de reabilitação – Empresas patrocinadoras Estrutura de trabalho
  • 30. 3. Ações realizadas e planejamento3. Ações realizadas e planejamento 3. Ações realizadas e planejamento 1. O cenário da exclusão no Brasil 2. O Projeto Inclusão Eficiente
  • 31. Cronograma jan fev mar abr mai jun jul ago set out nov dez Startup do projeto (ideação) Aproximação com empresas Encontro de Gestores de R.H. Aproximação com centros de reabilitação Vínculo com a Sife Parceria com a faculdade Policamp Competição nacional Sife Seleção de voluntários Policamp Curso - Fundo Social de Solidariedade (Itatiba) Cursos e palestras - Centro Cultural Louis Braille Patrocínio para construção de sala adaptada (Porto Seguro) Construção de portal (web) Incorporação do Centro Educacional do Idoso Competição Wall Mart Organização institucional e organograma operacional Institucionalização de OSCIP 1º Workshop de Inclusão 2011
  • 32. Agências e profissionais de recrutamento e seleção Aproximação com empresas Fev-Dez / 2011 Encontro de Gestores de RH
  • 33. Vínculo com a ONG internacional SIFE Abril / 2011 Universidade EmpresasComunidade • Engajamento estudantil (causas sociais) • Estímulo ao voluntariado – Inicialmente: 4 estudantes – Atualmente: 10 estudantes • Apoio multidisciplinar
  • 34. Visitas a instituições (Boldrini) Fundo Social de Solidariedade Itatiba Centro de Fisioterapia Itatiba Associação Pestalozzi Instituto Educacional Prof. Maria C. A. Toledo Instituto Campineiro dos Cegos Trabalhadores Abr-Dez / 2011
  • 35. Parceria com a Policamp • Agregação de docentes • Estrutura, biblioteca e laboratórios • Certificação dos cursos ministrados • Oferta de cursos de nivelamento • Integração universitária • Projeto “sala especial” Abril / 2011
  • 38. Curso de Atendimento (Fundo Social de Solidariedade – Itatiba-SP) Cursos e palestras de capacitação Out - Dez / 2011 Palestras: Qualidade de Vida no trabalho Meio Ambiente (Centro Cultural Louis Braille – Campinas – SP)
  • 39. Desenvolvimento de website Novembro / 2011 Domínio já adquirido: www.inclusaoeficiente.org.br
  • 40. Patrocínio para Construção da Sala Adaptada • Acessibilidade estrutural • Datashow • Materiais pedagógicos adequados • Leitores de tela para deficientes visuais • Curso de LIBRAS para docentes • Recursos de informática adaptados Novembro / 2011
  • 41. Incorporação do Centro Educacional do Idoso • Ampliação da área de atuação do projeto – Programa vida saudável em foco – Programa de atividades físico-esportivas – Programa didático cultural – Programa cinema e educação – Programa de práticas sociocognitivas • Oficina culinária • Oficina elétrica-mecânica-hidráulica • Oficina de estética – Programa de atividades artísticas e culturais – Programa saúde e bem estar • Acompanhamento neuro-psicológico e coordenação pedagógica (Dra. Elisandra Vilella Sé) Novembro / 2011
  • 42. Engajamento com programa de capacitação de mulheres Dezembro / 2011
  • 43. 1º Workshop de Inclusão Dezembro / 2011
  • 44. Planejamento 2012 jan fev mar abr mai jun jul ago set out nov dez Institucionalização de OSCIP Formalização de parcerias com instituições de reabilitação Formalização de parcerias com empresas Calendário letivo 2012 Seleção de voluntários Policamp Competição nacional Sife 2012 Aproximação com programas municipais/governamentais Aproximação FEF Unicamp Acompanhamento de programas de integração profissional Parceria com instituição de ensino profissionalizante 2º Workshop de Inclusão 2012
  • 45. Contatos • E-mail: – ong.inclusao.eficiente@gmail.com • Website: – http://www.inclusaoeficiente.org/ • Acompanhe-nos no Facebook: – http://www.facebook.com/sifepolicamp • Siga-nos no Twitter: – @InclusEficiente