MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CULTURA                        PROGRAMA NACIONAL DE TECNOLOGIA                               PROI...
O COMPUTADOR COMORECURSO TECNOLÓGICOPARA INSTIGAR AMOTIVAÇÃO NAAPRENDIZAGEM
A TECNOLOGIA DA EDUCAÇÃO COMO AUTO          CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO          INTERDEPENDÊNCIA AUTO-ORGANIZAÇÃO         ...
O BLOG É UMA FERRAMENTA DIFERENTE, COM POTENCIAL PARA REINVENTAR O TRABALHO  PEDAGÓGICO, CONSTRUIR REDES SOCIAIS E REDES D...
RELAÇÃO ENTRE O PROFESSOR E AS      NOVAS TECNOLOGIASNa construção do conhecimento doaluno, o professor assume o papel dom...
OS PAIS DEVEM SER UMA FONTE DEINFORMAÇÃO PARA SEUS FILHOS, E NÃOAPENAS O GOOGLE
A TECNOLOGIA E A EDUCAÇÃO ESPECIAL• As Tecnologias da Informação  e da Comunicação vem se  tornando, cada vez mais,  instr...
A comunicação é umprocesso contínuo, queocorre ao longo de todasas atividades diárias.A comunicação ampliada alternativa é...
Os recursos de baixatecnologia são pranchasde comunicação,construídas comsimbologia gráfica(desenho representativode ideia...
Os recursos de altatecnologia, como osvocalizadores, que sãopranchas com voz sinteti-zada (em que o texto étransformado el...
Alguns avanços da tecnologiasão encontrados na comuni-cação interpessoal (sistemasCAA - comunicação ampliadaalternativa- c...
Há uma grande variedade de materiais erecursos pedagógicos que podem serutilizados para o trabalho na Sala deRecursos Mult...
jogos - os jogos pedagógicos que valorizam os aspectoslúdicos, a criatividade e o desenvolvimento deestratégias de lógica ...
livros digitais- livros didáticos e paradidáticos impressos em letraampliada, em Braille, digitais em Libras, livros dehis...
AVALIAÇÃOQUANDO FALAMOS EM TECNOLOGIAS, ÉNECESSÁRIO QUE NÓS, PROFESSORES,TENHAMOS ABERTURA E FLEXIBILIDADE PARAREAVALIAR A...
PROCURAR ADAPTAR A AULA PARA O USO DASFERRAMENTAS QUE AS TECNOLOGIAS NOS OFERECEMAPROXIMA O EDUCADOR DO EDUCANDO, POIS OSM...
O PRODUTO FINAL DOS TRABALHOSREALIZADOS COM O USO DASFERRAMENTAS DAS NOVASTECNOLOGIAS, NOS APRESENTARAM,ATÉ O MOMENTO UM S...
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICASDEMO, Pedro. Questões para Teleducação. Petrópolis, RJ: Vozes, 1998. 365p.FREIRE, Paulo. Pedagog...
Grupo e seus respectivos contatos:             incluirdigital@gmail.comDennis Brandão Monte Pires - profdennis@uol.com.br ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O COMPUTADOR COMO RECURSO TECNOLÓGICO PARA INSTIGAR A MOTIVAÇÃO NA APRENDIZAGEM

2.529 visualizações

Publicada em

APRESENTAÇÃO DO GRUPO DE PESQUISA PARA O CURSO DE INTEGRAÇÃO À EDUCAÇÃO DIGITAL

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CULTURA
PROGRAMA NACIONAL DE TECNOLOGIA
PROINFO INTEGRADO
 
 PROJETO DE PESQUISA E APRENDIZAGEM

Publicada em: Educação
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.529
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
844
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
16
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O COMPUTADOR COMO RECURSO TECNOLÓGICO PARA INSTIGAR A MOTIVAÇÃO NA APRENDIZAGEM

  1. 1. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CULTURA PROGRAMA NACIONAL DE TECNOLOGIA PROINFO INTEGRADO CURSO DE INTEGRAÇÃO À EDUCAÇÃO DIGITAL PROJETO DE PESQUISA E APRENDIZAGEMO COMPUTADOR COMO RECURSO TECNOLÓGICO PARA INSTIGAR A IMAGINAÇÃO E A MOTIVAÇÃO NA APRENDIZAGEM AUTORES Claudine Abuharoun Dennis Brandão Monte Pires Lilian Herculano Sonia Kotinda Carvalho Tutora: Profª Jacqueline Arruda Profª Colaboradora: Luciane Collares SÃO PAULO MAIO DE 2012
  2. 2. O COMPUTADOR COMORECURSO TECNOLÓGICOPARA INSTIGAR AMOTIVAÇÃO NAAPRENDIZAGEM
  3. 3. A TECNOLOGIA DA EDUCAÇÃO COMO AUTO CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO INTERDEPENDÊNCIA AUTO-ORGANIZAÇÃO AUTO CRIAÇÃO DIALOGO• Competência é a faculdade de mobilizar um conjunto de recursos cognitivos (saberes, capacidades, informações, etc) para solucionar uma série de situações". (PERRENOUD, 2000)• As 10 novas competências para ensinar: 1) Organizar e dirigir situações de aprendizagem; 2) Administrar a progressão das aprendizagens; 3) Conceber e fazer evoluir os dispositivos de diferenciação; 4) Envolver os alunos em suas aprendizagens e em seu trabalho; 5) Trabalhar em equipe; 6) Participar da administração escolar; 7) Informar e envolver os pais; 8) Utilizar novas tecnologias; 9) Enfrentar os deveres e os dilemas éticos da profissão; 10) Administrar a própria formação
  4. 4. O BLOG É UMA FERRAMENTA DIFERENTE, COM POTENCIAL PARA REINVENTAR O TRABALHO PEDAGÓGICO, CONSTRUIR REDES SOCIAIS E REDES DE SABERES. COM A TECNOLOGIA NA SALA DE AULA, PROFESSORES E ALUNOS TÊM POSSIBILIDADE DE UTILIZAR A LEITURA E ESCRITA PARA ESCREVER E DESCREVER SUAS IDEIAS, COMUNICAR-SE, TROCAR EXPERIÊNCIAS E PRODUZIR TEXTOS, NA CONDIÇÃO DE COMPETENTES LEITORES E ESCRITORES. Fonte://eproinfo Mudanças Paradigmas Educação-Slide 7
  5. 5. RELAÇÃO ENTRE O PROFESSOR E AS NOVAS TECNOLOGIASNa construção do conhecimento doaluno, o professor assume o papel domediador e orientador.- O processo de aprendizagem étrabalhado de maneira equilibrada aorientação intelectual, a emocional ea gerencial (Moran, J., 2000) de ensi-no utilizando as tecnologias digitais,com isso o aluno construirá estruturasmentais que darão suporte para o uso da ferramenta tecnológica em qualquersituação.-O professor, assim, como mediador, facilitador do processo de aprendizagem,faz uso das ferramentas eletrônicas para desenvolver em sua prática pedagógicaas novas tecnologias.FONTE: http://blog:imaginaram.blogspot.com.brhttp://www.webartigos.com/artigos/sociedade-dos-poetas-mortos-interagindo-com-a-pedagogia-de-paulo-freire/66205/
  6. 6. OS PAIS DEVEM SER UMA FONTE DEINFORMAÇÃO PARA SEUS FILHOS, E NÃOAPENAS O GOOGLE
  7. 7. A TECNOLOGIA E A EDUCAÇÃO ESPECIAL• As Tecnologias da Informação e da Comunicação vem se tornando, cada vez mais, instrumentos de inclusão, uma vez que viabilizam a interação do sujeito com o mundo. As Ajudas Técnicas e Tecnologias Assistivas que serão utilizadas têm que partir de um estudo minucioso das necessidades e potencialidades de cada um. Pois têm a finalidade de atender o que é específico dos alunos com necessidades educacionais especiais, buscando recursos e estratégias que favoreçam seu processo de aprendizagem, habilitando-os funcionalmente na realização de tarefas escolares.
  8. 8. A comunicação é umprocesso contínuo, queocorre ao longo de todasas atividades diárias.A comunicação ampliada alternativa é umamodalidade de tecnologia assistiva, queatende às pessoas sem fala ou escritafuncional, ou, ainda, com defasagem entre suanecessidade comunicativa e sua habilidade emfalar e/ou escrever.
  9. 9. Os recursos de baixatecnologia são pranchasde comunicação,construídas comsimbologia gráfica(desenho representativode ideias), fotografias, objetos tridimensionais,letras ou palavras escritas, para expressar seussentimentos e pensamentos.
  10. 10. Os recursos de altatecnologia, como osvocalizadores, que sãopranchas com voz sinteti-zada (em que o texto étransformado eletronicamente em voz) ou gravada(em que as mensagens podem ser gravadas peloparceiro de comunicação), que ajudam acomunicação das pessoas em seu dia a dia. Ou,ainda, os computadores que, com software ehardware especiais, podem se transformar empotentes recursos de comunicação, com vocabulárioilimitado.
  11. 11. Alguns avanços da tecnologiasão encontrados na comuni-cação interpessoal (sistemasCAA - comunicação ampliadaalternativa- com e sem auxílioexterno), mouse adaptado,teclado alternativo (expandidos ou reduzidos,órteses de digitação e ponteiras de cabeça e de boca,softwares com teclados virtuais e síntese de voz.
  12. 12. Há uma grande variedade de materiais erecursos pedagógicos que podem serutilizados para o trabalho na Sala deRecursos Multifuncionais ou até na salade aula regular, entre eles destacam-se:
  13. 13. jogos - os jogos pedagógicos que valorizam os aspectoslúdicos, a criatividade e o desenvolvimento deestratégias de lógica e pensamento; os jogos adaptados, como aqueles confeccionadoscom simbologia gráfica, utilizada nas pranchas decomunicação correspondentes à atividade propostapelo professor;
  14. 14. livros digitais- livros didáticos e paradidáticos impressos em letraampliada, em Braille, digitais em Libras, livros dehistórias virtuais, livros falados; recursos específicoscomo reglete, punção, soroban, guia de assinatura,material para desenho adaptado, lupa manual,calculadora sonora, caderno de pauta ampliada,mobiliário adaptados e muitos outros.
  15. 15. AVALIAÇÃOQUANDO FALAMOS EM TECNOLOGIAS, ÉNECESSÁRIO QUE NÓS, PROFESSORES,TENHAMOS ABERTURA E FLEXIBILIDADE PARAREAVALIAR AS NOSSAS PRÁTICAS EESTRATÉGIAS PEDAGÓGICAS, COM VISTAS APROPICIAR AO ALUNO A CONSTRUÇÃO E ARECONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO. O NOSSOCOMPROMISSO EDUCACIONAL COMOPROFESSOR É JUSTAMENTE SABER O QUÊ,COMO, QUANDO E POR QUE DESENVOLVERDETERMINADAS AÇÕES PEDAGÓGICAS.
  16. 16. PROCURAR ADAPTAR A AULA PARA O USO DASFERRAMENTAS QUE AS TECNOLOGIAS NOS OFERECEMAPROXIMA O EDUCADOR DO EDUCANDO, POIS OSMESMOS PODEM TROCAR MENSAGENS COM DÚVIDAS EINFORMAÇÕES COMPLEMENTARES. ASSIM O ENSINO E AAPRENDIZAGEM GANHAM COM ISSO UM NOVO RITMODINÂMICO E INOVADOR. O ALUNO SENTE-SE VALORIZADOAO VER SUA PESQUISA OU TRABALHO REGISTRADO EDIVULGADO POR MEIO DE FOTOGRAFIAS OU RELATOS EMREDES DE COMPARTILHAMENTO COMO UM BLOG, POREXEMPLO, SENDO COMPARTILHADO E OBSERVADO PELOSCOLEGAS, O QUE TORNA A TROCA DE IDEIAS E ASOCIALIZAÇÃO DO GRUPO CADA VEZ MAIS CONSTANTE,APROXIMANDO TAMBÉM A FAMÍLIA DO EDUCANDO DETODO O PROCESSO .
  17. 17. O PRODUTO FINAL DOS TRABALHOSREALIZADOS COM O USO DASFERRAMENTAS DAS NOVASTECNOLOGIAS, NOS APRESENTARAM,ATÉ O MOMENTO UM SALDO MUITOPOSITIVO.
  18. 18. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICASDEMO, Pedro. Questões para Teleducação. Petrópolis, RJ: Vozes, 1998. 365p.FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia. Saberes necessários à prática educativa. 7ed. SãoPaulo: Paz e Terra, 1998. 159p.MORAN, José Manuel, MASETTO, Marcos T., BEHRENS, Marilda A. Novas tecnologias emediação pedagógica. Campinas, SP: Papirus, 2000. 133p.MORAN, José Manuel. Ensino e aprendizagem inovadores com tecnologias. Artigo disponívelonline http://www.eca.usp.br/prof/moran Consultado em 06/02/2001SETZER, Valdemar W. Uma revisão de argumentos em favor do uso de computadores naeducação elementar. Artigo disponível online http://www.ime.usp.br/~vwsetzer Consultado em30/10/2000.http://www.youtube.com/watch?v=Pz4vQM_EmzI&feature=player_embedded. Acessado em maio de 2012.http://eproinfo Mudanças Paradigmas Educação-Slide 7 Acessado em maio de 2012.http://blog:imaginaram.blogspot.com.br Acessado em maio de 2012.http://www.webartigos.com/artigos/sociedade-dos-poetas-mortos-interagindo-com-a-pedagogia-de-paulo-freire/66205 Acessado em maio de 2012.
  19. 19. Grupo e seus respectivos contatos: incluirdigital@gmail.comDennis Brandão Monte Pires - profdennis@uol.com.br Claudine Abuharoun – claudine_abh@yahoo.com.br Lilian Herculano - lilianherc@hotmail.comSonia Kotinda Carvalho - soniakcarvalho@yahoo.com.br

×