ESTADO DO MARANHAO
SECRETARIA DE ESTADO DE SEGURAN<;A PUBLICA
CORPO DE BOMBEIROS MILITAR
DIRETORIA DE ATIVIDADES TECNICAS
...
determinada em relac;ao ao maior risco a ser protegido (tanques, bacias, area de
risco). Outro fator preponderante eo supr...
Combate a lncendio por Espuma, demonstrando por meios de calculos e
memoriais.
(b) a area ser protegida for dimensionada c...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

ISAS firefighting system approved by Brazilian fire department

329 visualizações

Publicada em

The object of this technical specification one firefighting system for protection of oil storages or sea port facilities that perform hydrocarbon movement. The whole area of a platform of port operations may be protected using three sets each being composed of one ISAS-module 7500 and a middle expansion foam to be selected according to the risk analysis and the area to be protected.

The solution will provide a total volume of 225,000 liters of ME foam monitor, which will be released at a rate of up to 9,000 liters medium expansion foam per second, with a range of up to 100 meters. The system goes into full operation within five seconds after your drive. The figure below shows, graphically, a possible proposal for location and each set coverage radius. For this purpose, three sets of equipment would be used, providing 625,000 liters of medium expansion foam.
www.impulse-storm.com

Publicada em: Engenharia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
329
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
69
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

ISAS firefighting system approved by Brazilian fire department

  1. 1. ESTADO DO MARANHAO SECRETARIA DE ESTADO DE SEGURAN<;A PUBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DIRETORIA DE ATIVIDADES TECNICAS PARECER TECNICO N° 04/2015 Referencia: Proposta de Sistema de Prote9ao a lncendios apresentada pelo Sr. Fabio Scheuensuhl, Diretor da Merco Shopping Maritima LTOA. I - INTRODUCAO: O presente parecer foi confeccionado com base na solicita9ao de analise da Proposta de Sistema de Prote9ao a lncendios apresentada pelo Sr. Fabio Scheuensuhl, Diretor da Merco Shopping Maritima LTDA, CNPJ 00.806.958/0001-74 que e a representante para todo o territ6rio nacional dos produtos de prote9ao e combate a incendio desenvolvidos pela New Impulse Technologies LLC, empresa com sede na Kaluzhskaya Ploshchad, 1,0ffice 271, na cidade de Moscou, Russia. 0 produto apresentado para parecer e o "/SAS - Canhao Monitor de Jato Combinado de Espuma" do qual se solicita analise e emissao de parecer tecnico quanta ao uso dos diversos modelos desse equipamento de prote9ao de incendios nas Classes A e B. II • DESENVOLVIMENTO: 0 sistema apresentado constitui um canhao monitor de jato combinado (agua e espuma) pressurizado por um modulo de auto expansao atraves de uma rea9ao quimica. Conforme o pr6prio fabricante, ainda nao existe, no Brasil, nenhum sistema desse instalado. De acordo com normas brasileiras que versam sobre combate a incendio utilizando espuma (NBR 12615:1992), o item basico para se determinar a eficiencia do sistema de prote9ao ou extim;ao de incendio por espuma mecanica deve ser o fluxo de agua (volume por unidade de tempo) e es vazao de agua
  2. 2. determinada em relac;ao ao maior risco a ser protegido (tanques, bacias, area de risco). Outro fator preponderante eo suprimento de agua, o qual deve ter cobertura minima de 2h para o maior risco dimensionado no projeto, e ainda, o suprimento de agua para OS sistemas de espuma mecanica pode Ser feito com agua doce OU salgada, porem com a necessaria qualidade, de modo que a espuma gerada nao sofra efeitos adversos. Alem disso, todo o dimensionamento deve ser feito obedecendo a parametros tecnicos segundo a NBR 12615:1992, como taxa de aplicac;ao da solw;:ao (Umin/m2 ), a qualidade da espuma (coeficiente de expansao), suprimento de EFE (extrato formador de espuma), tempo minima de descarga (minutos), suprimento de reserva de EFE. Sendo assim, ao se projetar um sistema de prevem;ao e combate a incendio utilizando espuma, e imprescindivel 0 calculo da carga de incendio da area a proteger de acordo com o cenario proposto, para, a partir dai, serem dimensionados os parametros tecnicos mencionados no paragrafo anterior. Ap6s a definic;ao do cenario de combate ao incendio pelo maior risco, o dimensionamento do sistema hidraulico deve levar em considerai;:ao o funcionamento simultaneo de todas as linhas manuais e canh6es monitores necessarios para atender ademanda de agua para o sistema. A quantidade minima de linhas e canhoes monitores deve ser calculada em func;ao da demanda de agua de combate a incendio. Para o calculo do volume do reservat6rio, deve ser considerada a capacidade de armazenamento do maior risco isolado. Ill - CONCLUSAO: Considerando que o Corpo de Bombeiros Militar do Maranhao nao disp6e de aparato tecnico-profissional para realizar testes laboratoriais de qualidade em materiais empregados nas instalai;:oes preventivas; Considerando que ainda nao existe, no Brasil. esse sistema instalado; Fica condicionado a utiliza<;ao do sistema "/SAS- Canhao Monitor de Jato Combinado de Espuma" quando:
  3. 3. Combate a lncendio por Espuma, demonstrando por meios de calculos e memoriais. (b) a area ser protegida for dimensionada com hidrantes, quando necessario, conforme normas, respeitando todos os parametros tecnicos pre- estabelecidos. (c) Ap6s demonstrayao "in loco" do funcionamento do sistema para algum Oficial da Diretoria de Atividades Tecnicas do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhao. Eo parecer. Sao Luis-Ma, 09 de Julho de 2015.

×