SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 8
Baixar para ler offline
Escola Secundária de Casquilhos 
(Des)Igualdade de Género 
Grupo: 
David Alves nº8 
José Ramos nº 13 
Mário Baldé nº16 
Data da realização do Peddy‐paper: 23/11/13 
Data do relatorio : 04/12/13 1
Introdução; 
‐ O nome do posto é Contra‐Relógio, o nosso grupo é constituído por três elementos e com este trabalho temos como objetivo observar e qualificar o desempenho de nove grupos de quatro elementos (duas raparigas e dois rapazes) na tarefa que lhes irá ser concebida. Introduction; ‐ The name of the station is Against the Clock, our group has three elements and with this work we have aimed to observe and describe the performance of nine groups consisting of four elements (two girls and two boys) the task that is required. 
2
Desenvolvimento; 
‐ A nossa actividade consistia em simular a seguinte situação: Os alunos estavam a fazer um trabalho de babysitter com o objectivo de poupar dinheiro para a viagem de finalistas, mas desta vez, tinha‐lhes calhado uma família muito desleixada; 
‐A família deixou‐lhes apenas uma lista de compras “enigmática”, ou seja, o grupo sabia aquilo que tinha de adquirir mas teria de seguir uma pista para adquirir cada coisa; 
‐Apresentamos então, a cada grupo, as seguintes informações: 
3
Procedimento/Regras; 
‐ Aquilo que nós esperaríamos era que cada grupo se dividisse, visto haviam 4 objectos para recolher, os grupos tinham 4 membros, então dava um objecto para cada um! A curiosidade seria de que maneira eles iriam trabalhar… se iriam dividir‐se cada um para seu lado, dois a dois, ou iriam os 4 para o mesmo sítio mas enfim, isso é algo que vamos referir mais a frente no relatório. 
‐O objectivo era muito simples, e visto que só tinham 8 minutos para concluir a prova, optamos por lhes dar pistas fáceis (se bem que alguns grupos, por incrível que pareça, tenham andado um pouco perdidos com a pista “ Primeira letra do Alfabeto”) 
‐Não havia grandes regras a respeitar, os nossos critérios de avaliação basearam‐se mais na organização e no método de trabalho de cada grupo, mas houve um procedimento executado em todos os grupos, que consistia no seguinte: Assim que o grupo chegava, era pedido à pessoa que lesse melhor ( para que depois se percebesse aquilo que se estava a ler na filmagem), que lesse a primeira página (informações acerca do posto) , e de seguida a lista de compras com as respectivas pistas. A partir de aí, começava a contar o tempo, e tinham 8 minutos para regressar ao posto com os 4 objectos. Material necessário; 
‐ 9 Fraldas ‐ 9 Fraldas de pano ‐ 9 Benurons ‐ 9 Pacotes de leite ‐ 1 Cronómetro ‐ 1 Caderno de anotações ‐ 1 Dispositivo de vídeo ‐ 1 Dispositivo fotográfico 
4
Fotos do Posto; 
5
Fotos do Posto; 
6
Discussão; 
‐ Não tivemos dificuldades na preparação da atividade. No início foi complicado porque tivemos várias ideias daquilo que poderíamos fazer, mas depois muitas das coisas que tínhamos pensado em fazer, os outros grupos já iriam fazer. Portanto, baseamo‐nos no conceito base de “peddypapper” e tentamos criar algo que levasse o grupo a ter de trabalhar em equipa, e daí ter surgido esta ideia do “Contra‐Relógio”. ‐ Nós esperávamos que os grupos se atrapalhassem ao início e isso de facto verificou‐ se. Foi interessante verificar que cada grupo optou por métodos de trabalho diferentes. De um modo geral todos distribuíram tarefas, mas alguns só se apercebiam que essa era a melhor forma de trabalhar quando o tempo já estava a acabar e eles ainda só tinham um dos objectos, por terem ido todos para o mesmo sítio. Em relação ao tema do projecto, “(Des)Igualdade de Género”, também foi interessante ver como os grupos trabalhavam nesse aspeto … a maior parte dos grupos trabalhavam dois a dois, os dois rapazes iam para um lado e as duas raparigas para outro. Houve um dos grupos em que isto ocorreu e foi um caos. Basicamente, os rapazes percorreram os sítios todos onde deveriam recolher os objectos e trouxeram‐nos as coisas em tempo record! Mas devido à má organização do grupo e a falta de comunicação, os dois rapazes entregaram‐nos os 4 objetos e depois ninguém sabia onde estavam os restantes membros… e o que aconteceu foi que as duas raparigas deram a volta ao contrário e trouxeram também os 4 objetos (embora tenham demorado o dobro do tempo) e depois os dois rapazes tiveram de voltar atrás e repor os 4 objetos que estavam a mais, para que pudessem concluir a prova...e este foi provavelmente o pior grupo de todos. Por outro lado, tivemos um grupo espectacular! Foi o grupo que mais rapidamente acabou a tarefa, e o seu método de trabalho foi o seguinte: A rapariga que leu as pistas, distribuiu cada um dos objectos requeridos por nós a um dos membros do grupo e ela ficou com o que sobrou, e em cerca de 2 minutos completaram a prova. E estes dois grupos foram os dois “extremos”. ‐ Os restantes grupos trabalharam quase sempre da mesma forma, ao início ficavam um bocado sem saber o que fazer mas rapidamente alguém assumia a liderança do grupo e isso era meio caminho andado para o sucesso. ‐ Visto que a prova teria no máximo 8 minutos, a nossa intenção foi dar pistas muito fáceis para que todos conseguissem no mínimo acabar a prova a tempo, isto porque no nosso posto, aquilo que contava mais na avaliação era a organização e a forma como o grupo trabalhava em conjunto e não tanto se concluíam a prova porque em princípio, não haveria nenhum grupo que não o conseguisse fazer. Se fosse agora, para melhorar o posto apenas faríamos as pistas um pouco mais difíceis para que houvesse uma maior distinção nas avaliações dos grupos. 7
Conclusão; 
‐ Para concluir, todo os membros do grupo contribuíram positivamente na realização da atividade. Este projeto surpreendeu‐nos a todos positivamente, relativamente ao empenho das equipas envolvidas e também ao nosso que estivemos encarregues da realização do peddypapper. Em relação a projectos como este, apoiamos a 100% e que venham mais! É uma forma de unir os estudantes (referimo‐nos àqueles que organizam a actividade e também aos que participaram claro) ainda que inconscientemente, e para além disso, aquilo que faz muita falta hoje em dia nas escolas são atividades dinâmicas que envolvam os jovens e que os façam trabalhar em conjunto, isto algo muito importante e que nos prepara para o futuro. Falando especificamente do tema do projeto, achamos que é um tema oportuno nos dias em que vivemos porque apesar das desigualdades de género estarem a diminuir a um bom ritmo (isto, na nossa opinião e na realidade em que vivemos como é óbvio) elas ainda existem, e o principal responsável por isso é a própria sociedade e é aí que estas actividades têm um papel fundamental na tentativa de eliminar certos preconceitos e algumas ideias pré‐concebidas. Sugerimos que se repitam este tipo de projectos no futuro e teremos todo o prazer em fazer parte deles! Esta atividade foi desenvolvida no âmbito do projecto Comenius “Different cultures, different ideas, the same Human Rights in the voice of young students” 
8

Mais conteúdo relacionado

Destaque

Ocupação antrópica
Ocupação antrópicaOcupação antrópica
Ocupação antrópicaIsabel Lopes
 
Regulação do Património Genético
Regulação do Património GenéticoRegulação do Património Genético
Regulação do Património GenéticoIsabel Lopes
 
Hereditariedade Humana
Hereditariedade HumanaHereditariedade Humana
Hereditariedade HumanaIsabel Lopes
 
Rochas sedimentares classificação detríticas
Rochas sedimentares  classificação detríticasRochas sedimentares  classificação detríticas
Rochas sedimentares classificação detríticasIsabel Lopes
 
Rochas sedimentares - minerais e formação
Rochas sedimentares  - minerais e formaçãoRochas sedimentares  - minerais e formação
Rochas sedimentares - minerais e formaçãoIsabel Lopes
 
II. 3 Os ácidos nucléicos
II. 3 Os ácidos nucléicosII. 3 Os ácidos nucléicos
II. 3 Os ácidos nucléicosRebeca Vale
 
Aula 11 - Ácidos nucleicos - DNA e RNA
Aula 11 - Ácidos nucleicos - DNA e RNAAula 11 - Ácidos nucleicos - DNA e RNA
Aula 11 - Ácidos nucleicos - DNA e RNAFernando Mori Miyazawa
 
Ácidos Nucléicos (DNA e RNA)
Ácidos Nucléicos (DNA e RNA)Ácidos Nucléicos (DNA e RNA)
Ácidos Nucléicos (DNA e RNA)Gabriel Resende
 
Ocupação Antrópica
Ocupação AntrópicaOcupação Antrópica
Ocupação Antrópicaguest50f9e
 

Destaque (12)

sistema hormonal
sistema hormonalsistema hormonal
sistema hormonal
 
Ocupação antrópica
Ocupação antrópicaOcupação antrópica
Ocupação antrópica
 
Regulação do Património Genético
Regulação do Património GenéticoRegulação do Património Genético
Regulação do Património Genético
 
Hereditariedade Humana
Hereditariedade HumanaHereditariedade Humana
Hereditariedade Humana
 
Metamorfismo
MetamorfismoMetamorfismo
Metamorfismo
 
Rochas sedimentares classificação detríticas
Rochas sedimentares  classificação detríticasRochas sedimentares  classificação detríticas
Rochas sedimentares classificação detríticas
 
Rochas sedimentares - minerais e formação
Rochas sedimentares  - minerais e formaçãoRochas sedimentares  - minerais e formação
Rochas sedimentares - minerais e formação
 
II. 3 Os ácidos nucléicos
II. 3 Os ácidos nucléicosII. 3 Os ácidos nucléicos
II. 3 Os ácidos nucléicos
 
Aula 11 - Ácidos nucleicos - DNA e RNA
Aula 11 - Ácidos nucleicos - DNA e RNAAula 11 - Ácidos nucleicos - DNA e RNA
Aula 11 - Ácidos nucleicos - DNA e RNA
 
Ácidos Nucléicos (DNA e RNA)
Ácidos Nucléicos (DNA e RNA)Ácidos Nucléicos (DNA e RNA)
Ácidos Nucléicos (DNA e RNA)
 
Ocupação Antrópica
Ocupação AntrópicaOcupação Antrópica
Ocupação Antrópica
 
Slide Genética
Slide GenéticaSlide Genética
Slide Genética
 

Semelhante a Desigualdade de Género no Contra-Relógio

Relatório posto 3 party & co
Relatório posto 3 party & coRelatório posto 3 party & co
Relatório posto 3 party & coIsabel Lopes
 
Relatorio posto 1 johnson's baby
Relatorio posto 1 johnson's babyRelatorio posto 1 johnson's baby
Relatorio posto 1 johnson's babyIsabel Lopes
 
Método do Projeto (Apresentação)
Método do Projeto (Apresentação)Método do Projeto (Apresentação)
Método do Projeto (Apresentação)Rúben Marques
 
Pauta planejamento sidéia do 1º encontro de orientadores de estudo
Pauta planejamento sidéia do 1º encontro de orientadores de estudoPauta planejamento sidéia do 1º encontro de orientadores de estudo
Pauta planejamento sidéia do 1º encontro de orientadores de estudopactoensinomedioufu
 
I tec radical – equipa banana
I tec radical – equipa bananaI tec radical – equipa banana
I tec radical – equipa bananaRosalia Ribeiro
 
ReutilizarteRelatório
ReutilizarteRelatórioReutilizarteRelatório
ReutilizarteRelatórioguest5523a5
 
I tec radical – equipa banana
I tec radical – equipa bananaI tec radical – equipa banana
I tec radical – equipa bananaRosalia Ribeiro
 
Relatório posto 4 roleplay
Relatório posto 4 roleplayRelatório posto 4 roleplay
Relatório posto 4 roleplayIsabel Lopes
 
Paolo.parise. .arte.de.criar.-.dinamicas.para.grupos.de.jovens
Paolo.parise. .arte.de.criar.-.dinamicas.para.grupos.de.jovensPaolo.parise. .arte.de.criar.-.dinamicas.para.grupos.de.jovens
Paolo.parise. .arte.de.criar.-.dinamicas.para.grupos.de.jovensAriane Mafra
 
O Livro dos Viewpoints - Anne Bogart e Tina Landau
O Livro dos Viewpoints - Anne Bogart e Tina LandauO Livro dos Viewpoints - Anne Bogart e Tina Landau
O Livro dos Viewpoints - Anne Bogart e Tina LandauLenaMarques4
 
Cemepe formarrede cantos_diversificados_kidsmart
Cemepe formarrede cantos_diversificados_kidsmartCemepe formarrede cantos_diversificados_kidsmart
Cemepe formarrede cantos_diversificados_kidsmartErica Frau
 
Ambiente na educacao_infantil___thais_almeida_costa
Ambiente na educacao_infantil___thais_almeida_costaAmbiente na educacao_infantil___thais_almeida_costa
Ambiente na educacao_infantil___thais_almeida_costaMarcia Gomes
 
Roteiro dij maternal
 Roteiro dij   maternal Roteiro dij   maternal
Roteiro dij maternalAlice Lirio
 

Semelhante a Desigualdade de Género no Contra-Relógio (20)

Relatório posto 3 party & co
Relatório posto 3 party & coRelatório posto 3 party & co
Relatório posto 3 party & co
 
Relatorio posto 1 johnson's baby
Relatorio posto 1 johnson's babyRelatorio posto 1 johnson's baby
Relatorio posto 1 johnson's baby
 
Método do Projeto (Apresentação)
Método do Projeto (Apresentação)Método do Projeto (Apresentação)
Método do Projeto (Apresentação)
 
Pauta planejamento sidéia do 1º encontro de orientadores de estudo
Pauta planejamento sidéia do 1º encontro de orientadores de estudoPauta planejamento sidéia do 1º encontro de orientadores de estudo
Pauta planejamento sidéia do 1º encontro de orientadores de estudo
 
I tec radical – equipa banana
I tec radical – equipa bananaI tec radical – equipa banana
I tec radical – equipa banana
 
Relatório oficina
Relatório   oficinaRelatório   oficina
Relatório oficina
 
Relatório oficina
Relatório   oficinaRelatório   oficina
Relatório oficina
 
ReutilizarteRelatório
ReutilizarteRelatórioReutilizarteRelatório
ReutilizarteRelatório
 
I tec radical – equipa banana
I tec radical – equipa bananaI tec radical – equipa banana
I tec radical – equipa banana
 
Relatório posto 4 roleplay
Relatório posto 4 roleplayRelatório posto 4 roleplay
Relatório posto 4 roleplay
 
Paolo.parise. .arte.de.criar.-.dinamicas.para.grupos.de.jovens
Paolo.parise. .arte.de.criar.-.dinamicas.para.grupos.de.jovensPaolo.parise. .arte.de.criar.-.dinamicas.para.grupos.de.jovens
Paolo.parise. .arte.de.criar.-.dinamicas.para.grupos.de.jovens
 
Unidade1 Ativ7
Unidade1 Ativ7Unidade1 Ativ7
Unidade1 Ativ7
 
Sugestão de oficinas
Sugestão de oficinasSugestão de oficinas
Sugestão de oficinas
 
O Livro dos Viewpoints - Anne Bogart e Tina Landau
O Livro dos Viewpoints - Anne Bogart e Tina LandauO Livro dos Viewpoints - Anne Bogart e Tina Landau
O Livro dos Viewpoints - Anne Bogart e Tina Landau
 
Cemepe formarrede cantos_diversificados_kidsmart
Cemepe formarrede cantos_diversificados_kidsmartCemepe formarrede cantos_diversificados_kidsmart
Cemepe formarrede cantos_diversificados_kidsmart
 
Oficina de projetos
Oficina de projetosOficina de projetos
Oficina de projetos
 
Ambiente na educacao_infantil___thais_almeida_costa
Ambiente na educacao_infantil___thais_almeida_costaAmbiente na educacao_infantil___thais_almeida_costa
Ambiente na educacao_infantil___thais_almeida_costa
 
Colegiado
ColegiadoColegiado
Colegiado
 
Colegiado
ColegiadoColegiado
Colegiado
 
Roteiro dij maternal
 Roteiro dij   maternal Roteiro dij   maternal
Roteiro dij maternal
 

Mais de Isabel Lopes

Relatório posto 2 todos diferentes, todos iguais
Relatório posto 2 todos diferentes, todos iguaisRelatório posto 2 todos diferentes, todos iguais
Relatório posto 2 todos diferentes, todos iguaisIsabel Lopes
 
Mapa peddy paper 2013 des-igualdade de género
Mapa peddy paper 2013 des-igualdade de géneroMapa peddy paper 2013 des-igualdade de género
Mapa peddy paper 2013 des-igualdade de géneroIsabel Lopes
 
Inquérito por questionário para avaliação final peddy paper (alunos participa...
Inquérito por questionário para avaliação final peddy paper (alunos participa...Inquérito por questionário para avaliação final peddy paper (alunos participa...
Inquérito por questionário para avaliação final peddy paper (alunos participa...Isabel Lopes
 
Peddy paper students evaluation
Peddy paper students evaluationPeddy paper students evaluation
Peddy paper students evaluationIsabel Lopes
 
Final product stories on children's rights
Final product   stories on children's rightsFinal product   stories on children's rights
Final product stories on children's rightsIsabel Lopes
 
Sistema neuro hormonal - Nervoso
Sistema neuro hormonal - NervosoSistema neuro hormonal - Nervoso
Sistema neuro hormonal - NervosoIsabel Lopes
 
métodos contracetivos
 métodos contracetivos métodos contracetivos
métodos contracetivosIsabel Lopes
 
fecundação, gravidez e início da vida
fecundação, gravidez e início da vida fecundação, gravidez e início da vida
fecundação, gravidez e início da vida Isabel Lopes
 
Reprodução Humana
Reprodução HumanaReprodução Humana
Reprodução HumanaIsabel Lopes
 
Biodiversidade (versão 2012)
Biodiversidade (versão 2012)Biodiversidade (versão 2012)
Biodiversidade (versão 2012)Isabel Lopes
 
Deformação das rochas
Deformação das rochasDeformação das rochas
Deformação das rochasIsabel Lopes
 
Rochas magmáticas
Rochas magmáticasRochas magmáticas
Rochas magmáticasIsabel Lopes
 
Controlo de pragas
Controlo de pragasControlo de pragas
Controlo de pragasIsabel Lopes
 
Rochas sedimentares classificação quimiogénicas
Rochas sedimentares  classificação quimiogénicasRochas sedimentares  classificação quimiogénicas
Rochas sedimentares classificação quimiogénicasIsabel Lopes
 
Rochas sedimentares classificação biogénicas
Rochas sedimentares  classificação biogénicasRochas sedimentares  classificação biogénicas
Rochas sedimentares classificação biogénicasIsabel Lopes
 
Rochas sedimentares minerais, formação e classificação
Rochas sedimentares  minerais, formação e classificaçãoRochas sedimentares  minerais, formação e classificação
Rochas sedimentares minerais, formação e classificaçãoIsabel Lopes
 

Mais de Isabel Lopes (17)

Relatório posto 2 todos diferentes, todos iguais
Relatório posto 2 todos diferentes, todos iguaisRelatório posto 2 todos diferentes, todos iguais
Relatório posto 2 todos diferentes, todos iguais
 
Mapa peddy paper 2013 des-igualdade de género
Mapa peddy paper 2013 des-igualdade de géneroMapa peddy paper 2013 des-igualdade de género
Mapa peddy paper 2013 des-igualdade de género
 
Inquérito por questionário para avaliação final peddy paper (alunos participa...
Inquérito por questionário para avaliação final peddy paper (alunos participa...Inquérito por questionário para avaliação final peddy paper (alunos participa...
Inquérito por questionário para avaliação final peddy paper (alunos participa...
 
Peddy paper students evaluation
Peddy paper students evaluationPeddy paper students evaluation
Peddy paper students evaluation
 
Final product stories on children's rights
Final product   stories on children's rightsFinal product   stories on children's rights
Final product stories on children's rights
 
Sistema neuro hormonal - Nervoso
Sistema neuro hormonal - NervosoSistema neuro hormonal - Nervoso
Sistema neuro hormonal - Nervoso
 
métodos contracetivos
 métodos contracetivos métodos contracetivos
métodos contracetivos
 
fecundação, gravidez e início da vida
fecundação, gravidez e início da vida fecundação, gravidez e início da vida
fecundação, gravidez e início da vida
 
Reprodução Humana
Reprodução HumanaReprodução Humana
Reprodução Humana
 
Biodiversidade (versão 2012)
Biodiversidade (versão 2012)Biodiversidade (versão 2012)
Biodiversidade (versão 2012)
 
Deformação das rochas
Deformação das rochasDeformação das rochas
Deformação das rochas
 
Rochas magmáticas
Rochas magmáticasRochas magmáticas
Rochas magmáticas
 
Controlo de pragas
Controlo de pragasControlo de pragas
Controlo de pragas
 
Rochas sedimentares classificação quimiogénicas
Rochas sedimentares  classificação quimiogénicasRochas sedimentares  classificação quimiogénicas
Rochas sedimentares classificação quimiogénicas
 
Rochas sedimentares classificação biogénicas
Rochas sedimentares  classificação biogénicasRochas sedimentares  classificação biogénicas
Rochas sedimentares classificação biogénicas
 
Enzimas
Enzimas Enzimas
Enzimas
 
Rochas sedimentares minerais, formação e classificação
Rochas sedimentares  minerais, formação e classificaçãoRochas sedimentares  minerais, formação e classificação
Rochas sedimentares minerais, formação e classificação
 

Último

Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...nexocan937
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxJMTCS
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAEdioFnaf
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptAlineSilvaPotuk
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas BrasileirosMary Alvarenga
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLaseVasconcelos1
 
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURACRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURADouglasVasconcelosMa
 
Apreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaApreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaeliana862656
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptxProva de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptxJosAurelioGoesChaves
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxHenriqueLuciano2
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETODouglasVasconcelosMa
 
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxRevolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxHlioMachado1
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfQueleLiberato
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullyingMary Alvarenga
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfmarialuciadasilva17
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...Unidad de Espiritualidad Eudista
 

Último (20)

Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
 
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURACRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
 
Apreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaApreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escrita
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptxProva de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptx
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
 
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxRevolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
 

Desigualdade de Género no Contra-Relógio

  • 1. Escola Secundária de Casquilhos (Des)Igualdade de Género Grupo: David Alves nº8 José Ramos nº 13 Mário Baldé nº16 Data da realização do Peddy‐paper: 23/11/13 Data do relatorio : 04/12/13 1
  • 2. Introdução; ‐ O nome do posto é Contra‐Relógio, o nosso grupo é constituído por três elementos e com este trabalho temos como objetivo observar e qualificar o desempenho de nove grupos de quatro elementos (duas raparigas e dois rapazes) na tarefa que lhes irá ser concebida. Introduction; ‐ The name of the station is Against the Clock, our group has three elements and with this work we have aimed to observe and describe the performance of nine groups consisting of four elements (two girls and two boys) the task that is required. 2
  • 3. Desenvolvimento; ‐ A nossa actividade consistia em simular a seguinte situação: Os alunos estavam a fazer um trabalho de babysitter com o objectivo de poupar dinheiro para a viagem de finalistas, mas desta vez, tinha‐lhes calhado uma família muito desleixada; ‐A família deixou‐lhes apenas uma lista de compras “enigmática”, ou seja, o grupo sabia aquilo que tinha de adquirir mas teria de seguir uma pista para adquirir cada coisa; ‐Apresentamos então, a cada grupo, as seguintes informações: 3
  • 4. Procedimento/Regras; ‐ Aquilo que nós esperaríamos era que cada grupo se dividisse, visto haviam 4 objectos para recolher, os grupos tinham 4 membros, então dava um objecto para cada um! A curiosidade seria de que maneira eles iriam trabalhar… se iriam dividir‐se cada um para seu lado, dois a dois, ou iriam os 4 para o mesmo sítio mas enfim, isso é algo que vamos referir mais a frente no relatório. ‐O objectivo era muito simples, e visto que só tinham 8 minutos para concluir a prova, optamos por lhes dar pistas fáceis (se bem que alguns grupos, por incrível que pareça, tenham andado um pouco perdidos com a pista “ Primeira letra do Alfabeto”) ‐Não havia grandes regras a respeitar, os nossos critérios de avaliação basearam‐se mais na organização e no método de trabalho de cada grupo, mas houve um procedimento executado em todos os grupos, que consistia no seguinte: Assim que o grupo chegava, era pedido à pessoa que lesse melhor ( para que depois se percebesse aquilo que se estava a ler na filmagem), que lesse a primeira página (informações acerca do posto) , e de seguida a lista de compras com as respectivas pistas. A partir de aí, começava a contar o tempo, e tinham 8 minutos para regressar ao posto com os 4 objectos. Material necessário; ‐ 9 Fraldas ‐ 9 Fraldas de pano ‐ 9 Benurons ‐ 9 Pacotes de leite ‐ 1 Cronómetro ‐ 1 Caderno de anotações ‐ 1 Dispositivo de vídeo ‐ 1 Dispositivo fotográfico 4
  • 7. Discussão; ‐ Não tivemos dificuldades na preparação da atividade. No início foi complicado porque tivemos várias ideias daquilo que poderíamos fazer, mas depois muitas das coisas que tínhamos pensado em fazer, os outros grupos já iriam fazer. Portanto, baseamo‐nos no conceito base de “peddypapper” e tentamos criar algo que levasse o grupo a ter de trabalhar em equipa, e daí ter surgido esta ideia do “Contra‐Relógio”. ‐ Nós esperávamos que os grupos se atrapalhassem ao início e isso de facto verificou‐ se. Foi interessante verificar que cada grupo optou por métodos de trabalho diferentes. De um modo geral todos distribuíram tarefas, mas alguns só se apercebiam que essa era a melhor forma de trabalhar quando o tempo já estava a acabar e eles ainda só tinham um dos objectos, por terem ido todos para o mesmo sítio. Em relação ao tema do projecto, “(Des)Igualdade de Género”, também foi interessante ver como os grupos trabalhavam nesse aspeto … a maior parte dos grupos trabalhavam dois a dois, os dois rapazes iam para um lado e as duas raparigas para outro. Houve um dos grupos em que isto ocorreu e foi um caos. Basicamente, os rapazes percorreram os sítios todos onde deveriam recolher os objectos e trouxeram‐nos as coisas em tempo record! Mas devido à má organização do grupo e a falta de comunicação, os dois rapazes entregaram‐nos os 4 objetos e depois ninguém sabia onde estavam os restantes membros… e o que aconteceu foi que as duas raparigas deram a volta ao contrário e trouxeram também os 4 objetos (embora tenham demorado o dobro do tempo) e depois os dois rapazes tiveram de voltar atrás e repor os 4 objetos que estavam a mais, para que pudessem concluir a prova...e este foi provavelmente o pior grupo de todos. Por outro lado, tivemos um grupo espectacular! Foi o grupo que mais rapidamente acabou a tarefa, e o seu método de trabalho foi o seguinte: A rapariga que leu as pistas, distribuiu cada um dos objectos requeridos por nós a um dos membros do grupo e ela ficou com o que sobrou, e em cerca de 2 minutos completaram a prova. E estes dois grupos foram os dois “extremos”. ‐ Os restantes grupos trabalharam quase sempre da mesma forma, ao início ficavam um bocado sem saber o que fazer mas rapidamente alguém assumia a liderança do grupo e isso era meio caminho andado para o sucesso. ‐ Visto que a prova teria no máximo 8 minutos, a nossa intenção foi dar pistas muito fáceis para que todos conseguissem no mínimo acabar a prova a tempo, isto porque no nosso posto, aquilo que contava mais na avaliação era a organização e a forma como o grupo trabalhava em conjunto e não tanto se concluíam a prova porque em princípio, não haveria nenhum grupo que não o conseguisse fazer. Se fosse agora, para melhorar o posto apenas faríamos as pistas um pouco mais difíceis para que houvesse uma maior distinção nas avaliações dos grupos. 7
  • 8. Conclusão; ‐ Para concluir, todo os membros do grupo contribuíram positivamente na realização da atividade. Este projeto surpreendeu‐nos a todos positivamente, relativamente ao empenho das equipas envolvidas e também ao nosso que estivemos encarregues da realização do peddypapper. Em relação a projectos como este, apoiamos a 100% e que venham mais! É uma forma de unir os estudantes (referimo‐nos àqueles que organizam a actividade e também aos que participaram claro) ainda que inconscientemente, e para além disso, aquilo que faz muita falta hoje em dia nas escolas são atividades dinâmicas que envolvam os jovens e que os façam trabalhar em conjunto, isto algo muito importante e que nos prepara para o futuro. Falando especificamente do tema do projeto, achamos que é um tema oportuno nos dias em que vivemos porque apesar das desigualdades de género estarem a diminuir a um bom ritmo (isto, na nossa opinião e na realidade em que vivemos como é óbvio) elas ainda existem, e o principal responsável por isso é a própria sociedade e é aí que estas actividades têm um papel fundamental na tentativa de eliminar certos preconceitos e algumas ideias pré‐concebidas. Sugerimos que se repitam este tipo de projectos no futuro e teremos todo o prazer em fazer parte deles! Esta atividade foi desenvolvida no âmbito do projecto Comenius “Different cultures, different ideas, the same Human Rights in the voice of young students” 8