Fundamentos de UX

629 visualizações

Publicada em

Material utilizado nos workshops do módulo "Fundamentos de UX"no Circuito Oeste de Startups 2015 promovido pelo SEBRAE-PR.

O evento traz uma série de capacitações e eventos para apoiar empreendedores a sair da ideia e construir sua própria startup. Os inscritos recebem apoio técnico, mentorias, consultorias, conhecem outros empreendedores e podem até conseguir um investidor.

Publicada em: Negócios
0 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
629
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
12
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
15
Comentários
0
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Fundamentos de UX

  1. 1. . Consultor em Design Estratégico e de Serviços . Especialista em Experiência do Usuário (UX) . Líder local da Interaction Design Association (IxDA) . Facilitador associado à DesignThinkers Academy Brasil . Associado à Service Design Network . Mentor nacional da Ideation Brasil . Podcaster no Capivalley # C o f f e e # C i n e m a # A r t # C r e a t i v i t y # B o o k s # I n n o v a t i o n # C u l t u r e # A n t h r o p o l o g y # S t a r t u p s
  2. 2. WHAT!?
  3. 3. WHAT!? oqueéEXPERIÊNCIA DOUSUÁRIO?
  4. 4. WARM-UP escreva10coisas sobreoqueé experiênciadousuário 1 MIN
  5. 5. WARM-UP vamosco-criar oconceito
  6. 6. EXPERIÊNCIADOUSUÁRIO?
  7. 7. EXPERIÊNCIADOUSUÁRIO?
  8. 8. EXPERIÊNCIADOUSUÁRIO.
  9. 9. osmúltiplos componentesda usabilidade de Jakob Nielsen
  10. 10. osmúltiplos componentesda usabilidade aprendizagem eficiência lembrança assertividade agradabilidade
  11. 11. WHO!?
  12. 12. WHO!? QUEMÉO USUÁRIO?
  13. 13. inspiração etnográfica conversa em profundidade observação participanteshadowing persona painel do usuário sondagem cultural uso dos serviçosbenchmarking shadowing cenários, atores e regras netnografia
  14. 14. why!?
  15. 15. WHy!? porqueprojetar experiências?
  16. 16. porqueprojetar experiências? a experiência envolve usabilidade, mas é bem mais abrangente
  17. 17. Information Architects, 2009
  18. 18. whereand when!?
  19. 19. whereand when!? qualéocontexto?
  20. 20. qualéocontexto? é importante descobrir particularidades, testar hipóteses e aprender
  21. 21. how!?
  22. 22. how!? comocriaremos boasexperiências?
  23. 23. userexperience naprática samsunglatam
  24. 24. userexperience naprática A Samsung oferece um produto em cada dispositivo chamado Galaxy Gifts, um pacote de benefícios. Os clientes nem sequer sabiam da existência desses benefícios oferecidos e, por isso, quase ninguém usava. cenário problema SAMSUNG LATAM
  25. 25. Ao nos envolvemos no problema do nosso cliente, investigamos suas necessidades. imersão userexperience naprática SAMSUNG LATAM
  26. 26. userexperience naprática SAMSUNG LATAM Fomos a campo conversar com os usuários e os parceiros da Samsung para entender as raízes do problema identificado. pesquisaemPROFUNDIDADE
  27. 27. userexperience naprática SAMSUNG LATAM Levamos os resultados das pesquisas e nossas percepções à Samsung para uma sessão cocriativa de entendimento e ideação. workshopscocriativos
  28. 28. userexperience naprática SAMSUNG LATAM Após diversas sessões de ideação, nossa equipe elaborou um documento com recomendações de criação de novos serviços, melhorias na interface do Galaxy Gifts e até mudanças no posicionamento e oferta de valor. soluçõeserecomendações
  29. 29. userexperience naprática prátil
  30. 30. userexperience naprática PRÁTIL A Prátil é uma empresa do grupo Enel de energia, voltada a criação de novos negócios. Percebendo o mercado de micro, pequenas e médias empresas, detectou-se que poderia auxiliá-las a ter um melhor consumo energético. cenário atuação
  31. 31. userexperience naprática PRÁTIL Fomos a campo, conversando com seus clientes residenciais, comerciantes e até com eletricistas autônomos. pesquisaemprofundidade
  32. 32. userexperience naprática PRÁTIL Foram diversas sessões para que a Prátil se tornasse consciênte das reais necessidades dos seus stakeholders e gerasse percepções e insights de novos serviços. workshopscocriativos
  33. 33. userexperience naprática PRÁTIL As sessões de ideação foram longas e iterativas, para chegar ao melhor modelo. desenhodeserviços enegócios
  34. 34. userexperience naprática PRÁTIL Para testar o serviço, prototipamos o aplicativo chamado de “Eletricista de Confiança” e vamos lançá-lo no mercado para validar o MVP. prototipação
  35. 35. pensando google
  36. 36. comodeveria acontecer
  37. 37. oquerealmente acontece
  38. 38. comodevemos encarar
  39. 39. ousuário nãoéoculpado por Donald Norman
  40. 40. testea/b FERRAMENTA
  41. 41. mapade calor FERRAMENTA
  42. 42. metase conversões FERRAMENTA
  43. 43. análise heurística FERRAMENTA
  44. 44. análise heurística Heurísticas Cognitivas Diálogos com linguagem simples e natural Redução da sobrecarga de memória do usuário Consistência Feedback informativo Controle das ações do sistema Atalhos Boas mensagens de erro Prevenção de erros Ajuda e documentação Heurística Navegacionais Página principal Interface de busca Resultados da busca Navegação global Navegação contextual Criticidade Erro Grave Moderado Leve
  45. 45. cardsorting FERRAMENTA
  46. 46. mapasefluxos FERRAMENTA
  47. 47. wireframes FERRAMENTA
  48. 48. protótipos FERRAMENTA
  49. 49. FIDELIDADE VISUAL ALTA FIDELIDADE NAVEGACIONAL MÉDIA FIDELIDADE FUNCIONAL BAIXA
  50. 50. testede usabilidade FERRAMENTA
  51. 51. Laboratório de Teste de Usabilidade
  52. 52. Example Usability Test with a Paper Prototype https://youtu.be/9wQkLthhHKA
  53. 53. howmuch!?
  54. 54. howmuch!? QUALOESFORÇO QUETEREMOS?
  55. 55. QUALOESFORÇO QUETEREMOS? definir pessoas e estimar tempo
  56. 56. Newsletter Alertbox do Nielsen & Norman Group Artigos “Co-Design” da FastCompany Materiais de aula no Tumblr WebUTFPR da Prof. Claudia Bordin Artigos do Blog de AI e links do UXDesign.cc Recursos e artigos do Design Google aprofunde-seonline
  57. 57. Cursos do DesignThinkers Academy no Sul do Brasil Encontros e atividades locais do IxDA no Brasil Encontros e atividades locais da UXPA no Brasil aprofunde-secomoutraspessoas
  58. 58. israel@lessak.com.br lessak.com.br
  59. 59. hands-on
  60. 60. hands-on expliquemonegócio(pitch) analisemasheurísticasdeumanálogo escolhamatarefaprincipaledesenhemseufluxo desenhemainterfacedessefluxoemwireframes gravemumvídeocomasimulaçãodeuso apresentemovídeodemonstrativodonegócio 1 2 3 4 5 6 3min 20min 10min 40min 5min 1min
  61. 61. hands-on expliquemonegócio(pitch) analisemasheurísticasdeumanálogo escolhamatarefaprincipaledesenhemseufluxo desenhemainterfacedessefluxoemwireframes gravemumvídeocomasimulaçãodeuso apresentemovídeodemonstrativodonegócio 1 2 3 4 5 6 3min 20min 10min 40min 5min 1min
  62. 62. hands-on expliquemonegócio(pitch) analisemasheurísticasdeumanálogo escolhamatarefaprincipaledesenhemseufluxo desenhemainterfacedessefluxoemwireframes gravemumvídeocomasimulaçãodeuso apresentemovídeodemonstrativodonegócio 1 2 3 4 5 6 3min 20min 10min 40min 5min 1min
  63. 63. hands-on expliquemonegócio(pitch) analisemasheurísticasdeumanálogo escolhamatarefaprincipaledesenhemseufluxo desenhemainterfacedessefluxoemwireframes gravemumvídeocomasimulaçãodeuso apresentemovídeodemonstrativodonegócio 1 2 3 4 5 6 3min 20min 10min 40min 5min 1min
  64. 64. hands-on expliquemonegócio(pitch) analisemasheurísticasdeumanálogo escolhamatarefaprincipaledesenhemseufluxo desenhemainterfacedessefluxoemwireframes gravemumvídeocomasimulaçãodeuso apresentemovídeodemonstrativodonegócio 1 2 3 4 5 6 3min 20min 10min 40min 5min 1min
  65. 65. hands-on expliquemonegócio(pitch) analisemasheurísticasdeumanálogo escolhamatarefaprincipaledesenhemseufluxo desenhemainterfacedessefluxoemwireframes gravemumvídeocomasimulaçãodeuso apresentemovídeodemonstrativodonegócio 1 2 3 4 5 6 3min 20min 10min 40min 5min 1min
  66. 66. vencemos!
  67. 67. israel@lessak.com.br lessak.com.br

×