Poster sertã um-olhar-sobre-a-floresta

38 visualizações

Publicada em

"Sertã, um olhar sobre a Sertã"

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Poster sertã um-olhar-sobre-a-floresta

  1. 1. Grupo: Ana Margarida 12ºC, nº2; Ana Mendes 12ºC, nº4; Diogo Matias 12ºC, nº10; Francisco Pereira 12ºC, nº12; Tatiana Vaz 12ºC, nº26; João Costa 11ºC, nº10; Matheus Duarte 11ºC, nº19; Ilda Bicacro (professora) Projeto “Nós Propomos!" Cidadania e Inovação na Educação Geográfica ESCOLA SECUNDÁRIA DA SERTÃ “Sertã: Um olhar sobre a floresta!” Motivação Resultados das entrevistas “Nós Propomos!” Ocupando grande parte da sua área concelhia, a floresta representa para a Sertã, um importante ponto de interesse, a nível económico, – múltiplos postos de trabalho (especialmente produção de madeira) –, cultural - promoção do contacto com a natureza –, e ambiental - preservação da biodiversidade. Consciente deste impacto da floresta e das atividades florestais no concelho, e da importância das mesmas no desenvolvimento e dinâmicas rurais, o grupo considerou pertinente a abordagem do tema. o Reportagens fotográficas; o Pesquisa webgráfica; o Entrevista à Engenheira Cristina Nunes, técnica do Gabinete Florestal; o Entrevistas informais a agricultores locais; o Análise de relatórios e planos sobre a floresta do concelho da Sertã; o Consulta de legislação referente ao ordenamento da floresta. . Metodologia o Criação de um organismo semelhante a uma zona de intervenção florestal (ZIF), no concelho da Sertã, que permita desenvolver uma gestão potenciadora dos espaços, com benefícios económicos, sociais e ambientais; o Criação de um “banco” municipal* que promova a limpeza dos terrenos florestais, especialmente os mais próximos de habitações (contrato entre trabalhadores agrícolas e proprietários). o Desenvolvimento, por parte das entidades municipais, de campanhas de sensibilização que promovam a plantação de espécies mais “amigas do ambiente”. Depois de ouvidos os agricultores, o grupo conclui que maioria dos interrogados afirma que a floresta não está bem aproveitada, nem protegida, devido, em grande parte, à falta de limpeza dos terrenos. Deste problema, surge a sua maior preocupação: os incêndios. Estes, em conjunto com a demora do crescimento das espécies, constituem-se como os principais problemas de exploração da floresta, segundo estes agricultores que reconhecem de maneiras diferentes a rentabilidade das plantações (eucalipto ou pinheiro-bravo).

×