Amostra gratis classicphotos

1.117 visualizações

Publicada em

Publicada em: Esportes, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.117
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
10
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Amostra gratis classicphotos

  1. 1. Os Três Patetas Foi um grupo americano de comédia no séc. 20. Eram conhecidos mais pelo seu nomes artísticos. Larry, Moe e Curly foram a formação mais popular dos patetas. Ficaram famosos por seu estilo extremamente físico e pastelão. O nome e a carreira dos Three Stooges começaram em uma apresentação chamada "Ted Healy and his Stooges". Com Moe e Shemp, só depois Larry Fine entraria no grupo. Shemp largou a trupe em carreira solo. Seu irmão Curly ocupou o lugar. Decidiram seguir carreira sozinhos, assinando com a Columbia Pictures. O grupo esteve ativo durante mais 50 anos e fizeram mais de 190 curtas e longa-metragens em menos de 20 anos, tornando-se recordistas na categoria. Várias tentativas de reformular os 3 patetas foram feitas desde a morte de Larry e Moe. Nenhum outro filme dos Patetas foi realizado desde 1975. Confira esta e outras imagens no site: www.classicphotos.com.br
  2. 2. A Lista de Schindler Nesta semana morreria Oskar Schindler, empresário alemão que inspirou o famoso filme em 1993 de Steven Speilberg, “A Lista de Schindler”. O filme mostra o exército polaco fracassando perante o exército alemão no início da Segunda Guerra Mundial na Europa. Judeus que viviam na Polônia são então transferidos para guetos. Os judeus de todas as partes do país, ricos ou pobres, entram na cidade de Cracóvia e se submetem aos oficiais alemães esperando nas plataformas de trem. Enquanto isso, um imigrante alemão chega a Cracóvia. Oskar Schindler (Liam Neelson) é um homem de negócios sem sucesso da Alemanha, que vai à Polônia com a esperança de usar a abundante força dos judeus e polacos no trabalho de manufatura para o exército alemão. Fingindo concordar com o regime nazista, torna-se amigo do chefe da polícia da cidade e consegue usar a seu favor a mão de obra dos judeus, salvando-os dos campos de concentração e se estabelecendo como um bem sucedido homem de negócios na região. O filme ganhou fama por seu detalhamento gráfico do holocausto. Spielberg recusou receber por sua direção no filme. Considerou que receber pagamento seria um “dinheiro sangrento”. Nomeado para todas as categorias do Oscar, ganhou sete. Confira esta e outras imagens no site: www.classicphotos.com.br
  3. 3. Al Jolson Nessa semana faz 56 anos da morte de Asa Yoelson mais conhecido com “Al Jolson”. Nascido em 26/05/1885, foi cantor e ator e considerado “o maior apresentador de todos os tempos”, é um dos artistas mais populares dos EUA, influenciou atores como Bing Crosby e Eddie Fisher. Filho de pais judeus, começou atuando no teatro em Nova York, onde aprimorou técnicas como a “Cara Preta”, usado para representar os negros que eram proibidos de atuar. Notável pela sua personalidade elétrica, incrível presença de palco e carisma. Sua primeira aparição em filmes foi em “The Jazz Singer”(1927), Seu estilo de atuação marcou a história do cinema tornando-se o primeiro filme com som a tomar um amplo sucesso comercial. Desde então, participou de mais de 80 filmes na carreira. A ator ofereceu a Warner a adaptação da peça “Penny Arcade” para filme e convenceu com muito custo que fosse mantido os atores principais da peça; James Cagney e Joan Blondell alcançaram o estrelato e nunca conheceram pessoalmente seu “padrinho”. Como cantor atingiu marcos surpreendentes. Sua música de assinatura nos shows (Sonny Boy) foi a primeira a atingir mais de 3 milhões cópias na época. Foi o primeiro artista a vender mais de 10 milhões de cópias. Segundo registros da época, Al Jolson só estaria atrás de Bing Crosby, Paul Whiteman, e Guy Lombardo. Morreu de ataque fulminante do miocárdio enquanto jogava cartas aos 64 anos. Em sua homenagem, todas as luzes da Broadway ficaram apagadas por 10 minutos. Seu túmulo é um dos maiores dos EUA contendo quedas d´agua e até um campo de meditação. Confira esta e outras imagens no site: www.classicphotos.com.br
  4. 4. Bem Hur Em agosto de 1906 nascia Robert Surtees, diretor da versão mais conhecida de “Ben Hur” em 1959. Primeiro filme da história do cinema a ganhar 11 Oscars. Feito igualado somente 38 anos depois por “Titanic” em 1997 e depois por “O Senhor dos Anéis” em 2003. Filmado muito antes dos efeitos especiais por computador, demorou mais de três meses para ser completado. Utilizou mais de oito mil figurantes e até hoje o maior set de filmagem já construído: mais de 73 mil m2. A corrida de bigas é considerada uma das melhores cenas de ação já filmadas na história. Considerada a pedra fundamental do cinema moderno. O ator Charlton Heston (Ben-Hur) passou um mês para aprender a andar de biga. Stephen Boyd (Messala) por ter sido contratado de última hora aprendeu as pressas, só teve 14 dias. Confira esta e outras imagens no site: www.classicphotos.com.br
  5. 5. Bruce Lee Nesta semana Bruce Jun Fan Lee faria 64 anos. Nascido em 27/11/1940, foi artista marcial e ator. Considerado ícone mundial dos artistas marciais, é um dos atletas mais importantes do século XX, e também responsável pela criação Jeet Kune Do. Quando criança, entrou em uma briga de rua com o filho de um membro da máfia chinesa em 1959. Preocupado com a segurança do filho, seu pai o enviou para os EUA para viver com um amigo da família. Devido às conexões artísticas de seu pai, Bruce Lee foi um ator infantil em muitos filmes de Hong Kong na década de 50. Seu primeiro papel relevante foi como “Kato” da série de televisão “O Besouro Verde”(66-67). Em 1964, Bruce Lee é apresentado a Chuck Norris durante uma demonstração de artes marciais na Califórnia. Norris tornou-se fã e um dos oponentes de Lee em “O Vôo do Dragão”(1972). A luta contra Norris neste filme é considerada como a melhor cena de artes marciais já filmada. Casou-se no mesmo ano com Linda Emery e teve dois filhos; Brandon Lee e Shannon Lee. O filho mais velho, Brandon, que também foi ator, morreu durante a produção do filme “O Corvo”(1993). Em 1971, sofrendo com o preconceito contra estereótipos de atores asiáticos, voltou para China com a sua família. “O Vôo do Dragão”(1972) e “O Jogo da Morte”(1978) lucraram mais de 30 mil dólares concretizando sua fama. O filme “O Jogo da Morte” começou a ser produzido em 1973, mas devido a sua morte, só foi lançado cinco anos depois chegando a usar cenas reais do funeral do ator, mesclando com a morte do personagem no filme. Bruce Lee morreu aos 33 anos de edema cerebral devido uma alergia a analgésicos. Devido as circunstâncias de sua morte e de seu filho Brandon Lee, alguns estudos indicam o envolvimento da máfia chinesa nos óbitos. Confira essa e outras imagens no site: www.classicphotos.com.br
  6. 6. Carmem Miranda Hoje é o dia nacional do samba, estilo de música que Maria do Carmo Miranda da Cunha cantou e representou. Foi pioneira no intercâmbio artístico latino-americano e responsável por registrar o samba como ritmo brasileiro no exterior. Em 1929 é apresentada ao compositor Josué de Barros. Encantado com o talento da jovem, passa a promovê-la em gravadoras e teatros. Gravou o samba “Não Vá Sim'bora”, o choro “Se O Samba é Moda”, “Triste Jandaia” e “Dona Balbina”. Seu grande sucesso veio a partir de 1930, quando gravou a marcha “Taí”, de Lamartine Babo. Antes do fim do ano, Carmen já era apontada pelo jornal “O Pais” como a maior cantora brasileira. Foi a primeira cantora de rádio a conseguir um contrato, quando o comum era cachê por participação. Em outubro de 33 realiza sua primeira turnê internacional, apresentando-se em Buenos Aires. Carmen ganha o apelido de "Cantora do It" e “A Pequena Notável”. Em 36 faz o filme “Alô, Alô Carnaval”. Durante uma apresentação para o ator Tyrone Power surge a oportunidade de carreira nos EUA. Em 1939 assina um contrato para se apresentar na américa, levando o grupo “Bando da Lua”. Entre 41 e 53 Carmen atuou em 13 filmes e nos mais importantes programas de rádio, televisão, casas noturnas, cassinos e teatros norte-americanos. Em 46, Carmen é a artista mais bem paga de Hollywood. No final de 54, retorna ao Brasil após uma ausência de 14 anos. Em agosto de 55, grava um especial no programa de Jimmy Durante. Sofre um ligeiro desmaio, desequilibra-se e cai, amparada pelo apresentador, mas consegue terminar o número de dança. Depois de receber amigos em sua residência e cantar algumas canções, sobe para seu quarto para dormir. Um ataque cardíaco derruba a cantora. Carmem morreu dia 05/08/55 aos 46 anos e tornou-se ícone instantâneo do samba e do Brasil. Confira essa e outras imagens no site: www.classicphotos.com.br
  7. 7. ZZ TOP Hoje Billy F. Gibbons fundador da banda de rock ZZ TOP faz 57 anos. Além de vocalista, guitarrista e líder de banda, é também compositor e atualmente reverendo de uma igreja nos EUA, chegando até a celebrar casamentos oficiais. Reconhecido por sua barba gigantesca e sonoridade única, Gibbons é famoso por utilizar moedas como palhetas para tocar guitarra. O ZZTOP é uma banda de rock americana que ganhou muito destaque na época de 70 e 80. Formado por Gibbons na guitarra e vocais, Dusty Hill no baixo e vocal e Frank Beard na bateria, tem um som de guitarra distinto e letras satíricas, muitas delas a respeito de mulheres, lugares e eventos do Texas. A banda provavelmente se destaca pelo seu visual diferente. Gibbons e Hill sempre são fotografados com óculos escuros, utilizando sobre-tudo e barbas gigantescas na altura do peito o que torna esta combinação marca registrada do grupo. Frank Beard, o baterista, ironicamente não tem barba, somente um bigode; “beard” significa barba em inglês. Em 84, a Gillette ofereceu a Gibbons e Hill mais de 1 milhão de dólares para que ambos aparecessem sem as barbas em um comercial mas a dupla recusou. A dupla também é famosa por suas guitarras nostálgicas, muitas delas fabricadas sobre encomenda por um lutier especializado em guitarras clássicas. Jimmi Hendrix disse em entrevistas que Gibbons era seu guitarrista preferido. Entre suas músicas de sucesso estão “Gimme All Your Lovin”, “Sharp Dressed Man” e “Legs”, reconhecida por sua letra cheia de humor e duplos sentidos. Confira esta e outras imagens no site: www.classicphotos.com.br

×