SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 16
Baixar para ler offline
SIMAVE E PROEB



Prof. Idelma R. U. Schroder
 Da E. E. Professor Chaves
       Uberaba – MG
            2010
Antigamente se ensinava e cobrava tabuada,
  caligrafia, redação, datilografia...
  Havia aulas de Educação Física, Moral e Cívica,
  Práticas Agrícolas, Práticas Industriais e
  cantava-se o Hino Nacional, hasteando a
  Bandeira Nacional antes de iniciar as aulas..
Semana passada, comprei um produto que custou
  R$ 15,80. Dei à balconista R$ 20,00 e peguei na
  minha bolsa 80 centavos, para evitar receber
  ainda mais moedas. A balconista pegou o
  dinheiro e ficou olhando para a máquina
  registradora, aparentemente sem saber o que
  fazer.
Tentei explicar que ela tinha que me dar 5,00 reais
  de troco, mas ela não se convenceu e chamou o
  gerente para ajudá-la. Ficou com lágrimas nos
  olhos enquanto o gerente tentava explicar e ela
  aparentemente continuava sem
  entender.
1. Ensino de matemática em 1950:
   Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.
   O custo de produção é igual a 4/5 do preço de venda.
   Qual é o lucro?
2. Ensino de matemática em 1970:
   Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.
   O custo de produção é igual a 4/5 do preço de venda ou
   R$ 80,00. Qual é o lucro?
3. Ensino de matemática em 1980:
   Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.
   O custo de  produção é R$ 80,00. Qual é o lucro?
4. Ensino de matemática em 1990:
    Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00. O custo
    de produção é R$ 80,00. Escolha a resposta certa, que indica o
    lucro:
     ( )R$ 20,00 ( )R$ 40,00 ( )R$ 60,00 ( )R$ 80,00 ( )R$ 100,00

5. Ensino de matemática em 2000:
    Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00. O custo
    de produção é R$ 80,00. O lucro é de R$ 20,00.
    Está certo?
    ( )SIM ( ) NÃO

6. Ensino de matemática em 2009:
    Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00. O custo
    de produção é R$ 80,00. Se você souber ler coloque um X no
    R$ 20,00.
    ( )R$ 20,00 ( )R$ 40,00 ( )R$ 60,00 ( )R$ 80,00 ( )R$ 100,00
7. Em 2010 vai ser assim:
   Um lenhador vende um carro de lenha por R$
   100,00. O custo de produção é R$ 80,00. Se
   você souber ler coloque um X no R$ 20,00. (Se
   você é afro descendente, especial, indígena
   ou de qualquer outra minoria social não
   precisa responder)
   ( )R$ 20,00 ( )R$ 40,00 ( )R$ 60,00 ( )R$ 80,00
   ( )R$ 100,00

   
E se um moleque resolve pichar a sala de aula e
  a professora faz com  que ele pinte a sala
  novamente, os pais ficam enfurecidos pois a
   professora provocou traumas na criança.
  Essa pergunta foi vencedora em um congresso
  sobre vida sustentável.
  “Todo mundo 'pensando' em deixar um
  planeta  melhor para nossos filhos...
  Quando é que 'pensarão' em deixar filhos
   melhores para o nosso planeta?"
Estruturalmente, a Matriz de Língua Portuguesa se
  divide em duas dimensões: uma denominada
  Objeto do Conhecimento, em que são listados os
  seis tópicos; e outra denominada Competência,
  com descritores que indicam habilidades a serem
  avaliadas em cada tópico.
Os descritores aparecem, dentro de cada tópico, em
  ordem crescente de aprofundamento e/ou
  ampliação de conteúdos ou das habilidades
  exigidas.
Em relação aos textos de Língua Portuguesa, a
  escolha de gêneros textuais que exigem
  estratégias interpretativas diversificadas, deverão
  estar de acordo com o nível de escolaridade.
O grau de complexidade do texto resulta, entre
  outras razões, da temática desenvolvida, das
  estratégias textuais usadas em sua composição,
  da escolha de um vocabulário mais ou menos
  incomum, dos recursos sintático-semânticos
  utilizados, bem como dos determinações
  específicas do gênero e da época em que foi
  produzido.
Um texto, em geral, traz informações que se situam na
  sua superfície – e são, assim, explícitas – ou traz
  informações apenas implícitas ou subentendidas.
A habilidade prevista nesse descritor concerne à
  capacidade do aluno para localizar, no percurso do
  texto, uma informação que, explicitamente, consta na
  sua superfície.
Assim, espera-se que o item relativo a esse descritor
  solicite do aluno a identificação de uma determinada
  informação, entre várias outras expressas no texto .
É um dos piores crimes que se podem cometer. As vítimas
   são homens, mulheres e crianças doentes — presas
   fáceis, capturadas na esperança de recuperar a saúde
   perdida. A máfia dos medicamentos falsos é mais cruel
   do que as quadrilhas de narcotraficantes. Quando
   alguém decide cheirar cocaína, tem absoluta consciência
   do que coloca no corpo adentro. Às vítimas dos que
   falsificam remédios não é dada oportunidade de escolha.
   Para o doente, o remédio é compulsório. Ou ele toma o
   que o médico lhe receitou ou passará a correr risco de
   piorar ou até morrer. Nunca como hoje os brasileiros
   entraram numa farmácia com tanta reserva.
PASTORE, Karina. O Paraíso dos Remédios Falsificados.
    Veja, nº 27. São Paulo: Abril, 8 jul. 1998, p. 40-41.
Segundo a autora, “um dos piores crimes que se podem
  cometer” é

(A) a venda de narcóticos.
(B) a falsificação dos remédios.
(C) a receita de remédios falsos.
(D) a venda abusiva de remédios.
A matriz de referência que norteia os testes de
  Matemática do Saeb e da Prova Brasil está
  estruturada sobre o foco Resolução de Problemas.
  Essa opção traz implícita a convicção de que o
  conhecimento matemático ganha significado,
  quando os alunos têm situações desafiadoras para
  resolver e trabalham para desenvolver estratégias de
  resolução.
Com este descritor, o que se pretende avaliar?
A habilidade de o aluno localizar-se ou movimentar-se
  a partir de um ponto referencial em mapas, croquis
  ou outras representações gráficas, utilizando um
  comando ou uma combinação de comandos:
  esquerda, direita, giro, acima, abaixo, na frente,
  atrás etc.
Ao final do trajeto,
João estará no ponto
(A)A.
(B)B.
(C)C.
(D)D.
Bibliografia


* Texto anônimos recebido por e-mail
     Caso alguém saiba quem é o autor, por favor,
entre em contato, pois o texto é admirado por
várias pessoas.

*Matrizes Referência do MEC 2010

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Simave Proeb para Educadores

Panomara da educação no brasil original
Panomara da educação no brasil originalPanomara da educação no brasil original
Panomara da educação no brasil original
Lia Brambilla
 
Aula 09 de matemática e suas tecnologias
Aula 09 de matemática e suas tecnologiasAula 09 de matemática e suas tecnologias
Aula 09 de matemática e suas tecnologias
Homero Alves de Lima
 
Caderno de apresentação
Caderno de apresentaçãoCaderno de apresentação
Caderno de apresentação
miesbella
 
Resolução de problemas: Uma Abordagem na educação Matemática
Resolução de problemas: Uma Abordagem na educação MatemáticaResolução de problemas: Uma Abordagem na educação Matemática
Resolução de problemas: Uma Abordagem na educação Matemática
guestb596f38d
 
Aula 08 de matemática e suas tecnologias
Aula 08 de matemática e suas tecnologiasAula 08 de matemática e suas tecnologias
Aula 08 de matemática e suas tecnologias
Homero Alves de Lima
 
Pauta - Números e Operações: discutindo a operação da divisão
Pauta - Números e Operações: discutindo a operação da divisãoPauta - Números e Operações: discutindo a operação da divisão
Pauta - Números e Operações: discutindo a operação da divisão
Aydê Pereira Salla
 
Projeto Do Curso Linux
Projeto Do Curso LinuxProjeto Do Curso Linux
Projeto Do Curso Linux
guest7f820a
 
Oficina matemática i
Oficina matemática iOficina matemática i
Oficina matemática i
rbonater
 

Semelhante a Simave Proeb para Educadores (19)

Panomara da educação no brasil original
Panomara da educação no brasil originalPanomara da educação no brasil original
Panomara da educação no brasil original
 
Aula 09 de matemática e suas tecnologias
Aula 09 de matemática e suas tecnologiasAula 09 de matemática e suas tecnologias
Aula 09 de matemática e suas tecnologias
 
Anexo 19
Anexo 19Anexo 19
Anexo 19
 
Sistemas de equações so 1º grau apresentação
Sistemas de equações so 1º grau apresentaçãoSistemas de equações so 1º grau apresentação
Sistemas de equações so 1º grau apresentação
 
PNAIC - Operações na resolução de problema – Caderno/ unidade 4
PNAIC - Operações na resolução de problema – Caderno/ unidade 4PNAIC - Operações na resolução de problema – Caderno/ unidade 4
PNAIC - Operações na resolução de problema – Caderno/ unidade 4
 
Caderno de apresentação
Caderno de apresentaçãoCaderno de apresentação
Caderno de apresentação
 
Administracao
AdministracaoAdministracao
Administracao
 
Resolução de problemas: Uma Abordagem na educação Matemática
Resolução de problemas: Uma Abordagem na educação MatemáticaResolução de problemas: Uma Abordagem na educação Matemática
Resolução de problemas: Uma Abordagem na educação Matemática
 
Caderno 4
Caderno 4Caderno 4
Caderno 4
 
Matemática 2012
Matemática 2012Matemática 2012
Matemática 2012
 
Aula 08 de matemática e suas tecnologias
Aula 08 de matemática e suas tecnologiasAula 08 de matemática e suas tecnologias
Aula 08 de matemática e suas tecnologias
 
1ºano
1ºano 1ºano
1ºano
 
Caderno 4 Operações na resolução de problemas
Caderno 4 Operações na resolução de problemasCaderno 4 Operações na resolução de problemas
Caderno 4 Operações na resolução de problemas
 
Pauta - Números e Operações: discutindo a operação da divisão
Pauta - Números e Operações: discutindo a operação da divisãoPauta - Números e Operações: discutindo a operação da divisão
Pauta - Números e Operações: discutindo a operação da divisão
 
Projeto Do Curso Linux
Projeto Do Curso LinuxProjeto Do Curso Linux
Projeto Do Curso Linux
 
Oficina matemática i
Oficina matemática iOficina matemática i
Oficina matemática i
 
matematica
matematicamatematica
matematica
 
Plano de aula semana 3 maria alessandra
Plano de aula semana 3   maria alessandra Plano de aula semana 3   maria alessandra
Plano de aula semana 3 maria alessandra
 
Analise textual av2
Analise textual av2Analise textual av2
Analise textual av2
 

Mais de Idelma (8)

Poesia matemática mat
Poesia matemática matPoesia matemática mat
Poesia matemática mat
 
Professor chaves - histórico do lab de informática
Professor chaves - histórico do lab de informáticaProfessor chaves - histórico do lab de informática
Professor chaves - histórico do lab de informática
 
Simave proeb 2011 para 3º ano
Simave proeb 2011 para 3º anoSimave proeb 2011 para 3º ano
Simave proeb 2011 para 3º ano
 
Supertestes 8ª série
Supertestes 8ª sérieSupertestes 8ª série
Supertestes 8ª série
 
Simave 1 9º ano 2011
Simave 1 9º ano 2011Simave 1 9º ano 2011
Simave 1 9º ano 2011
 
Simave proeb 2011 para 3º
Simave proeb 2011 para 3ºSimave proeb 2011 para 3º
Simave proeb 2011 para 3º
 
Histórico da sala de informática na e e prof chaves
Histórico da sala de informática na e e prof chavesHistórico da sala de informática na e e prof chaves
Histórico da sala de informática na e e prof chaves
 
Simave proeb 9º ano 2011
Simave proeb 9º ano 2011Simave proeb 9º ano 2011
Simave proeb 9º ano 2011
 

Simave Proeb para Educadores

  • 1. SIMAVE E PROEB Prof. Idelma R. U. Schroder Da E. E. Professor Chaves Uberaba – MG 2010
  • 2. Antigamente se ensinava e cobrava tabuada, caligrafia, redação, datilografia... Havia aulas de Educação Física, Moral e Cívica, Práticas Agrícolas, Práticas Industriais e cantava-se o Hino Nacional, hasteando a Bandeira Nacional antes de iniciar as aulas..
  • 3. Semana passada, comprei um produto que custou R$ 15,80. Dei à balconista R$ 20,00 e peguei na minha bolsa 80 centavos, para evitar receber ainda mais moedas. A balconista pegou o dinheiro e ficou olhando para a máquina registradora, aparentemente sem saber o que fazer. Tentei explicar que ela tinha que me dar 5,00 reais de troco, mas ela não se convenceu e chamou o gerente para ajudá-la. Ficou com lágrimas nos olhos enquanto o gerente tentava explicar e ela aparentemente continuava sem entender.
  • 4. 1. Ensino de matemática em 1950: Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00. O custo de produção é igual a 4/5 do preço de venda. Qual é o lucro? 2. Ensino de matemática em 1970: Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00. O custo de produção é igual a 4/5 do preço de venda ou R$ 80,00. Qual é o lucro? 3. Ensino de matemática em 1980: Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00. O custo de  produção é R$ 80,00. Qual é o lucro?
  • 5. 4. Ensino de matemática em 1990: Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00. O custo de produção é R$ 80,00. Escolha a resposta certa, que indica o lucro:  ( )R$ 20,00 ( )R$ 40,00 ( )R$ 60,00 ( )R$ 80,00 ( )R$ 100,00 5. Ensino de matemática em 2000: Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00. O custo de produção é R$ 80,00. O lucro é de R$ 20,00. Está certo? ( )SIM ( ) NÃO 6. Ensino de matemática em 2009: Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00. O custo de produção é R$ 80,00. Se você souber ler coloque um X no R$ 20,00. ( )R$ 20,00 ( )R$ 40,00 ( )R$ 60,00 ( )R$ 80,00 ( )R$ 100,00
  • 6. 7. Em 2010 vai ser assim: Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00. O custo de produção é R$ 80,00. Se você souber ler coloque um X no R$ 20,00. (Se você é afro descendente, especial, indígena ou de qualquer outra minoria social não precisa responder) ( )R$ 20,00 ( )R$ 40,00 ( )R$ 60,00 ( )R$ 80,00 ( )R$ 100,00  
  • 7. E se um moleque resolve pichar a sala de aula e a professora faz com  que ele pinte a sala novamente, os pais ficam enfurecidos pois a  professora provocou traumas na criança. Essa pergunta foi vencedora em um congresso sobre vida sustentável. “Todo mundo 'pensando' em deixar um planeta  melhor para nossos filhos... Quando é que 'pensarão' em deixar filhos  melhores para o nosso planeta?"
  • 8. Estruturalmente, a Matriz de Língua Portuguesa se divide em duas dimensões: uma denominada Objeto do Conhecimento, em que são listados os seis tópicos; e outra denominada Competência, com descritores que indicam habilidades a serem avaliadas em cada tópico. Os descritores aparecem, dentro de cada tópico, em ordem crescente de aprofundamento e/ou ampliação de conteúdos ou das habilidades exigidas.
  • 9. Em relação aos textos de Língua Portuguesa, a escolha de gêneros textuais que exigem estratégias interpretativas diversificadas, deverão estar de acordo com o nível de escolaridade. O grau de complexidade do texto resulta, entre outras razões, da temática desenvolvida, das estratégias textuais usadas em sua composição, da escolha de um vocabulário mais ou menos incomum, dos recursos sintático-semânticos utilizados, bem como dos determinações específicas do gênero e da época em que foi produzido.
  • 10. Um texto, em geral, traz informações que se situam na sua superfície – e são, assim, explícitas – ou traz informações apenas implícitas ou subentendidas. A habilidade prevista nesse descritor concerne à capacidade do aluno para localizar, no percurso do texto, uma informação que, explicitamente, consta na sua superfície. Assim, espera-se que o item relativo a esse descritor solicite do aluno a identificação de uma determinada informação, entre várias outras expressas no texto .
  • 11. É um dos piores crimes que se podem cometer. As vítimas são homens, mulheres e crianças doentes — presas fáceis, capturadas na esperança de recuperar a saúde perdida. A máfia dos medicamentos falsos é mais cruel do que as quadrilhas de narcotraficantes. Quando alguém decide cheirar cocaína, tem absoluta consciência do que coloca no corpo adentro. Às vítimas dos que falsificam remédios não é dada oportunidade de escolha. Para o doente, o remédio é compulsório. Ou ele toma o que o médico lhe receitou ou passará a correr risco de piorar ou até morrer. Nunca como hoje os brasileiros entraram numa farmácia com tanta reserva. PASTORE, Karina. O Paraíso dos Remédios Falsificados. Veja, nº 27. São Paulo: Abril, 8 jul. 1998, p. 40-41.
  • 12. Segundo a autora, “um dos piores crimes que se podem cometer” é (A) a venda de narcóticos. (B) a falsificação dos remédios. (C) a receita de remédios falsos. (D) a venda abusiva de remédios.
  • 13. A matriz de referência que norteia os testes de Matemática do Saeb e da Prova Brasil está estruturada sobre o foco Resolução de Problemas. Essa opção traz implícita a convicção de que o conhecimento matemático ganha significado, quando os alunos têm situações desafiadoras para resolver e trabalham para desenvolver estratégias de resolução.
  • 14. Com este descritor, o que se pretende avaliar? A habilidade de o aluno localizar-se ou movimentar-se a partir de um ponto referencial em mapas, croquis ou outras representações gráficas, utilizando um comando ou uma combinação de comandos: esquerda, direita, giro, acima, abaixo, na frente, atrás etc.
  • 15. Ao final do trajeto, João estará no ponto (A)A. (B)B. (C)C. (D)D.
  • 16. Bibliografia * Texto anônimos recebido por e-mail Caso alguém saiba quem é o autor, por favor, entre em contato, pois o texto é admirado por várias pessoas. *Matrizes Referência do MEC 2010