SlideShare uma empresa Scribd logo

Raio x

Na tarde de 8 de novembro de 1895 foi descoberto o raio X. Após o trabalho, o físico Wilhelm Conrad Rontgen (1845-1923), reitor da Universidade Wurzburg, na Alemanha, resolveu continuar alguns experimentos que fazia no laboratório de sua casa. Antes de cair a noite, um acaso o ajudaria a descobrir os raios X. Foi naquela tarde que o homem ganhou a incrível capacidade ver o invisível. Devido ao seu poder penetrante, que depende das substâncias onde incidem, são utilizados para examinar, por exemplo, ossos e dentes. Os funcionários da segurança dos aeroportos usam os raios X para examinar as bagagens dos passageiros (os objetos metálicos são mais opacos aos raios X, sendo por isso vistos por contraste). Na indústria metalúrgica (na detecção de minúsculos defeitos, fissuras ou inclusões de materiais nas soldaduras metálicas) e nas instituições e empresas que estudam a idade e técnicas, utilizadas nas pinturas antigas e investigam se certas obras são falsas.

1 de 13
Baixar para ler offline
RAI -X
HIST RIA´
Na tarde de 8 de novembro de 1895 foi
descoberto o raio X. Após o trabalho, o
físico Wilhelm Conrad Rontgen (1845-
1923), reitor da Universidade Wurzburg,
na Alemanha, resolveu continuar alguns
experimentos que fazia no laboratório de
sua casa. Antes de cair a noite, um acaso
o ajudaria a descobrir os raios X. Foi
naquela tarde que o homem ganhou a
incrível capacidade ver o invisível.
APLICAÇ ES
~
Devido ao seu poder penetrante, que
depende das substâncias onde incidem,
são utilizados para examinar, por
exemplo, ossos e dentes. Os funcionários
da segurança dos aeroportos usam os
raios X para examinar as bagagens dos
passageiros (os objetos metálicos são
mais opacos aos raios X, sendo por isso
vistos por contraste).
Na indústria metalúrgica (na detecção de
minúsculos defeitos, fissuras ou inclusões
de materiais nas soldaduras metálicas) e
nas instituições e empresas que estudam
a idade e técnicas, utilizadas nas pinturas
antigas e investigam se certas obras são
falsas.
Anúncio

Recomendados

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Introdução à radiologia red. giordano
Introdução à radiologia red. giordanoIntrodução à radiologia red. giordano
Introdução à radiologia red. giordanogrtalves
 
Equipamentos e Acessórios em radioimaginologia
Equipamentos e Acessórios em radioimaginologiaEquipamentos e Acessórios em radioimaginologia
Equipamentos e Acessórios em radioimaginologiaHeraldo Silva
 
Aula 1 imaginologia
Aula 1 imaginologiaAula 1 imaginologia
Aula 1 imaginologiaradiomed
 
Aplicações da radiação ionizante
Aplicações da radiação ionizanteAplicações da radiação ionizante
Aplicações da radiação ionizanteMagno Cavalheiro
 
Prof magno formação da imagem
Prof magno   formação da imagemProf magno   formação da imagem
Prof magno formação da imagemCristiane Dias
 
Intriducai a Geração e aplicação dos raios x
Intriducai a Geração e aplicação dos raios xIntriducai a Geração e aplicação dos raios x
Intriducai a Geração e aplicação dos raios xMeiry Vieira
 
Hemodinâmica
HemodinâmicaHemodinâmica
Hemodinâmicawelberrj
 
Radioterapia - Tratamento de Câncer por Radiações
Radioterapia - Tratamento de Câncer por RadiaçõesRadioterapia - Tratamento de Câncer por Radiações
Radioterapia - Tratamento de Câncer por RadiaçõesFernando Belome Feltrin
 
Aula 02 física do raio x e bases de exames
Aula 02 física do raio x e bases de examesAula 02 física do raio x e bases de exames
Aula 02 física do raio x e bases de examesRicardo Aguiar
 
Formação das imagens convencionais e digitais: raios X
Formação das imagens convencionais e digitais: raios XFormação das imagens convencionais e digitais: raios X
Formação das imagens convencionais e digitais: raios XPaulo Fonseca
 

Mais procurados (20)

Principios da radiologia
Principios da radiologiaPrincipios da radiologia
Principios da radiologia
 
Introdução à radiologia red. giordano
Introdução à radiologia red. giordanoIntrodução à radiologia red. giordano
Introdução à radiologia red. giordano
 
Equipamentos e Acessórios em radioimaginologia
Equipamentos e Acessórios em radioimaginologiaEquipamentos e Acessórios em radioimaginologia
Equipamentos e Acessórios em radioimaginologia
 
História da radiologia no brasil
História da radiologia no brasilHistória da radiologia no brasil
História da radiologia no brasil
 
Aula 1 imaginologia
Aula 1 imaginologiaAula 1 imaginologia
Aula 1 imaginologia
 
Aula radioproteção
Aula radioproteçãoAula radioproteção
Aula radioproteção
 
Aplicações da radiação ionizante
Aplicações da radiação ionizanteAplicações da radiação ionizante
Aplicações da radiação ionizante
 
RADIOLOGIA DIGITAL
RADIOLOGIA DIGITALRADIOLOGIA DIGITAL
RADIOLOGIA DIGITAL
 
Prof magno formação da imagem
Prof magno   formação da imagemProf magno   formação da imagem
Prof magno formação da imagem
 
RADIOLOGIA CONVENCIONAL E FORMAÇÃO DOS RAIOS X
RADIOLOGIA CONVENCIONAL E FORMAÇÃO DOS RAIOS XRADIOLOGIA CONVENCIONAL E FORMAÇÃO DOS RAIOS X
RADIOLOGIA CONVENCIONAL E FORMAÇÃO DOS RAIOS X
 
Raios x Powerpoint
Raios x PowerpointRaios x Powerpoint
Raios x Powerpoint
 
Intriducai a Geração e aplicação dos raios x
Intriducai a Geração e aplicação dos raios xIntriducai a Geração e aplicação dos raios x
Intriducai a Geração e aplicação dos raios x
 
Aula 02 proteção radiológica
Aula 02 proteção radiológicaAula 02 proteção radiológica
Aula 02 proteção radiológica
 
Aula 05 proteção e higiene das radiações
Aula 05 proteção e higiene das radiaçõesAula 05 proteção e higiene das radiações
Aula 05 proteção e higiene das radiações
 
Aula câmara escura
Aula   câmara escuraAula   câmara escura
Aula câmara escura
 
Hemodinâmica
HemodinâmicaHemodinâmica
Hemodinâmica
 
Tomografia computadorizada
Tomografia computadorizadaTomografia computadorizada
Tomografia computadorizada
 
Radioterapia - Tratamento de Câncer por Radiações
Radioterapia - Tratamento de Câncer por RadiaçõesRadioterapia - Tratamento de Câncer por Radiações
Radioterapia - Tratamento de Câncer por Radiações
 
Aula 02 física do raio x e bases de exames
Aula 02 física do raio x e bases de examesAula 02 física do raio x e bases de exames
Aula 02 física do raio x e bases de exames
 
Formação das imagens convencionais e digitais: raios X
Formação das imagens convencionais e digitais: raios XFormação das imagens convencionais e digitais: raios X
Formação das imagens convencionais e digitais: raios X
 

Semelhante a Raio x

A RadiaçãO Na Medicina
A RadiaçãO Na MedicinaA RadiaçãO Na Medicina
A RadiaçãO Na Medicinaguest573ee4
 
Radiação: conceito, histórico, aplicações e prevenção.
Radiação: conceito, histórico, aplicações e prevenção.Radiação: conceito, histórico, aplicações e prevenção.
Radiação: conceito, histórico, aplicações e prevenção.Lucas Senna
 
Aula 23 radiografia industrial
Aula 23   radiografia industrialAula 23   radiografia industrial
Aula 23 radiografia industrialRenaldo Adriano
 
II-TRIMESTRE-AULA-12-QUÍMICA-RADIOATIVIDADE-PROFª-TALITA.pdf
II-TRIMESTRE-AULA-12-QUÍMICA-RADIOATIVIDADE-PROFª-TALITA.pdfII-TRIMESTRE-AULA-12-QUÍMICA-RADIOATIVIDADE-PROFª-TALITA.pdf
II-TRIMESTRE-AULA-12-QUÍMICA-RADIOATIVIDADE-PROFª-TALITA.pdfNaiaraMendes13
 
Exercicio de radiologia
Exercicio de radiologiaExercicio de radiologia
Exercicio de radiologiaGrazi Pull
 
Aplicações das radiações - Conteúdo vinculado ao blog http://fisicanoene...
Aplicações das radiações - Conteúdo vinculado ao blog      http://fisicanoene...Aplicações das radiações - Conteúdo vinculado ao blog      http://fisicanoene...
Aplicações das radiações - Conteúdo vinculado ao blog http://fisicanoene...Rodrigo Penna
 
INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA IMAGINOLOGIA
INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA IMAGINOLOGIAINTRODUÇÃO AO ESTUDO DA IMAGINOLOGIA
INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA IMAGINOLOGIAThassiany Sarmento
 
Como Funciona Uma MáQuina De Raios X
Como Funciona Uma MáQuina De Raios XComo Funciona Uma MáQuina De Raios X
Como Funciona Uma MáQuina De Raios XAulasParticulares
 
Radiologia - Material livre Internet Equipamentos.docx
Radiologia - Material livre Internet Equipamentos.docxRadiologia - Material livre Internet Equipamentos.docx
Radiologia - Material livre Internet Equipamentos.docxMoiseCruz
 
Trabalho de história 2.pptx
Trabalho de história 2.pptxTrabalho de história 2.pptx
Trabalho de história 2.pptxLuisa586693
 
ENSAIOS NÃO DESTRUTIVOS DE MATERIAIS.pdf
ENSAIOS NÃO DESTRUTIVOS DE MATERIAIS.pdfENSAIOS NÃO DESTRUTIVOS DE MATERIAIS.pdf
ENSAIOS NÃO DESTRUTIVOS DE MATERIAIS.pdfSamuelLourencoDaSilv
 
Ensaios não destrutivos
Ensaios não destrutivosEnsaios não destrutivos
Ensaios não destrutivosCaulino Pereira
 

Semelhante a Raio x (20)

A RadiaçãO Na Medicina
A RadiaçãO Na MedicinaA RadiaçãO Na Medicina
A RadiaçãO Na Medicina
 
Radiografias
RadiografiasRadiografias
Radiografias
 
Raio x Word
Raio x WordRaio x Word
Raio x Word
 
Radiação: conceito, histórico, aplicações e prevenção.
Radiação: conceito, histórico, aplicações e prevenção.Radiação: conceito, histórico, aplicações e prevenção.
Radiação: conceito, histórico, aplicações e prevenção.
 
Estudo Complementar de Radiologia
Estudo Complementar de RadiologiaEstudo Complementar de Radiologia
Estudo Complementar de Radiologia
 
Aula 23 radiografia industrial
Aula 23   radiografia industrialAula 23   radiografia industrial
Aula 23 radiografia industrial
 
II-TRIMESTRE-AULA-12-QUÍMICA-RADIOATIVIDADE-PROFª-TALITA.pdf
II-TRIMESTRE-AULA-12-QUÍMICA-RADIOATIVIDADE-PROFª-TALITA.pdfII-TRIMESTRE-AULA-12-QUÍMICA-RADIOATIVIDADE-PROFª-TALITA.pdf
II-TRIMESTRE-AULA-12-QUÍMICA-RADIOATIVIDADE-PROFª-TALITA.pdf
 
Exercicio de radiologia
Exercicio de radiologiaExercicio de radiologia
Exercicio de radiologia
 
RADIOATIVIDADE
RADIOATIVIDADERADIOATIVIDADE
RADIOATIVIDADE
 
Radioatividadegrupo 2
Radioatividadegrupo 2Radioatividadegrupo 2
Radioatividadegrupo 2
 
Aplicações das radiações - Conteúdo vinculado ao blog http://fisicanoene...
Aplicações das radiações - Conteúdo vinculado ao blog      http://fisicanoene...Aplicações das radiações - Conteúdo vinculado ao blog      http://fisicanoene...
Aplicações das radiações - Conteúdo vinculado ao blog http://fisicanoene...
 
INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA IMAGINOLOGIA
INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA IMAGINOLOGIAINTRODUÇÃO AO ESTUDO DA IMAGINOLOGIA
INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA IMAGINOLOGIA
 
aula anatomia radiologica
aula anatomia radiologicaaula anatomia radiologica
aula anatomia radiologica
 
Como Funciona Uma MáQuina De Raios X
Como Funciona Uma MáQuina De Raios XComo Funciona Uma MáQuina De Raios X
Como Funciona Uma MáQuina De Raios X
 
Radiologia - Material livre Internet Equipamentos.docx
Radiologia - Material livre Internet Equipamentos.docxRadiologia - Material livre Internet Equipamentos.docx
Radiologia - Material livre Internet Equipamentos.docx
 
Raio x
Raio  xRaio  x
Raio x
 
"Somos Físicos" Medicina Nuclear
"Somos Físicos" Medicina Nuclear"Somos Físicos" Medicina Nuclear
"Somos Físicos" Medicina Nuclear
 
Trabalho de história 2.pptx
Trabalho de história 2.pptxTrabalho de história 2.pptx
Trabalho de história 2.pptx
 
ENSAIOS NÃO DESTRUTIVOS DE MATERIAIS.pdf
ENSAIOS NÃO DESTRUTIVOS DE MATERIAIS.pdfENSAIOS NÃO DESTRUTIVOS DE MATERIAIS.pdf
ENSAIOS NÃO DESTRUTIVOS DE MATERIAIS.pdf
 
Ensaios não destrutivos
Ensaios não destrutivosEnsaios não destrutivos
Ensaios não destrutivos
 

Mais de Ian Costansi

Mais de Ian Costansi (14)

Matrizes
MatrizesMatrizes
Matrizes
 
Luneta
LunetaLuneta
Luneta
 
Problemas ambientais urbanos
Problemas ambientais urbanosProblemas ambientais urbanos
Problemas ambientais urbanos
 
Futurismo
FuturismoFuturismo
Futurismo
 
Simón Bolívar
Simón BolívarSimón Bolívar
Simón Bolívar
 
LIVROS E SUAS FRASES
LIVROS E SUAS FRASESLIVROS E SUAS FRASES
LIVROS E SUAS FRASES
 
História da escrita - Timeline
História da escrita - TimelineHistória da escrita - Timeline
História da escrita - Timeline
 
Hipotermia e hipertermia
Hipotermia e hipertermiaHipotermia e hipertermia
Hipotermia e hipertermia
 
Brasil
BrasilBrasil
Brasil
 
Blocos econômicos (para imprimir)
Blocos econômicos (para imprimir)Blocos econômicos (para imprimir)
Blocos econômicos (para imprimir)
 
Get lucky - Daft Punk
Get lucky - Daft PunkGet lucky - Daft Punk
Get lucky - Daft Punk
 
Asa delta
Asa deltaAsa delta
Asa delta
 
Redes Sociais
Redes SociaisRedes Sociais
Redes Sociais
 
Campos Sulinos
Campos SulinosCampos Sulinos
Campos Sulinos
 

Último

Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...manoelaarmani
 
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...apoioacademicoead
 
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...manoelaarmani
 
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdfAtividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdfRuannSolza
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...azulassessoriaacadem3
 
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...manoelaarmani
 
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Mary Alvarenga
 
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfddddddddddddddddddddddddddddddddddddRenandantas16
 
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Jean Carlos Nunes Paixão
 
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...excellenceeducaciona
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...excellenceeducaciona
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...azulassessoriaacadem3
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...azulassessoriaacadem3
 
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdfkelvindasilvadiasw
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...azulassessoriaacadem3
 
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...azulassessoriaacadem3
 
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba InicialDomínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba InicialTeresaCosta92
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...azulassessoriaacadem3
 

Último (20)

Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
 
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
 
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
 
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdfAtividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
 
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
 
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
 
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
 
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
 
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
 
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
 
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
 
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba InicialDomínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
 

Raio x

  • 3. Na tarde de 8 de novembro de 1895 foi descoberto o raio X. Após o trabalho, o físico Wilhelm Conrad Rontgen (1845- 1923), reitor da Universidade Wurzburg, na Alemanha, resolveu continuar alguns experimentos que fazia no laboratório de sua casa. Antes de cair a noite, um acaso o ajudaria a descobrir os raios X. Foi naquela tarde que o homem ganhou a incrível capacidade ver o invisível.
  • 5. Devido ao seu poder penetrante, que depende das substâncias onde incidem, são utilizados para examinar, por exemplo, ossos e dentes. Os funcionários da segurança dos aeroportos usam os raios X para examinar as bagagens dos passageiros (os objetos metálicos são mais opacos aos raios X, sendo por isso vistos por contraste).
  • 6. Na indústria metalúrgica (na detecção de minúsculos defeitos, fissuras ou inclusões de materiais nas soldaduras metálicas) e nas instituições e empresas que estudam a idade e técnicas, utilizadas nas pinturas antigas e investigam se certas obras são falsas.
  • 8. Pesquisadores da universidade de Stanford, através de uma técnica chamada fluorescência de Raios X, revelaram o que escondiam uma série de imagens e textos, do físico e matemático grego, Arquimedes, tido como uma das mentes mais brilhantes da antiguidade.
  • 9. Os raios X propagam-se com a velocidade da luz e, como qualquer outra onda eletromagnética, esses raios estão sempre sujeitos aos fenômenos da refração, reflexão, difração, polarização e interferência.
  • 11. Benefícios dos Raios – X Os raios-x podem ser aplicados em diversas áreas, como: • Exames diagnósticos (raios-x, tomografia, etc.); • Tratamentos (radioterapia, medicina nuclear); • Indústrias alimentícias (conservação de alimentos); • Energia (usinas nucleares); • Higiene (esterilização de equipamentos). • Segurança (aeroportos).
  • 13. podem trazer riscos sérios ao ser humano como: • Há sempre uma pequena chance de câncer por exposição excessiva à radiação. No entanto, o benefício de um diagnóstico preciso supera em muito o risco; • Alterações genéticas (câncer em partes do corpo que foram expostas); • Utilização para bombas nucleares; • Acidentes como o de Chernobyl e Goiânia; • A dose de radiação efetiva para este