Resumo texto (ainda moderno) 2

515 visualizações

Publicada em

Resumo do Texto: Ainda Moderno?

Publicada em: Engenharia
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Resumo texto (ainda moderno) 2

  1. 1. Curso - Engenharia 5B Maceió-AL 05 de Março de 2015 1 RESUMO DO TEXTO: “Ainda moderno? Arquitetura brasileira contemporânea (1) – Lauro Cavalcanti e André Correa do Lago
  2. 2. Curso - Engenharia 5B Maceió-AL 05 de Março de 2015 2 RESUMO DO TEXTO: “Ainda moderno? Arquitetura brasileira contemporânea (1) – Lauro Cavalcanti e André Correa do Lago Este resumo falará sobre a história da arquitetura moderna e aplicação nos dias atuais, requisitado pela Sra. Professora, turma ‘Nortuno’.
  3. 3. Curso - Engenharia 5B Maceió-AL 05 de Março de 2015 3 Texto: Ainda moderno? Arquitetura brasileira contemporânea (1) – Lauro Cavalcante e André Correa do Lago. Lauro Cavalcante e André Correa do Lago iniciam o texto falando sobre as principais fases que a arquitetura teve que passar para poder ter aprovação como inovações na arquitetura, tais como, as habitações populares e os prédios de pequeno porte, os projetos urbanísticos e reconquista da expressão Monumental. Diante disso, os autores listam principais obras brasileiras que tiveram tais aperfeiçoamentos do século XX, como foi à obra do “Ministério da Educação e Saúde”, onde é considerada mundialmente como modelo de arquitetura moderna. Contudo, teve um passo positivo aos olhos do mundo, diante de um país visto com pouco prestígio cultural, onde conseguiram através dos novos arquitetos brasileiros da época, aprimorar e revolucionar a arte de construir. Dando continuidade a esse ímpeto, tivemos também “O Pavilhão do Brasil”, com inúmeros traços futurísticos, tais como, liberdade de sua rampa, flexibilidade de volumes, elementos expressivos e indistinção de espaço interno e externo. Rompendo tradições e contribuindo para a história da arquitetura. Em sequência, “O Conjunto de Pampulha” onde mostra que sozinhos, Oscar Niemeyer e Lucio Costa, lideraram uma nova geração que puderam ir bem mais além que qualquer arquitetura moderna da época. Disseminando ainda mais pela a Europa e EUA o talento brasileiro na arte de construir, apresentadas juntas com obras de outros arquitetos inovadores e talentosos do mundo, dedicando um número especial de publicações e divulgações ao Brasil. Oscar Niemeyer arquiteto foi essencial na participação em firmar as características particularmente brasileiras, livres de quaisquer influências Européias, ultrapassando as rígidas tradições de praticidade atuante, derrubando quaisquer burocracias na linguagem arquitetônica, formulando em suas obras características como: Curvas harmônicas e variadas, rampas, fôrmas livres, dentre outras peculiaridades próprias do criador. Contudo, os autores citam também alguns arquitetos modernos indispensáveis para esse precursor revolucionário, como o Lúcio Costa que fez a junção harmônica entre o velho e o novo dando caráter singular à arquitetura; Affonso Reidy dominante das questões estruturais com uma visão humanista; Irmãos Roberto; Sergio Bernardes tendo tratamento mais ousado e prático; Jorge Moreira pelo apuro nos detalhes, dentre outros.
  4. 4. Curso - Engenharia 5B Maceió-AL 05 de Março de 2015 4 É possível constatar diante as obras espetaculares, o domínio absoluto da tecnologia do concreto armado, contribuído pelos engenheiros-calculistas sensíveis ao desafio das novas formas. A construção de Brasília foi reconhecida como referência de modernismo estilizado para a construção de várias obras independente de classes sociais, vista como uma linguagem a ser seguida e não como uma transformação social no país, através da arquitetura moderna. Atualmente vemos traços desse movimento moderno em todo o país, como principal ponto de partida para a construção predominante. Contudo, para darmos continuidade a avanços e inovações na arquitetura, precisamos de certo modo, deixar alguns traços do passado e idealizar novos, apresentar tendências conhecida como ‘futurística’ e ser modernista, utilizando nossos avanços tecnológicos, diversidades culturais e sociais, para então assim, realizar uma ruptura em tais tradições dos dias de hoje. É enfatizado pelos escritores que, à um modernismo em movimento, que já começa a surgir nos mais jovens arquitetos brasileiros onde seu principal legado de transparência inovadora são suas matrizes e prédios paradigmáticos, não deixando de aprimorar riquezas do passado, como podemos citar: utilização de materiais tradicionais (vista na época do barroco), aperfeiçoamentos nos trópicos, construções modernas com aprimoramento do rústico, utilização de móveis projetados, de formas livres e expressivas, com aperfeiçoamento continuo a estrutura, concreto aparente, jardins tropicais, cruzamento entre arquitetura e comunicação visual, restaurações de construções antigas, melhor aproveitamento e usufruição da área de passeio e do meio ambiente (Parque Ibirapuera-SP) e por fim, podemos constatar através da restauração do Mercado Municipal de Diamantina-MG, a priorização do aspecto antropológico de uso do espaço, sem muitas modificações em suas formar arquitetônicas.

×