Energia Geotérmica
Trabalho orientado pelos professores Caio Chagas e Andrey Saboia
Roteiro de apresentação
• 1. Introdução

• 7. Panorama geotérmico mundial

• 2. Perfuração

• 8. “Panorama” geotérmico bra...
Definição
• Energia geotérmica é aquela proveniente do calor do interno da terra;
• “Geotérmica” provém do grego Geo, Terr...
Origem
Histórico
• As nascentes de água quente eram usadas pelos romanos para fins medicinais,
higiênicos e recreacionais;
• O pr...
Perfuração
• Foi impossível realizar perfurações utilizando brocas de vídia ou diamantes, que se
desgastam e se danificam ...
Geração de energia elétrica
• Aproveitamento direto de fluidos geotérmicos em centrais a altas temperaturas (> 150
ºC), pa...
Aplicações
• Utilização direta: reservatórios geotérmicos de temperaturas baixas moderadas (20ºC150ºC) podem ser aproveita...
Divisão do uso direto da energia geotérmica
Calefação ambiental

33%

Banhos termais

15%

Aquicultura

13%

Estufas

12%
...
Vantagens
• A disponibilidade da energia geotérmica independe da hora, do clima ou da estação (não
depende de condições me...
Desvantagens
• Fonte de energia muito cara para instalação e pouco rentável;

• Pode levar o campo geotérmico ao esgotamen...
Panorama geotérmico mundial
A potência instalada em energia geotérmica no mundo é cerca de 11.224 MW, dos quais 3.187 MW
e...
• As usinas a vapor de Lardarello, produzem dois bilhões de quilowatts-hora de força
por ano;
• Na Islândia, milhares de p...
EUA
Filipinas
Indonêsia
México
Itália
Islândia

Nova Zelândia
Japão

0

500

1000

1500

2000

2500

3000

3500

Capacidad...
“Panorama” geotérmico brasileiro
• Não existem usinas geotérmicas no Brasil, nosso país dispõe de 360,1 MW utilizados
para...
Curiosidades
• Os Estados Unidos, apesar de não apresentarem a maior concentração de
usinas, produzem mais eletricidade ge...
Perspectivas futuras
A energia geotérmica é uma fonte de energia alternativa que é encontrada em locais
especiais da super...
Considerações finais
Primeiro momento
• Recapitulação
• Últimas ideias

Segundo momento
• Utilização de recursos audiovisu...
Referências
• ALMEIDA, Lúcia Marina Alves de; RIGOLIN, Tércio Barbosa. Fronteiras da
globalização: geografia geral e do Br...
Componentes
• Anderson Guilherme
• Herbert Lucas
• Iago Felipe
• Wedson Chaves
• Wesley Vinicius

IFRN – Campus Pau dos Fe...
Energia Geotérmica - Geothermal energy
Energia Geotérmica - Geothermal energy
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Energia Geotérmica - Geothermal energy

2.306 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.306
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
118
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Energia Geotérmica - Geothermal energy

  1. 1. Energia Geotérmica Trabalho orientado pelos professores Caio Chagas e Andrey Saboia
  2. 2. Roteiro de apresentação • 1. Introdução • 7. Panorama geotérmico mundial • 2. Perfuração • 8. “Panorama” geotérmico brasileiro • 3. Geração de energia elétrica • 9. Curiosidades • 4. Aplicações • 10. Perspectivas futuras • 5. Prós • 11. Considerações finais • 6. Contras
  3. 3. Definição • Energia geotérmica é aquela proveniente do calor do interno da terra; • “Geotérmica” provém do grego Geo, Terra e Thermo, Calor, literalmente calor da Terra; • Este calor pode ser aproveitado e extraído das mais diferentes formas, como água quente, vapor ou até mesmo de reservatórios geotérmicos próximos à crosta terrestre; • Principais manifestações.
  4. 4. Origem
  5. 5. Histórico • As nascentes de água quente eram usadas pelos romanos para fins medicinais, higiênicos e recreacionais; • O primeiro esforço para gerar energia geotérmica ocorreu em 1904 em Lardarello na Itália; • Na Nova Zelândia o campo de gases de Wairakei, começou a ser explorado em 1950; • O campo de gêiseres na Califórnia estavam produzindo 500 MW de eletricidade em 1970;
  6. 6. Perfuração • Foi impossível realizar perfurações utilizando brocas de vídia ou diamantes, que se desgastam e se danificam devido ao calor, além da dificuldade na troca e retirada do entulho; • Criou-se um “maçarico”, ou seja, uma broca de tungstênio, em forma de cone, com um metro de diâmetro. Alimentado por hidrogênio/ oxigênio, sob pressão, capaz de produzir uma chama de três mil graus centígrados, fundindo qualquer tipo de rocha. • A profundidade de perfuração do buraco dependo da natureza do campo geotérmico; • O custo da perfuração é um dos fatores determinantes na construção das usinas; • O sucesso da perfuração depende de alguns fatores como: boa temperatura e pressão como função da taxa de calor, entalpia do fluido e composição química.
  7. 7. Geração de energia elétrica • Aproveitamento direto de fluidos geotérmicos em centrais a altas temperaturas (> 150 ºC), para movimentar uma turbina e produzir energia elétrica. • Funcionamento em linhas gerais de uma usina geotérmica; • Vapor seco; • Vapor flash; • Ciclo binário.
  8. 8. Aplicações • Utilização direta: reservatórios geotérmicos de temperaturas baixas moderadas (20ºC150ºC) podem ser aproveitadas diretamente para fornecer calor para a indústria, aquecimento ambiente, termas e outros aproveitamentos comerciais; • Bombas de calor: Aproveitam as diferenças de temperatura entre o solo e o ambiente, fornecendo calor e/ou frio;
  9. 9. Divisão do uso direto da energia geotérmica Calefação ambiental 33% Banhos termais 15% Aquicultura 13% Estufas 12% Ar condicionado 12% Indústria 11% Secagem 1% Outros 3%
  10. 10. Vantagens • A disponibilidade da energia geotérmica independe da hora, do clima ou da estação (não depende de condições meteorológicas como as demais – insolação, vento, chuvas); • É renovável e ambientalmente correta. A produção de energia geotérmica praticamente não gera gases do efeito estufa, responsáveis pelo aquecimento global; • Ocupa pequenas áreas; • Baixos custos de operação; • Podem abastecer regiões isoladas; • Segura; • Fácil manutenção.
  11. 11. Desvantagens • Fonte de energia muito cara para instalação e pouco rentável; • Pode levar o campo geotérmico ao esgotamento; • Restrita: A energia deve ser utilizada nas regiões próximas as explorações; • Calor perdido aumenta a temperatura do ambiente; • Emissão de H2S (ácido sulfídrico) com odor desagradável, corrosivo e nocivo à saúde. • Altos custos de reconhecimento e pesquisa do local de exploração; • Chances de abalos, devido a grande retirada de água; • Os testes de perfuração das fontes são operações barulhentas; • Contaminação da água nas proximidades da usina.
  12. 12. Panorama geotérmico mundial A potência instalada em energia geotérmica no mundo é cerca de 11.224 MW, dos quais 3.187 MW estão localizados nos EUA, líder nesta tecnologia.
  13. 13. • As usinas a vapor de Lardarello, produzem dois bilhões de quilowatts-hora de força por ano; • Na Islândia, milhares de pessoas usam-no para o aquecimento de seus lares; • Na Nova Zelândia e nos Estados Unidos é fonte de energia elétrica; • México , Japão e Filipinas são alguns países que também tem expandido a produção de eletricidade por meio geotérmico.
  14. 14. EUA Filipinas Indonêsia México Itália Islândia Nova Zelândia Japão 0 500 1000 1500 2000 2500 3000 3500 Capacidade em megawatt
  15. 15. “Panorama” geotérmico brasileiro • Não existem usinas geotérmicas no Brasil, nosso país dispõe de 360,1 MW utilizados para aquecimento de água; • O potencial geotérmico do Aquífero Guarani restringe-se ao uso direto em aplicações agrícolas e industriais. Apesar das baixas temperaturas (máx. 70ºC), estima-se uma reserva explorável de energia geotérmica equivalente a 50 bilhões de toneladas de petróleo; • É possível a exploração dessa fonte de energia, contudo séria pouco rentável; • Para nosso país, torna-se mais viável a produção de energia eólica e solar, por exemplo.
  16. 16. Curiosidades • Os Estados Unidos, apesar de não apresentarem a maior concentração de usinas, produzem mais eletricidade geotérmica do que qualquer outro país, com aproximadamente 32% do total mundial; • Desde 2000, a geração de energia geotérmica triplicou na França, na Rússia e no Quênia; • A maior central geotérmica do mundo encontra-se na Califórnia, produz eletricidade suficiente para suprir 750 mil residências; • A Suíça é o país com maior densidade de usinas geotérmicas do mundo; • Na Islândia, país de muitos vulcões e elevado potencial energético geotérmico, a capital, Reiquiavique, tem já 95 % das habitações e edifícios aquecidos por energia geotérmica, sendo considerada uma das cidades menos poluídas do planeta.
  17. 17. Perspectivas futuras A energia geotérmica é uma fonte de energia alternativa que é encontrada em locais especiais da superfície terrestre, necessitando de muitas pesquisas para melhor ser aproveitada, pois o rendimento que se consegue é ainda muito baixo. O alto custo das construções das usinas, da perfuração e os possíveis impactos inviabilizam muitos projetos.
  18. 18. Considerações finais Primeiro momento • Recapitulação • Últimas ideias Segundo momento • Utilização de recursos audiovisuais
  19. 19. Referências • ALMEIDA, Lúcia Marina Alves de; RIGOLIN, Tércio Barbosa. Fronteiras da globalização: geografia geral e do Brasil. São Paulo: Ática, 2009. • SAMPAIO, Fernando dos Santos; SUCENA, Ivone Silveira. Geografia, 3º ano: ensino médio. São Paulo: Edições SM, 2010. • PRATES, Thiago. Energias. Disponível em <http://thiagoprates.pbworks.com/w/page/46316167/Energia%20Geot%C3%A9rmica>. Acesso em 29 de janeiro de 2013. • FANELLI, Mario. What is Geothermal Energy? Disponível em <http://www.geothermalenergy.org/314,what_is_geothermal_energy.html>. Acesso em 29 de janeiro de 2013. • U.S. Departamente of energy. Geothermal Technologies Office. Disponível em <http://www1.eere.energy.gov/geothermal/resources.html>. Acesso em 29 de janeiro de 2013.
  20. 20. Componentes • Anderson Guilherme • Herbert Lucas • Iago Felipe • Wedson Chaves • Wesley Vinicius IFRN – Campus Pau dos Ferros Informática 2 - 2º ano

×