Degradação do meio ambiente

1.037 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.037
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
25
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Degradação do meio ambiente

  1. 1. Grupo:Marcio Fernandes,Gláuber José,José Everaldo,Sérgio Gabriel,Gleybson pereira, Série:1º ano médio Colégio e Curso EXPOSITIVO
  2. 2. Degradar é o mesmo que degenerar, desgastar, estragar, devastar, destruir, assim a degradação ambiental ou do meio ambiente é o processo de degeneração, desgaste, devastação, destruição das condições ambientais ou do habitat de uma coletividade. Nos processos de degradação ambiental ocorrem alterações biofísicas do meio que provocam alterações na flora e na fauna natural, podendo acontecer inclusive eventual prejuízos na biodiversidade, com diferentes graus de intensidade.
  3. 3. A poluição já é conhecida da humanidade desde os primórdios da civilização, quando o homem descobriu o fogo, ao longo da evolução ela foi se transformando e ganhando formas mais agressivas, no entanto foi com a Revolução Industrial e a consolidação mundial do capitalismo que a poluição passou a ser considerada um problema ambiental. O planeta terra não estava preparado para o impacto da industrialização, da urbanização e do consumismo desenfreado do homem moderno. As indústrias e a urbanização trazem consigo inúmeros problemas ambientais, tais como a grande produção e acumulo de lixo, o volume de esgotos, congestionamentos do tráfego, lançamento de gases na atmosfera, poluição das águas, desmatamento, etc. a lista das formas de poluição e de degradação ambiental é imensa e seus prejuízos ao meio ambiente não podem ser quantificados.
  4. 4. Em sentido amplo, poluição, é qualquer alteração produzida no meio ambiente e que nele provoca desequilíbrio. Dentre os principais tipos de poluição destacam-se: · A Poluição Atmosférica · A Poluição Dos Rios E Lagos · A Poluição Do Solo
  5. 5. Devido à indiscriminada emissão de impurezas, cujo tipo e qualidade variam de acordo com as diversas regiões em que se localizam grandes centros urbanos e parques industriais, torna-se, atualmente, difícil identificar locais que apresentam ar puro. A poluição atmosférica decorre principalmente da elevada produção de veículos motorizados, de queima de lixo, combustíveis, torrefações, etc. Hoje, podemos afirmar que a poluição do ar, efetivamente, agrava a incidência de asma, ocasiona a bronquite e provoca distúrbios cardíacos e circulatórios.
  6. 6. Atinge índices alarmantes nas regiões industrializadas e que apresentam elevada densidade populacional. É ocasionada principalmente pelos detritos químicos e esgotos não tratados que, lançados em fontes de águas cristalinas (rios, por exemplo), destroem as condições necessárias à proliferação de seres vivos animais e vegetais, provocando o desequilíbrio do meio ambiente. Os esgotos, os resíduos domésticos e as fezes humanas, alem de causarem a poluição, colaboram decisivamente na transmissão de doenças pela água. Entre estas, podemos citar: amebíase, balantidíase, cólera, febre tifóide e paratifóide, leptospirose entre outras, o que demonstra a importância fundamental da água pura (não contaminada) para a saúde do organismo humano.
  7. 7. Hoje, além do lixo orgânico, que é naturalmente decomposto, reciclado e "devolvido" ao ambiente, há o lixo industrial eletrônico, o lixo hospitalar, as embalagens de papel e de plástico, garrafas, latas etc. que, na maioria das vezes, não são biodegradáveis, isto é, não são decompostos por seres vivos e se acumulam na natureza.

×