Dealer 37 pt

1.217 visualizações

Publicada em

http://www.milxtor.com.br/dealer/_dealer_37_pt.pdf

Publicada em: Indústria automotiva
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.217
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Dealer 37 pt

  1. 1. PIT: R-LY-0817-12-120 ♣ MATERIAL: ANUNCIO ♣ FORMATO: 20,5x27,5 cm ♣ PROPORÇÃO: 100% ♣ RESOLUÇÃO: 300 DPI ♣ DATA: 02/08/2012 ♣ AF: ARTHUR RODRIGUES sumáriowww.indiana.com.br Editoriais 6 Alarico Assumpção Júnior e Flávio Meneghetti Publicação especial da Fenabrave – Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores. Cerimônia de Abertura 12 Ano 5 – Edição 37 – Setembro 2012 Conselho Diretor Palestras Presidente dos Conselhos Deliberativo e Diretor Cerca de 40 eventos de conteúdo marcaram o sucesso do XXII Congresso Flávio Antonio Meneghetti Presidente Executivo Fenabrave. Workshops nacionais, internacionais, palestras magnas e mesas Alarico Assumpção Jr. redondas preencheram a agenda durante os três dias de realização do evento. Vice-Presidentes Antonio Figueiredo Netto, Edson Luchini, Confira a cobertura completa por área de interesse. Elias dos Santos Monteiro, José Alberto Gisondi, Mário Sérgio Moreira Franco, Mauricio de Souza Queiroz, Paulo de Tarso Costa Beber e Geral 28 Paulo Matias Vice-presidentes “Ad-hoc” Automóveis e Gláucio José Geara, José Carneiro de Carvalho Comerciais Leves 54 Neto, Octávio Leite Vallejo e Ricardo de Oliveira Lima Caminhões, Ônibus e Membros Natos (Ex-presidentes): Implementos Rodoviários 62 Alencar Burti, Sergio Antonio Reze e Waldemar Verdi Jr. Motocicletas 70 Conselho Editorial Flávio Meneghetti, Alarico Assumpção Jr., Tratores e Máquinas Paulo Engler, Marcelo Ciardi, Valdner Papa, Rita Mazzuchini Agrícolas 76 Editoria e Redação MCE – Mazzuchini Comunicação e Eventos R. Frei Rolim, 59 – CEP 04151-000 – São Paulo, SP ExpoFenabrave 2012 81 Tels.: (11) 2577-6533 / 5582-0049 Foram 70 expositores que ocuparam uma área de 15 mil m2 no e-mail: rita@mcepress.com.br Editora e Jornalista Responsável pavilhão de exposições do Expo Center Norte, em São Paulo. Os Rita Mazzuchini (Mtb 22128) resultados, para visitantes e expositores, foram positivos e demonstram Editor Assistente que as parcerias no setor geram bons negócios. Confira a opinião das Igor Francisco (Mtb 57082) empresas que patrocinaram, apoiaram e expuseram produtos e serviços Colaboração na feira dedicada ao setor da distribuição automotiva no Brasil. Daniela Figueira, Jô Ribeiro, Luis Yuaso, Márcia Moreno e Marilena Rocha Relacionamento e geração de negócios foram os motes da exposição. Projeto Gráfico e Edição de Arte Heraldo Galan e Patricia Tagnin Fotos Leo Martins, Marco Venicio, Marcos Alves e Reinaldo Marques Comercial DNF Comunicação – Gutenberg Soledade Tels.: (11) 2281-8134 e (11) 9169-7485QUANDO A RESPONSABILIDADE E-mail: dealer@dnfpropaganda.com.brÉ COMPARTILHADA, Tiragem 12 mil exemplaresCONFIANÇA E TRANQUILIDADE Distribuição gratuita.ESTÃO SEMPRE POR PERTO. Endereço para correspondência Av. Indianópolis, 1967 – Planalto PaulistaINDIANA SEGUROS, A MARCA DO CANAL Baixe um leitor de CEP 04063-003 – São Paulo/ SP Tel.: (11) 5582-0000 / Fax: (11) 5582-0001CONCESSIONÁRIAS DA LIBERTY SEGUROS. QR Code em seu celular E-mail: fenabrave@fenabrave.org.br e aproxime o telefone do código para baixar o Para contatos na redação ringtone da campanha. E-mail: rita@mcepress.com.br A Indiana Seguros é a marca de quem quer o melhor para o seu carro, com serviços ágeis Baixe agora, em seu tablet e integrados à internet. Com sólidas parcerias entre as principais marcas automotivas do ou smartphone, esta edição mundo, oferece produtos exclusivos com a marca do veículo escolhido pelo cliente. Não da Revista Dealer! bastasse isso, é a Seguradora Oficial da Copa do Mundo da FIFA 2014™, uma expressão do compromisso com o desenvolvimento do País e com os brasileiros. Autorização para reprodução de textos As matérias assinadas nesta revista são de responsabilidade do autor não representando, necessariamente, a opinião da Fenabrave. Autorizada a reprodução total ou parcial das matérias sem assinatura, Se a sua empresa ainda não é parceira da Indiana Seguros, associe-se! Conheça todas as desde que mencionada a fonte. A reprodução de matérias e artigos assinados devem contemplar autorização prévia e por escrito do autor. Revista Dealer 3 vantagens no site: www.indiana.com.br
  2. 2. Erratas cartas Tabela de liderança de ranking Segmento Índice de participação Liderança de Ranking Nos dias que se seguiram ao encerramento do XXII Congresso Fenabrave e ExpoFenabrave, a Fenabrave, seus dirigentes e colaboradores, receberam várias mensagens de parabenização e agradecimentos. Pesquisa Fenabrave Automóveis e Comerciais Leves 28,32% Toyota e Chevrolet Na intenção de retribuir e agradecer a todos os que tiveram a gentileza de se manifestar, formalmente, de Relacionamento Caminhões e Ônibus 64,97% Volvo e VW Caminhões sobre os eventos realizados, a Fenabrave publica algumas mensagens a seguir, que simbolizam todas as com o Mercado comunicações recebidas e que, por razões de espaço editorial, não puderam ser reproduzidas nesta edição. Motocicletas 15,25% Honda Agradecemos a todos os participantes do XXII Congresso Fenabrave e ExpoFenabrave pela presença nos eventos, Na edição 35 da Revista Dealer, deixando, desde já, o convite para que se agendem para o XXIII Congresso Fenabrave e ExpoFenabrave editoria “Linha de Produção”, página Tratores 35,27% John Deere e Agritech 2013, que se realizarão no Expo Center Norte, em São Paulo, entre os dias 7 e 9 de agosto. 41, na tabela em que apresentamos o Implementos Rodoviários 54,78% NOMA resultado da 16ª Pesquisa Fenabrave Conselho Editorial Revista Dealer de Relacionamento com o Mercado, foram relacionadas as Marcas que apresentaram a melhor avaliação por A seguir, algumas mensagens recebidas sobre os eventos 2012: Marcas que registraram maior índice parte de suas Redes. No entanto, o texto de resposta na Pesquisa Fenabrave de “Estimados amigos, “Parabéns à equipe Fenabrave pelo belo Congresso. Muito bem or- foi publicado de forma incorreta e Em primeiro lugar, obrigado pela distinção que me deram com o convite ganizado, com palestrantes de ótimo nível e uma presença de Associados menciona as Marcas de Maior Adesão, Relacionamento com o Mercado para participar de mais esse importante encontro da FENABRAVE, muito expressiva. Estava tudo impecável.” aludindo, equivocadamente, às Marcas obrigado. Adorei a oração do Alarico em coro com a platéia, “somos o Tereza Fernandez – sócia-diretora da MB Associados Segmento Índice de Resposta Rede que mais respostas enviaram à Pesquisa. setor”. Demonstrou coragem e determinação nos preceitos inerentes de (percentual em relação ao total da Rede de cada Marca mencionada) “Meus sinceros agradecimentos pela oportunidade de participar e contribuir Desta forma, para evitar erros de legítimo representante da casa em promover com esse gesto uma mudança para o sucesso do XXII Congresso Fenabrave, motivo de orgulho para a Automóveis e Comerciais Leves 74,03% Volkswagen - Assobrav clara e inequívoca de paradigma. Parabéns é assim que se constrói uma rede interpretação, divulgamos ao lado as Volvo do Brasil e minha pessoa.” forte, integrada e consciente, que desse gesto se fará uma voz mais ouvida duas tabelas, sendo uma relacionado à e acima disso, ainda mais respeitada. Comentarei com meus alunos na Carlos Pacheco – Volvo do Brasil Veículos Liderança de Ranking (as Marcas melhor Caminhões e Ônibus 100% Volvo, VW Man e Iveco Abravo, Acav e Ancive Universidade a respeito disso. Meu sempre e fraternal abraço, reiterando “Quero parabenizá-los pelo excelente Congresso que realizaram, onde tive- avaliadas por suas Redes), e, abaixo, a os melhores votos.” mos palestras de alto nível, assim como uma participação bem representativa tabela que reflete o índice de participação, Motocicletas 84,21% Kawasaki - Assokawa Agostinho Turbian – Presidente do Conselho Consultivo - Federação de nossa Rede. Meus parabéns e mais sucesso ainda no Congresso 2013!” por Marca, na referida Pesquisa. Nacional das Associações dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil Mauro Saddi – Green Automóveis/Empresas Rodobens Esperamos, assim, ter esclarecido Tratores 72,73% Case IH do Brasil - Abracase “Prezado Flávio, “Eu realmente estou impressionado com a Fenabrave e sua dedicação à possíveis conflitos de informação. Escreveste, no Book do XXII Congresso Fenabrave, que aprender com formação de seus Concessionários Associados. Eu e minha mulher adoramos Implementos Rodoviários 89,29% NOMA - Abranoma o erro e o acerto dos outros é fantástico, pois a experiência própria, o Brasil e sua hospitalidade foi maravilhosa. Muito obrigado.” além de longa, é também custosa. Vim para o Congresso junto com David Kein – KainAutomotive minha equipe, não só para ganhar conhecimento para a gestão do dia “Parabenizamos toda a equipe da Fenabrave e parceiros que organizaram a dia das minhas concessionárias, como também para aprender con- Peugeot 206 tigo e com tua equipe como organizar um grande evento. Parabéns! este evento, que já é um marco no nosso segmento. Foi possível a partici- pação em diversas palestras de extrema importância, que nos deixaram com Na edição 36, na editoria “Lançamentos”, foi publicada, equivocadamente, a notícia sobre o Estava fantástico. Anotamos, fotografamos, conversamos, consultamos vontade de repassar aos nossos Associados.” Peugeot 206, que passaria a ser comercializado pela internet. Pedimos desculpas pelo equívoco. e saímos com o compromisso de fazermos o melhor possível durante o Camila Amin – Gerente Executiva da ABRAHY – Associação V Congresso Estadual da Fenabrave – SC que teremos o compromisso Brasileira dos Concessionários Hyundai e o prazer de fazer-se realizar durante os dias 21 e 23 de novembro, em São José, na Grande Florianópolis. Aproveito, também, desde já, para “Quero agradecer, e muito, a atenção e parceria de vocês neste XXII agradecer o apoio e o incentivo que tenho recebido da gestão da nossa Congresso Fenabrave!!! Parabéns. O Congresso estava show de bola!” Regional Catarinense.” Isabel Gomes – Marketing Itaucred Veículos, Consórcio Ademir Antônio Saorin – Regional Fenabrave-SC. e Microcrédito4 Revista Dealer Revista Dealer 5
  3. 3. Discurso de Saudação A Vasques & Cavinato é uma empresa focada no Alarico Assumpção Júnior desenvolvimento de projetos para o mercado automobilístico, consolidada como uma importante empresa na área de Presidente Executivo da Fenabrave implantação e desenvolvimento de novas marcas, expansão ARQUITETURA AUTOMOTIVA Íntegra do discurso proferido na Cerimônia de Abertura de grupos de concessionárias e montadoras. Rua Funchal 551 • 2º a • cj 21 • São Paulo • SP • 11 2893 1600 Bom dia senhoras e senhores, membros já citados do palco, demonstrando a força do relacionamento institucional, como www.vecarquitetura.com.br/vasques Av. Dom Luis 1200 • 14º a • cj 1405 • Fortaleza • CE • 85 3181 2626 Concessionários, parceiros, amigos da imprensa e demais con- é o caso das montadoras de veículos e entidades aqui presentes. vidados presentes. E, nesse cenário de parceria, de união de esforços e de consciência Ao lhes dar as boas-vindas ao nosso XXII Congresso Fenabrave de que é preciso mais do que uma voz para que possamos ser, de e ExpoFenabrave, agradeço, principalmente, pelo interesse e fato, ouvidos e estar fortalecidos neste setor, é que peço a todos comprometimento de todos com o nosso setor. que, neste momento, unam-se a minha voz para repetir, em alto e bom som, que: Não teria sentido realizar um evento de tamanha magnitude, que envolve centenas de pessoas em sua organização, se não houvesse SOMOS DO SETOR, a presença de vocês. LUTAMOS PELO SETOR Unimos esforços para que pudéssemos realizar um Congresso e E VENCEREMOS COM O SETOR! uma feira que são hoje os maiores eventos do setor na América Latina. E uma organização de tal porte somente foi possível com VAMOS JUNTOS REPETIR: o envolvimento de cada um e de todos nós. SOMOS DO SETOR, Além de contar com as equipes competentes de colaboradores LUTAMOS PELO SETOR e assessores da Fenabrave, compartilharam conosco, da organi- zação destes eventos, também os colaboradores da experiente E VENCEREMOS COM O SETOR! Reed Exhibitions Alcântara Machado que, pelo segundo ano, É por isso que estamos aqui. Para que sejamos ouvidos, juntos, nos apoia na promoção deste Congresso. numa só voz, na voz deste setor grandioso e de imenso potencial. Além disso, contamos com palestrantes renomados e expo- Juntos, estaremos aqui, na mesma direção! sitores interessados em se relacionar com as nossas Redes de distribuição. Aproveitem cada momento. Façam contatos. Troquem experiên- cias e voltem para suas casas e para suas empresas com o espírito E, neste investimento comum, ao agradecer ao prezado Luis de liderança e de comprometimento que o nosso setor precisa Otávio Matias, Vice-Presidente do Banco Itaú, aqui presente, e para continuar na escalada da vitória, da superação de obstáculos, que, pelo quinto ano consecutivo é nosso Patrocinador Master, da excelência em gestão, e de bons resultados para todos os elos agradeço a todos os demais patrocinadores, apoiadores e expo- deste setor. sitores de nossa ExpoFenabrave que, este ano, está ainda maior e melhor, contemplando 70 empresas dispostas a nos oferecer Sejam todos bem-vindos! os melhores produtos e serviços do mercado automotivo, ou Um bom evento e muito obrigado. Rua Funchal 551 • 2º a. • cj 21 • São Paulo • SP • 11 2893 1600 www.ndconstrutora.com.br6 Revista Dealer
  4. 4. Íntegra do discurso do Presidente da Fenabrave Flávio Meneghetti na Cerimônia de Abertura do XXII Congresso Fenabrave Bom dia a todos! Autoridades já citadas, meus caros Companhei- influenciar este futuro que nos aguarda e queremos deixar para ros Distribuidores, nossos parceiros da indústria automotiva, par- nossos filhos. ceiros que trabalham em nossas empresas interagindo com nossos Vale a pena relembrar, excelentíssimos senhores Tombini, colaboradores e que também participam do XXII Congresso Guilherme Afif, Humberto Luiz e Andrea Calabi, que nossa Fenabrave e da ExpoFenabrave, meus estimados homenageados, Federação reúne 50 Associações de Marca que representam os amigos da imprensa, senhoras e senhores... segmentos de caminhões e ônibus, implementos rodoviários, Por que estamos aqui, em plena sexta-feira, 17 de agosto, motocicletas, tratores e máquinas agrícolas, automóveis e co- longe de nossos afazeres habituais e, aparentemente, ausentes de merciais leves. nossas empresas? Somadas, essas Associações reúnem, aproximadamente, A resposta muito objetiva e direta é: estamos, nestes dois dias e 7 mil concessionárias presentes em todos os Estados do meio, nos dando um tempo de qualidade, deixando, tempora- Território Nacional. riamente de lado, a camisa do Concessionário e vestindo o traje Para Meneghetti, um nível mais Empregamos, diretamente, 390 mil pessoas, e movimentamos do Empresário. suportável de tributação aumentará a 5,7% do PIB brasileiro. capacidade de consumo da população. Estamos aqui para pensar, aprender, nos informar, trocar experi- Os Concessionários são, por seu perfil empreendedor, líderes ências, rever companheiros e fazer novos contatos. comunitários em suas cidades. Estamos aqui para ouvir consultores especialistas do Brasil e A pró-atividade é o traço marcante de nossa personalidade. Acompanhamos, atentamente, as preocupações e o árduo traba- Assim, pedimos sua atenção para estes dois importantes setores. também da Europa e Estados Unidos. lho da Presidente Dilma Rousseff e seus ministros na busca da Estamos na ponta do mercado e, portanto, temos a sensibilidade A liberação de depósitos compulsórios, para criar linhas de cré- Aqui vamos interagir com nossos parceiros de todos os segmen- retomada da produção industrial. do comportamento e desejos do consumidor. dito com funding mais barato para os bancos, reduzirá o custo tos, que trabalham em sinergia conosco, e encontraremos os Como parte deste esforço, fomos convidados a participar, junta- do dinheiro na ponta, colocando a parcela mensal ao alcance de dirigentes da indústria que representamos. Conhecemos, na verdade, como poucos, o solo brasileiro pela mente com o Dr. Tombini, com o Ministro Guido Mantega, com mais consumidores e, a exemplo do que ocorreu com os auto- visão de nossos clientes. Ouviremos as autoridades governamentais que nos prestigiam neste a Febraban e a Anfavea, de uma parceria histórica, que resultou móveis, estamos certos de que haverá uma retomada também evento e que conduzem o nosso país. E, a elas, manifestaremos E é esse olhar que compartilhamos com as Marcas que represen- nas medidas de incentivos de maio último. nestes segmentos. nossas posições, opiniões e sugestões para que possamos solucionar tamos para que conquistem, a cada dia, mais e mais a preferência Até aquele momento, estávamos com um volume de vendas entraves para obter o crescimento sustentável desejado por todos. do brasileiro. Meus amigos e autoridades: quero chamar a sua atenção para inferior a 2011 e nossos estoques acima de 40 dias, sinalizando E assim como os nossos consumidores, nós, Concessionários, este momento de recuperação de mercado que temos vivido em Acima de tudo, este evento é um momento que nos oferece um cenário perigoso. também temos uma relação emocional com as Marcas e produtos automóveis e comerciais leves. a oportunidade de nos reciclar, conhecer e nos abrir às novas O resultado desta união de esforços veio rapidamente, e os nú- tecnologias e processos. que representamos. Esta é mais uma experiência que comprova a eficácia da de- meros comprovam a eficácia das medidas. Da mesma forma, é, também, um tempo em que nossos sucesso- Somos apaixonados pelo que fazemos, defensores de nossas ban- soneração fiscal como instrumento indutor do consumo e, Automóveis e comerciais leves recuperaram-se dos níveis nega- consequentemente, como alavancador de produção industrial, res terão a chance de adquirir mais conhecimento, de uma forma deiras e perseguidores incansáveis do desenvolvimento do País! tivos e já ultrapassaram o acumulado do ano passado em quase geração e manutenção de empregos, assim como de renda para ampla e ao mesmo tempo resumida, do que é ser um distribuidor Por tudo isto, senhores Secretários, senhor Ministro e senhor 3%. E se forem mantidas estas condições, estimamos que este de veículos. as famílias brasileiras. Vice-Governador, a Fenabrave quer ser, também, parceira do go- crescimento poderá chegar a 4%. Paradoxalmente, vivemos um período de vigoroso mercado que, verno e participar, mais ativamente, das iniciativas que envolvem, Nosso País é, reconhecidamente, um dos que mais taxam os Contudo, pelos estudos e projeções realizados por nossa entida- contudo, apresenta margens extremamente estreitas e resultados sobretudo, nosso setor, colaborando com nossa experiência da veículos no mundo. de, caso as medidas sejam, de fato, encerradas ao final deste mês, não condizentes com nossos investimentos, principalmente no formulação e aperfeiçoamento das políticas públicas que nosso como está inicialmente previsto, as perspectivas são, ao contrário, segmento de automóveis e comerciais leves. país precisa para termos um desenvolvimento sustentável, cuja Um nível mais suportável de tributação faz crescer a renda dis- de amargarmos retração de vendas e de crescimento para 2012. manutenção seja viabilizada por todos nós. ponível das famílias que podem, assim, aumentar sua capacidade Por esta razão, agora mais do nunca, além da busca da recu- Assim, Senhor Ministro, continua preocupante a realidade de poupança, de investimento e de consumo. peração das margens comerciais, a Excelência de Gestão, que Queremos ser convocados, ouvidos, e dar nossa parcela de cola- vivida pelos segmentos de motocicletas e de veículos usados. é tema deste evento, torna-se um fator de sobrevivência para boração como representantes legítimos desta legião de empresá- Esses são três fatores essenciais para o crescimento econômico nossos negócios. Enfim, são dias que nos propiciarão enorme rios tipicamente nacionais que somos! O acesso ao crédito e o custo do dinheiro são fatores que reduzi- sustentável do qual falamos, desejamos, e pelo qual todos deve- riqueza de oportunidades. ram, drasticamente, o volume de vendas. mos lutar e fazer a nossa parte. O mundo globalizado passa por um período de desaceleração Pertencemos a um setor para o qual a inovação é a mola propul- econômica, e o Brasil não pode se considerar imune ao que Os mais de 2 mil empresários, Concessionários de Motocicletas, Não seria, então, o momento de o governo se perguntar se não é sora, assim como a mudança é uma constante. acontece no resto do globo. assim como alguns fabricantes, estão sob forte ameaça. mais apropriado do que tomar medidas pontuais e temporárias, Não participar do Congresso Fenabrave é perder uma opor- Os economistas e a mídia especializada sinalizam que o PIB de No setor de usados, mais de 4 mil lojas já fecharam. E a falta de ter esta política como permanente, o que possibilitaria a manu- tunidade única do ano para refletir para onde caminha nossa 2012 será menor que 2%, e a indústria, um dos principais motores giro dos estoques de usados causa um represamento que acaba tenção desta disposição ao consumo, evitando fortes oscilações atividade e como, todos juntos, com a força que temos, podemos da economia, registrará uma queda estimada de 2%. refletindo, também, na comercialização dos novos. de mercado?8 Revista Dealer Revista Dealer 9
  5. 5. O custo Brasil é, sem dúvida, há décadas, um dos fatores que Veículos automotores, no Brasil, são transformados em sucatas, retiram, de nossa indústria, a competitividade necessária para sem cuidados ambientais. produzirmos a custos que possibilitem preços mais justos ao Ocupam pátios públicos, lixões e fomentam operações ilegais consumidor brasileiro. de desmanche. Nosso País pede, há muito tempo, reformas estruturais que Apenas 1,5% da frota brasileira, que sai de circulação, é destinada possam neutralizar esse custo, que resulta do nosso complexo, à reciclagem. arcaico e excessivo sistema tributário, atrelado ao asfixiante ônus trabalhista. Na Europa e nos Estados Unidos, em virtude de políticas públi- Precisamos de reformas e investimentos que nos ofereçam uma cas, o índice chega a 95%. infraestrutura viária de portos e aeroportos compatível com o Japão e Argentina são outros exemplos bem-sucedidos de reci- desenvolvimento almejado. clagem de veículos automotores. E, nesta estrada evolutiva, podemos incluir nosso anseio de me- A Fenabrave tem dedicado especial atenção ao tema, com projeto lhora em relação a outros fatores de desenvolvimento humano, próprio, e com presença nos vários foros que tratam do assunto. como qualidade de ensino e saúde. Precisamos de regras claras, estritas, fundamentadas e estrutura- Mas, somente a vontade política poderá mudar essa realidade! das para o crescimento. Neste momento, de busca de novas oportunidades para o Brasil, Temos que pensar e planejar uma rota de saída, colocando fim a Fenabrave propõe a retomada de um tema de essencial impor- à circulação desta frota antiga. Da mesma forma, devemos eli- tância para o desenvolvimento sustentável do País. minar de vez os chamados veículos de perda total que, apesar da Quero pedir a autorização do nosso querido amigo, o expressão, que já traduz seu estado, voltam, inexplicavelmente, Vice-Governador Guilherme Afif, para repetir uma expressão ao mercado, trazendo riscos e prejuízos aos consumidores. muito feliz que ele aqui mesmo, no ano passado, usou. E aqui, também, precisamos de vontade política para implemen- Precisamos criar a Indústria Desmontadora de Veículos, a tar esta nova indústria. Indústria da Reciclagem de Veículos Automotores. Assim, meu caro Dr. Belini, queremos convidar a Anfavea para Esta iniciativa traria um ciclo virtuoso no segmento automotivo, somar forças com a Fenabrave, para que, juntas, nossas entida- com significativos benefícios para a sociedade brasileira, com des possam encaminhar uma proposta ao governo, sugerindo forte apelo à cidadania na proteção do meio ambiente para as a instituição de uma comissão interministerial, convidando o futuras gerações. Sindipeças e os vários tipos de indústrias envolvidas na cadeia Nossa frota de caminhões tem 25 anos de idade média. Isto produtiva, para reabrir esta agenda. significa que temos veículos pesados que chegam a ter mais de Senhores! quarenta anos de fabricação e que continuam trafegando por nossas rodovias e ruas. O tema da reciclagem de veículos há muito deixou de ser uma alternativa para estimular vendas de veículos novos, e passou a Para os tratores, estima-se uma frota também envelhecida, que ser uma questão vital de Política Pública. atinge mais de 20 anos. Finalizando, quero reiterar nossa disposição, como categoria econô- Para automóveis, a realidade é igualmente preocupante, pois mica, de sermos parceiros do governo para esta e outras iniciativas já contamos com carros com média de mais de 12 anos de uso. que contribuam, efetivamente, para construirmos um Brasil maior. Esta frota envelhecida causa acidentes com mortos e feridos, Tenham todos uma excelente experiência neste XXII Congresso que acarretam custo elevadíssimo com a mobilização policial, e ExpoFenabrave, e voltem para casa com mais ferramentas para serviços de atendimentos às vítimas, cuidados hospitalares, pen- transformar conhecimento em valor. sões, perda de cargas, remoção de veículos acidentados, graves engarrafamentos, poluição e enormes prejuízos à administração Espero revê-los em breve e deixo, desde já, o convite para o nosso pública e à sociedade civil. próximo Congresso, que acontecerá neste mesmo espaço, em 2013, mas, certamente, sob uma nova realidade para o nosso Estudos realizados pela Fenabrave, em 2009, indicaram que, Setor e para o nosso País! somente o Estado de São Paulo teve um prejuízo de cerca de R$5 bilhões naquele ano, como consequência desta frota sucateada. Muito obrigado!10 Revista Dealer
  6. 6. UNIDOS NA ME SMA DIREÇÃO! Entre os dias 16 e 18 de agosto, mais de 2,5 mil pessoas se reuniram automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas, máquinas agrícolas e para participar do XXII Congresso Fenabrave e ExpoFenabrave 2012, os implementos rodoviários. Além de palestras voltadas à economia, indústria e maiores eventos do setor da distribuição da América Latina. distribuição de veículos, a Programação Temática, coordenada por Valdner Papa, Realizados em São Paulo, no Pavilhão Azul do Expo Center Norte, integrados ao contemplou palestras sobre temas de interesse dos colaboradores das calendário da Reed Exhibitions Alcantara Machado – empresa organizadora-, os concessionárias, como internet, recursos humanos, peças, serviços, eventos reuniram as principais lideranças do setor da distribuição de veículos, gerenciamento de estoques, entre outros. nacionais e internacionais, além de representantes de montadoras, autoridades As Associações de Marca também puderam reunir suas e os principais fornecedores de produtos e serviços ligados à distribuição. Redes em salas especialmente concedidas pelo evento. Como parte do XXII Congresso Fenabrave, foram cerca de 40 eventos realizados A ExpoFenabrave 2012, feira de negócios do setor de distribuição automotiva, contou em três dias, entre Palestras Magnas, Workshops Nacionais e Internacionais e com mais de 70 expositores, que ocuparam um pavilhão de mais de 15 mil m². Pelo Mesas Redondas, direcionados a todos os segmentos que compõem o setor – quinto ano consecutivo, o Patrocinador Master dos eventos foi o Banco Itaú.12 Revista Dealer Revista Dealer 13
  7. 7. TRABALHO CONJUNTO PARA O DESENVOLVIMENTO DO PAÍS Realizada no dia 17 de agosto, a Cerimônia Oficial de Abertura do XXII Congresso Fenabrave reuniu congressistas, autoridades e convidados nacionais e internacionais na plenária do Expo Center Norte. O evento, que contou com o vice-governador ExpoFenabrave 2012, Alarico Assumpção Jr, deu as boas- do Estado de São Paulo, Guilherme Afif -vindas a todos os presentes e reiterou o agradecimento pelo Domingos, teve o palco solene formado, esforço de todas as equipes envolvidas na organização dos também, pelo presidente da Fenabrave, eventos, que hoje são os maiores do setor na América Latina Flávio Meneghetti, pelo presidente exe- e que contam com a participação de palestrantes renomados cutivo da entidade e coordenador dos e expositores interessados em se relacionar com as Redes de eventos, Alarico Assumpção Jr., pelo Secretário de Comércio Distribuição. Assumpção Jr. agradeceu, ainda ao Vice-Presi- e Serviços do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e dente do Banco Itaú, Luis Otávio Matias, pela parceria entre Comércio Exterior, Humberto Luiz Ribeiro; pelo Secretário a Fenabrave e a empresa que, pelo quinto ano consecutivo, da Fazenda do Estado de São Paulo, Andréa Calabi; pelo foi Patrocinador Master dos eventos. presidente da Anfavea, Cledorvino Belini; pelo presidente Neste clima de parceria e união, o presidente executivo da da NADA – National Automobile Dealers Association, Bill Fenabrave deu continuidade a seu pronunciamento, destacan- Underriner; pelo presidente da ATD – American Truck Dea- do que é preciso mais do que uma voz para que a categoria lers, Dick Witcher; pelo Presidente da ALADDA – Associação econômica possa ser, de fato, ouvida e estar fortalecida neste Latino Americana de Distribuidores Automotores, Carlos setor. Assim, Assumpção Jr. convocou a todos para que se Dumay Perlwitz; pelo presidente da Abraciclo, Marcos Zaven unissem, em uma só voz, em seus dizeres: “Somos do setor, Fermanian; pelo Presidente Anfir - Associação Nacional dos lutamos pelo setor e venceremos com o setor!”. “É por isso que Fabricantes de Implementos Rodoviários, Alcides Braga; pelo estamos aqui. Para que sejamos ouvidos, juntos, numa só voz, Diretor de Vendas Diretas e Pesados do Banco Itaú, Vilmar na voz deste setor grandioso e de imenso potencial. Juntos, Carreiro; pelo presidente da ANEF - Associação Nacional estaremos aqui, na mesma direção!”, completou. das Empresas Financeiras das Montadoras; Décio Carbonari e pelo Presidente da Reed Exhibitions Alcantara Machado, Mercado com futuro promissor – Em seu pronunciamento, o pre- Juan Pablo De Vera. sidente da Anfavea, Cledorvino Belini, disse ser uma honra Antes do início dos pronunciamento da Cerimônia, o Hino participar do que chamou de “fórum da mais alta relevância Nacional foi executado pela cantora Miriam Hosokawa e, ao no mercado”. piano, a musicista Tânia Silveira, da Banda Chorus, emocio- De acordo com o representante das montadoras instaladas Em sentido horário: Flávio Meneghetti, presidente da Fenabrave; Alarico Assumpção nou a plateia composta por mais de 2,5 mil pessoas, entre no país, depois de crescer mais de 150% entre 2004 e 2011, Jr., presidente executivo da Fenabrave e coordenador do XXII Congresso Fenabrave e lideranças do setor, autoridades, Concessionários e convidados o setor automotivo brasileiro passa por um momento atípico, ExpoFenabrave 2012; Guilherme Afif Domingos, vice-governador do Estado de São Paulo; Bill Underriner, presidente da NADA e; Cledorvino Belini, presidente da Anfavea. presentes ao evento. guiado por meio de medidas de estímulo, que refletiram em Dando início aos pronunciamentos, o presidente execu- reação favorável após um período de queda. Para ele, a medi- -tivo da Fenabrave e coordenador do XXII Congresso e da da redução do IPI, “neutralizou a queda a partir do mês14 Revista Dealer Revista Dealer 15
  8. 8. Autoridades do governo e do setor automotivo prestigiaram a Cerimônia de Abertura do XXII congresso Fenabrave. de maio passado”. Mas fez coro ao presidente da Fenabrave, ao sentenciar que a equação do binômio tributos e crédito continua a ser um grande desafio. Adiantou que a indústria final e o setor de autopeças estão criando uma nova matriz, com investimentos para inovação de produtos e processos. Belini salientou, ainda, a importância dos investimentos dos distribuidores de veículos em estruturas para conseguirem acompanhar o crescimento do mercado. “É necessário inves- tir também na qualidade do atendimento e na satisfação do consumidor, que está cada vez mais exigente”, disse. Para ele, o mercado possui um futuro promissor e, para realizar esta perspectiva, é necessário investir em novos produtos e serviços, com uma boa relação custo/benefício, complementados com melhores práticas de relacionamento entre Rede, Montadoras e o Consumidor. Ouvir o setor para o desenvolvimento do País – O Secretário de Comércio e Serviços do Ministério do Desenvolvimento, In- dústria e Comércio Exterior, Humberto Luiz Ribeiro, iniciou o seu discurso destacando o esforço do governo em ouvir diversos setores para planejar e executar suas ações. Ribeiro citou, como exemplo, o esforço da Secretaria com relação à desburocratização do setor público. “Tenho o orgulho de po de trabalho”, complementou, defendendo a definição do anunciar que, em Sergipe, especificamente em Aracaju, foi fim da vida do veículo. “Temos atraso neste plano. Estamos possível reduzir o tempo do processo de abertura de empresas, dispostos a ouvir a Fenabrave e todos os envolvidos neste que agora é possível se realizar no mesmo dia da entrada do processo. Contem com o Ministério”, finalizou o Secretário. pedido”, comentou. Em seguida, o Secretário reforçou a importância de o Alma empreendedora no setor público – Autoridade presente nos governo ter recebido os líderes do setor para ouvir as reais Congressos da Fenabrave há muitos anos, o Vice-Governador necessidades para o desenvolvimento, resultando no Plano do Estado de São Paulo, Guilherme Afif Domingos, conhece Brasil Maior. “A Fenabrave tem ajudado a Secretaria com de perto os momentos de angústias e euforias vividos pelo relação à competitividade do mercado”, salientou. setor automotivo brasileiro. Em seu discurso, Afif salientou Com relação à renovação de frota, Ribeiro afirmou que que a indústria automotiva é um termômetro para a crise, esta é uma preocupação e que a Secretaria estará empenhada já que a economia está muito ligada ao desenvolvimento em auxiliar na facilitação do processo. “Este é o nosso esco- deste segmento. Na página anterior: Humberto Luís Ribeiro, Secretário de Comércio e Serviços do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior; Décio Carbonari, presidente da Anef e Juan Pablo De Vera, presidente da Reed Exhibitions Alcântara Machado. Acima, em sentido horário: Andrea Calabi, Secretário da Fazenda do Estado de São Paulo; Dick Witcher, presidente da ATD; Alcides Braga, presidente da Anfir; Marcos Zaven Fermanian, presidente da Abraciclo; Vilmar Carreiro, diretor de vendas diretas e pesados do Banco Itaú e Carlos Dumay Perlwitz, presidente da ALADDA.16 Revista Dealer Revista Dealer 17
  9. 9. Meneghetti pediu incentivos Cledorvino Belini, presidente para o setor de motos. da Anfavea, faz seu discurso para mais de 2,5 mil pessoas presentes no evento. Na plateia, autoridades e lideranças do setor automotivo. Além da cadeia automotiva, o Vice-Governador do Estado de São Paulo comentou que o agronegócio brasileiro também tem papel fundamental na conjuntura econômica nacional. “O que sustenta o Brasil no mercado internacional? Commodities agrícolas e mineração”, disse. Na sua opinião, o País está de- sorganizado com relação à infraestrutura, o que gera gargalos no escoamento da produção. Para ele, uma solução que poderia ser encontrada pelo Governo Federal seria aliar a estratégia pública com a capacidade privada de criar infraestrutura, ci- tando o exemplo do Governo de São Paulo, que teve iniciativa Sergio Reze e Mauro Stéfani (da direita para a esquerda) durante a solenidade. semelhante ao privatizar as rodovias estaduais, consideradas as melhores do Brasil. “É necessário ter alma empreendedora na visão pública”, enfatizou. Segundo Afif, o problema da mobilidade urbana é resul- Flávio Meneghetti, presidente da Fenabrave, recepciona o tado do pouco investimento feito em infraestrutura. Segundo presidente do Banco Central, Alexandre Tombini. ele, muito se trabalhou na capacidade de vendas do setor e roso mercado que, contudo, apresenta margens extremamente pouco se investiu na ampliação da malha viária nas cidades. estreitas e resultados não condizentes com os investimentos, “Este é o drama vivido pela sociedade. Por isso, é preciso principalmente no segmento de automóveis e comerciais le- investir mais em transporte sobre trilhos para que venham ves. “Por esta razão, agora mais do nunca, além da busca da mais automóveis para as ruas”, comentou o Vice-Governador recuperação das margens comerciais, a excelência da gestão, do Estado de São Paulo, se referindo ao Presidente do Banco que é tema deste evento, torna-se um fator de sobrevivência Central, Alexandre Tombini, que estava na primeira fileira para nossos negócios”, alertou Meneghetti. da plateia. “É preciso capital de risco para investimento da Depois de detalhar a importância do setor da distribuição iniciativa privada”. na economia brasileira, por meio dos mais de 390 mil em- Guilherme Afif Domingos defendeu, ainda, que a parceria pregos diretos e da participação do setor em 5,7% do PIB, o público-privada seria a alternativa para o primeiro plano bra- presidente da Fenabrave ressaltou a importância da entidade sileiro da chamada desmontadora de veículos”, estimulando participar, mais ativamente, nas iniciativas que envolvem o a renovação da frota. “Cerca de 30% da frota está circulando setor, “colaborando com a experiência da formulação e aper- irregularmente. A inspeção veicular foi o primeiro grande feiçoamento das políticas públicas que nosso País precisa para passo, mas não existem pátios suficientes para guardar esses termos um desenvolvimento sustentável, cuja manutenção veículos. Por isso, há uma grande demanda para se desenvolver seja viabilizada por todos nós”, alertou Meneghetti, dizendo a indústria desmontadora de veículos”, defendeu. que a entidade quer ser convocada, ouvida e contribuir como representante legítima dos Concessionários. Na defesa de medidas permanentes para o setor – Ao iniciar o Flávio Meneghetti ainda fez um alerta às autoridades presen- seu discurso na Cerimônia de Abertura, o presidente da tes com relação às medidas de incentivo, anunciadas em maio, Fenabrave, Flávio Meneghetti, destacou a importância da par- pelo Governo, com o objetivo de estimular o consumo de veí- ticipação de mais de 2,5 mil pessoas no Congresso Fenabrave, culos. Segundo projeções da Fenabrave, caso as medidas fossem onde os congressistas “deixam temporariamente de lado, a encerradas ao final de agosto, o setor poderia amargar retração a discussão sobre a renovação da frota nacional. Meneghetti segmento automotivo”, aposta. De acordo com o presidente camisa do Concessionário e vestem o traje do empresário”. de vendas e de crescimento para 2012, ao contrário da previsão exemplificou que o conjunto de caminhões tem idade média da Fenabrave, estudos realizados pela entidade, em 2009, in- Meneghetti ressaltou que ali, naqueles dois dias e meio de de crescimento de mais de 4% se mantidos os incentivos. de 25 anos, mas informou que “há veículos pesados em dicaram que, somente o Estado de São Paulo teve um prejuízo evento, todos teriam a oportunidade de aprender, se informar, Além da manutenção das medidas anunciadas em maio, o circulação com mais de 40 anos de fabricação”. Na divisão de cerca de R$5 bilhões naquele ano, como consequência desta trocar experiências, rever companheiros e fazer novos contatos. presidente da Fenabrave, Flávio Meneghetti, pediu ações para de tratores, a idade média já ultrapassa 20 anos e os auto- frota sucateada. “Apenas 1,5% da frota brasileira, que sai de “Ouviremos as autoridades governamentais que nos presti- auxiliar o setor de motos, como a liberação de compulsórios, móveis, encontrados nas ruas e estradas do País, já exibem circulação, é destinada à reciclagem”, informou. giam neste evento e que conduzem o nosso País. E, a elas, para tornar os financiamentos mais baratos aos bancos, além idade média de mais de 12 anos. O envelhecimento da Assim, Flávio Meneghetti convidou a Anfavea para somar manifestaremos nossas posições, opiniões e sugestões para da destacada emergência para a renovação da frota. “Não frota, no alerta do presidente da Fenabrave, tem um peso forças com a Fenabrave, para que, juntas, as entidades possam que possamos solucionar entraves para obter o crescimento seria, então, o momento de o governo se perguntar se não é humano – com perdas de vidas e acidentes, dano ambiental encaminhar uma proposta ao governo, sugerindo a instituição sustentável desejado por todos. Acima de tudo, este evento é mais apropriado do que tomar medidas pontuais e temporá- e patrimonial e ainda se reverte em prejuízo para os serviços de uma comissão interministerial, convidando o Sindipeças e um momento que nos oferece a oportunidade de nos reciclar, rias, ter esta política como permanente, o que possibilitaria e cofres públicos. os vários tipos de indústrias envolvidas na cadeia produtiva, conhecer e nos abrir às novas tecnologias e processos”, disse. a manutenção desta disposição ao consumo, evitando fortes Nesse contexto, Meneghetti reportou-se à ideia lançada para reabrir esta agenda. “O tema da reciclagem de veículos O presidente da Fenabrave seguiu o seu discurso traçando oscilações de mercado?”, questionou. pelo vice-governador Guilherme Afif Domingos, em favor de há muito deixou de ser uma alternativa para estimular vendas um panorama do mercado automotivo brasileiro, onde a Rede Enquanto busca o alinhamento da questão do crédito e uma chamada indústria desmontadora de veículos – dedicada de veículos novos, e passou a ser uma questão vital de política de Distribuição, paradoxalmente, viveu um período de vigo- equalização dos impostos, o setor também pretende retomar à reciclagem. “Esta iniciativa instalaria um ciclo virtuoso no pública”, completou.18 Revista Dealer Revista Dealer 19
  10. 10. FENABRAVE HOMENAGEIA EMPREENDEDORES DO SETOR AUTOMOTIVO E m reconhecimento à importância dos vender os produtos, que eram assumidamente piores que os empreendedores para o desenvolvimento concorrentes e 20% mais caros, ele adotou a estratégia de do setor automotivo, a Fenabrave prestou valorizar o carro usado dado como entrada. “A maior parte homenagem a dois ícones que viveram, ao dos concessionários tinha, como prática, desvalorizar o usa- Raul Randon (acima) e Waldemar de O. Verdi (abaixo) recebem estatueta do presidente da Fenabrave. longo de suas trajetórias, momentos de do que seria dado como entrada na compra do carro novo. superação, sempre em busca de um único objetivo: vencer. “Um empreen- dedor reconhece acertos, erros, replaneja metas e conduz seus negócios ao melhor caminho em busca da trajetória de sucesso que chega como consequência de um trabalho intenso e sem res- valos”, comentou Flávio Meneghetti, presidente da Fenabrave. Por esta razão, a entidade premiou dois empreendedores reconhecidos no mercado, sendo Waldemar de Oliveira Verdi, Presiden- te do Conselho de Acionistas das Empresas Rodobens, representando o Setor da Distribuição de Veículos, e Raul Randon, presidente do Grupo Randon, que representou o empreendedorismo na Indústria. Juntos, simbolizam a perpetuação do empreendedorismo no setor e comprovam que valores fortes e a determinação podem vencer qualquer obstáculo. Ao assistir ao vídeo, transmitido durante a Hoje, aos 94 anos, e perto de completar o que chama de Raul Randon fez uma incursão, ainda, no agrobusiness, Solenidade, produzido pela Fenabrave e coor- 10% restantes de sua primeira etapa de vida, o Sr. Waldemar, ao dar início a uma plantação de maçãs, que até então era denado pela MCE-Mazzuchini Comunicação e Waldemar de Oliveira Verdi, presidente do Conselho de Acionistas das Empresas como é conhecido por todos, diz que balizou sua vida no apenas importada. A empresa ainda passou a produzir o Eventos, mais de 2,5 mil pessoas presentes na Rodobens e Raul Randon, presidente do Grupo Randon. tripé “trabalho, determinação e fé!”. E os resultados de sua queijo Grana Gran Formaggio, especiaria de renome inter- Cerimônia de Abertura se emocionaram ao co- trajetória não apenas emocionaram a plateia, que aplaudiu o nacional e o grande orgulho do empresário. “Importamos nhecer um pouco mais da trajetória destes dois homenageado em pé, como comprovam que nada vence esta vacas produtoras de leite, dos Estados Unidos, que chega- ícones do setor. Eu, ao contrário, parabenizava o proprietário pelo cuidado trilogia de sucesso. ram ao Brasil em dois Boeings”, relembra, com orgulho, Partindo da fabriqueta de vassouras (feitas por ele à mão) que teve com o carro, e dizia que o veículo valia bastante. Outro exemplo de empreendedor que não se acomoda, e está o empreendedor. e torrefação de café, que juntas receberam o nome de “Indús- Com isso, não ganhava nada na revenda deste usado, mas sempre em busca de novos desafios, é Raul Randon. O empre- Ainda no ramo alimentício, Randon passou a produzir trias Reunidas Aymoré”, Verdi já havia decidido ser grande. conseguia vender o Studebaker pelo preço cheio”, relembra sário, segundo homenageado da Cerimônia, começou a carreira vinhos, apenas com o objetivo inicial de servi-lo na come- Teve contratempos e faliu nos três primeiros negócios mas, Verdi. Como resultado, nos três primeiros anos, sozinho, empresarial com uma pequena empresa de reforma de motores, moração de suas Bodas de Ouro, que completaria em quatro depois da terceira debacle, que veio após a Segunda Guerra, o empresário conseguiu vender mais veículos que as três destruída por um incêndio na década de 50. Ao retomar as ati- anos. Hoje, o empresário é sócio da Vinícola Miolo, do Rio com a quebra da cultura do algodão, Waldemar de Oliveira grandes concorrentes. vidades, Randon passou a fabricar, ao lado do irmão mais velho, Grande do Sul, que produz o vinho RAR. Verdi encontrou sua vocação no setor de veículos e passou a A partir desta experiência, Waldemar de Oliveira Verdi freios para reboque, dando início ao crescimento dos negócios, Waldemar de Oliveira Verdi e Raul Randon mostra- comercializar veículos Studebaker, em São José do Rio Preto. abriu a Cirasa, concessionária representante de caminhões abrindo capital em 1971, ampliando sua capacidade produtiva ram que não existem barreiras intransponíveis quando “Estava quebrado, sem nada, mas precisava vencer”, declara. Mercedes-Benz, dando início ao conglomerado conhecido, e as instalações. “Fui para a Itália e vi o que eles produziam na se tem o objetivo de prosperar. Por este motivo, como “Eu tinha necessidade de vencer na vida! Eles não atualmente, por Empresas Rodobens, e que, com foco nos Europa e Estados Unidos. Logo associei os produtos ao Brasil, exemplos de sucesso no setor automotivo, a Fenabrave tinham; estavam acomodados”, relembra Verdi em seu de- setores de veículos, financeiro e imobiliário, está hoje entre onde o transporte é fundamental. Assim, montamos uma fábrica os homenageou como destaques de empreendedorismo poimento gravado. Como estratégia, Verdi disse que, para os 100 maiores grupos empresariais de País. para produzir mil unidades por mês”, diz. no setor automotivo.20 Revista Dealer Revista Dealer 21

×